26 de agosto de 2014

Tá Na Estante :: 'Despertar de uma submissa' #285

POSTADO POR EM 26 de agosto de 2014

Heey gente, tudo bem??


Mais uma resenha para vocês \o/ Vocês sabem que eu sou fissurada em fanfics e cada vez que dessas histórias torna-se livro eu fico bem curiosa para saber o que a autora modificou e essas coisas. Não foi diferente com Despertar de uma submissa, mas sabe quando tu fica adiando a leitura? Foi bem assim. Essa história me prendeu muito quando fanfic e me deixou alucinada como livro. Bora ver?

Livro: Despertar de uma submissa
Autora: Tatiana Oliveira
Editora: Amazon.com.br
Páginas: 521
Sinopse: Ela queria uma vida de prazer... Mas tudo o que encontrou foi dor e humilhação. Até que um verdadeiro Dom a salvou... E lhe mostrou o que, realmente, é submissão. Mas o passado não tarda a bater a sua porta... É chegada a hora de enfrentar os seus fantasmas... E mostrar ao mundo a sua força. Uma história sobre entrega... Superação... Confiança... Amor. Michelle Bouvier tinha um futuro promissor pela frente, mas estava insatisfeita com a sua vida sexual. Ela sentia que faltava algo, sentia que precisava de alguém completamente diferente daqueles com os quais já havia se envolvido. Ela precisava de alguém em quem pudesse confiar e se entregar... sem reserva. Mas ela era inexperiente e ingênua e sua busca por prazer a conduziu, diretamente, para um pesadelo. No entanto, sua sorte começa a mudar ao se deparar com Henry Marshal, o único homem capaz de salvá-la de seu inferno pessoal, cicatrizar as suas feridas e mostrar-lhe os verdadeiros e intensos prazeres da submissão. Mestre Marshal poderia, e iria, dar a sua gatinha tudo com o que ela sempre fantasiou, exceto o que ela passou a desejar fervorosamente: o seu coração. N/A: Despertar é um romance para jovens adultos, contém sexo e violência.

Michele Bouvier descobriu-se como submissa em um dos piores momentos de sua vida: a morte de seus pais. Ela já vinha pesquisando sobre o assunto desde que percebeu que o sexo convencional não lhe era tão atrativo. Após o enterro dos seus pais, Chele foi em busca do seu objetivo e para isso ela precisaria de um DOM.

Ela conheceu Jason, um homem autorítário e que de nada sabia sobre dominação e relação Mestre/Submissa. Tratar mulheres como escravas era puro divertimento para ele, Um sádico, no mau sentido da palavra. Com ele, Chele viu todos os seus sonhosde submissão desmoronarem. Por longos anos ela comeu o pão que o diabo amassou nas mãos de Jason. Isso até ser resgatada por Mestre Trom ao fazer uma cena com Jason em um dos clubes do Mestre.

Henry Marshal é um superempresário e gênio da informática, isso claro que para a sociedade. Nos clubes de BDSM ele é Mestre Trom, sócio-proprietário de diversos clubes ao redor do mundo. Além de sua fortuna e incrível beleza, Henry é o Mestre que toda submissa gostaria de ter. Atencioso, ele sabe como dar prazer. Sabe fazer a mulher chegar ao ápice mesmo levando uma surra. Ele impera. Exala poder e autoconfiança, abala as estruturas de todos ao seu redor.

Quando Henry percebe que Chele não está se sentindo confortável na cena, e que seu DOM não faz nada, interrompe o espetáculo e leva a ruiva embora. Chele vira  a protegida de Henry por um bom tempo. Suas estruturas estão abaladas, as atidudes de Jason deixaram grandes marcas no psicológico da mulher, mas Henry, como um bom amigo, está ajudando-a a superá-las. Porém todo esse apoio resulta em sentimentos diferentes para Chele, ela está apaixonada por ele, mas sabe que não será correspondida.

Vocês sabem que eu adoro histórias com narrativas simples, daquelas que lembra a minha própria forma de falar. Adorei isso na Tati, a narrativa é bem gostosa, fiquei bem confortável durante a leitura, o que contribuiu para a fluidez da história. O livro salta muitos perídos da história, quando nos vemos estamos 8 meses depois. Achei legal avançar assim para mostrar que o relacionamento que viria a surgir não foi uma coisa de à primeira vista como acontece muito, sabe? Mas confesso que fiquei com uma vontade de saber sobre coisas desses meses passados. Coisa de quem quer alongar a história, sabe?

Os personagens são ótimos. Chele é uma submissa nata, mas até que ela não se desvaloriza muito. Ela sabe que tem potencial, sabe que pode atrair o Henry e usa esses artifícios ao seu favor. Eu achei o Henry um pouco controverso. Tudo bem que fatos do passado o impediam de agir com o coração, mas ele recaía tanto que eu fiquei maluca e já estava querendo entrar no livro para mandar ele observar as coisas direito.

A autora falou muito bem sobre o BDSM, e de uma forma que não ficou vulgar. Esqueça 50 tons, aqui você vai aprender sobre esse tipo de relação. Existem explicações de diversos tipos de relações sado no decorrer da história, muito erotismo. Cadê a água? Tá um calor aqui. O mais interessante, é que apesar do BDSM ser tratado como um tipo de relacionamento impessoal, onde sentimentos pelo parceiro é quase raro de se ter, Tati consegiuu colocar amor em tudo. Na forma como as cenas ocorriam, nas relações pós-cena, no dia a dia dos casais. Um novo ponto de vista.

