Heey gente, tudo bem??

Acabei de receber a notícia de que ganhei 100% de bolsa para Licenciatura em Letras pelo Prouni, falta só a entrevista para consolidar a bolsa.. Nossa como estou surtando!! Mas enfim, o assunto aqui é outro. Ando numa vibe bem erótica esses tempo, Luxúria estava sendo muito bem comentado pelo mundo afora, e com o lançamento do próximo livro da série eu decidi começar a ler essa bendita história da Eve… Vamos lá?!

Livro: Luxúria (Trilogia Luxúria – Livro 01)
Autora: Eve Berlin
Editora: Lua de Papel
Páginas: 256
Sinopse: Quando achava que era hora de parar… Ela então pediu por mais… Quando Dylan Ivory, escritora de romances eróticos, recebe o contato de Alec Walker, nem imagina o quanto esse homem pode mexer com seus pensamentos. Conhecido por ser um famoso dominador em relações sadistas e sadomasoquistas, Alec tenta convencer Dylan de que a melhor forma de se aprofundar no assunto – e então escrever um livro o mais próximo possível da realidade – é viver uma experiência como submissa e sentir na pele a sensação desse tipo de relação. Para Dylan, essa proposta será difícil de ser aceita – uma vez que ela é fanática por ter o controle de tudo em sua vida. Embalados por um misto de prazer e apreensão, o casal se vê em uma situação tentadora enquanto evitam entregarem-se ao sentimento que nasce entre eles.


Quando achava que era a hora de parar…
então pediu por mais.

Dispa-se de todo o erotismo escrito nos livros atuais… Nada daquele sadomasoquismo chulo, onde os livros tachados como eróticos estão mais para romances com cenas de sexo. Eve escreveu sim um livro erótico, e bem BDSM, claro que o romance existe, mas a áurea de poder sobrepõe o mesmo, e era exatamente isso o que eu esperava dessa história.
Dylan é uma autora de Romances Eróticos que, cansada das mesmices dos seus livros, decide se jogar num mundo um tanto quanto diferente do seu e escrever algo mais sadomasoquista; então ela decide procurar por pessoas que pratiquem esse estilo sexual a fim de tornar sua história o mais realista possível. Nessa procura ela chega ao nome de Alec, um dominador ativo que também trabalha como escritor.
O primeiro encontro do casal é tachado por uma tensão sexual palpável. Dylan, que sempre foi uma mulher segura de si, cai nos encantos do galã à sua frente, e Alec se vê no impulso de tomá-la como sua submissa, mas não pela arte da submissão em si, mas porque quer taxá-la como dele, expôr-la para o mundo como sua propriedade, não apenas nos momentos entre dom e sub.
Durante a conversa surge a proposta: Alec quer introduzi-lá nesse meio sadomasoquista. Controladora como ela é, já pensa em entrar como dominadora, mas Alec foi logo quebrando sua crista e ofereceu-se para dominá-la, mesmo diante de um debate interno ela acabou por aceitar, e então vem toda a trama.
O principal diferencial desse livro está na idade dos personagens, Dylan tem 33 anos e Alec 36, eles tem problemas de adultos e os resolvem como adultos, isso torna a leitura tão mais agradável, pois os personagens fazem jus ao tema. Outro fato que agrada muito a leitura é aquele não apegamento ao dinheiro. Em outras obras vemos jovens mulheres encantada pelo poder emanado de seus companheiros, mas não apenas o poder físico, o poder aquisitivo é de grande destaque nessa histórias. Em Luxúria ambos estão no mesmo patamar social, então temos um foco total nas características exteriores e interiores dos personagens.
Ah! Outro ponto interessante. Os encontros não são feitos na casa de Alec ou da Dylan, pelo menos não os encontros sado, esses são feitos em um clube próprio para esse tipo de encontros, interessante… Interessante ao ponto de nos deixar ansiando por mais. Uma ótima dica para quem curte romances do gênero.

Alec sentia-se em casa no apartamento dela e até havia levado para lá uma escova de dentes e uma
camiseta extra. Não que isso significasse alguma coisa. Simples conveniência. A residência dela ficava muito mais perto do Pleasure Dome do que a dele; ficava ali, quase virando a esquina. E o fato de o notebook dele ficar ali no canto da sala de jantar era outra comodidade, nada mais.

