27 de junho de 2014

Tá Na Estante :: 'Confesso que Menti' #249

POSTADO POR EM 27 de junho de 2014

Oi, gente. Tudo bem?


Estou de volta com mais uma resenha. Hoje vim contar pra vocês o que achei de um dos lançamentos de junho da Galera Record. Vamos conferir?!

Livro: Confesso que Menti
Título Original: Liar
Autora: Justine Larbalestier
Editora: Galera Record
Páginas: 320
Sinopse: Micah Wilkins é uma mentirosa compulsiva. Para ela, mentir é tão natural quanto respirar. Por isso é preciso prestar muita atenção a seu relato e desconfiar de tudo o que ela disser. Por que ela mente? É um segredo que envolve o outro. Tudo começou quando ela nasceu com a doença da família. E desde então Micah criou um labirinto de mentiras para manter todos afastados da única e terrível verdade. Mas quando seu namorado Zach é encontrado morto em circunstâncias violentas e misteriosas, o comportamento nada confiável da menina a transforma na principal suspeita do crime. Agora, para desvendar essa trama e provar sua inocência, Micah Wilkins promete contar apenas a verdade e nada mais que a verdade.


Quando recebi a news de junho da Galera Record, meus olhos foram direto para Mara Dyer, é claro, mas Confesso que Menti também despertou meu interesse. Sempre quis ler algo de Justine Larbalestier e a premissa desse livro parecia ser ótima. Infelizmente, confesso que detestei (sim, o trocadilho foi proposital, hahaha).

Micah Wilkins é uma mentirosa compulsiva. Ela tem 17 anos e é veterana da escola onde estuda. Todos na instituição conhecem a fama dela, pois quando era caloura fingiu que era um menino e, quando foi descoberta, inventou diversas mentiras para justificar a primeira, inclusive ter nascido hermafrodita.

Tendo essa atitude, vocês devem imaginar que Micah não é uma adolescente popular e querida pelos outros e, realmente, não é. Todos a tratam como se fosse uma aberração. Todos exceto Zach. Zach é um dos garotos mais populares, astro do basquete e um aluno modelo. Na escola ele ignora Micah completamente, ficando com sua namorada, Sarah, e seu melhor amigo, Tyshaw. Porém, fora dos portões, Zach e Micah são namorados... ao menos é isso que ela nos conta.

Certo dia o diretor aparece na sala dos veteranos dizendo que haviam encontrado o corpo de Zach no Central Park. A causa da morte ainda era desconhecida e, por isso, todos que tinham proximidade com o garoto foram interrogados pela polícia, inclusive Micah. As mentiras contadas por ela anteriormente fazem com que algumas pessoas desconfiem de sua verdadeira relação com Zach e alguém até chega a apontá-la como a assassina dele. Agora Micah terá que convencer a todos e a si mesma que a relação com Zach não era uma invenção e que não teve envolvimento com sua morte.

Querem saber o que vai acontecer? Então corram para ler.

Confesso que Menti foi uma grande decepção, mais um livro que a sinopse promete algo e o enredo é completamente diferente. Pensei que o foco estaria no mistério da morte de Zach e intercalar-se-ia com a compulsividade em mentir de Micah, mas a autora abordou outros pontos que deixaram o que devia ser o foco principal em segundo plano.

Justine Larbalestier tentou em alguns pontos deixar a narrativa cômica, ao menos eu percebi isso, mas na maior parte do tempo ela zombava de nossa inteligência, chegando a chamar o leitor de burro algumas vezes quando acreditávamos em algo que Micah contou.

Sim, agora cheguei ao motivo que me fez detestar a história: nunca saber o que é verdade. Micah mente até para nós, então muitas vezes ela contava a história e mais à frente dizia ter mentido e recontava, incontáveis vezes no decorrer da narrativa.

O final também ficou em aberto e cabe a quem está lendo decidir se tudo que Micah contou era realmente verdade ou era mais uma de suas famosas mentiras. Confesso que para mim não faz a menor diferença. Até agora não entendo como consegui concluir a leitura sem jogar o livro longe.

O único ponto positivo foi a escrita de Justine. Por mais que fosse ruim, a narrativa teve uma ótima fluência, tanto que li o livro em uma tarde apenas. A narrativa é em primeira pessoa, sob a perspectiva de Micah. Ela subdivide-se em antes e depois da morte de Zach e ainda alterna os históricos escolar, familiar e pessoal da protagonista, onde ela conta mais sobre si e sua obsessão em mentir.

Os personagens são entediantes, pra não usar outras palavras. Micah é irritante e totalmente sem graça. Entrou para o ranking das protagonistas que mais detesto. Os pais dela também são assim, mas em alguns momentos conseguiam ser cruéis. Como disse, não há como saber se o que Micah contou é verdade e a interpretação do leitor será crucial para esse livro. Infelizmente eu não recomendo, mas caso alguém invista na leitura, vá sem pretensão nenhuma e prepare-se para uma boa dose de tédio.

Quando se perde a noção do que é real e o que não é, você começa a achar que o mundo é construído a partir das suas palavras. As mentiras ficam mais estranhas, mais bizarras e mais intensas, ficam maiores do que apenas palavras, viram mundos, transformam-se em verdade. Você se sente poderoso, invencível.
BEIJOS E ATÉ A PRÓXIMA!
***
Essa postagem está concorrendo ao TOP COMENTARISTA.
Clique AQUI e saiba como participar.

17 comentários:

  1. Talvez porque a mentira é sempre entediante... gostei muito da resenha.
    Não vou ler.
    Abraços.

    ResponderExcluir
  2. Ameeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeei !! vou procurar esse livro, resenhou muito bem mesmo !

    Aliás, amei o seu blog viu ? Super cheio de conteúdo e mega fofo. Parabéns <3 Você escreve super bem e é uma linda haha. Já estou seguindo aqui, vou voltar mais vezes com certeza :)
    Parabéns novamente guria :))

    http://www.1001julietas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Vc escreveu a resenha muito bem, mas o livro parece ser entediante...
    Amei o blog, é organizado e tem um bom conteúdo, beijos **
    http://garotaper-feita.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Olá linda, estava aqui olhando o seu blog, e achei muito perfeito. Você tem um lindo gosto. Parabéns! Bom, queria te convidar para dar uma passadinha no meu, também. Estou meio que no começo e adoraria que você viesse me visitar. Espero que goste! Beijos. ,<3
    Ah, já adicionei teu blog aos favoritos! :*

    ResponderExcluir
  5. Eu nao lembro desse livro nos lançamentos, mas poxa :/ que chato mesmo esse livro ein, uma loucura a personagem mentir ate pro leitor, acho que eu ficaria frustrada lendo isso! kkkk ja estou com raiva da protagonista so em ler a resenha, imagine se eu lesse o livro kk entao eu passo esse ai!!
    beijos

    ResponderExcluir
  6. Esse livro nem me chamou a atenção... algo nele me dizia que não ia ser bom... ainda bem que tu foi sincero e direto ao ponto.

    ResponderExcluir
  7. Oi Leonardo,
    Desde que vi esse lançamento da editora não tive a mínima vontade de lê-lo, não gostei do fato de ser narrado pela protagonista que é uma garota mentirosa. Talvez a autora tivesse acertado se fosse em 3º pessoa né.
    Beijos,
    Andréia - StarBooks

    ResponderExcluir
  8. Confesso que não me senti atraída por esse livro desde quando vi a capa, essa é a primeira resenha que leio sobre o livro e me desanimou mais ainda de ler... rsrs
    Acho que vou passar a vez.

    Bjok

    ResponderExcluir
  9. Nossa Leo!
    Estava colocando a maior fé nesse livro...
    Que decepção!!!!
    Pelo menos há um motivo para Micah ser uma mentirosa compulsiva? Sim porque deve haver algo que abalou a estrutura psicológica da garota para tantas mentiras...
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  10. Que pena que você não gostou Leo. Confesso que saber que a protagonista nos enrola e mente até para a gente foi uma das coisas que mais achei interessante e me deu vontade de ler.. kkk depois te conto o que achei. Beijos, Mi

    www.recantodami.com

    ResponderExcluir