Heey gente, tudo bem??

Hoje eu vim terminar a trilogia de Cinquenta Tons. Confesso que adorei as reações de vocês quanto a resenha do primeiro livro, no segundo foi mais fraca, quero só ver como estaremos por aqui. Mas afinal, será que E L James conseguiu fechar com êxito a trilogia erótica?

Livro: Cinquenta Tons de Liberdade
Autor:E L James
Editora: Intrínseca
Páginas: 544
Sinopse: Quando a ingênua Anastasia Steele conheceu o jovem empresário Christian Grey, teve início um sensual caso de amor que mudou a vida dos dois irrevogavelmente. Chocada, intrigada e, por fim, repelida pelas estranhas exigências sexuais de Christian, Ana exige um comprometimento mais profundo. Determinado a não perdê-la, ele concorda. Agora, Ana e Christian têm tudo: amor, paixão, intimidade, riqueza e um mundo de possibilidades a sua frente. Mas Ana sabe que o relacionamento não será fácil, e a vida a dois reserva desafios que nenhum deles seria capaz de imaginar. Ana precisa se ajustar ao mundo de opulência de Grey sem sacrificar sua identidade. E ele precisa aprender a dominar seu impulso controlador e se livrar do que o atormentava no passado. Quando parece que a força dessa união vai vencer qualquer obstáculo, a malícia, o infortúnio e o destino conspiram para transformar os piores medos de Ana em realidade.



‘Oh! Mr. Grey’

Cinquenta Tons de Liberdade é o terceiro, e último, livro da trilogia erótica de Cinquenta Tons que, venhamos e convenhamos, de erótica não tem quase nada. Nesse livro E L James se permitiu arriscar um pouco mais, em momentos teve êxito, em outros nem tanto. Por ser o terceiro livro de uma trilogia, atento que pode haver – e com certeza haverá – spoilers sobre os dois primeiros livros da mesma, portanto se você se importa com isso, favor pare aqui.

Depois de erros, acertos, incertezas, brigas e muito mais, Christian e Anastásia começam o livro casados, e muito bem casados. Nessa parte da história a autora deixa o romance embebedar a todos, e tudo parece bem tranquilo. Na verdade por todo o livro tudo parece tranquilo, o que é um saco. Sim, os mistérios de Grey são totalmente revelados, agora, mais do que nunca, Anastásia sente esta mais próxima dele, e ele dela. Mas o medo, fruto de outras ocasiões passadas pelo casal, continua lá. E Christian está mais protetor do que nunca.

Realmente o tédio é a alma desse livro, durante as primeiras 250 páginas – ou mais adiante? – estamos parado em toda aquela história de Ser submissa ou não ser? Heis a questão. sofrida por Anastásia. Por vezes o sentimento pervertido da protagonista se destaca, mas o medo de algo acontecer – como no fim do primeiro livro – deixa Ana meio receosa.

O mais incrível é que, apesar de tamanho tédio, esse é o livro mais interessante e emocionante. Como já comentado, o início é uma maresia só, mas o final… Segurem o fôlego. Quando a primeira grande revelação acontece, várias outras reações se sucedem, e a trama fica deverás envolventes. Em determinadas partes a vontade de jogar Grey pela janela é incontrolável, mas logo após vem a pena que sentimos dele. Ana então… A arte dela desafiar Christian é maravilhosa, mulheres dominantes se apaixonarão pela personagem, mas então ela cede aos encantos dele, e isso é tão repetitivo.

Acredito que sim, Cinquenta Tons de Liberdade conseguiu fechar a trilogia de forma satisfatória, e a Auto-Ajuda fugiu totalmente nesse volume. Mas o enredo poderia ter sido muito mais bem aproveitado. No total, a trilogia de Cinquenta Tons seria um ótimo livro, se não fosse tachado como um livro erótico. Ok, os jogos de olhares e as cenas quentes do casal protagonista traz um erotismo para os livros, mas a história por trás desse erotismo é muito mais bonita e interessante e seria muito mais bem aproveitada pelos leitores.

“Você fez meu mundo virar de cabeça para baixo. — Ele fecha os olhos, e quando os abre novamente, vejo que estão tomados pela emoção. — Meu mundo era organizado, calmo e controlado. Aí você entrou na minha vida, com essa sua boca afiada, a sua inocência, a sua beleza e a sua coragem discreta… e todo o resto, tudo antes de você simplesmente ficou bobo, vazio, medíocre… nada. Eu me apaixonei. — sussurra ele.”


Beijoos

“Matar ou Morrer. Não há Escolha.”

icon-newsletter

Não perca nenhuma novidade!

