24 de fevereiro de 2014

Tá Na Estante :: 'Um Motim No Tempo' #191

POSTADO POR EM 24 de fevereiro de 2014

Ola pessoal, tudo bem?

Olha eu aqui depois de muito tempo com mais uma resenha, e dessa vez, o livro é o Um Motim No Tempo, primeiro livro da série Infinity Ring, que eu ganhei ano passado em uma espécie de 'loteria' da Companhia das Letras.

Autor(a): James Dashner
Título Original: A Mutiny in Time
Série: Infinity Ring
Volume: 1
Editora: Seguinte
Páginas: 240
Sinopse: Quando os amigos Dak Smyth e Sera Froste descobrem o segredo da viagem no tempo - um dispositivo portátil conhecido como Anel do Infinito - eles não têm nem ideia da guerra oculta e milenar em que estão entrando; e muito menos de que a partir daquele momento embarcarão numa jornada cheia de perigos e serão os responsáveis por salvar a humanidade. Neste volume, os garotos são apresentados aos Guardiões da História, uma sociedade secreta que remota os tempos de Aristóteles, e descobrem que fatos históricos importantíssimos estão sendo misteriosamente modificados, gerando Grandes Fraturas na Terra. Com a ajuda do Anel, Dak e Sera vão viajar até a Espanha de 1492 para tentar impedir a primeira catástrofe: um navegador chamado Cristóvão Colombo está sofrendo um motim terrível e será lançado ao mar antes de conseguir chegar na América! Eles precisam ser rápidos...


Em Um Motim No Tempo somos apresentados a Dak Smyth e Sera Froste, dois amigos que vivem em uma realidade um pouco diferente da nossa, onde a capital dos Estados Unidos é Boston, e a sociedade é dominada pela SQ, que desde os primórdios vem abrindo fraturas no tempo para poder controlar o futuro.

Os pais de Dak, dois cientistas, estão trabalhando em um objeto que seria capaz fazê-los viajar no tempo e espaço, o Anel do Infinito, porém os dois ainda não conseguiram achar a última peça desse quebra cabeça. Quando os pais de Dak resolvem sair em uma viagem, os dois adolescentes invadem o laboratório e descobrem esse objeto. Sera, que sempre foi considerada um gênio da física/química, logo se interessa pelo objeto e descobre qual a peça que faltava para o funcionamento dele, isso mesmo, uma adolescente que ainda está no colégio conseguiu fazer algo que dois cientistas vem tentando há anos (lógica pra que né?).

Ao voltarem de sua primeira viagem, na qual seus pais ficaram perdidos no tempo, os dois são levados pelos Guardiões da História, que tem como missão proteger o mundo das ações da SQ e consertar as fraturas feitas pela mesma.

No primeiro livro, a fratura que terão que corrigir aconteceu na Espanha, no ano de 1942, onde um motim contra Cristóvão Colombo está sendo armado.

O tempo havia saído dos eixos — era nisso que os Guardiões da História acreditavam. E, como as coisas não podiam mais ser consertadas, só havia uma esperança... voltar no tempo e corrigir o passado.

Confesso que não tinha nenhuma expectativa sobre o livro, não me matem, na verdade nem sabia da existência dele até ele chegar pelos correios, então eu acho que por isso eu acabei gostando.

O livro é um infanto-juvenil e faz jus ao nome, pois traz uma leitura bem agradável e extremamente simples, porém não é bem detalhada, o que pode ser bom para pessoas que estão entrando no mundo da leitura agora, mas para quem já está nesse mundo há um tempo acaba sendo um ponto negativo.

A história acontece de uma forma bem rápida e com capítulos bem pequenos, afinal, são 36 capítulos em apenas 240 páginas.

O livro é dos mesmo criadores de The 39 Clues, e seguirá o mesmo modelo de publicação, cada livro será escritor por um autor, e no último, o autor do primeiro voltará para fechar a história. E isso pode acabar sendo um ponto negativo, pois cada livro trará uma narrativa diferente, que nem sempre agradará á todos.

A diagramação do livro é bem simples, capa fosca com aplicação de verniz localizado, páginas amareladas e o símbolo do infinito no começo de cada capítulo.

Um Motim No Tempo acabou sendo melhor do que eu esperava, pois confesso que não fiquei tão atraído com a sinopse, porém não foi quanto poderia ter sido, já que a ideia do livro é bem interessante, por isso irá levar três estrelas e meia.
***
Essa postagem está concorrendo ao TOP COMENTARISTA.
Clique AQUI e saiba como participar.

12 comentários:

  1. O livro parece ser melhor do que eu pensei, é uma pena que ele não tenha sido tão bom quanto poderia ter sido, mas eu ainda não li muito sobre viagens no tempo, o único que li foi Perdida, espero poder ler Um motim no tempo e ver o que eu acho do livro.
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  2. Pois é, tinha muita coisa para poder ser trabalho e eles não ligaram muito. Porém temos que levar em consideração que é um livro voltado para pessoas mais novas.

    ResponderExcluir
  3. Eu já li várias resenhas deste livro, e sou doida por ele, só não sei pq não comprei até agora rsrsrsrs

    xoxo
    http://amigadaleitora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Resenha maravilhosa, eu já tinha visto este livro porém não havia me interessado e pelo que você disse o livro superou suas expectativas e creio que também pode me surpreender!
    Sempre bom conhecer novas histórias, novos autores...

    PS: Adoro o design desse blog, um dos melhores que eu já vi, é lindo, o menu com aquele efeito glow é sensacional!
    Beijosss




    http://www.flightsanddreams.com/

    ResponderExcluir
  5. Oi, Well! Essa deve ser a décima primeira resenha que vejo de um dos livros dessa série. Estou ficando cada vez mais interessada e quero logo comprar o meu! Adorei sua resenha <3

    Beijinhos, Fê
    www.meianoiteequinze.com.br

    ResponderExcluir
  6. Nossa, quando fui à Bienal do livro em 2011 me falaram tão bem dessa série The 39 clues que fiquei tentada a comprar! Agora, lendo sua resenha, acho que vou comprar "Um motim no tempo" só pra ter uma ideia do que esperar (mesmo sendo série diferente, tem o mesmo autor, né?). Eu gosto de livros assim, mesmo parecendo meio fora de lógica, rs.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Esse tipo de leitura não me agrada , vi resenhas sobre o primeiro rs acho ..

    ResponderExcluir
  8. Como você também achei o livro bem infanto-juvenil. A narrativa é fluída, mas a história não é detalhada, falta algum aprofundamento dos personagens, o que foi um ponto negativo para mim.
    Li o segundo e até gostei, mas acho que não vou dar continuidade a série. parece que são 7 livros até agora =/

    ResponderExcluir
  9. Eu li os três primeiros de The 39 Clues e gostei bastante, só não continuei por causa dos preços dos livros.. Enfim, resolvi ler Um Motim no Tempo e achei bem diferente de The 39 Clues, achei a escrita mal desenvolvida e bem clichê. Não pretendo continuar a série.

    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Eu particularmente não me senti muito atraído pelo livro, acho que a premissa em si não me agradou. Eu gostei da capa e ate consegui encontrar pontos positivos pela sua resenha, mas acho que por hora o livro não entra na minha wish list Well (:

    Beijoos,
    Lauro.

    ResponderExcluir
  11. Queria muito ler essa série, adoro livros de ficção *.*

    ResponderExcluir
  12. Nunca tinha ouvido falar deste livro, e infelizmente ele não me chamou atenção. Não teve aquele baque em mim.

    ResponderExcluir