Oi, gente. Tudo bem?

Aproveitando que a inspiração está hospedada em minha casa, resolvi trazer mais uma resenha pra vocês. Dessa vez é de um livro que foi muito bem falado em 2013 e já se tornou um dos meus queridinhos. Vamos conferir?!

Livro: O Oceano no Fim do Caminho
Autor: Neil Gaiman
Editora: Intrínseca
Páginas: 208
Sinopse: Foi há quarenta anos, agora ele lembra muito bem. Quando os tempos ficaram difíceis e os pais decidiram que o quarto do alto da escada, que antes era dele, passaria a receber hóspedes. Ele só tinha sete anos. Um dos inquilinos foi o minerador de opala. O homem que certa noite roubou o carro da família e, ali dentro, parado num caminho deserto, cometeu suicídio. O homem cujo ato desesperado despertou forças que jamais deveriam ter sido perturbadas. Forças que não são deste mundo. Um horror primordial, sem controle, que foi libertado e passou a tomar os sonhos e a realidade das pessoas, inclusive os do menino. Ele sabia que os adultos não conseguiriam — e não deveriam — compreender os eventos que se desdobravam tão perto de casa. Sua família, ingenuamente envolvida e usada na batalha, estava em perigo, e somente o menino era capaz de perceber isso. A responsabilidade inescapável de defender seus entes queridos fez com que ele recorresse à única salvação possível: as três mulheres que moravam no fim do caminho. O lugar onde ele viu seu primeiro oceano.

Sempre tive vontade de ler algo do Neil Gaiman, mas nenhum de seus livros me despertou curiosidade. Contraditório, não? Quando soube que a Intrínseca lançaria um livro do autor, com uma capa magnifíca, resolvi que este livro seria o que formaria minha opinião sobre Gaiman.
O livro narra a história de um narrador-personagem, que durante todo o livro não recebeu um nome. É um homem de quarenta e poucos anos que retorna a cidade onde cresceu para um enterro. Ele não está feliz e a vida não foi nem um pouco legal com ele, então, em um momento nostálgico, ele retorna ao terreno onde sua casa, que há anos fora demolida, costumava ficar.
O narrador fica relembrando alguns momentos de sua infância e lembra de uma velha amiga, Lettie Hempstock, que morava na Fazenda Hempstock, no fim da estrada. O homem decide ir até lá e reencontra a mãe de Lettie. Nos fundos da propriedade havia um pequeno lago, que Lettie dizia ser um Oceano. Ao observar o “oceano”, nosso protagonista começa a desenterrar lembranças de alguns acontecimentos de sua infância, acontecimentos sobrenaturais.
Aos sete anos, o narrador não tinha amigos e vivia a maior parte do tempo dentro de um livro. Os pais passavam por uma crise financeira e alugavam um quarto na casa para um minerador de opalas. Após perder todo o dinheiro, dele e de seus amigos, em um cassino, o homem se suicida e sua morte desencadeia algo muito estranho.
Depois a morte do homem, nosso narrador conhece Lettie, uma garota de onze anos, que se torna uma grande amiga. Lettie é uma garota enigmática, mas que irá ajudar o protagonista a tentar desvendar os mistérios que rondam sua vida. O problema é que a situação começa a piorar.
Com a morte do minerador de opalas, o quarto da casa fica vago e, com a mãe do menino no serviço, os pais do narrador contratam uma nova governanta: Ursula Monkton era o pior pesadelo do menino. Ela era bela e cruel e não podia ser real, ganhara a confiança de todos da família, somente para destruí-los depois.
Ursula transforma a vida do menino em um inferno, mas com a ajuda das Hempstock ele poderá ter alguma chance de se salvar. Com doses enormes de mistério, magia e muitos sentimentos confusos, eles descobrirão as fraquezas de Ursula e tentarão encontrar um jeito de enfim derrotá-la.
Esse livro foi, até agora, a minha melhor leitura de janeiro. A escrita de Neil Gaiman é simplesmente sensacional, conseguiu me prender do começo ao fim. Há tempos eu não lia um livro com um vilão de verdade e Ursula Monkton é basicamente a personificação da maldade, alguém que odiei logo na primeira cena em que aparece.
O enredo foi muito bem construído. Como não havia lido a sinopse, não sabia o que esperar, então fui realmente surpreendido pela narrativa. Criei um profundo laço com o protagonista e me apeguei muito a Lettie e as outras Hempstock. Seria uma boa que esse livro tivesse uma continuação, ou talvez um livro só para a história das Hempstock…
É certo que vou investir em outros livros do autor e também é certo que recomendo esse livro a todos. 
***
Essa postagem concorre ao TOP COMENTARISTA.
Clique AQUI e participe.

icon-newsletter

Não perca nenhuma novidade!

Veja os posts relacionados


Deixe seu comentário

15 Comentários

  • Liana P.
    18 janeiro, 2014

    Já li esse livro e até hoje eu não sei muito bem o que senti em relação a estória. Algumas vezes eu comia o livro e outras eu ficava de saco cheio. Na minha opinião, não foi um livro que me conquistou. Aliás, sua resenha está ótima!

