22 de junho de 2018

Tá Na Estante :: 'Almanova' #793

POSTADO POR EM 22 de junho de 2018

Oi, gente. Tudo bem?


Estou de volta com mais uma resenha para vocês. Dessa vez vim contar o que achei sobre o primeiro volume da trilogia Incarnate, lançado há alguns anos pela editora Valentina. Vamos conferir?!
Livro: Almanova
Série: Incarnate (#01)
Autora: Jodi Meadows
Editora: Valentina
Páginas: 288
Sinopse: Almanova. Ana é nova. Por milhares de anos, no Range, milhões de almas vêm reencarnando, num ciclo infinito, para preservar memórias e experiências de vidas passadas. Entretanto, quando Ana nasceu, outra alma simplesmente desapareceu... e ninguém sabe por quê. Sem-Alma. A própria mãe de Ana pensa que a filha é uma sem-alma, um aviso de que o pior está a caminho, por isso decidiu afastá-la da sociedade. Para fugir deste terrível isolamento e descobrir se ela mesma reencarnará, Ana viaja para a cidade de Heart, mas os cidadãos de lá temem sua presença. Então, quando dragões e sílfides resolvem atacar a cidade, a culpa deverá recair sobre... Heart. Sam acredita que a alma nova de Ana é boa e valiosa. Ele, então, decide defendê-la, e um sentimento parece que vai explodir. Mas será que poderá amar alguém que viverá apenas uma vez? E será também que os inimigos – humanos ou nem tanto -- de Ana os deixarão viver essa paixão em paz? Ana precisa desvendar grandes segredos: O que provocou tal erro? Por que ela recebeu a alma de outra pessoa? Poderá essa busca abalar a paz em Heart e acabar por destruir a certeza da reencarnação para todos?
Nessa distopia, todas as almas costumavam ser imortais. Há mais de cinco mil anos as pessoas sabiam que ao morrerem em breve renasceriam em um novo corpo, mantendo todas as informações de suas vidas passadas e habilidades desenvolvidas. Mas tudo mudou naquela noite.

O templo de Janan escureceu e Ciana morreu. Li estava grávida e toda população acreditava que quando ela desse à luz, Ciana retornaria. Mas não foi o que aconteceu. Quando a criança, Ana, saiu do ventre e o scanner de almas foi passado por ela, nenhuma informação foi encontrada. Aquela era uma Almanova. Ciana estava realmente morta.

O medo da morte chegou a Heart e todos culpavam Ana por isso. Sua própria mãe a detestava e, embora a tenha criado, Li fazia questão de mostrar que considerava Ana uma aberração, dizia para a menina que ela era uma sem-alma e não merecia viver. Ana cresceu sofrendo abusos, vivendo à deriva da sociedade, escondida devido a vergonha que Li tinha dela.

Até que, ao completar 18 anos, Ana decidiu dar um basta nisso tudo. Ela resolveu abandonar Li e partir para Heart, em busca de informações sobre seu passado e sobre quem realmente era. Inexperiente quanto à vida lá fora, em sua primeira noite na estrada, Ana foi atacada pelas temíveis sílfides e se não fosse por Sam, teria sido morta.

21 de junho de 2018

Lançamento DarkSide - O Diário de Myriam

POSTADO POR EM 21 de junho de 2018
De um lado, uma menina judia que passou anos escondida no Anexo Secreto tentando sobreviver à guerra de Hitler. De outro, uma garota síria que sonha ser astrônoma e vê seu mundo girar após a eclosão de um conflito que ela nem mesmo compreende.

Mesmo separadas por mais de setenta anos, Anne Frank e Myriam Rawick têm um elo comum: ambas são símbolos de esperança e resistência contra os horrores de um país em guerra e acreditam no poder das palavras. O Diário de Anne Frank emocionou leitores de todos os cantos do mundo, e agora é hora de conhecer O Diário de Myriam, mais recente lançamento da linha Crânio da DarkSide® Books.



20 de junho de 2018

Na Telinha :: Queremos esses livros na telinha!

POSTADO POR EM 20 de junho de 2018

OI, MATES! Tudo bem com vocês?


Nessa semana eu me peguei pensando nessa distinção quase imperceptível entre adaptações para televisão e para o cinema. Um exemplo: Daredevil. Quando adaptaram a HQ da Marvel para o cinema lá nos anos 2000 e pouquinho, para a época, a adaptação até me animou, mas para os fãs dos quadrinhos ficou um gostinho amargo de que faltou algo. A série da Netflix provou que o que faltava era tempo de tela, um elenco a altura dos personagens e manter o tom dos quadrinhos no roteiro e no cinema, buscando uma classificação ampla para todos os públicos, um tom sombrio não é muito bem vindo.




Com isso dito, você está curioso para saber quais são os livros que a equipe do Segredos entre Amigos gostaria de ver na telinha? Então, vamos descobrir!

19 de junho de 2018

Tá na Estante :: "Dentes de Dragão" #792

POSTADO POR EM 19 de junho de 2018

Oi gente!

O autor do clássico Jurassic Park está de volta trazendo seus dinossauros. Venha conhecer Destes de Dragão!

Livro: Dentes de Dragão
Autor: Michael Crichton
Editora: Arqueiro
Páginas: 304
Sinopse: Em 1876, no inóspito cenário do Oeste americano, os famosos paleontólogos e arquirrivais Othniel Marsh e Edward Cope, saqueia o território à caça de fósseis de dinossauro. Ao mesmo tempo, vigiam, enganam e sabotam um ao outro numa batalha que entraria para a história como a Guerra dos Ossos.Para vencer uma aposta, o arrogante estudante da Universidade de Yale, William Johnson, se junto à expedição de Marsh. A viagem corre bem, até que o paranoico paleontólogo se convence de que o jovem é um espião a serviço do inimigo e o abandona numa perigosa cidade.William, então, é forçado a se unir ao grupo de Cope e eles logo deparam com uma descoberta de proporções históricas. Mas junto com ela vêm grandes perigos, e a recém-adquirida resiliência de William será testada na luta para proteger seu esconderijo de alguns dos mais ardilosos indivíduos do Oeste.
Estamos no ano de 1876 e William Johnson - rico, inconsequente, preguiçoso, teimoso e mimado - acaba de entrar em uma aposta com seu arquirrival da universidade de Yale, Harold Marlin. Marlin aposta mil dólares com Johnson que este não passará as férias de verão no Oeste americano junto com o professor Othniel Marsh e um grupo de alunos em uma expedição de caça ao fósseis.

Marsh é um professor prepotente, desconfiado a ponto de ser paranoico, e não acredita que Johnson realmente tenha interesse na expedição. Mas, após algumas tentativas de convencimento de Johnson, Marsh o aceita como fotógrafo. Só que Johnson não sabe fotografar nada. Para não perder a aposta e conseguir ir, o estudante irá fazer um curso de fotografia, comprar equipamentos e acessórios para poder entrar e companhar o grupo de Marsh.

Mas seus pais nem desconfiam desse plano do filho. Acreditando que ele iria passar o verão na Europa, os pais ficam surpresos com a decisão dele de ir para o Oeste com o professor. Sua mãe está em choque e quer, de todo modo, que ele não vá, por conta das guerras entre o exército americano e os índios. O pai apoia a decisão de Johnson e acredita que essa experiência será muito boa para o filho. Então, em 14 de junho de 1876, Johnson e a equipe de Marsh partem para o Oeste.