28 de dezembro de 2013

Tá Na Estante :: 'Desastre Iminente' #171

POSTADO POR EM 28 de dezembro de 2013

Oi, gente. Tudo bem?


Hoje trouxe mais uma resenha pra vocês. O livro de hoje é um queridinho da blogosfera e foi cedido pelo Grupo Editorial Record. Vamos conferir?!


Livro: Desastre Iminente
Autora: Jamie McGuire
Editora: Verus
Páginas: 405
Sinopse: Travis perdeu a mãe muito cedo, mas, antes de morrer, ela lhe ensinou duas regras de vida - ame muito, lute mais ainda. Tendo crescido em uma família de homens que gostam de jogos e lutas, Travis Maddox é um cara durão. Musculoso e tatuado, bad boy até o último fio de cabelo, ele leva uma mulher diferente para casa a cada noite. Até conhecer Abby Abernathy. Determinada a se manter longe de problemas, Abby resiste com todas as forças ao charme de Travis, sem saber que assim só o deixa mais determinado a conquistá-la. Será que o invencível Travis 'Cachorro Louco' Maddox vai ser derrotado por uma garota?

Ame muito...
Lute muito mais!


Não sou muito fã do gênero new-adult, mas após muito ouvir falar de Belo Desastre, resolvi me aventurar e adorei o livro. Depois, soube da existência de Desastre Iminente, que seria Belo Desastre sob o ponto de vista do Travis e fiquei com um grande receio em ler, já que seria a mesma história contada por outra pessoa.

Resolvi me arriscar na leitura e vi que era tudo neura minha. Travis e Abby não passaram o primeiro livro inteiro juntos, então cada um conta uma parte dos acontecimentos. Algumas cenas essenciais se repetem, mas a maior parte dos acontecimentos é apenas mencionada, para não tornar a leitura cansativa.

Desastre Iminente já começa com um prólogo de tirar o fôlego: a cena da morte da mãe de Travis. É a partir desse acontecimento que a trajetória de Travis se iniciou e essa cena mostrou que na verdade ele não era tão cafajeste quanto pensamos. Travis apenas seguiu o conselho de sua mãe e tratou as mulheres como elas mereciam ser tratadas e prometeu entregar seu coração apenas àquela que o merecesse.

"Decidi há um bom tempo que me alimentaria dos abutres até que um colibri aparecesse. Um beija-flor. (...) Uma criatura que arruma um companheiro para a vida toda. Inatingível até que tenha uma razão para confiar em você."

Nesse segundo livro, a família de Travis teve bastante destaque. Gostei muito de poder passar um tempo com os Maddox, que conseguiram se reerguer após a morte da matriarca e, mesmo depois disso, continuaram unidos e conhecer um pouco mais sobre eles.

A narrativa pelo ponto de vista de Travis me surpreendeu e muito. Entrar na cabeça dele me fez reavaliar algumas opiniões que tinha formado ao ler Belo Desastre, mas também confirmei muitas coisas. Travis é realmente um maníaco bipolar, mas também é apaixonado por Abby e, como nunca sentiu isso antes, tornou-se um tanto obsessivo.

O enredo não me convenceu tanto quanto o do primeiro livro, pois não consegui me envolver com Travis. Quando estava nos seus dias bons, Travis conseguia me fazer rir, mas na maior parte do tempo só ganhava um revirar de olhos ou um acesso de fúria e xingamentos.

O livro termina com um epílogo que mostra Abby e Travis onze anos depois dos acontecimentos que acompanhamos nos dois livros. Foi incrível o modo como Jamie McGuire deu essa continuidade a vida do casal mais bipolar que conheço.

Desastre Iminente não é um livro dispensável, como muitos dizem. Acho que se você gostou de Belo Desastre deve ler esse segundo volume, para entender as atitudes de Travis ou simplesmente ver seu lado da situação.

Recomendo a todos!
***
Essa postagem está concorrendo ao TOP COMENTARISTA.
Clique AQUI e participe!

8 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Bom, vou dizer o que eu penso de belo desastre: Esse livro é uma porcaria, ensina coisas erradas pras garotas como por exemplo se apaixonar por bandido, e o Traviz é bem parecido com o Lindenberg namorado da Eloá. Aliás, acho que belo desastre ficaria melhor com o desfecho desse caso como final. E faça-me um favor, é bem desnecessário reescrever a história pelo ponto de vista de outro personagem. E como assim ele segue os conselhos da mãe? A mãe dele morreu quando ele tinha 4 anos, é provável que ele nem se lembre dela direito. O único ponto positivo de belo desastre é que a escrita da autora é muito boa e a história flui. anna-gabby.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Eu ameii e ainda amo Belo Desastre,foi um dos melhores livro que eu li na vida e vou carregá-lo comigo para o resto da vida,e preciso muito ler Desastre Iminente;
    Sou super gamada pelo TRAVIS e ainda tenho esperança de encontra um parecido(esperança é a última que morre,mas...ta difícil kkkkkkkkkkkkkkk),a única coisa que não gostei do livro foi a Abby,oh garota chata viu,não sabe o que quer.
    Achei muito fofo o motivo dele chamá-la de beija-flor,não sabia disso e adorei.

    ResponderExcluir
  4. Eu conheço o livro Novo Desastre pela blogosfera e porque já uma prima minha estava lendo há um tempo atras e gostou bastante. Quando eu soube da noticia de publicação de Desastre Iminente, fiquei ainda mais curioso com esse New-Adult que gera tanto resenhas boas e algumas péssimas. Sua resenha foi bem satisfatória Léo mostrando todos os pontos da obra. Pretendo ler aos dois livros em breve *----*

    Beijoos.
    Lauro,
    http://entreversosepaginas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Leo, amei a sua resenha! Tenho muita curiosidade de conferir a história pelo ponto de vista de Travis, mas tenho um pouco de receio de "entrar" naquela mente perturbada, possessiva e ciumenta. Simplesmente morri rindo quando você se referiu a eles como casal "bipolar", não poderia ter definido aqueles dois de melhor forma. Beijos, Mi

    www.recantodami.com

    ResponderExcluir
  6. Amei a resenha, quero muito conferir o livro por se tratar do ponto de vista do lindo/maravilhoso do Travis. Mas já fiz algumas resenhas negativas, então estou com um pouco de receio.

    Beijos, Thaynara
    http://livroscombolinhos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Que resenha magnífica. Totalmente concordo com você quando chama o casal de bipolar! E eu não suporto a Abby. Para mim ela é tão sem graça quando a Bella Swan. Mas devo confessar eu estou bastante ansiosa para ler a versão do Travis. Afinal, Maddox é vida!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Não tinha ouvido falar do livro, fiquei curiosa em ler =)

    ResponderExcluir