Heey gente, tudo bem??

A Galera Record me mandou um exemplar de Como dizer adeus em robô e eu curti tanto a leitura que resolvi fazer uma Resenha Premiada para vocês #todospiram !! Vamos conferir a resenha? Tenho certeza que no final vocês vão implorar para ganhar esse livro õ/

Livro: Como dizer adeus em robô
Autor: Natalie Standiford
Editora: Galera Record
Páginas: 339
Sinopse: Com um toque melancólico, o livro conta a singular ligação entre Bea e Jonah. Eles ajudam um ao outro. E magoam um ao outro. Se rejeitam e se aproximam. Não é romance, exatamente mas é definitivamente amor. E significa mais para eles do que qualquer um dos dois consegue compreender… Uma amizade que vem de conversas comprometidas com a verdade, segredos partilhados, jogadas ousadas e telefonemas furtivos para o mesmo programa noturno de rádio, fértil em teorias de conspiração. Para todos que algum dia entraram no maravilhoso, traiçoeiro, ardente e significativo mundo de uma amizade verdadeira, do amor visceral, Como dizer adeus em robô vai ressoar profunda e duradouramente.



“Você pode amar alguém desse jeito também. Amar uma estranha,
uma estranha que também é uma amiga”.
Bonequinha de Luxo

Com essa citação somos levados ao mundo de Bea e Jonah. Ela: Beatrice Szabo, uma jovem acostumada a mudar de cidade todos os anos devido ao afinco do seu pai por procurar sempre o melhor lugar para ensinar. Ele: Jonah Tate, um jovem conhecido como fantasma no colégio, e que está sempre tentando fugir e/ou se esconder de todos. Parecia impossível que eles se dessem bem… Bom, parecia.
Bea não entende porque Jonah quer se esconder do mundo e está disposta a fazer de tudo para que ele saia do seu casulo, Jonah vê em Bea uma amiga, logo de cara, e está disposto a levá-la para o seu casulo – e por favor, pensem nisso no bom sentido. A principio a moça é cercada pelos populares, jovens que abominam Jonah e não entendem por que ele ainda está na escola, mas o rapaz está disposto a tirá-la das garras desses maníacos, e consegue.
A relação de amizade entre Jonah e Bea começa aos poucos, mas já se percebe o quanto é verdadeira. É perceptível, também, o amor que um sente pelo outro. Confesso que fiquei um tanto confusa quanto a esse sentimento, o sentimento era forte o suficiente para ser sentido por namorados, mas ao mesmo tempo era um amor confidente e maleável, como o de um amigo ou irmão. Em meio a esse turbilhão de sentimentos dos dois temos segredos sendo revelados e partilhados; tudo isso torna a leitura mais interessante.
Como dizer adeus em robô é um daqueles livros que clama para ser lido, um daqueles livros que te prendem de cara e não te fazem querer largá-lo, um daqueles livros que te faz buscar o final, mas ao mesmo tempo torcer para que ele demore a chegar. Os personagens cativam de cara, Jonah e Bea são tão opostos e tão parecidos, os pais de Bea são tão doidos e tão apaixonados, o pai de Jonah é tão imbecil e tão… imbecil. Somos jogados em um turbilhão de sentimentos e não queremos sair deles. Cada novo capítulo é como uma dose de adrenalina na veia e nos joga a mais um e mais um, quando damos por nós estamos perdidos em meio a história.
Com uma mistura de elementos em uma ficção bem real, Natalie consegue prender seu leitor de tal forma que ficamos ansiando por outras obras dela. Não posso deixar de falar da diagramação, que incentiva muito a leitura. O rosa traz um ar doce ao livro, enquanto o preto trabalha a tristeza que nele contém. A autora soube balançar bem entre essas sensações, não cheguei a chorar – e olha que sou bem manteiga derretida –, mas passei a noite pensando sobre a história e pensando na melhor forma de indicá-la para você.
Confesso que não fiquei feliz com o final, mas ao mesmo tempo gostei da ideia da autora de nos deixar imaginando o que pode acontecer, ou talvez, sei lá, ficar ansiando por um próximo volume. Certa vez me disseram que existem três tipos de livros: 1) Você lê e se sente feliz com ele, então o guarda na estante; 2)Você lê e o achar maravilhoso, então indica a alguém; 3)Você lê e não consegue tirá-lo da cabeça, então presenteia alguém com ele por que quer que o mundo conheça essa história. Só não coloco esse livro na terceira categoria por que ele é bonito demais para sair da minha estante.

