16 de maio de 2014

Tá Na Estante :: 'Um Perfeito Cavalheiro' #224

POSTADO POR EM 16 de maio de 2014

Heey gente, tudo bem??


Enfim criei coragem para escrever a resenha desse livro. Estava adiando na intenção de não tirar a Julia Quinn de mim, mas já admiti que terei que esperar os lançamentos dos próximos como todos os outros mortais #quedó! Espero que não demorem muito ou surtarei, haha.

Livro: Um perfeito cavalheiro
Autora: Julia Quinn
Editora: Arqueiro
Páginas: 304
Sinopse: Sophie sempre quis ir a um evento da sociedade londrina. Mas esse é um sonho impossível. Apesar de ser filha de um conde, é fruto de uma relação ilegítima e foi relegada ao papel de criada pela madrasta assim que o pai morreu. Uma noite, ela consegue entrar às escondidas no baile de máscaras de Lady Bridgerton. Lá, conhce o charmoso Benedict, filho da anfitriã, e se sente parte da realeza. No mesmo instante, uma faísca se acende entre eles. Infelizmente, o encantamento tem hora para acabar. À meia-noite, Sophie tem que sair correndo da festa e não revela sua identidade a Benedict. No dia seguinte, enquanto ele procura sua dama misteriosa por toda a cidade, Sophie é expulsa de casa pela madrasta e precisa deixar Londres. O destino faz com que os dois só se reencontrem três anos depois, Benedict a salva das garras de um bêbado violento, mas, para decepção de Sophie, não a reconhece nos trajes de criada. No entanto, logo se apaixona por ela de novo. Como é inaceitável que um homem de sua posição se case com uma serviçal, ele lhe propõe que seja sua amante, o que para Sophie é inconcebível. Agora os dois precisarão lutar contra o que sentem um pelo outro ou reconsiderar as próprias crenças para terem a chance de viver um amor de conto de fadas. Nesta deliciosa releitura de Cinderela, Julia Quinn comprova mais uma vez seu talento como escritora romântica. 


Em uma releitura de Cinderela, Julia Quinn nos apresenta uma história absolutamente diferente das duas anteriores, mas completamente magnífica. Além do romance e do humor, nessa obra a autora apostou no drama, e foi bem sucedida. Ao meu ver, foi o livro mais romântico até agora e tornou-se o meu favorito na série.



Sophie é filha bastarda de um Conde e por isso não tem o mesmo valor para a sociedade que as outras meninas. Quando seu pai se casa e traz sua nova esposa e duas enteadas para casa, Sophie descobre que sua vida, que já era ruim, poderia ficar pior. Desprezada e humilhada pela madrasta Aramita, Sophie passa a conviver como os empregados da casa, principalmente após a morte de seu pai, e a ser tratada como tal.



Mas ela queria experimentar, ao menos uma vez, o prazer de ir a um dos bailes de gala da temporada, tendo em vista que ela estava na idade de debutar. Escondida de sua madrasta, Sophie comparece ao baile de Lady Bridgerton, lá conhece Benedict e encanta-se pelo jovem. Mas seu encanto termina a meia-noite, ela tem que voltar para casa antes que a madrasta e suas duas filhas, Rosamund e Posy, descubram da sua escapatória.

Infelizmente Sophie não tem sucesso. No dia seguinte sua madrasta descobre e a expulsa de casa. Quase sem dinheiro e sem a mínima possibilidade de se manter, ela passa a trabalhar como criada e em um desses trabalhos, 3 anos depois, reencontra Benedict, seu anjo salvador.



O drama é peça chave nesse romance, especialmente quando se retrata a história de Sophie. O fato de Benedict não a reconhecer também nos deixa aflitos, mas não tanto quanto ele não poder se relacionar civilizadamente com ela, já que ao olhos da sociedade ela é uma serviçal.

Apesar de todos os problemas, Sophie é topetuda e irônica, em conjunto com a possessividade e a paixão não assumida de Benedict, temos um quadro humoristico intenso. Sério, é de chorar de rir as cenas em que os dois estão tentando fugir um do outro - mais Sophie fugindo de Benedict do que ao contrário, ele é um sedutor nato.



Como sempre, a narrativa é fluida e intensa. Nessa série dos Bridgertons, Julia se supera a cada livro e posso afirmar que esse e o meu favorito, até que venha o do Colin. Indico para todos os públicos, mas principalmente para quem curte Romances de Época. Julia sabe escrever sobre isso.

Beijos e até a próxima!
***
Essa postagem está concorrendo ao TOP COMENTARISTA.
Clique AQUI e saiba como participar.

11 comentários:

  1. Oi Bárbara :)

    Nunca li nenhum romance de época, mas tenho muita curiosidade e creio que se eu for começar a ler, irei iniciar por essa série. Beijos!

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Se começar por essa série você vai se viciar no gênero, hehe.
      Beijos

      Excluir
  2. Romances de época são fantásticos, eu simplesmente sou super fã. Ainda não li essa série toda, apenas "O Duque e Eu", mas pelo que já li a respeito dos outros livros que foram lançados aqui no Brasil, deve ser maravilhosa, com certeza quero ler toda a série.
    Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você vai adorar a série toda, pelo menos os três já lançados são maravilhosos :)

      Excluir
  3. Necessito deste livro urgente amiga!! Amei sua resenha ;)

    xoxo
    http://amigadaleitora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É perfeito. Aposto que você vai amar ;)

      Excluir
  4. Gente, será que a Julia continuará se superando. Li O Duque e eu, meu favorito.. daí li O Visconde que me amava, amei, e se tornou meu favorito. Agora será que Um Perfeito Cavalheiro irá roubar o seu lugar? hehe Beijos, Mi

    www.recantodami.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Haha, já estou pensando isso sobre o próximo <33

      Excluir
  5. Esperar os outros lançamentos, esse é meu desespero kkkkkkkkkkkkkk
    Livros de época não custumo a ler muitos.
    To na fase de CEOS gostosos kkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Mais prometo ler sim ;)

    ResponderExcluir
  6. atualmente estou fugindo de romance de época. mas gostei :) acho q leria esse de boa.

    ResponderExcluir
  7. Oi Bah, tudo bem?
    Eu ainda não li esse livro, mas pretendo ler em breve, eu tenho ele, só que não peguei para ler, li somente um romance de época e curti muito, pela sua resenha dá para perceber que O duque e eu é um bom livro.
    Beijos!!!

    ResponderExcluir