9 de abril de 2014

Tá Na Estante :: 'Duelo ao Luar' #203

POSTADO POR EM 9 de abril de 2014

Oi, gente. Tudo bem?


Hoje vim trazer pra vocês a resenha do terceiro e último livro da trilogia Nightshade, encerrando o especial sobre a série. Vamos conferir?!

Livro: Duelo ao Luar
Série: Nightshade
Autora: Andrea Cremer
Editora: Galera Record
Páginas: 448
Sinopse: Calla finalmente conseguiu salvar Ren e convencê-lo a se unir aos Inquisidores. Mas, depois que ele se juntou à matilha, as coisas ficam estranhas entre ela e Shay, o novo progênito. Tanto Ren quanto Shay vão disputar entre si pelo amor de Calla, colocando-a em uma situação bem difícil. E para piorar, agora que os poderes de Shay estão se desenvolvendo, ela sente uma distância crescente entre eles. Dividida entre dois amores intensos, Calla nunca esteve tão confusa. Mas antes que possa fazer sua escolha, ela tem outras prioridades que precisam ser atendidas. Como a iminente guerra contra os Defensores. A única chance da matiha Nightshade sair vitoriosa é encontrando as diversas espadas da Cruz Elementar, e para isso, a ajuda de Shay é imprescindível. Mas será que Calla conseguirá liderar em meio a tantas desavenças? E qual dos dois pretendentes ela vai escolher? Neste último volume da trilogia Nightshade, a autora campeã de vendas segundo o New York Times, Andrea Cremer, cria um romane com reviravoltas e surpresas que vão deixar você com os nervos à flor da pele até a última página. 

Calla finalmente se reuniu com sua matilha e conseguiu convencer Ren a se aliar a ela. Agora os lobos e os Inquisidores estão se preparando para a batalha de suas vidas, contra os Defensores e Bosque Mar, o terrível Precursor.

Para derrotar Bosque, o Progênito, Shay, deve encontrar as outras peças da Cruz Elementar, que é a única forma de matar o homem que se dizia ser seu tio. Cada pedaço da Cruz, que na verdade são duas espadas, representa um elemento. Lá no primeiro livro, Calla e Shay recuperaram Haldis, o fragmento da terra. Agora Shay precisa encontrar Pyralis, Tordis e Eydis, que estão espalhadas por vários lugares do mundo.

A vida de Calla está uma confusão total com essa batalha iminente. Pra piorar, agora que Ren se juntou a eles, ela precisa agüentar suas constantes brigas com Shay e sabe que precisará escolher um dos dois para ser seu Alfa, antes que eles acabem se matando. 

Shay libertou Calla da ignorância e lhe deu a chance de viver quando os dois fugiram, mas agora que assumiu seu papel como Progênito, parece estar se distanciando da Alfa Nightshade. Ren sempre foi o destino dela e, mesmo que não gostasse que tivessem escolhido seu futuro por ela, Calla sentia algo pelo alfa Bane. Qual será a escolha dela?

Com a ajuda de sua matilha e de um grupo seleto de Inquisidores, Calla partirá ao lado de Shay em busca da Cruz. Nessas viagens os Guardiões enfrentarão diversos perigos e se aproximarão mais uns dos outros, mas também sofrerão algumas perdas, muito tristes por sinal.

Duelo ao Luar encerra a trilogia Nightshade com chave de ouro. O livro possui um ritmo bem acelerado, já que três fragmentos devem ser encontrados. Achei que isso seria um enorme problema, que Andrea acabaria se perdendo e deixando o livro ruim. Porém não foi isso que aconteceu. A autora soube desenvolver o enredo com maestria e, como esse é o último livro, muita coisa aconteceu, fechando todas as pontas.

O livro é recheado de cenas de ação. O drama do triângulo amoroso não foi muito bem construído nesse livro, pois sempre soube quem seria a escolha da protagonista. O fato de ela demonstrar ter dúvidas me irritou um pouco. Tenho certeza que muitas pessoas vão odiar esse final. Não posso dizer que amei, mas adianto que é único e totalmente imprevisível.

Tivemos alguns novos personagens apresentados, mas ninguém de suma importância. Porém, sofri um pouco com a perda de alguns personagens, tanto novos quanto veteranos. Quando comecei a ler Nightshade, já sabia que meu personagem favorito morreria, mas ver isso acontecer e da forma que aconteceu foi um choque e tanto.

Adorei ler esses livros, do começo ao fim. Duelo ao Luar pode não ter sido o melhor livro da série, mas com certeza será o que eu mais lembrarei futuramente. A série possui uma prequel e um spin-off, que lerei com certeza. Não sei muito sobre a prequel, mas o spin-off é sob o ponto de vista de Adne, a tecelã dos Inquisidores e irmã de Ren.

Recomendo a todos essa série e não vejo a hora de ter outros livros da autora em mãos. Andrea Cremer tornou-se uma das minhas autoras favoritas.
***
Essa postagem está concorrendo ao TOP COMENTARISTA.
Clique AQUI e saiba como participar.

10 comentários:

  1. Mais ansiosa ainda para adquirir o segundo e o terceiro volume e finalmente saber o desfecho da história, curiosidade me define depois de ler essa resenha, rs.

    ResponderExcluir
  2. O que é uma boa história sem um bom triangulo amoroso né hahah. Pela suas resenha, acho que posso imaginar quem Calla escolheu , e sem estou certa , vai ser um pouco irritante hahaha . Mas agora,quero mais do que tudo ler essa serie !

    Beijo , Anna

    ResponderExcluir
  3. Nossa, pelo visto este livro foi pura emoção hein? Que bom que a autora soube amarrar todas as pontas e deixar você sem fôlego. Beijos, Mi

    www.recantodami.com

    ResponderExcluir
  4. Coisa boa, quando o final de uma trilogia nos agrada tanto e esta realmente me deixou super interessada, adicionei ela inteira a lista de desejados, pois realmente creio que sua leitura serpa super interessante e diferente.
    Parabéns pelas resenhas!!

    ResponderExcluir
  5. Aii que pena. :/ Fiquei curiosa com o final. Normalmente os últimos livros das trilogias são os piorzinhos né? Isso acontece sempre comigo. Mas continuo interessada em ler a serie.

    ResponderExcluir
  6. Eu pretendo começar essa série logo! É muito bom saber que a série sempre continuou boa, e que o último livro é tão bom assim e não deixou pontas soltas.
    E pelo que você fala da autora, eu devo gostar dela também :)
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Oi Leo que bom que você curtiu o livro, quero muito conhecer essa série, espero que ela me agrade como agradou você, pois ela é bem diferente né, amei a resenha.
    Beijão!!!

    ResponderExcluir
  8. Heey Léo !
    Agora é oficial, eu NECESSITO ler essa trilogia rsrs.
    Eu senti uma enorme confiança em cada palavra de sua resenha e tenho certeza absoluta que também irei me apaixonar pelos livros ao lê-los.
    Já estão grivados em vermelho na lista de prioridades *---*

    Beijoos,
    Lauro.

    ResponderExcluir
  9. Eu não li sua resenha direito (só bati o olho) pq, pelo que eu vi nessa batida, tem spolier...E eu, infelizmente, não li nada dessa série ainda. Faz um bom tempo que eu tenho o primeiro livro na minha lista de desejados, mas ainda nao rolou... É bom, pelo menos, saber que os livros são bons x)

    ResponderExcluir