22 de março de 2017

Na Telona :: 'Fragmentado' #58

POSTADO POR EM 22 de março de 2017

Oi, gente. Tudo bem?


Esta semana participei de mais uma cabine de imprensa aqui em Brasília, em parceria com a Espaço/Z, e vim contar para vocês o que achei do filme em questão, que chega aos cinemas na próxima quinta-feira. Vamos conferir?!
Filme: Fragmentado
Título Original: Split
Diretor: M. Night Shyamalan
Distribuidora: Universal Pictures
Duração: 1h57min
Lançamento: 23 de Março de 2017
Classificação: 14 anos
Gênero: Ação/Thriller
Sinopse: O psicopata Kevin (James McAvoy) tem nada menos que 23 personalidades. Um dia, ele sequestra três garotas. No cativeiro, Kevin começa a atormentá-las com seu comportamento instável. Para o terror das jovens, a pior dessas personalidades, conhecida como The Beast, ganha vida.
Convidada por pena para a festa de aniversário de Claire Benoit, Casey Cooke é a única garota que ainda não foi buscada pelo pais na festa. Não vendo outra opção, o pai de Claire oferece carona para a garota tímida e quieta.

Logo após entrar no carro, Casey, Claire e sua amiga Marcia percebem que o homem atrás do volante não é o simpático pai de Claire e sim Dennis, um estranho mal encarado que não hesita em apagá-las e levá-las para seu cativeiro subterrâneo.

Confusas e desesperadas, as garotas fazem de tudo para serem ouvidas e criam esperanças de serem salvas ao avistarem uma sofisticada mulher que atende pelo nome Patricia. Para a surpresa das três jovens, Patricia é apenas Dennis em roupas diferentes, o que faz com que elas fiquem ainda mais confusas.


19 de março de 2017

O marketing é a alma do negócio

POSTADO POR EM 19 de março de 2017

Heeey, gente. Tudo bem??

Desde que criei meu primeiro "empreendimento" - que era vender balinhas na varanda da casa da minha avó - sabia que para obter sucessos precisava ser vista. Por isso, fazia cartazes e pedimos aos meus primos para segurar - exploradora. Além disso, ficava gritando os nomes e valores dos produtos no meio da rua. Nasci para empreender, vou fazer o quê?



Quando criei o meu primeiro veículo na internet, entre 2009 e 2010, pensava da mesma forma, mas sabia que teria que criar uma nova abordagem. Me dediquei ao twitter e ao Orkut, as redes sociais mais massivas da época, e obtive o sucesso esperado.. Não virei um viral ou um estrondoso sucesso, mas cresci de forma rápida que outros meios da mesma categoria.

18 de março de 2017

Lançamento Dark - OS VIKINGS ESTÃO CHEGANDO

POSTADO POR EM 18 de março de 2017

Heeey, gente. Tudo bem??

Hoje eu venho apresentar - pela primeira vez - um lançamento Dark para vocês \o/ Recebemos informações sobre um novo livro da DarkSide Books que já está derrubando o mundo lá fora, com influência de H.P. Lovecraft e Game of Thrones. Não podemos esperar pouco, correto?



Abominação é um romance dark que irá contar a história dos períodos sangrentos da história da Inglattera, quando os Vikings invadiram o país no século IX. Este é o livro de estréia do autor Gary Wittha e trata de uma forma muito mais abrangente, e sangrenta, do que encontramos nos livros de história.

O primeiro romance de Gary Whitta, também autor do aclamado Star Wars: Rogue One, é uma aventura para os leitores mais valentes.  Whitta transforma o gore em momentos de grande beleza. Abominação é uma mistura épica entre fantasia histórica, ficção científica e a magia da cultura nórdica.
A era medieval é muito mais conhecida por seus mistérios do que por seus registros históricos. Talvez seja melhor assim. Há quem acredite que estaremos mais seguros enquanto não soubermos de toda a verdade. Mas quem disse que as lendas não podem ser mais reais do que você imagina? Abominação reconta um dos capítulos mais sangrentos da história da Inglaterra: as invasões vikings do século IX. Apresentando personagens e batalhas reais, sua narrativa vai muito além do que poderíamos encontrar nos livros de história. Com influências de Lovecraft a Game of Thrones, vem sendo recebido mundo afora como um novo clássico para fãs do gênero.
O reino de Wessex foi o único da Inglaterra que escapou dos invasores nórdicos. Seu rei, Alfredo, negocia um acordo com os bárbaros do Mar do Norte, mesmo sabendo que eles não são adeptos da paz. É preciso estar preparado, a guerra pode recomeçar a qualquer momento. O arcebispo da Cantuária oferece proteção ao reino, através de feitiços descobertos por ele em velhos pergaminhos. O rei só não poderia imaginar que a magia seria ainda mais perigosa que os próprios vikings. 