Sorteio

Bom, quem curtiu a resenha e for querer um exemplar do livro é só participar do sorteio õ/
As regras são básicas, vocês tem que seguir a página do blog no facebook e a da Galera Record, e então deixam um comentário bem legal aqui na resenha. Prontinho !!
O Sorteio será feito pelo Random.org seguindo a ordem dos comentários IUP !! Mas vocês tem que comentar na resenha até o dia 30 de JUNHO ! Comentários após essa data não serão aceitos 🙂 #BoaSorte!

* * *
Essa postagem está concorrendo ao TOP Comentarista

Clique AQUI e saiba como participar!

icon-newsletter

Não perca nenhuma novidade!

Veja os posts relacionados


Deixe seu comentário

63 Comentários

  • Lilian Gabriella
    30 junho, 2013

    "E magoam um ao outro. Se rejeitam e se aproximam." "Como dizer adeus em robô é um daqueles livros que clama para ser lido" como não desejar mais? Esse livro me aparece aqueles que tem bastante a cara da realidade. Que mostram como as coisas são. Gostei das descrições dos personagens feitas por você, gostei muito da resenha e com certeza que ler o livro. Me parece uma obra atraente e cativante.

    • Barbara
      Barbara
      01 julho, 2013

      É uma obra realmente maravilhosa Lilian 🙂 Fico feliz que tenha gostado da resenha.

  • Gabriela
    30 junho, 2013

    Esse livro parece ser lindo demais, os dois parecem ter sido feitos um para o outro. A capa do livro é linda demais e eu realmente quero fazer uma leitura emocionante. Essa capa se encaixa naquele ditado que dizem que menos é mais. Aah, mas esse livro podia ficar lindo na minha estante tbm se vc abrisse mão, rsrs, mas tudo bem, vou concorrer aqui e tomara que eu ganhe, mas não tenho tanta sorte assim…

    • Barbara
      Barbara
      01 julho, 2013

      Hehe, também fiquei apaixonada por essa capa. Boa Sorte Gabriela 🙂

  • Tay
    30 junho, 2013

    Eu ainda não conhecia esse livro, mas posso te dizer que depois da sua resenha eu quero logo ler! Já adicionei no meu Skoob pra não esquecer.

    ;***

  • Lola Sciwinzki
    30 junho, 2013

    Oie Barbara.
    Olha tb sou muuuuuito manteiga derretida e acho que só pela resenha, esse livro é de chorar.
    Já tinha ouvido falar dele, mas ainda não tinha lido nenhuma resenha. Agora fiquei louca pra ler, mas com um pouco de medo, por causa do que vc disse sobre o final. E já imagino o que seja.
    Gostei muito da sua resenha, parece de profissional. Que deixa a gente louca pra ler logo o livro.
    Bjks.

    • Barbara
      Barbara
      01 julho, 2013

      Parece de profissional?? Surtei, haha. Obrigada Lola, o livro é realmente maravilhoso, o final nos deixa com uma pulga atrás da orelha, mas acho que se mudasse não seria tão perfeito.

  • Rodrigo Lessa ®
    29 junho, 2013

    Que sensacional! Preciso muito ler esse livro. Já vai para a minha whislist gold pq né. Olha, gostei de mais mesmo, nao sei nem em que palavras explicar o quanto fiquei contente em ter um livro assim e que eu possa ler e amar. Achei bem interessante a ideia, Ahhhh como dizer adeus em robo e fantasma, incrivelllll , e agora? preciso ler, esse amor nao amor rsrs s2
    Adorei demais esse livro, vou ficar mt mt mt mt mt feliz se ganha-lo <3333

    • Barbara
      Barbara
      01 julho, 2013

      hsuahsuahsua, isso que é animação hein Rodrigo. O livro é ótimo, realmente 🙂

  • Joice Cristine
    29 junho, 2013

    Depois de tua resenha resolvi colocar em minha lista. Sou o oposto da maioria, gosto desses finais misteriosos e de tirar minhas conclusões conforme o que aprendi com o livro.

    • Barbara
      Barbara
      01 julho, 2013

      Também adoro tirar conclusões próprias dos livros que leio, adoro esse mistério no final.

  • Sara Adelino
    29 junho, 2013

    Mais um livro para a minha lista. Ai ai! Vou falir desse jeito. Adorei a resenha! Quando eu li o título pela primeira vez eu fiquei "Robô? Como assim, gente?", mas adorei, amei, me apaixonei.
    Xxxx

    • Barbara
      Barbara
      01 julho, 2013

      Também fiquei meio confusa com esse Robô, mas na história temos a explicação para o título.

