24 de abril de 2014

Tá Na Estante :: 'Obstinada' #210

POSTADO POR EM 24 de abril de 2014

Heey gente, tudo bem??


Mais uma resenha para vocês \o/ Chegou por aqui o primeiro livro de cortesia com a Universo dos Livros <3 Vocês sabem que eu adoro a Série Crossfire, então não podia pedir outra coisa além de Obstinada, o livro 1 da série Georgian. Vamos ver o que eu achei da leitura?

Livro: Obstinada
Autora: Sylvia Day
Editora: Universo dos Livros
Páginas: 296
Sinopse: Londres, 1770. Debaixo de toda a seda e renda da sociedade londrina se encontra uma organização secreta de espiões de elite. Proteger a Coroa de seus inimigos é uma tarefa árdua, mas, para Marcus Ashford, proteger seu coração de uma obstinada paixão é um perigo ainda maior. Como agente da Coroa, Marcus Ashford, o Conde de Westfield, já enfrentou inúmeros duelos de espada, foi atingido por dois tiros e se esquivou de mais disparos de canhão do que poderia contar. Porém, nada o excita mais do que o primitivo apetite sexual de sua ex-noiva, Elizabeth. Anos atrás, ela o preteriu pelo charmoso Lorde Hawthorne. Mas agora, Marcus deve defender a elegante viúva, e o fará ao mesmo tempo em que cuida de suas outras, mais carnais, necessidades, mostrando a ela até onde vai o real desejo de um homem. 

Até onde vai o desejo de um homem...

Marcus Ashford, o Conde de Westerfiel, é um agente da Coroa e terá que lidar com a resolução de um crime. Um dos agentes da mesma organização secreta para a qual ele trabalha foi assassinado, mas deixou um diário codificado que pode relevar muitos segredos, Marcus terá que descobrir quem foi o assassino e quais segredos esse diário guarda, mas para isso terá que lidar com seu eterno amor.

Lady Elizabeth Hawthorne está na mira de bandidos perigosos por guardar o diário de seu falecido marido. Para livrar-se de todo o perigo que está correndo terá que lidar com Marcus,  seu ex-noivo que, ao que aparente, traiu-a da pior forma possível.

Marcus e Elizabeth vivem entre o ódio e o amor. O ressentimento está presente devido a forma brutal como romperam, mas o desejo fala mais alto que toda essa mágoa, e agora, tendo que conviver juntos, eles não poderão conter a vasão de todo esse desejo.

Marcus tenta a todo custo convencer Liza de que ele é o homem para ela, mas ela sempre puxa a corda para o lado contrário, mesmo estando nas mãos dele todo momento.



Mistério, desejo, ódio e amor são as palavras que regem o livro. Sylvia Day soube criar uma trama que prende o leitor e o deixa curioso quanto ao que está por vir. O grande mistério do livro não é desvendado até o último segundo, o que nos deixa loucos para correr as páginas, além de criarmos teorias sobre tudo em nossas mentes.

Apesar de sabermos que os dois se amam desde o princípio do livro, a história não está focada no romance, mas sim na atração que um sente pelo outro. As cenas de sexo são até fortes, se tratando da época em que o livro retrata, mas quando pensamos que a autora é a Sylvia não podemos esperar mais que isso.

Os personagens secundários e co-protagonistas tem muito peso na trama e estão sempre presentes, a família da Lize aparece mais que a do Marcus, e eu fiquei bem curiosa para saber mais sobre ele.

Confesso que quando percebi que o livro seria um Romance de Época Erótico fiquei com um pé atrás, até porque a série Crossfire é bem a frente do nosso tempo, mas a Sylvia me surpreendeu e me deixou bem curiosa para ler outros livros dela, além da continuação dessa série.

Ainda não sei sobre as continuações, mas acredito que cada livro irá retratar a história de uma casal protagonista. Espero que todos sejam Romances de Época, hehe.

Beijos e até a próxima!
***
Essa postagem está concorrendo ao TOP COMENTARISTA.
Clique AQUI e saiba como participar.

12 comentários:

  1. Eu li o primeiro livro da série Crossfire quando ganhei ele de cortesia lá no skoob, até aquele momento nem conhecia a autora e simplesmente me apaixonei pelo livro, uma pena que ainda não consegui ler os outros, e evito todo tipo de resenha deles porque quero manter o suspense mais ainda! HAHAHAHA A Sylvia realmente tem uma escrita ótima, esta sendo super elogiada com todos os livros que ela está lançando e escrevendo ainda, eu aposto que esse não iria me decepcionar!
    Beijos ;*

    http://girlbeinggeek.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É o que todo esperamos. Já li todos já lançados de Crossfire + esse e estou amando tudo dela ;)

      Excluir
  2. Ótima Resenha. achei delicada e escrita.

    Parabéns.

    ResponderExcluir
  3. Eu até curto os lifros da Sylvia Day mas não senti vontsde de conferir essa série, ao menos por hora, mas a capa desse está realmente bonita.

    ResponderExcluir
  4. Os livros da Sylvia tem me envolvido cada vez mais, gosto da escrita dela que sempre consegue mesclar muito bem todos os sentimentos. Eu também tinha um pé atrás com esse livro justamente por ser de época e erótico, mas pelo jeito o livro é bom mesmo assim. Então com certeza vou ler ele :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É ótimo, ela soube trabalhar bem os dois temas. Espero que curta a leitura ;)

      Excluir
  5. Romance de época erótico? Você me ganhou com essa frase.. kkk sem contar que achei a trama interessante. Acho que esse até leria.. hehe Beijos, Mi

    www.recantodami.com

    ResponderExcluir
  6. Eu nunca li nenhum livro da Sylvia haha

    E pra falar a verdade eu nao sei se tenho muita vontade. Assim, nao gosto de romances, muito menos de romances eróticos. Até gosto de um romance de época, se for bem bom, mas nao sendo erótico :/

    Mas a trama por tras do livro pareceu muitissimo interessante.

    ResponderExcluir
  7. Romance de época erótico... uuhm... diferente! Fiquei com vontade ler!
    Nunca li nada da Sylvia Day, então não sei o que esperar. Mas pela resenha eu gostei. :)

    ResponderExcluir
  8. Surtando aquii Barb *----*
    Sylvia Day é diva e eu e minhas amigas adoramos seus livros.
    Obstinada se encaixa perfeitamente no meu padrão erótico preferido.
    Estou super ansioso pela leitura que já esta marcada como prioridade *---*

    Beijoos,
    Lauro.

    ResponderExcluir