Clique aqui para adicionar no skoob e aqui para comprar na pré-venda. 


“Abominação é realmente fantástico!”
Gale Anne Hurd — produtora de The Walking Dead 
“Uma história épica: magia negra, monstros e muito sangue.”
Nicole Perlman — roteirista de Guardiões da Galáxia 
“Uma fantasia sangrenta e perfeita, uma história manipulada pelas mãos de um mestre.”
Chuck Wendig — autor de Star Wars: Marcas da Guerra


E aí, curtiram? Eu confesso que fiquei curiosa, até por este ser um período da história não muito comentado. A edição da DarkSide vem em capa dura e com uma diagramação incrível. Ah, eles também informam que são a prova de machados. Quem vai fazer o teste? O livro será lançado no dia 04 de abril, não perca!

Beijocas e até a próxima!!!

17 de março de 2017

Tá Na Estante :: 'O Crime do Vencedor' #645

POSTADO POR EM 17 de março de 2017

Oi, gente. Tudo bem?


Pois é, ando sumido por aqui. A vida tem estado agitada, hehe. Mas hoje vim contar pra vocês o que achei da minha última leitura. Vamos conferir?!

Livro: O Crime do Vencedor
Série: Trilogia do Vencedor (#02)
Autora: Marie Rutkoski
Editora: Plataforma 21
Páginas: 360
Sinopse: Um noivado imperial significa uma celebração após a outra: cafés da manhã com cortesãos e dignitários influentes, bailes, fogos de artifício e festas até o amanhecer. Para Kestrel, porém, significa viver numa gaiola forjada por ela mesma. Com a aproximação do casamento, ela deseja confessar a Arin, seu ex-escravo e atual governador de Herran: só aceitou se casar com o príncipe herdeiro do império em troca da liberdade dele, Arin. Mas será que Kestrel pode confiar nele? Ou, pior: será que pode confiar em si mesma? No jogo do poder, Kestrel está se tornando perita em blefes. Age como uma espiã na corte. Se for pega, será desmascarada como traidora de seu próprio império. Ainda assim, ela não consegue deixar de buscar uma forma de mudar seu terrível mundo... e está muito perto de descobrir um segredo tenebroso. Nesta sequência fascinante e devastadora de A maldição do vencedor, Marie Rutkoski desvela o alto custo de mentiras perigosas e alianças pouco confiáveis. A revelação da verdade é iminente e, quando finalmente vier à tona, Kestrel e Arin vão descobrir o preço exato de seus crimes.
ATENÇÃO! Essa resenha pode conter spoilers do primeiro volume da trilogia

Após uma batalha que poderia ser terrível, Kestrel abriu mão de seu futuro ao fazer um acordo com o Imperador. Em troca da independência do território herrani, a jovem deveria casar-se com o príncipe herdeiro, tendo assim que mudar-se para a capital e dar adeus a Arin de uma vez por todas.

Em momento algum Kestrel se arrependeu de sua decisão, sabendo que ela salvaria inúmeras vidas. Contudo, a vida no palácio não é nada como ela esperava. Tramas políticas se desenvolvem a cada corredor e com o Imperador de olho nela o tempo todo, só resta a Kestrel escolher suas batalhas e garantir sua sobrevivência, mesmo que isso a afaste daqueles que ama.

Consternada com a ideia de se casar com o príncipe, Kestrel tenta a todo custo adiar a data da cerimônia o máximo possível, mas o Imperador lhe dá um ultimato: o casamento deve acontecer em Primeiro Verão, poucos meses após o ponto de partida da história.