  • DreehLeal
    29 junho, 2013

    Ah eu já tinha me apaixonado por essa capa tao simples.
    e me intrigado com o título do livro..
    agora, após a sua resenha – parabéns, ela ficou otina! – eu estou com muito mais vontade de lê-lo! Espero me encantar com ele tanto quanto você.

    Beijinhos, Dreeh.
    Livros e tudo que há de bom

  • Thais Vianna
    26 junho, 2013

    Gente, eu sou muito influenciável e me apaixono facilmente pelos livros, mas preciso dizer que me senti profundamente tocada por esse livro e pela sua resenha. Eu PRECISO conhecer essa história. Gente, parece perfeita e ao me identifico tanto com ela que até dói. Senti uma vontade imensa de ler e presentear alguém com esse livro.
    Amei, de verdade.

    • Barbara
      Barbara
      01 julho, 2013

      Já me contaram que livro bom mesmo é aquele que nos faz ter o sentimento de doação… Nossa, adorei sua iniciativa. Espero que possa lê-lo e presentear alguém querido. Boa Sorte no sorteio 🙂

  • Francine Porfirio
    26 junho, 2013

    Essa é a primeira resenha que leio sobre este livro, mas de maneira estranha já queria conhecê-lo antes mesmo disso. 🙂 Você foi tão feliz na maneira como expressou o potencial da obra que agora a quero muito mais (rs)! Eu gosto de romances, sou uma romântica assumida (rs), mas gosto especialmente quando o relacionamento que o autor cria entre os personagens te faz refletir nas diferentes expressões do amor. Quando você afirmou:

    "Confesso que fiquei um tanto confusa quanto a esse sentimento, o sentimento era forte o suficiente para ser sentido por namorados, mas ao mesmo tempo era um amor confidente e maleável, como o de um amigo ou irmão."

    Senti enooooorme vontade de conhecer com meus "próprios olhos" esse sentimento entre o casal. Fiquei curiosa! Acho que o romance é sempre retratado de um jeito muito parecido pelos autores. É legal variar a narrativa e conhecer novas perspectivas, né? 😀

    Participarei da promoção! Beijo carinhoso =*

    • Barbara
      Barbara
      01 julho, 2013

      Oi Francine. Também curto muito quando o autor explora o amor em todas as vertentes, e a Natalie faz isso muito bem nessa obra. Boa Sorte no sorteio 🙂

  • Cris Aragão
    26 junho, 2013

    Engraçado é que eu ouvi falar bastante desse livro mas essa é a primeira resenha que leio sobre ele. Parece ser um romance bem jovem e bacana, será que eu entendi errado ou esse livro é daqueles que tem um final aberto e você meio que decide qual final deseja? Se ficar um lance bem colocado isso não me incomoda e acho que gostaria de ler.

    • Barbara
      Barbara
      01 julho, 2013

      Assim mesmo Cris, a autora te leva a um final, mas no fim das contas você é quem decide em que acreditar.

  • Undiscovered Soul
    26 junho, 2013

    Essa resenha me deixou muito animada pra ler esse livro! Com certeza ele prende o leitor até o fim! Adorei o blog, estão de parabéns !!

  • Julia Bonfim
    26 junho, 2013

    Esses dias eu estava na livraria,tinha acabado de comprar ''O teorema Katherine'' e ''A culpa é das estrelas'',ai eu vi esse livro,fiquei doida logo quando vi a capa,li um pouquinho dele e amei,tinha acabado com o dinheiro que tinha e decidi que depois de um tempo voltava lá.Ai hoje eu vim procurar sobre o livro,mas tinha esquecido o nome e fiquei procurando coisas tipo ''Como terminar em robô'' até achar,ai achei sua resenha,que está muito bem feita,e adorei saber que estava sorteando o livro haha! A resenha me fez ver mais do blog,adorei 🙂 bjs

    • Barbara
      Barbara
      01 julho, 2013

      Oi Júlia, bendito Robô, haha. Obrigada pelo comentário, fico muito feliz que tenha gostado do blog e espero te ver aqui aceitando mais dicas minhas 🙂

  • Vanessa Moreira
    25 junho, 2013

    Realmente já vou implorar para ganhar o livro..rsrs
    Adorei a história do livro, leve do jeito que eu gosto e um romance de quebra!!! Quero muito ler esse livro…
    Parabéns pela resenha!!

    • Barbara
      Barbara
      01 julho, 2013

      Obrigada Vanessa, espero que goste da história tanto quanto eu me apaixonei por ela 🙂

  • Amanda Péres
    25 junho, 2013

    Finais que deixam o leitor "no vácuo" não me agradam muito, bom… depende do livro. Mas o final do livro é o que marca ou perde ponto comigo. rsrs
    A capa não despertou meu interesse instantaneamente, a ponto de nem ler a sinopse.
    Mas a sua resenha sim! Adoro romance e drama, e um livro que mescla bem esses dois gêneros me agrada muito!

