29 de julho de 2014

Tá Na Estante :: 'Enquanto a chuva caía' #266

POSTADO POR EM 29 de julho de 2014

Heey gente, tudo bem??



Mais uma resenha para vocês \o/ Confesso que quando recebi esse livro não dei muita coisa por ele, li a Sinopse e não me instiguei. Apesar dos diversos comentários de blogueiros amigos a respeito da escrita da autora, continuei deixando-o de lado. Nessa semana do livro nacional resolvi lê-lo e só posso dizer que me foi uma grata surpresa.

Livro: Enquanto a chuva caía
Autora: Christine M.
Editora: Novo Conceito
Páginas: 288
Sinopse: Erik não procura mais a garota dos seus sonhos. Vive em busca de adrenalina e de uma razão para continuar cumprindo tarefas obscuras. Ele sabe que é muito bom no que faz e não vê nada que possa ser melhor do que os seus dias repletos de perigo. O que Erik não esperava é que sua paixão por correr riscos seria a sua ruína. Ameaçado, ele precisa fugir para o exterior e viver disfarçado de cidadão comum, trabalhando como advogado em uma grande empresa. Marina comanda o império da família depois de seu pai ter sucumbido ao mal de Alzheimer. Precisa suportar ver os pais tombarem diante da ação implacável do tempo, enquanto ainda carrega a ferida provocada pela morte do jovem marido. Com o comando das empresas nas mãos, ela percebe que nem todas as atividades da corporação obedecem aos manuais de boa conduta. Quando ambos se encontram, presente e passado se misturam, dando início a um mistério arrebatador que os atrai a uma paixão incontrolável. No entanto, os segredos, cedo ou tarde, virão à tona e os colocarão em lados opostos da balança. Nenhum dos dois é inocente, mas será que eles aceitarão as verdades que tanto se empenham em esconder? É possível construir um futuro mesmo depois de descobrir que nesta história não há mocinha nem herói? 




Erik sustenta a fachada de advogado quando na verdade é um agente da polícia, quer dizer, ele não é um agente, é um informante que vai além do seu serviço de informar, ele mata, faz a famosa queima de arquivo. Aos 27 anos ele não pensa em parar seu trabalho e se estabelecer em uma vida pacata fazendo serviços da sua real profissão, para Erik matar é como manter o sangue correndo em suas veias, é vital. Mas quando ele se vê ameaçado por pessoas bem maiores que ele, sua única salvação é fugir, e para fora do Brasil. Okay, o chefe o obrigou a tirar umas férias. Em Nova York Erik irá se redescobrir como profissional e como o próprio Erik.



Marina é uma moça que, aos 25 anos, encontra-se viúva e CEO de uma conceituada empresa. Seu pai, herói e fonte de inspiração, está com Alzheimer e ela tem que carregar todo o peso da empresa da família nas próprias costas. A verdade é que Marina sofre todos os dias de sua vida, prova disso são as visitas diárias que ela faz ao cemitério onde jogou os cinzas do seu então marido Adam. Lá é como se ele ainda estivesse ao lado dela e compreendesse tudo o que ela passa todos os dias, só lá ela consegue manter contato com ele.

Erik e Marina são o completo oposto. Enquanto um gosta do perigo e da liberdade de sua vida desregrada, o outro sofre em silêncio se vendo com uma vida perdida e sem expectativa de alguma melhora. Isso até que eles dois se esbarram.



Erik é o novo contratado do setor jurídico da empresa de Marina e irá defender um caso muito importante para a moça. Em meio ao trabalho, ambos não conseguem conter a atração que sentem um pelo outro e passam a viver um romance sem características marcadas, apenas deixando rolar

O problema é que Erik estava errado, ele não foi aos Estados Unidos de férias, ele foi em uma investigação da Polícia Federal. Seu foco? Descobrir detalhes sobre as armações empresariais de Josef Holmes, o pai de Marina.



Romance, suspense, mistério, peças chaves nessa deliciosa narrativa de Christine. Personagens bem construídos fazem da trama uma história envolvente e cativante. A autora contou com uma riqueza de detalhes que impressionam o leitor. Vários mistérios aparecem no decorrer da trama prendendo o leitor na história.

Adorei a forma como ela conduziu os personagens principais. Eles são adultos e agem como adultos. Nada de joguinhos ou brincadeiras. Se eles querem ficar juntos, eles vão ficar juntos. Se estão brigando, estão brigando. Um personagem não tem medo de expor o seu próprio eu para o outro, isso deixa a história ainda mais verdadeira e viciante.



Personagens secundários tem grande importância na trama. Josef, pai de Marina, apesar da doença é um dos personagens mais importantes da história, tendo em vista que foi através dela que todos os problemas começaram. James, melhor amigo de Marina, também é chave crucial da história e de todas as descobertas. A mãe de Marina e a irmã de Erik também são peças chaves da trama.



A autora criou um mistério tão intenso em meio a um romance tórrido que nos fez desconfiar de todo mundo e ao mesmo tempo querer que o casal protagonista nunca saísse do quarto. Cada página gera um novo suspense. Um mistério é desvendado para que se crie outro, prendendo assim o leitor em uma teia.



O livro é completamente diferente de tudo o que já li e imaginei em se tratando de um romance. Christine prende o leitor de uma forma absurda e usa de artifícios até então desconhecidos por mim. Terminei o livro precisando de algo mais da autora, ela é simplesmente fantástica. Por favor, leiam esse livro.

BEIJOS E ATÉ A PRÓXIMA!

***
Essa postagem está concorrendo ao TOP COMENTARISTA.

Clique AQUI e saiba como participar.

8 comentários:

  1. Eu tô loucaaaaaaaaaaaa pra lerrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrr!!!!!!! Eu preciso tipo urgente hahaahah só ouço falar bem!!! Fiquei feliz em ver que tem muito mistério, adoro!!

    Beijos
    Nati

    www.meninadelivro.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que possa ler em breve. É maravilhoso ;)

      Excluir
  2. Tô doida pra ler o livro desde que vi a capa maravilhosa, que, confesso, me pareceu com a de uma história meio sobrenatural. Amei a resenha e todos os detalhes que tu dá nela, que conseguiram me deixar com vontade de ler o livro apesar de a sinopse não ter me chamado tanta atenção. Mistérios são um prato cheio para a minha curiosidade, e acho que essa é a melhor parte desse livro. Parabéns pela resenha. Beijos,
    livroosviajantes.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Patrini. Realmente o mistério é o alvo do livro . Espero que você possa ler em breve.

      Excluir
  3. Estou morrendo de saudades de ler logo esse livro, ainda mais depois da tua resenha Barbs.
    Espero ter a oportunidade de ler logo ♥
    https://garotaliterary.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, flor. Espero que apreciem a leitura como eu :)

      Excluir
  4. Nossa essa capa foi sensacional, quando eu vi ni Insta pensei "' nossa a tempos não via uma capa tão linda com rosto de pessoas ". um pena não saber quando vou poder ler );

    ResponderExcluir
  5. Confesso que também não tava botando muita fé nesse livro apesar de ter uma amiga que adora os livros dessa autora e sempre pedir para que eu leia..mas depois da resenha tô começando a mudar de ideia =P

    http://livroaoavesso.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir