15 de agosto de 2014

Tá Na Estante :: 'O Resgate' #279

POSTADO POR EM 15 de agosto de 2014

Heey gente, tudo bem??




Vocês sabem que eu sou louca pelo Sparks, né? Estou querendo esse livro desde antes dessa reedição. Nem acredito que o li. Era tão raro *--* Eu sempre leio Sparks meio devagar, para aproveitar a leitura. Mas esse eu consegui devorar rapidinho, querem saber por quê?

Livro: O resgate
Autor: Nicholas Sparks
Editora: Arqueiro
Páginas: 320
Sinopse: Confrontado com situações de extremo perigo, Taylor McAden, bombeiro voluntário, expõe-se até ao limiar do perigo. Denise é uma jovem mãe solteira, cujo filho de cinco anos sofre de um inexplicável atraso de desenvolvimento e a quem ela devota a sua vida numa tentativa de o ajudar. Mas o caso vai aproximar estes seres. Numa noite de tremendo temporal, Denise sofre um acidente de automóvel e é Taylor quem vem socorrê-la. Embora muito ferida, a jovem depressa toma consciência de que o filho já não se encontra na sua cadeirinha do banco traseiro. Taylor irá até ao fim de uma angustiante noite de buscas para o encontrar. Foram tecidas as primeiras malhas que os irão unir - o pequeno Kyle desabrocha ao calor da ternura daquele homem. Denise abandona-se à alegria de um amor nascente. Mas Taylor tem em si cicatrizes antigas, que o não deixam manter compromissos de longa duração. Nicholas Sparks, esse talentoso contador de histórias, intervém com a sua magia redentora e a sua inigualável capacidade de aprofundar a complexidade das relações e dos afetos. 




Denise voltou a Edenton, sua cidade natal, após o nascimento de seu filho Kyle. Ela tinha um plano de vida em sua mente: aos 22 se formaria, aos 25 se casaria e aos 30 teria seu primeiro filho. Não foi bem assim. Kyle foi resultado de uma única noite com um cara que pediu para que ela abortasse a criança quando descobriu do bebê. Firme, Denise trouxe para si o peso de criar o filho sozinha. Porém Kyle nasceu com um distúrbio raro. Ele não consegue se comunicar. Na verdade mal fala. Todo o avanço que o filho teve durante os quase 5 anos de vida foi por pura dedicação da mãe, que treinava com a criança em casa.



Na volta de mais uma das inúmeras consultas em busca de uma diagnóstico paa Kyle, Denise estava sendo seguida de perto por uma tempestade. Tudo estava indo bem até que ela quase se batesse com um animal na pista, e procurando desviar, acabasse sofrendo um acidente. Após minutos desacordada, Denise recobrou a consciência com um chamado, mas ao olhar para o banco de trás Kyle não estava mais ali.

Taylor McAden foi o bombeiro voluntário que encontrou Denise em apuros. Ele também foi o homem mais impetuoso na busca do pequeno Kyle logo após. O garoto morria de medo de relâmpagos e a mãe acreditava que ela havia se embrenhado no pântano para fugir deles. O tempo passava, a tempestade aumentava e Kyle não era encontrado. Ele não responderia aos chamados dos bombeiros, seu distúrbio o impediria. Mas Taylor estava engajado na busca, e por fim encontra Kyle.



Taylor e Denise sentem uma atração de imediato, mas jogam esse sentimento para o fundo do baú. No momento Kyle é o mais importante. Dias após o ocorrido e com encontros esporádicos acontecendo entre eles, é impossível resistir àquela atração inicial. Eles são livres e desimpedidos, podem sim viver essa paixão. Kyle é completamente apaixonado por Taylor, tem nele aquela visão do pai que nunca teve. Taylor, por sua vez, é completamente compreensivo com Kyle e loucamente apaixonada por Denise. O problema é que Taylor não se permite ser feliz e talvez isso acabe com a relação do casal.

Juro que esperava mais um drama. Eu sempre espero dramas do Sparks. Claro, a história tem seus picos de tristeza, mas no total é uma completa felicidade. Sou uma manteiga derretiva, confesso que chorei na cena do Jogo de Baisebol (quando vocês lerem entenderão o por que). Por ser um livro que foi lançado em 2000 eu estava contando com aquela antiga escrita do Sparks, mas fui surpreendida.



Os personagens são adultos e se portam como tal. Taylor é assombrado por uma culpa que parece querer levar até o fim da vida. Ele vive o presente, não quer falar do passado e também não faz planos para o futuro. Para Denise, que tem um filho pequeno, não pensar no futuro não é uma possibilidade. Ela precisa de estabilidade.

Melissa e Mitch, grandes amigos de Taylor, são peças importantes na trama. Fazem com que Denise enxergue além do homem que começou a amar. Judy, mãe dele, também tem seu momento, muito emocionante por sinal. Kyle então, é o menino mais encantador do mundo. E lá no finzinho do livro, uma cena entre ele e Denise me marcou muito. Acho que foi a cena mais linda que já vi em um livro, ou uma delas.



O resgate não é um livro sobre o resgate de uma criança perdida. É um livro sobre o resgate de um homem que estava perdido. Um homem que tinha sérios problemas, mas que não deixava que ninguém o ajudasse. Um homem que dava a vida para salvar a dos outros, mas que perdia as chances de salvar a si mesmo. 

É a história de uma família linda que se formou graças ao destino. Uma família cheia de amor.

BEIJOS E ATÉ A PRÓXIMA!
***
Essa postagem está concorrendo ao TOP COMENTARISTA
Clique AQUI e saiba como participar

12 comentários:

  1. OOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOI, Baaaaa! *-* Hahahaha, tudo bem? Sei que ando sumidona, mas isto é normal, tá? Uauahuhasuhs, eu sou uma fantasma aqui na blogosfera, mas tudo bem! :c E sério que você é louca pelo Sparks? Huuum, eu não gosto muito dele, não :/ Sei lá, é muito drama mimimi... Acho que este foi o primeiro e único livro dele que me interessou de verdade, justamente por ter sido um retrato da vida do filho dele! Achei algo interessantíssimo! :D Huuuuuuuuuuuuuum, a história é tão linda, né? E é claaaaro que tinha que envolver romance entre a Denise e o Taylor, né? Senão este não seria um livro do Sparks! Uauhahuashahsu! Uma pena você não ter o achado drama! Mas sabe de uma coisa? É isso que me fez gostar desse livro, uahsuhashusahu! ♥ Hehehe, gostei desse livro também por outro motivo que você acabara de citar, hahaha! Que seria os personagens adultos e um foco mais intenso nos personagens secundários! E aaaaaaaah, fiquei curiooooooooosa com a cena entre a Denise e o Kyle, uahsuhasuhas! Gente, que tudo, adooooooorei sua resenhaaaaaa, ficou perfeita! E que fotos divas, hein? Hahahaha! ♥

    BEIJOS INFINITOOOOOOOOOOOOS! ♥

    Juu-Chan || Nescau com Nutella

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Juu! Sou seu oposto, amo dramas e sou louca pelo Sparks. Adorei o Agradecimento dele no final desse livro, a fora como ele lidou com o filho e com a esposa. Inspirador ;)

      Excluir
  2. Eu sou completamente doida por Sparks, porque ele consegue tornar história românticas que deviam ser imprevisíveis em tramas interessantes e envolventes. Ele tem uma escrita ótima e eu sempre me emociono com as histórias dele. Ainda não li esse livro, mas sei que como todos deve ser muito bom. Parabéns pela resenha!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Patrini. Também sou apaixonada por esse homem, hehe.

      Excluir
  3. Eu tava tão feliz achando que tinha completado minha coleção de Nicholas Sparks,aí vem a Arqueiro pra me dizer que estou enganada kkkk
    Adoro os romances do autor,estou louca pra ler esse livro.
    Bjus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Haha, sempre tem um novo. Também sou apaixonada pelo Sparks ;)

      Excluir
  4. Baaarb, Tio nick dando o ar de sua graça no blog, estava com saudades das suas resenhas feitas do livro do nosso Divo rsrsrs ^^
    O Resgate era um livro muiiito raro, e adorei essa republicação que a Arqueiro fez.
    A estória é uma das mais lindas de sparks abordando mais um tipo de amor na mesma obra. O livro já esta na minha wishlist, assim como os lencinhos de papel que vou comprar para acompanhá-lo shuahsash *-----*

    Beijoos,
    Lauro.

    ResponderExcluir
  5. Oieee Barbara.
    Que lindo, mais um livro do tio Sparks feito pra nos emocionar não é?
    Também sou super suspeita pra falar dos livros deles porque amo a maioria, se eu já queria o livro por ser dele agora depois de ler sua bela resenha o quero mais ainda.

    ResponderExcluir
  6. Bárbara!
    Os livros do Nicholas são mesmo carregados de dramas e tragédias e traz uma leitura carregada de expectativa e muito sentimento.
    Acredito que esse livro foi bem emocional para o próprio Nicholas porque ele tem um de seus filhos com a mesma doença de Kyle. O autor uso muito as experiências pessoais em seus livros.
    Ansiosa pela leitura.
    cheirinhos
    Rudy
    Blog Alegria de Viver e Amar o que é Bom!

    ResponderExcluir
  7. Nicholas Sparks é um autor que não me agrada pq seus livros são carregados de dramas e eu já curto algo mais pro lado da comédia. Sei que livros e adaptações são coisas diferentes, mas prefiro os filmes.

    ResponderExcluir
  8. Que história linda!
    Confesso que num primeiro momento, esperei dramalhão. Nicholas geralmente vai por esses caminhos mais emotivos. rs
    Mas surpreendentemente a história não é assim tão triste, mas completamente comovente.
    Gosto dessa premissa do "resgate" de um homem adulto. Ver uma pessoa mais madura ter uma nova chance de vida, de se encontrar e ser feliz é muito bacana.
    bjs

    ResponderExcluir
  9. Nicholas sempre arrasa né? Amo/Sou vou correr e pedir pra môr me dar esse haha.
    http://garotaliterary.blogspot.com

    ResponderExcluir