    • Barbara
      Barbara
      25 junho, 2013

      Amanda, o livro é tão bom que você até esquece esse detalhe no final, fora que já tem sua própria ideia do que vai acontecer 🙂

  • Flávia Penido
    25 junho, 2013

    Ooowwnn! Eu não sabia que o livro era tão bacana assim!
    Qdo li a sinopse dele imaginei outra coisa e não dei nada por ele… Me enganei quadradamente.
    Acho um pouco clichê esse lance de menino invisivel que se aproxima de alguem e tal, mas se a história é tão fofa a ponto da gente sair indicando pros outros, claro que fiquei curiosa!

    Bjuuxx

    • Barbara
      Barbara
      25 junho, 2013

      Ele é bem clichê mesmo Flá, mas é tão fofo !!

  • Samira Correa
    25 junho, 2013

    Barbara,

    Amei a sua resenha e tenho que te confessar que antes dela não dava muita coisa por esse livro, mas após ler mudei de ideia e agora mais do que nunca desejo ter sorte de ganhar esse livro para enfim poder matar a minha vontade de ler ele…
    Seguidora: Samira Chasez
    E-mail: samirachasez@hotmail.com

    • Barbara
      Barbara
      25 junho, 2013

      Fico feliz que minha resenha tenha mudado sua opinião Samira 🙂 Boa Sorte !

  • Carol
    24 junho, 2013

    Adoro livros que mexem com a gente a ponto de não sair da nossa cabeça mesmo depois de le-los. Esse com certeza parece ser incrível! *-* Estou louca pra ler, espero ganhar na promo.
    Beijos

  • Lú Miranda
    24 junho, 2013

    Eu li uma resenha sobre esse livro, essa é a segunda, e as opiniões estão bem parecidas, ainda não pude ler, mas curiosidade não me falta.
    Adorei a resenha!
    Clicando Livros

    • Barbara
      Barbara
      25 junho, 2013

      Fico feliz que tenha gostado da resenha Lú, espero que possa ler e que goste da história assim como eu 🙂

  • Susane MatosD
    21 junho, 2013

    Menina, eu estava louca por esse livro após ter degustado de uma parte dele no site da editora. E agora com sua resenha eu já tô procurando um lenço pra limpar minha baba!! rsrs. Eu quero tanto, mas tanto ele, que se força de pensamento der certo, então ele já é meu!! Amei demais sua resenha, só fez aguçar ainda mais minha vontade.

    Beijos!

    Participando!!

    • Barbara
      Barbara
      25 junho, 2013

      Hehe, a história é maravilhosa Susane, acredito que você irá gostar ainda mais quando ler a história toda.

  • Marcella C
    20 junho, 2013

    Esse livro já estava na minha lista de desejos mas não como prioridade. Sua resenha me deixou com uma vontade imensa de lê-lo logo, haha.

  • Andreza Galvão
    19 junho, 2013

    Eu olhei pra capa e nem me interessei pelo livro. Aí vi a resenha premiada aqui no blog (pessoa interesseira -n) e vim dar uma olhada. E sério, eu nunca pensei que esse livro pudesse ter uma história tão boa assim (olha o que eu ia perder julgando o livro pela capa). Eu já amo os protagonistas e quero saber logo quem consegue puxar quem pro seu mundo, afinal. hehe Pelo que li na resenha, minha opinião, por enquanto é que esse laço entre os dois é mais como de irmãos mesmo. Não achei que seja um romance. Mas só lendo o livro mesmo pra conhecer a fundo a história!

    Beijos

    • Barbara
      Barbara
      19 junho, 2013

      Heey Andreza, também não achei essa capa muito instigante não, mas me apaixonei pela sinopse. Concordo que o romance entre os protagonistas é algo mais fraternal, mas minha mente ainda diz que eles serão felizes para sempre, como casal, no futuro, haha.

  • Ana Lopes
    19 junho, 2013

    Que demais , amei a história , amei a resenha , amei tudo , vou participar do sorteio e mesmo se eu não ganhar eu vou comprar o livro , amo essas história que começam na amizade e acabam se tornando paixões arrebatadoras , pelo menos é o que eu imagino que vá acontecer….