  • Anônimo
    17 janeiro, 2014

    Olá Leo, tudo bem??
    Quero muito ler esse livro! Ainda mais depois dessa resenha tão instigante. 🙂 Ainda não li nada do Gaiman, O livro parece ser realmente bom, fiquei interessada na leitura, E também acho esta edição linda demais!!
    Espero conferir em breve!!

  • Mirelle Candeloro
    15 janeiro, 2014

    Oi Leo, fico muito feliz em saber que você gostou tanto quanto eu. Esse livro é tão mágico, tão reflexivo, e essa capa é diva. Se você não conhece as curiosidades por trás da obra, sugiro que vá atrás. Fiz uma Semana Especial sobre o livro lá no blog e descobrir a história que há por trás dele só me fez amá-lo ainda mais. Beijos, Mi

    http://www.recantodami.com

  • Ana Carolina Nonato
    15 janeiro, 2014

    Olá!

    Primeiramente, você poderia dizer à inspiração para que se hospedasse na minha casa por uns dias também? hahaha A situação tá feia, xD!

    Brincadeiras à parte, a sinopse pareceu bastante interessante, mas… Não me cativou, sabe? Sou um tanto quanto reticente a este tipo de literatura. Não se preocupe, todavia: a sua resenha está muito bem feita e me fez, ao menos, duvidar de meus "pré-conceitos."

    Grande abraço e muito obrigada,

    Ana.

    PS: Ursula é realmente nome de vilã, né? Desculpem-me as Ursulas do mundo, kkkkkkkkkk

  • Edna Dias
    15 janeiro, 2014

    Ainda não li nenhum livro deste autor, mas este livro eu prometi a mim mesma que vou adquirir este ano… já está na minha meta de leitura no skoob, hehe…
    O que mais me atrai neste livro é a questão das lembranças… da infância…
    Confesso que vi a Ursula como um ser do mal e sobrenatural…
    Louca para saber mais da estória… amei a resenha 🙂

  • Pamela Liu
    14 janeiro, 2014

    Ainda não li nada do autor, apesar de ter na estante Lugar nenhum. Vi várias resenhas positivas sobre O Oceano no Fim do Caminho, mas a sinopse não me cativou.
    No momento, não tenho intenção de ler o livro.

  • Jack Moura
    14 janeiro, 2014

    Eu acho que deve ser uma otima historia… ja faz tempo que esta na minha lista de futuros livros, mas eu sempre atraso a leitura :/ maas assim como a sua resenha, ja li outras onde todo mundo amou o livro e penso q estou atrasando algo q eu amaria kkkkkk vamos ver se eu antecipo kkkkk mas esse negocio de o cara nao ter nome me deixaria maluca… pq gosto de tudo bem explicado u.u

  • Dani Kaulitz
    14 janeiro, 2014

    Gostei da resenha! Também nunca li nada deste autor, mas este livro me chamou bastante atenção. A capa é linda e gostei muito do enredo, adoro estórias narradas pelo personagem e que tenha bastante mistério e coisas sobrenaturais e este despertou minha curiosidade, parece ser muito bom mesmo!
    beijos ♥
    quemprecisadetvparaverbeyonce.blogspot.com.br

  • Anônimo
    14 janeiro, 2014

    Não me chamou muita atenção, mas acho que eu leria.

    http://www.iasmincruz.com

  • Ana Bailune
    14 janeiro, 2014

    Olá! Do tipo que eu gosto! E gostei tanto que já baixei na amazon.com.br Preço: menos de 14,00.

  • Roseneia Santos
    14 janeiro, 2014

    O livro parece ser muito bom ,parabéns pela resenha despertou meu interesse e curiosidade,ainda não tinha lido nada do tipo,se tiver oportunidade pretendo ler!

  • Lauro Moura
    14 janeiro, 2014

    Já esbarei com esse livro uma vez ou outra na livraria e na blogosfera. A principio fiquei bem desinteressado, mas lendo sua resenha Léo, mudei meu conceito quanto à obra e pretendo ler assim que possível.

    Beijoos.
    Lauro,
    http://entreversosepaginas.blogspot.com.br

  • Dâmaris Carvalho Lima
    14 janeiro, 2014

    O livro parece ser fascinante, gosto de histórias desse tipo! Li outras resenhas a respeito e não animei muito de ler, mas está explica melhor a história! Agora vi que o livro vale a pena!!

  • Jaqueline de Marco
    13 janeiro, 2014

    Esse livro é fantástico! Também gostei bastante (e também odiei a Ursula!).
    Parabéns pela resenha, Leonardo.
    Beijão! Fica com Deus!

  • Amiga da Leitora - Thais
    13 janeiro, 2014

    Não me senti atraída pela premissa, mas vejo tanta gente elogiando a narração deste livro que tenho certa curiosidade em lê-lo!

    xoxo
    http://amigadaleitora.blogspot.com.br/