Hey, folks 🙂

Tudo bem?





Do Outro Lado do Mundo
No Brasil,
você em algum lugar, no dia 27/08/2013

E se tem que ser assim?
Eu aqui e você aí, do outro lado do mundo?
Me pergunto isso nesse momento, mas penso isso há muito tempo, pois percebi que
entre milhões de pessoas você está com outro alguém nesse instante ao qual
escrevo isso, talvez rindo, talvez chorando, talvez sendo completamente feliz,
sem se quer sentir a falta de um outro alguém, desconhecido, que talvez esteja
escondido o mais próximo que você imagina, ou só talvez, essa pessoa seja eu,
escondia a quilômetros de distância com oceanos e países no caminho,sendo
obstáculos, quer dizer, seria um obstáculo ou um desafio, ou talvez, a vida
queira assim?!
Sabe, quer que vivemos nossas vidas separados, pois saibam que juntos ou no
mesmo estado/pais/região não conseguiríamos alcançar o que almejamos, pois de
algum modo soturno nos encontraríamos feito imãs.
Bom, eu estou aqui, pensando em como seriamos perfeitos como ‘nós’ e você nem
ao menos sabe que eu existo, como outras milhões de pessoas, o que deveria ser
importante também,mas só é importante você e agora me pego pensando, e se eu
não soubesse que você existe? 
Essa idéia me deixou seu ar um pouco …

Eu …
Eu
continuaria almejando você. Você pode ser o que para mim eu considero de mais
perto de alma gêmea, então mesmo sabendo que você não é real ou que
provavelmente levou um raio na cabeça quando tinha uns 15 anos o que o
desintegrou e afastou a minha outra metade de mim, eu iria buscar em você, em
cada corpo vivo, rosto, olhar … e um dia eu iria te encontrar, seja aqui ou
do outro lado.

Se acontecesse nossa história seria como um conto de fadas, não é?
Eu, a garota normal e você, um grande alguém.
Nossos mundo se colidem com um encontro inesperado no meio de uma rua, dentro
de uma loja, em uma festa, numa troca de olhares num parque.
Imagina nosso amor seria como um daqueles romances que preenchem as almas dos
românticos ou tórridas paixões de romances joviais, mas amores assim não
acontecem … na vida real, na minha vida.
Isso é o mundo de Alice dentro de minha cabeça, mas posso sonhar, enquanto isso
for de graça, você viverá em minha mente, quem você é e me completa.

Você, aí, talvez e apaixone e se case com alguém do seu mundo, tenha filhos,
seja feliz por completo, morra com 89 anos de um enfarte porque você sempre foi
teimoso e ficou comendo escondido gordura daquelas cebolas empanadas que eu
sempre disse que te mataria um dia. Eu? Talvez eu me case com algum escritor,
fã de My Chemical Romance, talvez ele me complete e eu a ele, talvez … talvez
eu nem case ou me apaixone, vai saber …

Amar é difícil, é caro demais para o coração e escasso hoje em dia, por isso eu
devo aceitar tão bem não ter alguém, porque antes de vir para cá eu deva ter
optado assim, viver longe de você, vendo o conseguir tudo que almeja com um
outro alguém do seu lado, enquanto eu faço o mesmo aqui, mas sem você, pois eu
sabia que se você optasse por isso, você não seria feliz por completo, pois
sempre me buscaria e nunca viveria, eu devo ter escolhido assim, na realidade,
isso é muito a minha cara, ser a mártir, até no amor, já eu … eu sei que você
existe, por mais que eu te busque, saber que você está aí em algum lugar a
minha espera – ou não – e a qualquer instante podendo entrar na minha vida – ou
não – como num conto de fadas me mantém completa e esperançosa, e talvez nossa
história deva ser assim. Você feliz com alguém e eu te esperando …
Almas gêmeas?

Talvez, um dia iremos descobrir, mas até lá … te vejo do outro lado.

Ann

A autora não sabe onde você se encontra, mas mal pode esperar para te
encontrar, baby. 

icon-newsletter

Não perca nenhuma novidade!


Deixe seu comentário

9 Comentários

  • Barbara
    Barbara
    01 setembro, 2013

    Oi Bárbara, já te contei que sou mega fã da Ann e adoro seus textos.
    Realmente é difícil sentir algo tão grande por alguém que você sabe se quer se irá conhecer, mas eu acho que é melhor morrer de amor do que morrer sem ter ao menos sentido-o.
    Adorei 🙂

    Beijocas *–*

  • Lauro Moura
    31 agosto, 2013

    Bárbara sempre brilhando e divando nos textos, estava sentindo falta das suas crônicas. O texto descreveu exatamente, oque estou sentindo ultimamente, ameiii *——*
    Beijoooos.
    Lauro,
    http://entreversosepaginas.blogspot.com.br/

    • Barbara Herdy
      Barbara Herdy
      31 agosto, 2013

      Hey, hey 🙂

      Desculpa pelo sumiço, confesso que nessas últimas duas semanas estava sem inspiração, mas nessa semana me peguei presa a esse tema, estou muito fixada nesse assunto constantemente e pensei em dividir com vocês.
      É uma droga se sentir assim, que existe algo para nós, mas que é inalcançável, mas existe seu lado bom, não é? Sempre há.

      Espero te encontrar aqui semana que vem 😀
      Um beijão, muito obrigada pelo seu comentário e um ótimo fim de semana 😀

  • Gabriela
    31 agosto, 2013

    Lindo demais o texto, tem vezes que a gente se sente assim mesmo, adorei a forma que você transmitiu, muito lindo, me traduziu *–*

    • Barbara Herdy
      Barbara Herdy
      31 agosto, 2013

      Hey, hey 🙂
      Fico feliz que o meu texto tenha traduzido bem suas emoções, faça dele seu texto, espero que um dia você, como eu, encontremos essa pessoa que será a nossa metade 😀

      um beijão e um ótimo fim de semana 😀

  • Karolina Lopes
    31 agosto, 2013

    Nossa! Que lindo! As vezes me sinto assim, esperando por um alguém que eu nem sei se vai chegar, esperando por um sonho que pode nem ser meu… Amei! Bjs…
    anna-gabby.blogspot.com

    • Barbara Herdy
      Barbara Herdy
      31 agosto, 2013

      Hey 😀
      Entendo bem disso, tenho essa sensação constantemente de que estou esperando por alguém que nem sabe da minha existência, quem sabe um dia irá descobrir, mas enquanto isso não acontece, vou vivendo minha vida, sonhando com aquilo que sei que deve ser meu ou não, é complexo
      Um beijão e um ótimo fim de semana 🙂

  • Bruna
    31 agosto, 2013

    Que lindo adorei o texto, perfeito! ♥♥

    Beijos!
    http://viajantesdaleitura.blogspot.com.br/

    • Barbara Herdy
      Barbara Herdy
      31 agosto, 2013

      Hey, Hey 🙂
      Fico feliz que tenha gostado do texto.
      Um beijão e um ótimo fim de semana 😀