    • Barbara
      Barbara
      19 junho, 2013

      Heey Ana, também adoro histórias que começam com amizade, quanto a paixão arrebatadora, essa eu deixo por você, porque eu estou acreditando nisso também, mas ta na mente sahsuahsua

  • Laís Konrath
    18 junho, 2013

    E essa resenha maravilhosa? Depois dessa, não tem como não querer ler esse livro. Mesmo se eu não ganhar a promoção – o que provavelmente vai acontecer, sabe, rotina – este livro vai entrar sem dúvida alguma para minha lista de desejos. Mas não adianta sonhar, né? Vai que eu – uma vez na vida – ganhe algo bom.

    • Barbara
      Barbara
      18 junho, 2013

      hsuahusa, que pessimismo menina. O livro realmente vale super a pena, se você não ganhar a promoção – o que não é impossível, compre-o, pois vale a pena 🙂

  • cristiane
    18 junho, 2013

    Hummm, parece ser bem bom heim? Esse foi um lançamento que esperei por resenhas pra ver se ia gostar, a sinopse foi meio vaga. Gostei de ver, é bem interessante e pelo visto bom.

    • Barbara
      Barbara
      18 junho, 2013

      Hey Cris, também achei a sinopse meio vaga, mas a história me surpreendeu. Acho que você vai gostar 🙂

  • Lauro Moura
    18 junho, 2013

    Bárbara,realmente não tem uma resenha sua que nos não ficamos com vontade de ler o livro imediatamente rsrsrs. Essa não podia ser diferente ! Adoreiii o livro, uma perfeição *-*. Me encantei pela história do Jonah e da Bea,com toda certeza irei participar da promoção,pois esse livro parece épico ;D. Mil beeeeijos.

    • Barbara
      Barbara
      18 junho, 2013

      Ain gente, vou chorar com tanto comentário fofo, haha. Obrigada Lauro, você é suspeito porque é bookaholic assumido, mas fico feliz em saber que minhas resenhas te incentivam a ler cada vez mais livros, obrigada mesmo amore.

  • Vânia Gama
    18 junho, 2013

    realmente… é engraçado como eu nunca ouvi falar desse livro, e lendo sua resenha, me deu uma vontade doida de ler haha até baixei ele em pdf aqui HHAHA
    só o titulo já me chamou bastante a atenção!!
    beijos

    • Barbara
      Barbara
      18 junho, 2013

      Heey Vânia, ôpa, que bom que incentivei a leitura. Depois venha me contar o que achou do livro, ok? Beijos!

  • Cláudia Cardoso
    18 junho, 2013

    Minha nossa, concordo com a amiga Eliete aqui de cima. Você escreve suas resenhas com tanto afinco que me fazem ter vontade de ler tais livros, até os com baixa qualificação. Parabéns pelo seu blog e continue sempre assim!

    • Barbara
      Barbara
      18 junho, 2013

      Obrigada Cláudia, fico realmente muito feliz por saber que vocês curtem minha resenha e se sentem incentivados em ler os livros que indico, muito obrigada mesmo 🙂

  • Amanda Larsen
    18 junho, 2013

    Fiquei com vontade de ler hahaha! Tem Sorteio lá no blog Livro "Depois dos Quinze" Autografado! http://meninascapricho-dada.blogspot.com.br/2013/06/promocao-livro-depois-dos-quinze_10.html beijos <3

    • Barbara
      Barbara
      18 junho, 2013

      Fico feliz que tenha gostado da resenha amanda, vou conferir a promoção 🙂

  • Alice Aguiar
    18 junho, 2013

    cara não curto finais em que fica coisas no ar ashusuhuh cara gosto de finais concretos .w.

    • Barbara
      Barbara
      18 junho, 2013

      Oooi Alice 🙂 Também curto um final mais concreto, com tudo no seu devido lugar, mas as vezes acho bom algo solto, sei lá, aguça minha imaginação e eu fico imaginando o final perfeito para a história, um final que é só meu; esse livro disponibiliza esse final.

    • Alice Aguiar
      25 junho, 2013

      sabe é legal o lance de vc pensar no seu final, mas pra mim é desesperador ahhuhaushuh vou ficar imaginado diversos e pirando, tenho dessas coisas.
      mas o livro parece bom demais.

  • Eliete Aparecida
    18 junho, 2013

    Você tem um poder de me fazer querer ler todos os livros que você resenha, e com esse não foi nem um pouco diferente.

    Parabéns, adoro o seu blog.

    Beijos.

    • Barbara
      Barbara
      18 junho, 2013

      Olá Eliete 🙂 Fico feliz em saber que você curte às minhas resenhas e fica com vontade de ler os livros que indico, a intensão é essa e é ótimo saber que estou alcançando meu objetivo. Obrigada pelo carinho.