Veja os posts relacionados


Deixe seu comentário

26 Comentários

  • Anônimo
    28 dezembro, 2012

    Estou lendo Cinquenta Tons de Cinza e por enquanto estou gostando… Espero não me decepcionar! Tem horas que fica meio chato… mas momentos melhores vem à tona. #Odeio a Steele!
    Sua resenha está ótima parabéns!
    ~Devido as criticas da trilogia nem vou comprar, vou pegar emprestado. Assim não gasto com algo que possa ser que não goste.

    • Barbara
      Barbara
      28 dezembro, 2012

      kkkkkkkkkk, mas eu sou a louca das estantes… Quero toda a trilogia na minha, huahsua.

  • Luara Cardoso
    27 dezembro, 2012

    Eu to bem curiosa para ler a trilogia, mas não é uma prioridade, sabe? Não é uma temática que eu adore, então só lerei mais pra frente. ;D

    Um beijo,
    Luara – Estante Vertical

    • Barbara
      Barbara
      28 dezembro, 2012

      é bem interessante. Acredito que você vá gostar 🙂

  • Adolfo J. de Lima
    27 dezembro, 2012

    [sorriso indeciso] Tenho que comentar a resenha, tenho? Quero comentar, mas não quero…

  • Adolfo J. de Lima
    27 dezembro, 2012

    Li somente a intro do post: como assim mais fraca?

  • Fabrica dos Convites
    27 dezembro, 2012

    Uma amiga vai me emprestar a série, deve ser uma das primeiras que vou ler em 2013. Aproveito para te desejar um ano novo repleto de realizações e cheio de paz, amor e saúde.
    Bjs, Rose.

    • Barbara
      Barbara
      27 dezembro, 2012

      Obrigada Rose, você vai gostar da série, acredito eu 🙂

  • Amiga da Leitora - Thais
    27 dezembro, 2012

    Injusto! Não vou ler sua resenha até ler meu livro que eu comprei faz tempo mas que está esperando na estante eu terminar com os Booktour e parcerias … kkkkk

    xoxo
    http://amigadaleitora.blogspot.com.br

  • Biia Rodrigues
    27 dezembro, 2012

    O inicio do livro é um pouco chatinho mesmo, mas depois até que começa "acontecer".

    Beijos ;*
    Pepper Lipstick

    • Barbara
      Barbara
      27 dezembro, 2012

      Ai quando a ação começa ninguém segura.

  • cristiane
    27 dezembro, 2012

    Achei esse até que melhorzinho. O final foi mega clichê, mas até que ficou legal.

  • Erica Carvalho
    27 dezembro, 2012

    Não me interesso muito por este tipo de livro, mas para quem gosta é legal.

    http://ericatutty.blogspot.com.br/

    beijos

    • Barbara
      Barbara
      27 dezembro, 2012

      Na verdade acho que quem gosta desse tipo de leitura não vai curtir muito a história, porque ela foge todo o tema proposto.

  • Angela Graziela
    27 dezembro, 2012

    Bem, como não li o primeiro livro sa serie fico meio perdida com esse
    Mas pretendo ler esse livro para sanar minha curiosidade

    Beijos
    Boas festas *-*
    @pocketlibro
    pocketlibro.blogspot.com.br

    • Barbara
      Barbara
      27 dezembro, 2012

      hehe. A curiosidade mata, então é bom ler mesmo. Apesar de todos os poréns o livro é bem interessante 🙂

  • Anna Gabby
    27 dezembro, 2012

    Não gosto muito dessa trilogia. É verdade que a autora exagerou nas cenas hots e esqueceu de trabalhar melhor o enredo?

    Ainda não tinha visto niguém falando que 50 tons fosse auto ajuda rsrs

    Bjinhos
    http://anna-gabby.blogspot.com/

    • Barbara
      Barbara
      27 dezembro, 2012

      é beeem auto-ajuda. O enredo tem tudo para ser perfeito, a história dos personagens é inspiradoras, mas ela não soube desenvolver… Quanto as cenas hots? Não vi nada hot ali.

    • Anna Gabby
      27 dezembro, 2012

      Se antes eu estava preocupada em não gostar do livro agora eu estou super preocupada!! aiai

    • Barbara
      Barbara
      27 dezembro, 2012

      hsuahsuahsua, é legal flor. Só não espere muito do hot.

  • Kéziah Raiol
    27 dezembro, 2012

    Olá flor, como vai?
    Ainda não li esse livro, li apenas o primeiro, e não gostei muito =( mas espero que os próximos só melhorem, só não sei quando vou ler.

    Beijocas
    paixaoliteraria.com

    • Barbara
      Barbara
      27 dezembro, 2012

      Hm… Se não gostou do primeiro nem tente, ele é o melhor, ao meu ver.