30 de maio de 2014

Angelina Jolie é Malévola

POSTADO POR EM 30 de maio de 2014

Heey gente, tudo bem?




Eu e a Mi, do Recanto da Mi, nos juntamos para trazer dois post super especiais de Malévola, filme que entrou em cartaz ontem e que está pirando a cabeça dos fãs de contos de fadas e, é claro, dos fãs da Jolie.

Já sabem sobre o que essa releitura vai tratar? Não?! Então confira a sinopse.

Sinopse: "A Disney traz Malévola — a história não contada da vilã mais icônica da Disney, do clássico A Bela Adormecida. Uma bela e ingênua jovem com atordoantes asas negras, Malévola leva uma vida idílica, crescendo em um pacífico reino em uma floresta, até que o dia em que um exército invasor de humanos ameaça a harmonia da região. Malévola surge como a mais feroz protetora da região, mas acaba sendo vítima de uma impiedosa traição — um acontecimento que começa a transformar seu coração outrora repleto de pureza em pedra. Determinada a se vingar, Malévola enfrenta uma batalha épica contra o rei dos humanos e, como consequência, amaldiçoa sua filha recém-nascida, Aurora. Conforme a menina cresce, Malévola percebe que Aurora é a peça essencial para estabelecer a paz no reino — e para a verdadeira felicidade de Malévola também."

Vocês conhecem a real história de Malévola? A Mi fez um post e você pode conferir aqui.

Agora que já sabemos de onde surgiu a Fábula, vamos falar sobre essa adaptação.



A Disney apresenta Malévola (Maleficent), estrelado pela atriz ganhadora do prêmio da Academia® Angelina Jolie no papel-título. O ano de 2014 marca o 55o aniversário da personagem que lançou um feitiço na jovem “Bela Adormecida” no longa de animação da Disney lançado em 1959. Desde sua apresentação, Malévola tem sido a vilã mais popular da Disney de todos os tempos. Agora, ela retorna na versão live-action da história clássica — e há muitas coisas sobre ela que nós nunca soubemos.

Malévola (Malificent) explora a história não contada de uma das mais famosas vilãs do clássico A Bela Adormecida e os elementos de sua traição que acabaram transformando seu coração puro em pedra. Motivada por vingança e um impetuoso desejo de proteger a região que domina, Malévola cruelmente lança uma maldição irrevogável em Aurora, a filha recém-nascida do rei. Conforme a criança cresce, Aurora se vê no meio de um complicado conflito entre o reino da floresta no qual cresceu e ama e o reino humano que guarda o seu legado. Malévola percebe que Aurora pode ser a chave para a paz da região e é forçada a tomar medidas extremas que mudarão os dois mundos para sempre.

O filme sob a visão do diretor


O produtor Joe Roth fez uma escolha ousada ao colocar o diretor estreante Robert Stromberg no comando de um filme tão grande.  “Quando a Disney me falou sobre este projeto, eu já tinha feito vários tipos de filmes com grandes visuais e aprendido que as pessoas tomam a decisão de ir ao cinema muito antes de saber sobre o que é o filme”, continua Roth. “As pessoas pegam a ideia de alguma apresentação visual que viram antes de qualquer outra coisa. Então, eu pensei, Angelina é uma atriz experiente, Robert será um grande diretor e se ele conseguir conferir um estilo visual distinto como fez em Avatar, Alice no País das Maravilhas e em Oz: Mágico e Poderoso, eu acho que será um bom casamento”.



Stromberg não se intimidou com os desafios de uma atriz famosa e o grande orçamento em sua estreia na direção. “Eu achei intrigante abordar algo que era maior que tudo que eu já tinha feito. E isto veio na hora certa, bem quando eu procurava o próximo desafio na minha carreira”.

Stromberg chegou à produção com uma clara ideia de como o filme deveria ser apresentado visualmente. “O que eu queria neste filme era não só ter um elemento de fantasia e uma qualidade surreal, mas que Malévola fosse um pouco mais fundamentado na realidade”.

A mágica produção


A produção de Malévola (Maleficent) teve início em 11 de junho de 2012, no famoso estúdio Pinewood da Inglaterra, onde a maior parte da filmagem foi feita. Foram necessários cinco meses de filmagem em seis estúdios de som e milhares de quilômetros de terreno e área verde para completar a fotografia principal.  A produção tinha um número extraordinário de cenários físicos. “Este é possivelmente o cenário mais impressionante que eu já vi”, diz o cinegrafista, Dean Semler. O castelo foi, na verdade, uma realização física, tanto no interior quanto no exterior, do castelo do filme de animação de 1959.

Fazer um filme em que muitos dos panos de fundo e dos personagens existem apenas na imaginação é um desafio em muitos níveis. “Interpretar com tela azul ao fundo é um desafio especial, mas nós temos um elenco muito talentoso e ele faz você esquecer que há um mundo de fábula ao redor deles”, diz Stromberg. “Tivemos desempenhos fantásticos dos atores que têm que imaginar o mundo em que estão — até mesmo o tamanho dos corpos que eles habitam”.



O desafio de criar figurinos para uma realidade híbrida, misturando os limites do mundo das fábulas e o mundo humano medieval, ficou a cargo da indicada duas vezes ao Oscar®, Anna Sheppard. “Minha primeira impressão foi a de que eu teria que basear meus figurinos em um período específico”, explica Sheppard. “Mas logo ficou claro para mim que eu devia esquecer isso e deixar minha fantasia fluir com as visões de Rob, porque ele é incrivelmente visual e é capaz de descrever as coisas muito bem. Então, eu sabia que eu teria de ultrapassar o limite e entrar totalmente na terra da fantasia”.

Os desafios de Sheppard foram sem precedentes em sua notável carreira. Além de alternar seus desenhos entre o mundo das fadas e o dos humanos, havia um número de categorias dentro desses mundos que tinha que ser criado. No geral, ela e sua equipe criaram mais de 2.000 trajes à mão.


Entre Angelina e o diretor...

“Eu adorava a Malévola quando era menina”, diz Jolie. “Ela era minha personagem Disney favorita. Eu tinha medo dela, mas a adorava.”

Angelina Jolie interpretando o papel-título de Malévola (Maleficent) foi uma decisão tomada bem longe das salas comuns de teste. “Basta olhar uma foto dela e a imagem da Malévola para ver que é uma combinação dos céus.”



 Malévola é uma personagem complexa com muitas camadas; ela é motivada por vingança, mas protege ferozmente a terra que ela ama e todos que vivem lá. Falando da personagem e o que ela gostaria que as pessoas levassem para casa depois de assistir ao filme, Jolie diz, “Eu espero que especialmente as meninas vejam a importância de ter senso de justiça e pelo que vale a pena lutar. Elas verão que podem ser guerreiras e ao mesmo tempo doces, femininas e sentir profundamente, com todas as complexidades que as mulheres têm”.

Espero que tenham curtido esses três mil litros de palavras, haha. Malificente vai ser maravilhoso, não? Deixo vocês com o trailer ;)




Amanhã estarei no cinema para ver esse espetáculo. Alguém já foi? Alguém ainda vai? Me contem o que acharam <3

Todas as fotos e informações desse post foram cedidas pelo Espaço-Z através da Mirelle.

BEIJOS E ATÉ A PRÓXIMA!
***
Essa postagem está concorrendo ao TOP COMENTARISTA.
Clique AQUI e saiba como participar.

18 comentários:

  1. Estou louca pra assistir
    Beijos
    http://segredosdacahlima.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Barbara :)

    Irei assistir Malévola Domingo e já estou deixando as ideias prontas para postar daqui uns dias, espero gostar do filme. Beijos!

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oiee.
    Eis um filme que estou contando os dias para poder ver. Vi uma e outra cena e a Jolie está arrasando, quero muito conferir.
    Bjokas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ela está arrasando mesmo, já asissti e super indico ;)

      Excluir
  4. Ai que post divo. Morro de vontade de ver qual foi a história que criaram para essa vilã tão amada.. kkk Beijos, Mi

    www.recantodami.com

    ResponderExcluir
  5. Ta tudo lindo e perfeito nesse filme,figurino,maquiagem, efeitos.
    Quero muito ir assistir o filme :D

    ResponderExcluir
  6. Oi amei o post, pretendo assistir ao filme assim que possível, adoro contos de fadas e ter a historia pelo ponto de vista da vilã será super bacana, amei o figurino da Angelina, tenho certeza de que ela arrasou.
    Beijo!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E como arrasou, o filme está muito amor <3

      Excluir
  7. Com certeza sou dessas que toma a decisão de ir ao cinema sem antes fazer uma pesquisa mais profunda do que estou indo assistir. Normalmente me baseio nos trailers mesmo, mas com Malévola tbm me deixei levar pelo fato de eu amar conto de fadas, e por Angelina Jolie, que é uma diva que só faz filmes maravilhosos. Minha decepção ocorreu por não estar preparada para encarar Malévola como um filme totalmente infantil, acho que me deixei influenciar pela adaptação de 'Alice no País das Maravilhas' e 'Oz' que além de figurino e efeitos especiais teve bastante ação. Já em Malévola achei tudo bem mais lento, chegou a dar sono! A grande cena foi mesmo a final, a galera no cinema vibrou, e eu tbm!! Adoro cenas como aquela *--* e amo final feliz, só esperava algo diferente mesmo. Quero ler sua opinião no outro post heim!!

    xoxo
    http://amigadaleitora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não achei tão infantil. Achei a cena do beijo espetacular, foi uma tirada maravilhosa ao mostrar que não é apenas o amor entre um casal que salva vidas, mas o amor fraterno também. Já esperava algo menos maligno e mais infantil, e adorei isso. Já já vou escrever a crítica ;)

      Excluir
  8. Estou ansiosa para assistir, pelo que estão comentando, deve ser bom o filme.
    Estou seguindo aqui!
    Dê uma passadinha no meu blog, ficarei feliz de ter vocês por lá.
    Beijoos
    (:
    http://nailsfantastic.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Eu quero muito assistir, por que deve ter uma ótima produção, e os personagens vão ser interpretados por atores muito bons, o filme vai ser a história que td mundo conhece mas a "verdadeira"...

    http://diariodosonhosde2girls.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente. A verdade é o que mais comove nessa adaptação.

      Excluir