30 de dezembro de 2013

Tá Na Estante :: "Polícia Paranormal" #173

POSTADO POR EM 30 de dezembro de 2013

Hey people!

Voltei com mais uma resenha para vocês. Trata-se de um livro que eu li ano passado, em inglês, e reli agora que foi lançado no Brasil.

Já sabem qual preciosidade está nos holofotes hoje? Acertou quem disse que é Polícia Paranormal! Vamos conferir o que achei de mais essa obra da editora Galera Record?



Livro: Polícia Paranormal
Autora: Kiersten White
Editora: Galera Record
Páginas: 384
Sinopse: Evie trabalha para a Agência Internacional de Contenção Paranormal: sua melhor amiga é uma sereia, seu ex-namorado é uma fada, ela está se apaixonando por um transmorfo e é a única que pode ver através do glamour paranormal. Mas a chegada de Lend, um metamorfo misterioso, e muito, muito gato, à AICP vai despertar várias dúvidas que Evie não sabia que carregava dentro de si. Seria ela mesma uma paranormal? Seria a AICP tão nobre quanto parece? 

Polícia Paranormal é o primeiro volume da série Paranormalcy. O li pela primeira vez em 2012, quando ainda não haviam nem rumores do seu lançamento no Brasil.

Na minha primeira leitura, não sabia muito bem o que esperar do enredo. Os únicos fatos que me levaram a lê-lo foram a capa americana - que é divinamente linda - e o teor sobrenatural. Sempre fui meio ligada a esse gênero literário. Acho que nesse quesito, ainda não deixei de ser uma adolescente!

Em Polícia Paranormal conhecemos Evelyn, ou simplesmente Evie. Desde os 8 anos de idade, Evie mora na AICP, a Agência Internacional de Contenção Paranormal, e trabalha na mesma. Ela se considera uma garota relativamente normal, tirando os fatos que sua melhor amiga - Alisha - é uma sereia, que seu ex-namorado - Reth - é uma fada, e que ela prende vampiros e outras criaturas sobrenaturais na maior parte do tempo.

Apesar de ser uma agente da AICP, Evie tenta fazer coisas comuns para garotas da sua idade, como fazer os deveres de casa - ou odiar fazê-los - e assistir ao seu seriado adolescente favorito, Easton Heights!

A trama começa a evoluir quando Evie começa a ter estranhos sonhos "proféticos" e quando um estranho garoto aparece na sede da AICP. Lend é de uma espécie não catalogada de metamorfo, e logo a atenção de Evie é voltada para ele, talvez pelo fato de ele ser o único garoto que tem verdadeiramente a sua idade que ela encontra em muito tempo.

E para piorar um pouquinho mais a situação, junto com a misteriosa aparição de Lend, seres sobrenaturais começam a morrer em todo o mundo, deixando a AICP em uma situação um pouco difícil. E para descobrir qual o motivo dessas mortes, Evie tem primeiro que descobrir qual o significado de seus sonhos. E Lend irá ajudá-la a desvendar esses mistérios.

Os personagens são carismáticos e nos conquistam logo de cara. Adoro o jeito descontraído da Evie e toda a sua ironia mal contida. Lish é uma figura. Mesmo que viva dentro de um tanque de água, sua personalidade é fascinante. Possui um senso de humor muito peculiar para uma sereia. Já Lend é um charme, impossível não se apaixonar por ele logo de cara (ainda mais quando ele tem a habilidade de reproduzir a aparência de qualquer pessoa).



Kiersten com certeza sabe como prender um leitor. Sua narrativa é leve e prazerosa de se ler. Reli o livro reparando mais na tradução e diagramação, e mesmo assim, finalizei a leitura em um dia!

O trabalho da Editora Galera Record com relação à diagramação foi maravilhoso, simples e ao mesmo tempo sofisticado. As páginas, como de costume, são amarelas e em cada começo de capítulo temos fonte diferenciada. A numeração das páginas também é trabalhada, tendo um símbolo semelhante à uma pena de cada lado do número da página.

A única coisa que me decepcionou bastante com relação ao livro foi a capa. Acho que pelo fato de ter lido a versão original em inglês primeiro, acabei me apegando bastante à capa americana. Assim, quando vi que a capa no Brasil seria trocada, eu surtei. Tenho pena que quem teve que me aturar naqueles dias.

O que vocês acham? Tenho razão quando digo que a capa original é mais bonita? Deixem suas opiniões nos comentários que prometo que lerei com carinho.

Agora, para finalizar, vamos à nossa costumeira citação final.

- Vou sugar a vida do seu lindo pescoço branco.
Suspirei. Odeio vampiros. Acham que são tão sofisticados. Para eles, não basta matá-la e comê-la como um zumbi faria. Não, eles também querem ser sexy. E acreditem em mim: vampiros? Nada. Sexy. Quero dizer, claro, o glamour pode ser muito sensual, mas o corpo de cadáver seco como um osso cintilando por baixo? Nada atraente. Não que mais alguém possa vê-los, porém. 

Beijinhos e até a próxima!

***
Essa postagem está concorrendo ao TOP COMENTARISTA.
Clique AQUI e participe!

9 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Ah eu estou namorando esse livro já faz tempo! Não vejo a hora de ele cair em minhas mãos. Ótima resenha Nathy, só aumentou a minha curiosidade:) Bjs... anna-gabby.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Não conhecia o livro, mas gostei bastante da sua descrição dele, a editora parece ter caprichado na diagramação fiquei super curiosa para ver.

    http://soubibliofila.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Já tava querendo ler esse livro bem antes do lançamento aqui no brasil.
    A capa realmente me decepcionou também viu.
    Adorei essa citação.

    ResponderExcluir
  5. Um dos livros que esta mais me instigando neste ano de 2013 que está se acabando hoje. Sua resenha belíssima, tanto na parte da escrita quanto na construção do post me deixaram boquiaberta com o enredo e a estória sobrenatural que o livro traz. Eu particularmente achei a capa brasileira bonita, até um dia me deparar com a americana na blogosfera... Simplesmente perfeita, bem construída, animadora e que traz o sentido do livro, uma leitura mais que desejada para 2014 *--*

    Beijoos.
    Lauro,
    http://entreversosepaginas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi Nathi, desde o momento em que pus os olhos nesse livro e nessa sinopse, fiquei doida para ler. Achei a premissa da história criativa e diferente, e desculpe, sei que você ama a capa original, e talvez ela até tenha mais a ver com o livro (eu não sei porque não li ainda), mas me apaixonei pela capa brasileira.. hehe Beijos, Mi

    www.recantodami.com

    ResponderExcluir
  7. A capa original é mais bonita mesmo, concordo... rs... Nunca tinha ouvido falar da história e me interessei muito por ela. Achei bem diferente!! Pena que eu só vi a resenha e o top hoje, hahaha, ia querer concorrer ao livro!

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  8. Estou louca por esse livro! Espero ganhá-lo no Top Comentarista kkkk

    Enfim, já estava com vontade de ler Polícia Paranormal e sua resenha só aumentou essa vontade. Quase não me aguento de ansiedade agora.

    Beijos.

    ResponderExcluir