Hello, folks 🙂
Tudo bem?

Viver Sem tempo

Não sei nem onde estou, pois estou sem tempo de olhar se quer para o lado, no
dia 03/08/2013
Estou sem tempo.
Uma amiga virou para mim com um olhar sábio, olhos de quem
dormiu às 8 horas de sono recomendadas pelos melhores médicos e um sorriso
jovial: Você faz seu tempo. Se você está se sentindo sufocada, é
porque não está sabendo administrar TODO o tempo que você tem
.
Que todo tempo, menina? Me diz aonde na minha vida existe
esse TODO tempo? Porque eu não to vendo!
Respondi, a olhando nervosa, cheia de livros e textos
para ler, com milhões de afazeres em casa, na rua, no trabalho, na
Universidade, até em um Colégio, na esquina de casa, eu tinha uns afazeres, e
já sai do colégio há muito tempo.
Eu mal tenho tempo para pentear os meus cabelos, agora
faço um nó e digo que é um coque chique para a vida social e aí das pessoas se
não acreditarem, minhas blusas nem passo, uso o mesmo coturno há semanas e o
mesmo vale para a minha jaqueta de couro, maquiagem? Faço dentro do ônibus,
espelho é luxo hoje em dia, comer? As vezes um fast food, as vezes um copo de
yogurt, as vezes nem isso.
Gente, eu realmente estou sem tempo, não é falta de
organização ou exagero de minha parte, eu não estou parando por nenhum segundo,
nem para dormir, porque quando durmo, minha mente é tomada pelos afazeres que
preciso realizar e adivinhe só? Eu as faço em meus sonhos, ou seja, nem
sonhando, eu consigo relaxar ou ter tempo.

Falta de tempo deveria ser doença, mas também deveria ser algo benéfico. Eu
escuto tanta gente falando que odeio estar ocupada sem tempo, mas eu gosto, por
mais que eu reclame que não tenho tempo para as minhas coisas, estar ocupada
quer dizer uma coisa: que eu estou em movimento. Seguindo com minha vida.
Caminhando na minha jornada ou o famoso: seguindo em frente. Viver sem rotina é
como se permitir, quando você vive em rotina, em algum momento, ao perceber
isso, você notará que sua vida está estagnada, como se você vivesse dentro de
uma caixa sabe? Você, sua vida e seu ciclo de amizades/ familiares vivem ali
dentro com você, não há caminhos, opções ou oportunidades inesperadas. É como
quando terminamos um relacionamento de anos com aquela pessoa, você a vê
seguindo em frente e você continua ali, na porcaria da sua vida, vivendo tudo que
vocês passaram juntos e se proibindo de se permitir viver o inesperado, e se
prendendo as migalhas do que restou de seguro daquela velha rotina. Isso, essa
é uma ótima forma de descrever a vida com e sem rotina: 
Com = Segurança

Sem = Inesperado, o Surpreendente, a Vida

A minha falta de tempo não é para algo especifico. Ta, isso pode ser uma
mentira, mas vejamos de um modo geral, tudo bem?
Minha falta de tempo é para tudo. Não tenho tempo para comer, pentear meus
cabelos, estudar, comer, tomar banho, conversar, sentar, ouvir música, pensar
… E assim vai, várias ações em verbo infinitivo deixando claro a
intensificação da situação. E essa minha amiga, me diz que é tudo questão de
ponto de vista, organização e controle. Mais controlada e organizada que sou,
impossível, se eu não fosse, não conseguiria encaixar tempo para tantas coisas
que preciso fazer. Tudo bem, esqueço de encaixar nesse meio tempo os afazeres
essenciais, mas as vezes precisamos nos sacrificar para conseguir seguir o
modelo de vida que desejamos. Eu, por exemplo, odeio rotina, estou reclamando
que estou sem tempo, mas estou amando essa minha vida agitada, cheia de coisas
novas para fazer diariamente, várias pessoas me ligando e mandando mensagem
pois precisam de minha ajuda, e eu tendo que me virar em duas para conseguir
corresponder a expectativa de todos, talvez seja essa parte ruim disso tudo, a
pressão e é por isso que estou me sentindo tão sufocada pela falta de tempo que
estou vivendo, pois sinto que uma falha minha e tudo vai desmoronar, mas eu
gosto dessa falta de rotina. Rotina é chato. Tedioso. Sem vida. Todos os dias
ir ao mesmo lugar, viver as mesmas situações, claro que tem seus diferenciais,
às vezes conhecemos alguém, às vezes vemos algo diferente, mas não é uma coisa
de movimento, Rotina é uma linha de nylon reta, que nem uma brisa a balança.
Viver sem rotina é uma linha de nylon, que está reta, mas é de qualidade ruim,
então se você pisa com força, ela arrebenta, você desaba na incerteza e no
inesperado. Viver sem rotina é viver fora da caixa, jogada ao inesperado. 
Tem coisa mais maravilhosa? Viver sem rotina é como se apaixonar, confuso, sem
segurança alguma, sem tempo se quer para pensar em outra coisa, apenas naquela
pessoa, mas isso é assunto para outra carta …

Talvez, eu só precise de um tempo.
Um grande beijo, daquela que é sua pessoa hoje e sempre,
Ann

Ann está vivendo fora da caixa e em busca de alguém para acompanhá-la nessa
trajetória, e está vivendo a base de café.

***
Essa postagem está concorrendo ao TOP COMENTARISTA.
Clique AQUI e participe.

icon-newsletter

Não perca nenhuma novidade!


Deixe seu comentário

13 Comentários

  • Karolina Lopes
    30 agosto, 2013

    Nossa, que lindo! Se eu tivesse escrito o texto ele não ia parer tanto comigo assim. É exatamente assim que eu me sinto, sem tempo, sentindo que as pessoas precisam de mim e que não posso falhar com elas, sem tempo até pra pensar… E ocupando meu tempo mais que o necessário justamente para isso, para não pensar… Muito bonito viu, continue escrevendo com toda essa sensibilidade! Bjs…

  • camila rosa
    30 agosto, 2013

    Muito interessante esse texto e me fez pensar muito sobre o tempo, pois é verdade hoje nós seres humanos estamos sem tempo para tudo, as vezes acabamos deixando de fazer nossas coisas favoritas, por causa disso acabamos deixando de ser quem somos de verdade para nos tornar seres superficiais.

  • Ana Lopes
    26 agosto, 2013

    Bem , tempo tempo tempo , qual é o tempo que o tempo tem ???
    Sempre gostei desse verso quando criança , mas nunca entendi o significado , pelo menos não enquanto tinha pouca idade , e só agora percebo como ele é importante , ou não , dependendo do ponto de vista. Afinal , se a gente for olhar pra ele , nada será feito 🙂

    http://theloverbook.blogspot.com.br/

  • Anônimo
    19 agosto, 2013

    Oi Barbara…
    Amo demais seus textos!! Sempre arrasando e fazendo a gente pensar e viajar nas tuas palavras.
    Bjuss =)

  • Camila Darc
    11 agosto, 2013

    Bárbara, eu sou uma das pessoas que vive sem tempo. Falta horas no dias, dias nas semanas e semanas no meu mês. Enfim, tenho ctz de que morrerei pensando: "poxa, vou morrer agora? mas então nao vai dar tempo de fazer tal coisa." hahaha
    beijos
    http://nolimitedaleitura.blogspot.com.br/

  • vick :*
    06 agosto, 2013

    Não tenho tempo, não tenho tempo.. uma frase que sai da minha boca constantemente, sem ao menos eu perceber, mas ao ler esse texto em peguei pensando.. mas o que eu faço com o esse tempo, o que realmente ocupa o MEU tempo… está na hora de tomar vergonha na cara e me organizar, afinal também não gosto de rotina, mas ás vezes é necessário parar e retornar ao controle da situação rs
    ;*

  • Amiga da Leitora - Thais
    05 agosto, 2013

    Super me identifiquei com o texto, vivo falando que não tenho tempo para nada, mas ao mesmo tempo tenho certeza que não organizo o pouco tempo que tenho direito. O problema é que eu não assumo isso. Ou não assumia até ler esse texto, adorei!!

    xoxo
    http://amigadaleitora.blogspot.com.br/

  • Francine Porfirio
    05 agosto, 2013

    Estou me habituando aos poucos a ruminar o que posta… Porque é tão próximo da vida de qualquer pessoa que é impossível não se reconhecer. Estou sem tempo, e o pouco que tenho acabo por preencher com compromissos que considero relevantes. Estou sem tempo para mim mesma, mas quem sabe não queira ouvir o que tenho a dizer a mim? (rs)
    É complicado lidar com o inesperado… Ele muitas vezes coloca nossa rotina de cabeça para baixo, bagunça nosso senso de dever. Ao mesmo tempo, é preciso inspirar coragem e lançar-se ao desconhecido de ter tempo para alguma coisa, sem saber exatamente o quê.
    O ócio faz parte de uma vida de qualidade também… 🙂

    http://www.myqueenside.blogspot.com

  • Anônimo
    04 agosto, 2013

    Eu realmente me vi em seu texto, vivo praticamente a mesma rotina todos os dias. E olha que estou no ensino médio ainda, tenho medo de como será mais para frente! Enfim, seu texto me fez abrir os olhos! Eu realmente preciso mudar isso, e pra já!
    Beijos
    utopiaincessante.blogspot.com

  • Gabriela
    04 agosto, 2013

    Eu mesma já estou cansada da minha rotina, e quando eu falo isso nãoe stou exagerando nem um pouco, estou de saco cheio disso. Eu quero mudar de escola, de cidade, de bairro e ter aquela sensação boa na barriga de quem pode recomeçar tudo do 0, isso mesmo porque eu acho que agora a única solução é recomeçar do 0. Não que eu esteja sendo ingrata nem nada, é só que cansa. Meu tempo está curto tbm, tem dias que eu não sei como passaram tão rápido, eu durmo tarde pra compensar o que eu deveria fazer de dia. Eu estou cansada, da correrria, da mesmice. Talvez recomeçar do 0 não seja a melhor coisa a se fazer, ma pelo menos é alguma coisa!

    Eu adorei o texto! Sério, esperando pelo próximo!

  • Solange Ralo
    04 agosto, 2013

    Olá, adoro ler esses tipos de textos.
    Gostei muito do seu, fala bem a vdd,
    bjs

    Love Books

  • Lauro Moura
    04 agosto, 2013

    Tudo que a Ann falou é absolutamente verdade. Precisamos de mais tempo, mas a rotina é um saco. A agitação, os amores, as aventuras (que são fora da rotina) são maravilhosos, a vida pode estar uma verdadeira confusão, o tempo deveria ser bem maior pra podermos coloca-la em ordem, antes dos demais efeitos colaterais ;D
    Beijoos.
    Lauro,
    http://entreversosepaginas.blogspot.com.br/

  • Núbia
    04 agosto, 2013

    credo me vi no texto, meu cabelo, so faço um coque minhas unhas base, e tempo afff esse não tenho credo to no sufoco só agora parei para analisar
    http://www.jeitosimplesdeser.com.br/