11 de março de 2013

[Autor Parceiro] - Salustiano Luiz de Souza #10

POSTADO POR EM 11 de março de 2013

Heey gente, tudo bem??

Temos o prazer de apresentar mais um autor parceiro do blog. O Salustiano nos procurou e ofereceu o seu bebê 'O Eterno Barnes' para resenha, e com uma premissa tão maravilhosa não tivemos como recusar.

Salustiano Luiz de Souza


Salustiano Luiz de Souza nasceu em Itajaí-SC, radicando-se desde criança na cidade de Joinville-SC, onde reside atualmente. Leitor assíduo desde a tenra idade, possui formação acadêmica em Economia e Direito, com especialização nas áreas de Economia Industrial, Direito Empresarial e Direito Previdenciário.
Com atuação profissional em diversas empresas, foi também professor universitário durante vários anos, lecionando nas áreas de Economia, Administração e Direito.
Publicou diversos contos e artigos em jornais e periódicos. Atualmente exerce a profissão de advogado, tendo sido o fundador e hoje é sócio do escritório de advocacia Souza Postai Advogados Associados na cidade de Joinville-SC.
Em razão de gostar muito de literatura, tinha como projeto de vida começar a escrever livros, objetivo este que pôs em prática a partir de 2012, não pretendendo mais parar com este “vício”.

O Eterno Barnes


Doutor Barnes, um famoso neurocirurgião, começa a desenvolver na Universidade onde trabalha uma pesquisa científica tentando transformar os dados do cérebro em arquivos de dados, codificando-os de modo que possam ser copiados.
Com o avanço da pesquisa, acaba conseguindo copiar para o computador todos os dados de memória que formam o ser humano, como suas experiências, suas emoções, suas recordações, enfim, sua vida.
Deslumbrado com a descoberta, começa a perceber que estes arquivos possuem uma estrutura totalmente diferente e uma sinfonia divina, e começa a ficar obcecado pela ideia de que seja possível copiar cérebros de um paciente para outro.
Ao contrário do que deveria ocorrer, Barnes, cada vez mais, esconde suas pesquisas, pois seu objetivo passa a ser implantar seu próprio cérebro em outro paciente, mais jovem e sadio, pois está acometido de uma séria doença. Busca, desta forma, alcançar a tão almejada eternidade. Para isto, não mede as consequências de seus atos, que passam a ser justificados pela ambição que lhe domina.
Conseguirá Barnes o seu intento?

Beijoos

11 comentários:

  1. Parabéns pelo blog, está lindo e com posts incríveis.
    Adorei o post de hoje!
    Beijos.
    www.aforademoda.com

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pela parceria amiga, tbm sou parceira do autor, mas ainda não publiquei o post no blog. Que bom que iremos compartilar a mesma leitura, e vai rolar aqueles bate papos onde vc diz que achou uma coisa e eu achei outra .... kkkkkkkkkkkkkkkk.... adorooo

    xoxo
    http://amigadaleitora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkkkkkkkkkk, bem isso !! Sou sempre a do contra né? haha

      Excluir
  3. Parabéns pela parceria lindona, você merece!
    Um beijo.
    http://livrodagarota.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Parabéns pela parceria flor!!!
    Beijos
    Rizia - Livroterapias
    http://livroterapias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Parabéns pela parceria! Não conhecia o livro, mas parece ser legal.
    Beijos

    http://palavrasdeumlivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi lindas! Vi seu blog no da Taci e adorei. Já estou seguindo, parabéns!
    Convido vocês e suas leitoras a conhecerem e, se gostarem, seguirem meu blog também. Lá estará sempre cheio de novidades sobre moda, makes, cosméticos,enfim, um pouco de tudo o que mais gostamos. Em breve também tem sorteio por lá, não percam!

    http://cheirodetuttifrutti.blogspot.com.br/

    Beijinhos =)

    ResponderExcluir
  7. Uau, gostei desse livro.
    Vou procurar para ler qualquer dia! :)

    http://www.letsgoreadsomething.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Ah essa historia é bem interessante, me lembra um filme em que as pessoas tinham um chip no cerebro e toda a sua vida (tudo o qe ele via) Era gravado nesse chip, eu só não lembro o nome do filme.

    ResponderExcluir