Gostei muito do livro. Ele é realmente um livro erótico, foca na relação sexual e BDSM do casal, então superou às minhas expectativas. Me apaixonei ainda mais quando encontrei uma história, sabe? Tem o sexo, mas tem motivos para o sexo. Fora que, como já citei, os personagens irem se conhecendo antes de chegarem aos finalmentes deixou o livro bem diferente e gostoso de ler. Estou bem curiosa quanto à continuação, principalmente pela forma como a autora terminou esse livro. E, claro, ela ainda nos deixou um gostinho do próximo. Quero bater na Tati, posso?

Indico a leitura para todos e principalmente para quem curte Erótico com ênfase nas relações BDSM, com certeza será uma surpresa bem gostosa.

Clique aqui para comprar o e-book do livro, a autora já anunciou que haverá livro físico.

BEIJOS E ATÉ A PRÓXIMA!
***
Essa postagem está concorrendo ao TOP COMENTARISTA
Clique AQUI e saiba como participar.

18 comentários:

  1. Esse realmente não é meu gênero,por isso não vou me arriscar com ele.
    Mas a escrita da autora se fosse em outro gênero me agradaria bastante,gosto de escritas simples.
    Bjus

    ResponderExcluir
  2. Oiee Barbara.
    Eu fico me perguntando onde vou parar? Porque sempre que venho aqui tem um livro bom com uma resenha massa me esperando.
    Com esse não foi diferente, não conhecia nada desse livro, nem a autora, é brasileira?
    Gostei muito da história não ser simplesmente só sexo, gostei do fato deles irem se conhecendo e se gostando aos poucos, sem aquilo de amor a primeira vista que vemos em tantos livros do gênero.
    Ainda bem que vai ter o livro físico, ainda não curto muito ler em e-book, mas um dia eu chego lá, e meu bolso vai agradecer.
    Amei a dica ;)
    Bjokas!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Iêda. É nacional sim, um ótimo nacional ;) E-books são vida e nossos cartões de crédito agradecem :)

      Excluir
  3. Bárbara!
    Gosto dos romances eróticos, mas não curto muito Sadomasoquismo sabe? Por vezes extrapola, não que tenha preconceito, não é isso, mas é que por vezes vejo um relação extrema e isso não me atrai..
    Sem contar que achei o enredo um tanto confuso e não entendi bem algumas coisas, mas tudo bem...
    Boa semaninha!
    cheirinhos
    Rudy
    Blog Alegria de Viver e Amar o que é Bom!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Rudy. Também tem algumas coisas que me irritam no sado e eu fico me perguntando como os/as submissos(as) se prestam a tal papel, mas até que me diverti lendo esse livro.

      Excluir
  4. Eu gosto de livros eróticos, mas não curto o tema BDSM... isso não me atrai.
    E achei tudo um pouco confuso... não leria este livro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Jois. O livro é bem legal, mas realmente se você não curte o gênero não vale investir. A história é um pouco confus,a realmente. Mas no final tudo se ajeita ;)

      Excluir
  5. Oi Barbara!
    Gostei da resenha e do livro parece ser bem diferente de 50 tons... Mais acho que não leria ele... Acho que já deu de BDSM pra mim com 50 tons rsrsrs. Mais quems sabe lá pra frente se o livro cair na minha mão... Nunca se sabe...
    Bjs

    ResponderExcluir
  6. adorei seu post. e adorei seu blog!!!
    bjs
    Flavia
    www.secret4beauty.blogspot.com
    www.adoteumfocinhocarente.blogspot.com
    loja virtual: www.adote.iluria.com

    ResponderExcluir
  7. Eu ainda não conhecia o livro mas fiquei curiosa :)

    Ah! Conheci o seu blog através de um marcador que me deram na Bienal domingo (Inclusive fiz um post com brindes e tem ele na foto).
    Sempre que puder estarei por aqui :)
    beijão!

    Talita
    http://cerejarocks.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Talita. A história é bem legal ;) Adorei o post no seu blog, será sempre bem-vinda aqui :)

      Excluir
  8. Olá, Barb, como vão as coisas? Espero que bem haha
    Então, não adianta, eu tenho certo preconceito com esse gênero literário. Definitivamente não é meu estilo de leitura, e eu até prefiro passar um pouco longe deles 0: mas enfim, gostos são gostos, né?
    Beijos!

    ResponderExcluir
  9. Estou apaixonada pela resenha.
    Muito obrigada, Ba ! <3

    ResponderExcluir
  10. Confesso que não me identifico muito com o tema, mas ainda assim consegui ver pontos bem positivos, que me deixaram com certa curiosidade.
    Como sei pouco sobre isso, acho que o livro seria bem interessante. Outra coisa legal que você disse na resenha e que me chamou a atenção foi que a trama tem sexo, mas também tem motivos para o sexo. E é disso que sinto falta em vários livros nesse estilo.
    Por hora fico com um "quem sabe um dia". rs
    bjs

    ResponderExcluir
  11. Tô louca nesse mundo de eróticos desde que li o primeiro não consigo parar rs.
    http://garotaliterary.blogspot.com

    ResponderExcluir