Heey gente, tudo bem??

Lembram da resenha de O Duque e Eu? Nela eu já comentei que viciei em Julia Quinn, correto? Na última quarta chegaram aqui os dois livros seguintes da séries dos Bridgertons, e me desculpem os livros da fila, mas joguei ambos na frente. Em um dia concluí a leitura de O Visconde que me amava e já estou me jogando em Um Perfeito cavalheiro, mas vamos ver o que o Anthony guardou para nós no segundo livro dessa maravilhosa série.

Livro: O Visconde que me amava
Autora: Julia Quinn
Editora: Arqueiro
Páginas: 304
Sinopse: A temporada de bailes e festas de 1814 acaba de começar em Londres. Como de costume, as mães ambiciosas já estão ávidas por encontrar um marido adequado para suas filhas. Ao que tudo indica, o solteiro mais cobiçado do ano será Anthony Bridgerton, um visconde charmoso, elegante e muito rico que, contrariando as probabilidades, resolve dar um basta na rotina de libertino e arranjar uma noiva.
Logo ele decide que Edwina Sheffield, a debutante mais linda da estação, é a candidata ideal. Mas, para levá-la ao altar, primeiro terá que convencer Kate, a irmã mais velha da jovem, de que merece se casar com ela.
Não será uma tarefa fácil, porque Kate não acredita que ex-libertinos possam se transformar em bons maridos e não deixará Edwina cair nas garras dele.
Enquanto faz de tudo para afastá-lo da irmã, Kate descobre que o visconde devasso é também um homem honesto e gentil. Ao mesmo tempo, Anthony começa a sonhar com ela, apesar de achá-la a criatura mais intrometida e irritante que já pisou nos salões de Londres. Aos poucos, os dois percebem que essa centelha de desejo pode ser mais do que uma simples atração.
Considerada a Jane Austen contemporânea, Julia Quinn mantém, neste segundo livro da série Os Bridgertons, o senso de humor e a capacidade de despertar emoções que lhe permitem construir personagens carismáticos e histórias inesquecíveis.



Anthony Bridgerton, o maior libertino solteiro de toda Londres, decide que está na hora de se casar. Por ser o filho mais velho dos Bridgertons, herdou o título de Visconde, o que deixa as moças da temporada de bailes ainda mais empolvorosas para se casarem com ele, mas o moço não quer qualquer moça. A escolhida deve ser inteligente, carismática, atraente, bonita e, o mais importante, não poderá despertar nunca um sentimento além de companherismo nele.

Antes mesmo de chegar ao primeiro baile ele já escolhe sua vítima, Edwina Sheffield, a moça dos olhos de ouro da temporada. Ela segue a todos os pré-requisitos do Visconde, mas não está tão ao seu acesso. Edwina afirmou que só aceitará um casamento se o noivo for aprovado por sua irmã mais velha, Katherine Sheffield. Mas se tem uma coisa que Kate não gosta é de libertinos, quem dirá do maior deles.

Julia Quinn nos brinda com mais um romance de época altamente envolvente e engraçado. Eu estava apaixonada pela agressividade de Daphne no livro anterior, mas Kate, você é minha ídola. A sagacidade da garota e sua aspereza em muitos momentos do livro tornam-a única. Anthony consegue ser o homem mais perfeito e mais bocó de todos os tempos, mas é totalmente apaixonante.

Mais uma vez o contexto familiar está completamente inserido na história. Dessa vez o enfoque maior está na família de Kate e na sua ligação com a irmã e a madrasta. É lindo ver a forma como ela cuida dos interesses de Edwina e põe a sua própria felicidade em risco para ver a jovem feliz. Os Bridgertons, é claro, não passam desapercebidos. Mas Anthony, apesar de ser o chefe da família, não tem tanto convívio com seus familiares por não morar com eles, então eles ficam pra segundo plano. Devo confessar que até gostei disso pois o casal principal ganhou ainda mais destaque, e eu adorei esses dois.

A essa altura do campeonato eu não preciso nem comentar que, mesmo não admitindo nem pra si própria, Kate derrete-se pelo libertino, correto? O engraçado é que todos à volta deles estão ligados no que está acontecendo, exceto eles mesmo. O amor é realmente cego – e não estou falando no sentido de beleza dos cônjugues.

O único ponto negativo nos livros da Julia são as descrições. As vezes eu me perco em tudo o que ela está falando. O estilo das mansões, dos vestidos das moças, dos trajes dos homens; mas acredito que isso se dá ao fato de que não assisto muitos filmes de época – devo mudar isso.