Conheça o próximo volume da Trilogia:
Os 3 livros compõe uma mesma série – ou trilogia – mas cada qual conta com personagens diferentes.

Kara Crawford é uma advogada que sabe como guardar um segredo, ainda mais depois de ter sido desprezada por um ex-namorado depois de revelar suas fantasias sexuais. Ela não esperava encontrar alguém que pudesse realizar seus desejos mais íntimos e extremos, até vivenciar uma das noites mais incríveis de sua vida ao lado de um homem que há muito admirava.
O sexualmente dominante Dante de Matteo conhecia Kara dos tempos do colégio e jamais havia imaginado que as fantasias mais sombrias de uma mulher pudessem ser tão compatíveis com as suas. Mas nenhum dos dois acreditava que aquela paixão pudesse passar de uma noite. Quando Dante é contratado pelo escritório onde Kara trabalha, os dois são confrontados diariamente com as faíscas daquela química explosiva e não sabem como lidar com isso. À medida que o desejo intenso os aproxima, temores bem profundos ameaçam separá-los e eles precisam aprender a abraçar da mesma maneira o medo e o prazer do amor. Vão conseguir?
No Limiar do Desejo é o segundo livro de uma trilogia que teve como início Luxúria, um romance que alcançou grande sucesso internacional, inclusive no Brasil. Se você leu Luxúria, não vai querer perder No Limiar do Desejo. Se você não leu, vai querer ler agora.

Beijoos

icon-newsletter

Não perca nenhuma novidade!

Veja os posts relacionados


Deixe seu comentário

51 Comentários

  • Luara Cardoso
    30 janeiro, 2013

    Oi Barbara!
    Eu ainda estou em dúvida se leio essa trilogia ou não. 🙁 To tão enjoada dessa temática.

    Um beijo,
    Luara – Estante Vertical

  • Joyce Gadiolli
    30 janeiro, 2013

    Oi Barbara,

    Não li esse livro mas o achei interessante. Adorei a resenha.
    O lançamento está muito legal também. Espero poder lê-los em breve.
    bjs

    entrepaginasesonhos.blogspot.com.br

  • Evelyn Oliveira
    30 janeiro, 2013

    Oie, estava passeando e encontrei seu blog pelo "Depois dos quinze", achei super bacana, então não pude deixar de deixar um olá.
    Aproveito para convidar a conhecer o meu cantinho.

    Uma ótima semana!

    Evelyn Oliveira
    /cupcakerock.blogspot.com
    @evelyncmo

    • Barbara
      Barbara
      30 janeiro, 2013

      Que bom que curtiu Evelyn, visitarei com carinho 🙂

  • Jessica Oliveira
    30 janeiro, 2013

    Ainda não li mas tenho grande curiosidade. Até por que ainda não li nenhum romance neste estilo, 50 tons não me cativou.

    Beijos, adorei a sua resenha!
    Books and Movies

    OBS: Parabéns pela sua conquista! Que você tenha muito sucesso. 😀

    • Barbara
      Barbara
      30 janeiro, 2013

      Vale a pena a leitura, é bem diferente de 50 Tons. Obrigada amore 🙂

  • Ingrid
    30 janeiro, 2013

    Ótimas dicas!
    Beijos

    http://www.ingridlemos.com.br

  • Leticia Minarelli
    30 janeiro, 2013

    Não li o livro ainda, fiquei com medo de ser só mais um tipo 50 tons de cinza que sinceramente foi um dos livros mais chatos que já li! Sei que muita gente amou, mas eu não.

    Gostei bastante da sua resenha, vou ler sem medo o livro agora hehe

    Ahh e parabéns pela bolsa! Desejo todo o sucesso do mundo para você!

    Beijos ;*
    Beleza em Post

    • Barbara
      Barbara
      30 janeiro, 2013

      Obrigada amore. O livro é bem legal, vale super a pena 🙂

  • Wellyson Gomes
    30 janeiro, 2013

    Porque a editora do 1º é a Lua De Papel e a do 2º é a Quinta Essência?

    • Barbara
      Barbara
      30 janeiro, 2013

      Boa pergunta… A Quinta Essência é selo da LeYa !

  • Aymée Meira
    30 janeiro, 2013

    Li o primeiro e me encantei.
    Me surpreendi com o estilo de narrativa.
    Felizmente é uma escritora que escreve bem e sabe o que está fazendo. Diferente de umas… =x nem cito nome uhauhsahushau
    beijos

    • Amy – Macchiato

    • Barbara
      Barbara
      30 janeiro, 2013

      kkkkk, adoro essas indiretas bem diretas… Me arrependi horrores por ter dado 4 estrelas ao livro dessa autora. Luxúria da na cara milhões de vezes, haha.

  • Gabyh
    29 janeiro, 2013

    Eu ainda não li esse livro. Meio que gosto do gênero, mas acabei ficando meio decepcionada com alguns. Meio que marketing demais e qualidade literária de menos.

    Gostei bastante da sua resenha, você não é a primeira a ter uma opinião tão positiva quanto a história. Talvez eu deva dar uma segunda chance. O que acha?

    Beijos,

    Gabyh
    http://vidadebookaholic.blogspot.com

    • Barbara
      Barbara
      29 janeiro, 2013

      Vale super a pena dá uma chance, não vi tanto marketing em cima desse livro e a história é digna de ser lida.

  • Lú Miranda
    29 janeiro, 2013

    Teve gente que gostou e gente que odiou, mas nessa onda de 50 tons (que eu li e não curti tanto) me deixa com vontade de não ler Luxúria. Mas sua resenha está ótima, como sempre. 🙂

    clicandolivros.blogspot.com

  • Mirelle Candeloro
    29 janeiro, 2013

    Fiquei mto curiosa por ler esse livro. Tenho tb escutado as pessoas falarem mto bem de Bem Profundo e Toda Sua. Recentemente ganhei em sorteios o Profundamente Sua (mas tenho que ler o Toda Sua antes) e o Diário de uma Submissa. Estou bem curiosa. Como não tenho preconceitos e pudor, fico curiosa para conhecer todos esses outros livros. Valeu a dica, adorei a resenha. Bjs, Mi

    http://www.recantodami.com

  • Mirelle Candeloro
    29 janeiro, 2013

    kkkk não fica com inveja não, é só vir pra cá e se divertir tb.. kkk
    Bjss, Mi

    http://www.recantodami.com

  • Manu
    29 janeiro, 2013

    Parece legal,apesar de não gostar muitooo de livros assim! >.<
    bjo

    • Barbara
      Barbara
      29 janeiro, 2013

      Ah, se não curte muito o gênero nem vale a pena ler.

  • Isabella
    29 janeiro, 2013

    Nunca tinha ouvido falar sobre este filme :S

    site : isastrondisas.blogspot.com

  • Livroterapias
    29 janeiro, 2013

    Estou lendo e até agora estou gostando!
    Beijinhos
    Rizia – Livroterapias
    http://livroterapias.blogspot.com.br/

  • cristiane
    29 janeiro, 2013

    Eu amei esse livro! Do gênero, foi o melhor que saiu. Esses outros, 50 tons, Toda Sua, Bem profundo, não senti nada na leitura, parecia contos…Mas esse livro é bom e muito bom! Amei a tensão sexual e o sentimentalismo. Parece mais real que os outros.

    • Barbara
      Barbara
      29 janeiro, 2013

      Deu na cara de todos esses livros que se dizem eróticos.

  • Anônimo
    29 janeiro, 2013

    Não sabia que era uma trilogia =O Acho essa capa linda!!! Gosto de livros com personagens adultos, como você disse, fazem jus ao tema =)

    http://www.resenhasealgomais.com.br

    • Barbara
      Barbara
      29 janeiro, 2013

      A capa é MARAVILHOSA, realmente… E a do segundo livro então #namorei.

  • Dayane M.
    29 janeiro, 2013

    Adorei a resenha, me incentivou a ler o livro. O erotismo de hoje em dia está realmente 'sem graça', sem os jogos de sedução e toda aquela coisa que te instiga na leitura, que eu acho que é exatamente o quê tem nesse livro!

    Adorei o blog, vou seguí-lo. :3
    http://oldoakthread.blogspot.com.br/

    • Barbara
      Barbara
      29 janeiro, 2013

      Realmente é isso Day, tem que ter aquele jogo de sedução, caso contrário qual a graça desse tema?

  • meu mundo
    29 janeiro, 2013

    li esse livro a um tempinho e não gostei muito dele.
    mas é melhor que muitos que já li dessa linha.
    http://escreverdayse.blogspot.com.br/

    • Barbara
      Barbara
      29 janeiro, 2013

      Eu gostei bastante da leitura, realmente do gênero é um dos melhores.

