22 de março de 2014

Tá Na Estante :: 'Bullying Matando Aula' #191

POSTADO POR EM 22 de março de 2014

Olá pessoal, tudo bem?

Olha eu de volta com mais uma resenha para vocês. Eu sei que fiquei muito tempo sem postar aqui no blog (e eu também sei que vocês nem perceberam), e para voltar a ativa eu trouxe a resenha do livro Bullying - Matando Aula do nosso autor parceiro L. L. Santos.

Livro: Bullying  Matando Aula
Série: -
Autor: L. L. Santos
Editora: Clube de Autores
Páginas: 301
Sinopse:
Uma sala de aula de um colégio público tem a surpresa de conhecer a morte sem precedentes, quando um homem mascarado entra armado de um revolver e decide que este será o último dia de aula. Durante os momentos fatídicos, os estudantes mostram-se tão macabros quanto o estranho que os colocara na mais desesperada situação de suas existências. Ódio, medo, amor, preconceito, racismo. Imperam as diferenças sociais entre alunos que fariam de tudo para saírem ilesos. Inclusive matar seus colegas. Um retrato da sociedade educacional do Brasil. Um episódio que possui tentáculos em todas as direções que se pode imaginar. Chacina é a palavra-chave para por um fim a tudo. 

Uma "patricinha", uma garota de programa, uma alcoólatra, um maniaco sexual, um covarde e um acima do peso. Essas pessoas poderiam muito bem formar um grupo de adultos mal sucedidos em suas vidas, mas não, essas são apenas as descrições de alguns alunos de uma das turmas de ensino médio do terceiro andar de uma escola pública situada em Francisco Alves, uma cidadezinha do sudoeste do Paraná.


Bullying - Matando Aula relata um acontecimento que irá mudar o rumo de muitas famílias paranaenses, onde um "monstro" a procura de vingança invade uma sala de aula recheada de adolescentes problemáticos e faz um juramento de que ninguém sairá com vida.

— Vai nos matar?
Era preciso de muita coragem para fazer esse tipo de pergunta a um estranho muito estranho que ainda apontava o revólver para o centro dos olhos de quem se julgava esperta o suficiente para soltar as palavras em voz alta...
Tigela tinha a voz firme. E nenhuma outra pessoa ali presente acreditava que ela tinha conseguido falar daquele modo. Sem gaguejar. Com voz baixa e arrastada ou demonstrando.
Ela falou como sempre falava.
Com sua voz sexy e de garota que se achava melhor que as outras.

L. L. Santos traz uma narrativa diferenciada (pelo menos para mim), com a quase ausência de diálogos durante a maior parte do livro, mas compensa isso com a riqueza de detalhes em sua narração.

O livro conta com capítulos pequenos tornando a leitura muito mais rápida. Além disso, o livro conta com capítulos alternados entre o momento da invasão a escola, capítulos individuais dos alunos e capítulos sobre o Carlinhos (mais uma vítima de bullying e a base de toda a história).

A leitura acaba se tornando um pouco pesada em certos momentos, onde o o autor faz o uso de termos chulos, mas que se encaixam totalmente no contexto da história e a maneira ofensiva que algumas personalidades são representas.
Isso poderia acabar tirando alguns pontos do livro se a história não fosse tão bem desenvolvida, se os personagens não fossem descritos de uma maneira tão crua, sem enfeites, sem enrolações.

O autor conseguiu montar uma história pesada e que fará você parar para pensar tapa na cara da sociedade mas de uma maneira que faz com que você não queira largar o livro de forma alguma, onde as suas suspeitas e emoções mudam a cada página virada.


Em questões físicas o livro possui uma capa simples e ao mesmo tempo impactante e que você só irá compreender completamente após a leitura do livro. As páginas são brancas (nada que vai chegar a atrapalhar a leitura) e contém uma diagramação simples.

Bullying não é um livro indicado apenas para quem gosta de um certo tipo de leitura, é um livro que deve ser lido por todos, indiferente dos seus gostos literários. Mas ao mesmo tempo não é um livro para todo mundo, pois contém uma linguagem muito forte. Leva 5 estrelas e com certeza a minha indicação.

***
Essa postagem está concorrendo ao TOP COMENTARISTA.
Clique AQUI e saiba como participar.

13 comentários:

  1. Oi Well, adorei a resenha. Adoro livros fortes, contados de maneira inusitada e que retratam um tema tão sério quanto esse. Ainda não o conhecia, então valeu a dica. Beijos, Mi

    www.recantodami.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então leia, esse com certeza não irá te decepcionar.

      Excluir
  2. Heey Léo !
    Achei sua resenha bem direta e impactante. Eu particularmente gosto de livros que de certa forma deveriam ser lidos por todos.
    Já foi parar na minha wish list *----*

    Beijoos,
    Lauro.

    ResponderExcluir
  3. Show de bola, gostei muito da temática do livro e de sua resenha, parabéns.

    Abraço,
    Diego de França
    Leitor Sagaz

    ResponderExcluir
  4. Ele vende no Submarino? Se sim, vai ser o próximo que eu vou comprar. :3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. No sub não tem, flor, mas você pode comprar no link abaixo.

      http://seaoficial.tk/1gjkoFD

      Excluir
  5. Oi, o livro parece ser muito bom, acho que eu me sentiria meio incomodada com o fato que possui poucos diálogos, mas o livro em si parece valer muito a pena.
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
  6. Como questão de opinião é né? Eu li o livro e não gostei, acho que o autor retratou tudo como: SE VOCÊ SOFRER BULLYING, VOCÊ PRATICARÁ TAMBÉM E NÃO TEM VOLTA, NÃO TEM PERDÃO, NÃO TEM ESCOLHA. Acho que poderia ser falado de uma maneira que desse esperança e mostrasse que tem redenção. sl.

    ResponderExcluir
  7. Adoro livros com essa premissa de bullying. A Lista Negra se tornou um dos meus favoritos. Com certeza vou procurar ler esse livro.

    Beijos

    ResponderExcluir