18 de maio de 2014

Tá Na Estante :: 'O Sortilégio' #225

POSTADO POR EM 18 de maio de 2014

Oi, gente. Tudo bem?


Hoje trouxe pra vocês a resenha de um dos meus livros favoritos. Recentemente saiu o terceiro livro da série, pelo qual estou super ansioso. Vamos conferir?

Livro: O Sortilégio
Série: Hex Hall
Autora: Rachel Hawkins
Editora: Galera Record
Páginas: 304
Sinopse: Há 3 anos, Sophie descobriu que não é uma menina como as outras. Ela é uma bruxa e, até agora, isso só lhe trouxe alguns... arranhões! Sua mãe fez tudo o que pôde para ajudar: leu o que conseguiu encontrar sobre bruxas, fadas e magia; procurando consultar o pai ausente de Sophie — um poderoso feiticeiro europeu — só quando necessário. Até que a menina atrai atenção além da conta depois de um feitiço de amor poderoso demais... E é seu pai que define a sentença: Sophie deve ir para Hex Hall, um reformatório afastado de tudo e de todos que está sempre de portas abertas para receber qualquer “prodígio” que saia da linha — ou seja, além de bruxas como Sophie, fadas, metamorfos etc. E a tendência de Sophie para encrencas não decepciona. Já no fim do primeiro dia, ela acumula problemas: três poderosas inimigas que mais parecem supermodelos, uma fantasma que cisma em persegui-la, uma paixonite idiota pelo feiticeiro mais charmoso da escola — e ele tem namorada, mas como Sophie poderia saber? Para piorar, sua companheira de quarto é a pessoa mais odiada do campus, e a única vampira entre os alunos... Sim, os sanguessugas não têm boa fama, e uma série de ataques a estudantes acaba fazendo da única amiga de Sophie a suspeita número um na mira do Conselho e da direção da escola. Isso não é tudo, e Sophie precisa se preparar. Uma antiga sociedade secreta determinada a destruir todos os prodígios, inclusive e principalmente ela, parece estar mais próxima do que nunca de Hex Hall. Sophie terá de descobrir, do que sua magia é capaz e, sobretudo, suas origens e quem ela é de verdade. 

Sophie Mercer é uma bruxa. Uma jovem bruxa de humor acentuado e com sarcasmo nas veias. Sem a presença de seu pai bruxo, ela foi criada pela mãe. Por isso, ela não tem muita noção sobre seus poderes.

Para tentar ajudar uma garota no baile da escola, Sophie executa um feitiço do amor. O feitiço funciona... Só que demais. Então, a bruxinha é condenada a ir até Hecate Hall (vulgarmente conhecida como Hex Hall), uma instituição para os "Prodígios": fadas, metamorfos e bruxas. Até existe uma cota, para uma única aluna vampira frequentar a escola. 

Lá, Sophie aprende sobre História da Magia e defesa, mas também se mete em muita confusão. Pra começo de conversa, ela faz amizade com a vampira Jenna, a excluída nº 1 da escola. Em contrapartida, ela também faz inimizade com as bruxas mais poderosas da escola, lideradas por Elodie, e cria inúmeros problemas. Sem contar o fato de que ela se envolve com Archer, que é namorado de Elodie.

Quando não está criando confusão, ela descobre sobre a influência do passado de seus pais em sua vida e como isso afeta seu futuro.

O livro é incrível! Sophie é uma grande protagonista. Sua forte personalidade é passada em cada palavra do livro e sua narrativa não o deixa monótono. O mistério que é acrescentado aos poucos pela autora na história é o que mais marca na trama. O rumo tomado foi surpreendente. 

Eu ri, torci muito para Sophie ficar com Archer e também para dar uma surra em Elodie, me espantei com a imprevisibilidade com a qual Rachel Hawkins revelou os segredos. Confesso que eu suspeitava do verdadeiro vilão, mas fiquei surpreso ao ver minha suspeita confirmada. 

A escrita da autora é ótima. A leitura flui de tal forma que você nem percebe o avançar das páginas. E ela vai soltando dicas aos poucos, para entendermos o que está acontecendo realmente, que nem sempre é a conclusão a qual Sophie chegava.

Também vale ressaltar o final. Gente do céu. Que final foi esse?! O modo como Rachel fechou algumas pontas e abriu outras para a continuação, deixou Hex Hall nos meus favoritos. Eu devorei o livro em uma tarde e cada momento foi aproveitado.

***
Essa postagem está concorrendo ao TOP COMENTARISTA.
Clique AQUI e saiba como participar.

5 comentários:

  1. Meu Deus, mais uma série?
    Apesar de ainda não ter lido nenhum livro com a temática bruxas, não será por essa série que vou começar. Não li resenhas dos livros anteriores, mas pela desse livro vejo que não vou curti muito não.
    Então, deixarei passar
    ;*

    ResponderExcluir
  2. Genteee, eu não tinha ideia de que esse livro era sobre bruxas. Tem razão Leo, eu preciso lê-lo. Beijos, Mi

    www.recantodami.com

    ResponderExcluir
  3. Que pena que é série gosto de ler completas
    Como é sobre bruxas ,vou ler com certeza eu adorooo

    ResponderExcluir
  4. definitivamente pela resenha a personagem principal é o tipo de bruxa q eu gosto de ler.
    adoro livros assim e esse com certeza vai entrar pra minha lista de leitura.

    ResponderExcluir
  5. Oi Leo, adorei a resenha, pretendo ler a trilogia assim que possível, gosto muito do gênero e as capas dos livros me chamam muita atenção, amei saber a sua opinião.
    Beijos!!!

    ResponderExcluir