  • Thais Priscilla
    29 janeiro, 2013

    Parabéns Barbara!! *-*
    É tão bom esse clima de faculdade, de realizações.. fiquei super feliz por você.

    Estou lendo vários livros agora que virou modinha lançar livros eróticos. Não é meu gênero favorito mas eu curto bastante e quero muito ler esta série também.

    Beijinhos,
    Thais P.
    http://thaypriscilla.blogspot.com

    • Barbara
      Barbara
      29 janeiro, 2013

      Obrigada Thais. Acredito que você irá gostar dessa trilogia, é bem intensa e interessante 🙂

  • Vinícius Costa
    29 janeiro, 2013

    Estou participando e torcendo para ganhar!
    Beijos
    Livros e Rabiscos

    • Barbara
      Barbara
      29 janeiro, 2013

      Acho que esse comentário era no post de baixo, haha.

  • Anônimo
    29 janeiro, 2013

    Adorei a resenha linda deu vontade de ler o livro*-* vo ver se encontro aqui no jp pra ler parabéns excelente blog bjux fique com Deus♥
    http://maniaprinx.blogspot.jp/

  • Gustavo
    29 janeiro, 2013

    Romance, romance erótico, não é meu genero favorito de livro. Mas adorei a resenha e quero ler. Beijos.

    http://blogjovensleitores.blogspot.com.br/

    • Barbara
      Barbara
      29 janeiro, 2013

      Se não curte muito ler essas coisas nem vale a pena, mas se quer arriscar eu super indico 🙂

  • Wellyson Gomes
    29 janeiro, 2013

    Adorei a resenha, aumentou a vontade de ler o livro.
    Só eu percebi umas pequenas agulhadas na E.L. James? É claro que não. Anyway, eu nunca fui muito ligado a esse tipo de leitura, até a Nathália começar a falar super bem de 50 tons, eu juro que quando ela falou sobre o livro eu fiquei louco para ler, tanto que comprei no dia seguinte, e confesso que não curti o livro como esperava. Mas a algumas semanas eu li uma resenha sobre o livro Story of O (btw, não consigo achar esse livro para comprar) e a vontade de ler esse tipo de história voltou, exatamente por ser uma história mais madura e que realmente fala sobre o sadomasoquismo, e não sobre as inseguranças de um garota. Quando fiquei sabendo desse livro Luxúria (ontem) fiquei meio com um pé atrás porque imaginei que seria como 50 tons e não dei muita importância, mas após ler a resenha e ver a idade dos personagens (em 2012 me decepcionei bastante com livros que traziam adolescentes como protagonistas) já coloquei ele na lista de livros para 2013.

    • Barbara
      Barbara
      29 janeiro, 2013

      ufa õ/ Realmente ele foge muuito a linha de 50 Tons. Adolescência ai? É nunca. Adorei os personagens maduros, super condizem com a história. Acredito que você irá gostar sim 🙂

    • Dayane Andrade
      30 janeiro, 2013

      Primeiro, Bah ameei a resenha!
      Agora Wellyson eu li Story of O e detestei, realmente ele trata o sadomasoquismo de forma bem real e menos romantizada que 50 tons (pq ele é um livro sobre sadomasoquismo e não um livro erótico), mas não vi nada demais, na minha opinião a escritora não soube escrever a história, pq ela tinha uma ótima base e o enredo do livro é bacana mas na hora que vc acha que a trama vai se desenrolar e ficar boa… acaba, só acaba, assim do nada… mas se tem curiosidade leia, pq gosto é pessoal.
      Ah e nele quase não existem diálogos, e tbm não tem nada detalhado! Só pra constar!

    • Barbara
      Barbara
      30 janeiro, 2013

      Quase não tem diálogo e não tem nada detalhado?? A autora fala o que nos parágrafos? HAHA

    • Dayane Andrade
      12 fevereiro, 2013

      ela enrola, só enrola, fala sobre o que é feito com ela mas de uma forma só citada, não detalha o momento, tipo ela foi chicoteada,mas não fala mais nada a respeito…na minha opinião ele deixa muito a desejar, mas apesar de não se tratar de erotismo ele é bastante forte e trata coisas como submissão e bissexualismo de uma forma muito cotidiana já naquela época… mas há quem goste néh