Depois de tudo isso, só posso afirmar que fiquei louca de curiosidade quanto a Um Perfeito Cavalheiro e já estou-o lendo. Não sei o que será da minha vida enquanto tiver que esperar os próximos lançamentos e, realmente, espero que a Arqueiro já emende outras séries da autora. Aproveitem e deixem nos comentários se vocês gostam desse tipo de leitura e o que acham da Julia Quinn.

Beijos e até a próxima!
*Esse livro foi uma cortesia da editora.
***
Essa postagem está concorrendo ao TOP COMENTARISTA.
Clique AQUI e saiba como participar.

icon-newsletter

Não perca nenhuma novidade!

Veja os posts relacionados


Deixe seu comentário

13 Comentários

  • lara rubia
    29 maio, 2014

    alguém quer me presentear com esse livro n!? rsrs
    n acho pra comprar!

  • camila rosa
    16 maio, 2014

    Oi, eu ainda não li nenhum livro da autora, mas pretendo começar a ler O duque e eu em breve, já tenho o livro, espero gostar da historia, terminei de ler ontem As regras da sedução, meu primeiro romance de época e gostei muito, a historia soube me prender, tomara que os livros da Julia Quinn sejam assim também, O visconde que me amava, parece ser ótimo, adorei a resenha, e creio que eu não irei me perder muito na escrita da autora, por causa das roupas e etc.
    Beijos!!!!

  • Alice Aguiar
    14 maio, 2014

    no momento estou fugindo de livro de época, não que não seja a minha praia. só estou sem saco pra eles sabe bah.
    quem sabe um dia eu leia esse.

  • Mirelle Candeloro
    13 maio, 2014

    Gentee, esse livro é muito perfeito. Tão bom quanto o primeiro. Sabe que nunca me incomodei com as descrições da Julia. Para mim descrições são tão desnecessárias que nem lembro desses detalhes, sei lá, passo meio batido.. kkk quero a essência da história, não os pormenores.. kkk Beijos, Mi

    http://www.recantodami.com

  • Ieda Cavalcante
    11 maio, 2014

    Eu li O Duque e Eu, e amei. Confesso que também viciei nos livros da Julia Quinn, apesar de ainda não ter lido os outros, por falta de tempo mesmo.
    O Anthony me encantou desde o primeiro livro sendo tão protetor com a Daphne.
    Espero gostar do livro dele tanto ou mais do que o anterior, gostei de saber que a 'mocinha' tem personalidade, isso já ganha muitos pontos comigo.
    Bjokas!

  • Ana Eveni
    10 maio, 2014

    Adorei o blog, amei as dicas :3

    Beijos <3
    Te espero no tortamaca.blogspot.com.br

  • Neyla Suzart
    10 maio, 2014

    Oi Barb *-*
    Eu sou extremamente apaixonada por essa série e, antes de ler Um Perfeito Cavalheiro, esse era o meu livro preferido da Julia. *-* Adorei a Kate, ela e Anthony formam um casal super divertido. Bendita seja a abelha! kkkkkkkk
    Fico feliz em saber que curtiu a leitura dos três (hahaha, to ansiosa para ler sua resenha de Um Perfeito Cavalheiro). E vamos aguardar Colin o/
    Beijão
    Coisas de Meninas

    • Barbara
      Barbara
      11 maio, 2014

      Queremos Colin urgentemente! Haha. Eu adorei O Visconde que me amava pela descontração dos personagens e adorei o drama de Um Perfeito Cavalheiro. Mas acho que a Júlia sempre se supera. O próximo sempre vira o favorito, haha.
      Beijos

  • Santos
    10 maio, 2014

    Julia Quinn está chegando com tudo no Brasil. Histórias medievais são meu foco e dizer que está se comparando a Jane Austen dos tempos atuais me instiga mais ainda a le-la.

    Gostei bastante de conhecer o livro e sua resenha também! mais um livro pra a minha listinha
    bjos
    http://leituradeouro.blogspot.com.br/

    • Barbara
      Barbara
      11 maio, 2014

      Obrigada. Realmente ela está arrasando. Espero que curta a leitura <3

  • Silvana Sartori
    09 maio, 2014

    Eu tenho os dois primeiros livros que foram cortesia da Arqueiro, mas ainda não tive a chance de ler. Espero poder ler logo, até porque todos tem falado muito bem das obras da Julia Quin. Adorei a sua postagem, porque as fotos ficaram lindas e tudo sua postagem ficou ótima. Nunca pensei que vc iria gostar tanto das histórias. Preciso conseguir o terceiro livro pra mim agora =DDD

    lovereadmybooks.blogspot.com.br

    • Barbara
      Barbara
      10 maio, 2014

      Nem eu esperaca gostar tanto Silvana, mas é uma história encantadora. Tenho certeza que você também irá curtir 🙂