16 de maio de 2014

TAG - Doenças Literárias

POSTADO POR EM 16 de maio de 2014
Hey, mates!
Tudo bem?



Sempre adorei TAG's, mas como sou uma negação fazendo vídeos, por mais que gostaria muito de ter o dom para ser youtuber, eu sempre nutri esse desejo, mas nunca o coloquei em prática,até hoje. Estava fazendo um passeio em alguns blog's literários, quando o 'Romances & Leituras' surgiu diante dos meus olhos com essa TAG adorável que me conquistou de cara. 
Não resisti e resolvi fazer. De acordo com a Larissa Gaigher, blogueira do "Romances & Leituras", ela também viciada em TAG's, encontrou esse em particular no 'O Cantinho literário' e resolveu fazer.
Eu, no estilo corrente, farei aqui também e se você gostar, faça e deixe os devidos créditos, ok mates?
Postei, primeiramente, no meu blog, mas falei com a Baah para postar aqui também, principalmente porque a TAG tem tudo haver com o nosso 'Segredos entre Amigas.'
Prontos? :)

A TAG consiste em citarmos um livro, de acordo com o que se pede, para cada doença, que são 9 ao todo. Então, vamos lá!

1. Diabetes: Um livro muito doce.
Qualquer romance garota encontra garota, perde o amado, conquista o de volta, aí ele a perde, e conseguem finalmente ficar juntos até um deles morrer, é claro - e basicamente, o enredo é apenas esse: o casal. Normalmente, essas histórias se encontram nos romances do Nicholas Sparks, logo eu nunca tive muita paciência com ele depois da minha experiência com ''A Última Música" tive 98% de certeza que ele não é o tipo de autor para mim - ou qualquer outro autor que só se preocupe em contar a história de um casal, quando há tanto a se mostrar. 


2. Catapora: Um livro que você leu uma vez para nunca mais na vida.
''Quando em Roma'', da  Gemma Townley. Que livrinho! Odeio dizer que um livro é ruim, sabe? Mas esse,  em especial, é muito difícil tentar destacar um ponto positivo de um livro sem graça, com uma protagonista que tem mais falhas e defeitos, do que acertos e qualidades, não há motivação na história que te prenda a torcer pela protagonista, na realidade, é tudo tão besta, que podia ser resolvido com uma simples decisão no terceiro capítulo. É um livro vazio. Li em dois dias e senti que perdi meu tempo, podia ter investido em algo mais interessante. Uma enrolação completamente desnecessária. Não recomendaria de modo algum. Outro com o efeito 'Catapora' é toda a saga 'Twilight' da Stephenie Meyer. Não tenho paciência para reler a história da insossa Bella Swan e seu amado secular Edward Cullen. É uma saga para se ler uma vez só - pelo menos para mim. Não há nada de mais profundo a ser extraído em novas leituras. A história deles durante toda a saga não mexeu comigo em nenhum aspecto, segue um caminho esperado e clichê, apenas o enredo envolvendo os Quileutes, que tem meu profundo interesse, então fico na torcida de um dia termos uma história focando o universo deles.

3. Influenza: Um livro contagioso. 
Qualquer livro modinha, dã. Mas vou citar 'A Culpa é das Estrelas' de John Green a.k.a João Verde, que só li porque todas as minhas queridas amigas sempre me indicavam, diziam que era genial, brilhante, melhor romance dos últimos tempos, que eu tinha que ler e blá blá blá ... e eu li, e não é esse doritos todo. Mas, confesso que fui contagiada por essa Influenza, mas não me deixe ser dominada. 
Ouso citar também 'Cinquenta Tons de Cinza' da E.L James, que não só é um livro Influenza, mas um gênero contagioso, pois graças a ele, brotou em efeito Gremlin e uns 302,025 títulos de romances eróticos ganharam todo o mundo. Ainda não li esse livro, mas quem sabe um dia?

4. Ciclo Menstrual: Um livro que você lê todo mês e/ou ano.
''Orgulho & Preconceito" da Jane Austen. Preciso explicar? #JaneAustenObsessed.

5. Insônia: Um livro que você virou a noite lendo.
Eu viro a noite lendo muitos livros, não atualmente, pois sou idosa e as noites para mim são para desmaiar de sono - ou estudar/escrever - mas um que definitivamente marcou minhas madrugadas foi a série "Harry Potter" da J.K Rowling. Todos os livros da série eu acabava por virar a noite para concluir o quanto antes e saber o que iria acontecer, e só sossegava quando acabava - e morria pelo próximo livro. 

6. Amnésia: Um livro que você leu e não se lembra.
'As Crônicas de Nárnia' de C.S Lewis. Lembro de alguns temas, diálogos e personagens, mas não recordo a série como um todo, como, por exemplo, lembro de "Harry Potter"Nárnia é definitivamente uma série que vale a pena reler sempre que possível, mesmo sendo uma série grande, é uma incrível história, então essa Amnésia é uma ótima desculpa para reler essa série - definitivamente. 

7. Asma: Um livro que te tirou o fôlego.
"Perdida" da Carina Rissi, foi um dos livros atuais que li e perdi completamente o fôlego com cada capítulo , personagem e o desenrolar romântico envolvente da história. Volto a mencionar 'Orgulho & Preconceito' da Jane Austen, que na minha primeira leitura com 11 anos, fiquei completamente apaixonada por esse livro de me ver sem ar a cada novo capítulo.

8. Má nutrição: Um livro que você esqueceu de comer pra ler.
'Anna e o beijo francês' da Stephanie Perkins e qualquer livro da Meg Cabot tem esse efeito de conseguir me fazer esquecer até mesmo de comer - pasmem! E é claro, algum livro extraordinário que me enfeitiçou completamente. 

9. Doença de viagem: Um livro que te lembre/você relacione com uma  viagem.
'Todo Garoto Tem' da Meg Cabot. A protagonista e seus amigos fazem uma viagem, e é óbvio que muitas coisas acontecem durante o decorrer da história e essa viagem foi o grande impulso para isso, além do mais, eles vão para o interior da Itália, logo fica meio difícil para mim não ficar obcecada por esse romance que tem um dos melhores casais secundários, para mim, do universo de Cabot.
E na boa, 'Apenas Respire' (Um Conto Quase de Fadas #1) meu livro (dã!) Pode parecer merchan, mas não é. Juro! Toda vez que penso em uma viagem, me vem Inglaterra em minha mente, um dos meus maiores sonhos conhecer esse incrível país e, coincidentemente, o de Kate Farrell, a protagonista dessa série, também que sempre desejou conhecer Londres e tem esse desejo concedido na trama de 'Um Conto quase de Fadas'.


Espero que tenham gostado das minhas respostas.
Adorei fazer essa TAG (:

Se conhecerem outras Tag's, semelhantes a essa - ou não - por favor, compartilhem, farei com o maior prazer!
Gostou da TAG? Participe, compartilhe e deixe os devidos créditos - como eu fiz lá em cima.
E é claro, deixe a sua opinião aqui embaixo sobre o que você achou das minhas respostas e me diga: Quais são as suas doenças literárias?

Um beijão, mates! x Barbara Herdy

6 comentários:

  1. Oi, eu adorei a tag e suas resposta super bacanas, também adoro os livros da Meg, que bom que você gostou de Anna e o beijo francês, eu também curti o livro, eu gostei de A culpa é das estrelas e sou louca para ler Orgulho e preconceito, Harry Potter nem tenho o que falar adoro, e como você não gosto de Crepúsculo não penso em reler os livros jamais hihihi.
    Beijos!!!!

    ResponderExcluir
  2. O único livro do Nicholas Sparks que li, "Diário de uma Paixão", não é tão meloso assim, mas realmente já ouvi falarem que tem alguns bemmm doces, mas mesmo assim vou tentar ler.
    Um que eu não leria nunca mais é "Maktub", do Paulo Coelho. Nossa eu odiei.
    Cinquenta tons de Cinza foi o meu insônia.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  3. Também não me lembro muito de As Crônicas de Nárnia :/
    Harry Potter sempre sendo Harry Potter, acho que quando você começa a ler o livro não tem outra opção se não passar a noite inteira lendo, haha =)
    Sorriso Espontâneo

    ResponderExcluir
  4. Ai que TAG fofaaaa.. amei! Também vou responder, com certeza. Assim como você, desde que li A Última Música, percebi que Nicholas Sparks não é para mim :/ kkk Beijos, Mi

    www.recantodami.com

    ResponderExcluir
  5. O título de livro influenza super concordo kkkkkkkkkkkkkk
    Eu amo 50 tons, lê sim .
    Ana e o beijo francês amei tbm

    ResponderExcluir
  6. realmente a culpa é das estrelas é um livro contagioso.

    ResponderExcluir