19 de junho de 2013

Ta Na Estante... '72 horas para morrer' #98

POSTADO POR EM 19 de junho de 2013

Heey gente, tudo bem??

Recebi de BookTour o livro 72 horas para morrer, do autor Ricardo Ragazzo e intimei Mô para ler, já que esse gênero não me é muito convidativo e eu não saberia julgá-lo da maneira correta. Vamos a resenha?

Livro: 72 horas para morrer
Autor:Ricardo Ragazzo
Editora: Novo Século
Páginas: 254
Sinopse: Pior do que conhecer um Serial Killer, é um Serial Killer conhecer você! “O Carro pertence à sua namorada.” Com essas palavras, Júlio Fontana, delegado da pacata cidade de Novo Salto, tem a vida transformada em um inferno. Pessoas próximas começam a ser brutalmente assassinadas, como parte de uma fria e sórdida vingança contra ele. Agora, Júlio terá que descobrir a identidade do responsável por esses crimes bárbaros, antes que sua única filha se torne o próximo nome riscado da lista. 72 Horas para Morrer é uma corrida frenética contra o tempo, que prenderá o leitor do início ao fim.


“O Carro pertence à sua namorada.” Com essas palavras, Julio Fontana, delegado da pacata cidade de Novo Salto, tem a vida transformada em um inferno. Pessoas próximas a ele começam a ser brutalmente assassinadas, como parte de uma fria e sórdida vingança contra ele. Agora, Julio terá que descobrir a identidade do responsável por esses crimes bárbaros, antes que sua única filha se torne o próximo nome riscado da lista.

Bem, estou aqui novamente com a responsabilidade de ler e resenhar um livro.Confesso que pelo titulo e pela sinopse eu fiquei muito animado com essa leitura, pois esse é um tipo de livro que curto bastante. O inicio é empolgante e conta a historia de Julio um delegado, que tem suas falhas e convive com seus fantasmas que o assombram a cada dia de sua vida. Após um antigo amigo ser libertado da cadeia coisas terríveis começam a acontecer e não se enganem pensando que estou falando de acidentes de carros e coisas pequenas, são coisas realmente terríveis; quem tem estômago fraco ou medo de dormir sozinho a noite é bom se manter afastado. Aliás, devo parabenizar Ricardo Ragazzo pelas cenas criadas nesse livro, são devéras sensacionais, em certos momentos parece coisa de quem gosta de carnificina, mas no total as mortes foram feitas de forma sensacional.

Normalmente eu não gosto de livros que tenham capítulos muito estendidos, mas como esse livro conta o que aconteceu na vida de Julio em três dias o autor dividiu capítulos em alguns pontos, ou seja, os capítulos seriam as datas dos três dias e as horas desse respectivo dia suas divisões, ou seja, subcapítulos. Gostei dessa postura, mas sinto dizer que ele se perdeu nisso.

Até a metade o livro tem um ótimo enredo policial, realmente te prendendo, mas estão se perde de vez. Alguns acontecimentos começam a ser forçados e de certa forma começam a ficar repetitivos e sem originalidade.  Um texto e uma historia que da metade ate o final faz com que você, cada vez mais, tenha vontade de abandoná-lo.

Quem é apaixonado por drama, suspense Policial, Tramas complexas de Serial Killer com certeza irá se decepcionar, como eu me decepcionei, ao ler esse livro. A Sinopse do livro destaca certa frase: “Pior que conhecer um Serial Killer é um Serial Killer conhecer você!”. Chega até ser irônica essa frase, pois eu não vi nenhum serial killer nessa historia, ate a metade do livro eu me senti realmente em um livro desse gênero, pois existia sim uma mente brilhante por de trás de todo aquele acontecimento que conseguia envolver Julio de todas as formas, e conseguia impor todo tipo de sofrimento a ele, mas após envolver uma trama por vingança comum, e uma gangue de ex-presidiários o autor se perdeu.

É um livro que te prende em uma leitura forçada mais pela curiosidade e não por ser um bom titulo, quem não é curioso e não gostar desse estilo com certeza abandonará nas primeiras 30 ou 40 paginas.
Se fossem perguntar minha opinião sobre esse livro antes de lançá-lo eu falaria: “Arranque as últimas 150 paginas e dê um fim digno para um thriller policial”.

Beijoos

* * *
Essa postagem está concorrendo ao TOP Comentarista

Clique AQUI e saiba como participar!

11 comentários:

  1. Esse livro parece ser ótimo , um serial killer á solta , é um dos meus temas preferidos , muita ação e suspense . Tô louca pra conhecer essa história.

    ResponderExcluir
  2. Finalmente encontrei alguém com a mesma opinião que eu. Gente, o que foi aquele final?! Quase morri!! Eu sou mega fã de thrillers e livros policiais, e até a metade da história o Ricardo realmente estava arrasando, a trama estava bem desenvolvida e cheia de mistérios, mas lá pelas tantas ele se perdeu de um jeito que o livro no final pareceu um sobrenatural fraquíssimo. Uma pena. Esse livro tinha tudo para ser um tremendo de um policial, com cenas de morte super elaboradas e bem mórbidas. Se de repente não tivessem feito tanta onda a respeito do livro ser policial, se tivessem nos alertado a respeito do toque sobrenatural na história, não teria me decepcionado tanto. Ótima resenha Mô!! Beijos, Mi

    www.recantodami.com

    ResponderExcluir
  3. Excelente resenha !!

    e pra quem quiser, tem sorteio lá no blog !


    http://todagarota-quer.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. eu não gostaria do livro, sei lá ele nao me chamou a atenção sabe

    ResponderExcluir
  5. Adoro um bom Thriller,já vi várias resenhas desse livro na blogosfera,mas ele não me atraiu muito. A capa não é das melhores,mas apesar da história não ter me agradado por inteiro, vale a pena dar uma chance pra leitura, por vários pontos positivos que vi do livro nos blogs que eu visito ;D. Ótima resenha de verdade !

    ResponderExcluir
  6. Não sei se leria....tinha gostado de umas resenhas que vi mas o interesse acabou depois de ver. Já não sei se o livro me agradaria tanto, sei o que esperar dele e isso desestimulou a leitura.
    Acho que vale a pena, só que não tenho previsão de ler...

    ResponderExcluir
  7. Esse livro e interessante, li a resenha......achei legal a historia........

    ResponderExcluir
  8. Só o nome já dá medo! Me interessei sim, mas não sou muito fã de histórias com um toque policial :/


    Beijos,
    Caroline, do Criticando por Aí.

    ResponderExcluir
  9. Ainda não tive oportunidade de ler esse livro. Já vi outras resenhas citando como ponto negativo justamente o final dele. Mas ele me desperta uma grande curiosidade. Será um que entrará na minha lista de desejados, ao menos pra concordar com sua opinião ou gostar no livro do que tu não se agradou. Parabéns pela resenha.

    Beijo!

    ResponderExcluir
  10. Acredito que o grande problema é que as pessoas esperam um simples thriller policial, quando na verdade, desde o lançamento foi classificado também como "sobrenatural" ou algo do gênero. Por isso acho que os leitores deveriam estar preparados para esse final, que achei super digno sabendo da proposta inicial.
    Eu particularmente gostei muito da história e da técnica usada pelo Ragazzo. Sua proposta é fazer uma literatura diferenciada, e por isso se destaca entre tantos autores que fazem "mais do mesmo". O cara é realmente muito bom usando essa técnica.
    Infelizmente você não gostou do livro, o que respeito claro, mas não posso deixar de dizer que é um dos meus favoritos.

    Abraços!
    Ricardo - www.blogovershock.com.br

    ResponderExcluir
  11. Este é um gênero literário que eu adoro. Pretendo ler com certeza!
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir