20 de outubro de 2014

Tá Na Estante :: " A Aposta " #321

POSTADO POR EM 20 de outubro de 2014

Oi turma!


Olha eu aqui novamente com uma resenha fresquinha para vocês. Preparados? O livro escolhido para hoje foi lançado pela Editora Suma de Letras e se chama A Aposta. Vamos conferir?

Livro: A Aposta
Série: Aposta (#01)
Autora: Rachel Van Dyken
Editora: Suma de Letras
Páginas: 288
Sinopse: Kacey deveria ter fugido assim que ouviu essas palavras do milionário Jake Titus. O amigo de infância que Kacey não via há anos é hoje um dos homens mais poderosos e cobiçados de Seattle. E ele precisa de um favor dela: que ela finja ser sua noiva em uma viagem para visitar a avó Nadine, que está muito doente. Kacey aceita sem hesitar, afinal, o que poderia acontecer em apenas quatro dias? Mas o que ela não esperava era reencontrar Travis, o irmão mais velho de Jake, Quando mais novo, ele adorava perturbar Kacey: já incendiou uma boneca, colocou uma cobra em seu saco de dormir. Por isso, recebeu dela o apelido de “Satã”. Mas depois de tantos anos, Kacey se vê diante de um homem lindo, por quem se apaixona no momento em que vê o seu sorriso. O que ela não sabe, no entanto, é que os dois irmãos haviam feito uma aposta quando eram meninos: quem se casasse com Kacey receberia um milhão de dólares. Em “A Aposta”, da autora best-seller do New York Times Rachel Van Dyken, Kacey terá que descobrir qual dos irmãos é o cara certo e fazer sua escolha. Essa é a única certeza que lhe resta.

A Aposta me fisgou na sinopse. A capa não me agradou muito. Para mim, o mercado já está saturado dessas capas estilo Nicholas Sparks: duas pessoas brancas quase se beijando. Sério, já chega pessoal. Enfim, quando li a sinopse, me encantei. Sou o tipo de leitora que nunca dispensa um bom triângulo amoroso. Então não perdi tempo para ler essa obra.

A trama de A Aposta gira em torno dos irmãos Travis e Jake, e de Kacey, uma velha amiga de infância. Quando pequenos, Kacey e os irmãos Titus eram inseparáveis. A dinâmica da amizade era bastante simples: Travis atormentava Kacey de todas as maneiras possíveis e Jake sempre a defendia do irmão mais velho.

Conforme foram crescendo, já era de se esperar que Kacey desenvolvesse algum tipo de sentimento amoroso por Jake, afinal, ela estava sempre correndo do irmão mais velho direto para os braços do irmão mais novo.

Até aí, tudo conspira a favor de uma linda história de amor. O problema? Jake é o típico mulherengo que não se prende à mesma mulher por muito tempo. Assustado com a possibilidade de perder a melhor amiga, decide colocar um ponto final na história da pior forma possível.

Agora Kacey é uma jovem adulta, cheia de empréstimos estudantis para pagar e que tenta desesperadamente consertar seu coração quebrado após o incidente com Jake e a morte de seus pais. E, de repente, tudo retorna para sua vida com intensidade amplificada. Jake aparece certo dia, com uma proposta realmente tentadora para Kacey.

Desde que perderam o contato, Jake assumiu a presidência da empresa da família. Porém após o escândalo de ser fotografado com prostitutas, Jake precisa limpar sua imagem com o conselho da empresa e provar para sua família – principalmente para a avó Nadine – que é digno do cargo que ocupa.

Eis que ele surge com o brilhante plano de fingir que Kacey é sua noiva, afinal, a família a adora. E o que Kacey ganha se aceitar a proposta: ele paga todos os seus débitos estudantis. No princípio, Kacey fica receosa com a proposta. Voltar para a cidade natal representa enfrentar fantasmas do passado que ela ainda não está pronta para exorcizar. Representa também a volta de Travis para sua vida. Kacey tenta recusar a proposta, mas o sentimento que um dia sentiu por Jake ainda vive, então ela acaba aceitando.

Ao voltar, Kacey encontra um Travis diferente, amadurecido. E terrivelmente lindo.  Mas, como velhos hábitos não se perdem, ele não perde uma oportunidade de irritar Kacey. De uma forma bem adulta, dessa vez. Nem preciso dizer que isso despertou sentimentos conflitantes em Kacey, sentimentos que ela nunca pensou que poderia sentir.

A trama criada por Rachel é extremamente cativante. Ela tece uma trama envolvente e encantadora em torno de Kacey e dos irmãos. Mas não posso terminar essa resenha sem compartilhar o meu amor extremo pela vovó Nadine.

Nadine é uma senhora bastante peculiar, que ama e protege os netos a todo custo.  Quando finalmente vê Kacey, Jake e Travis juntos novamente, não perde a oportunidade de deixar as coisas mais divertidas. E permanentes também. Não consegui evitar dar altas gargalhadas dela e com ela durante a leitura do livro. Sem dúvidas ela foi a personagem da qual mais gostei, acho até que ela me chamou mais atenção do que os personagens principais.

Mas isso não significa que Kacey, Jake e Travis sejam personagens sem graça. Muito ao contrário. Foram extremamente bem construídos. Todos tem suas qualidades e defeitos, alguns mais do que os outros.

Kacey me irritou na maior parte do livro. Simplesmente todo o mimimi de garota confusa dela não me convenceu. Teve partes do livro que meu maior desejo foi entrar na história e dar uns bons tapas na cara dela para ver se ela acordava pra realidade.

E, como sempre sou do contra, amei o Travis logo de cara. A princípio ele é o vilão aos olhos de Kacey, mas aos poucos se mostra um homem bastante sensível e apaixonado. Me conquistou completamente com pequenos atos, ao contrário de seu irmão. Meu diabinho simplesmente não bateu com o Jake. Desde o começo, eu via defeito em tudo o que ele fazia, mesmo que a intenção fosse boa.

Acho que a melhor parte do livro é a surpresa. Comecei a ler o livro achando que seria o clássico dilema da mocinha sobre quem escolher. Mas a autora soube inovar e criar uma história leve e apaixonante, em que o foco central não é a escolha da personagem e sim a segunda chance que estão tendo.

E isso funcionou muito bem na trama. Todos os personagens já tinham uma história passada juntos que não deu certo por inúmeros motivos. E agora estão tendo uma segunda chance para consertar erros do passado.

Ao ler a sinopse pela primeira vez, juro que não esperava nada disso da história. E o fato de ela ter me surpreendido é um fator que levo muito em conta na hora de avaliar um livro. A escrita da autora também me surpreendeu. É uma escrita leve e despreocupada, mas que consegue nos prender. Rachel conseguiu criar um romance espetacular sem precisar recorrer a cenas vulgares de erotismo.

Esses elementos combinados me fizeram ler avidamente o livro inteiro em menos de cinco horas! Também me ajudaram a relevar os pontos que me irritaram, como a personagem principal.

Recomendo o livro para quem gosta de leituras rápidas e leves. A história combina muito bem o romance com lições de vida, e aquela velha pitadinha de humor. Se você já é fã de carteirinha de histórias com esse padrão: se jogue na leitura.

Mas chega de enrolação. Já falei – ou escrevi – demais por hoje. Vou ficando por aqui e me despeço de vocês com uma citação dessa fofurinha de livro.

Quantas pessoas poderiam dizer isso de fato? Que, pela vida toda, a única pessoa com quem queriam passar a eternidade nunca havia mudado nem hesitado. Ela. Sempre fora ela. E ele ia lhe mostrar o quanto a amava.

BEIJINHOS E ATÉ A PRÓXIMA!
***
Este post está concorrendo ao TOP COMENTARISTA.
Clique AQUI e saiba como participar.

10 comentários:

  1. Eu não consegui simpatizar com o livro. Num primeiro momento, achei a capa completamente clichê, e depois, vi que a sinopse acompanhava essa linha. O tema abordado, uma volta ao passado para consertar erros, é extremamente válido pra mim, mas apesar da sua resenha dizer o contrário tive a nítida impressão de que a questão do triângulo amoroso sempre vai ser o foco. E isso me deixa muito receosa na hora de ler um livro. Já li muito romance na minha vida e agora estou procurando mudar um pouco de ares. Talvez por isso não tenha me sentido atraída.

    ResponderExcluir
  2. Oi Nathalia !
    Parece a saga Maldição do Tigre , '-'
    Já estou cansada de triângulos amorosos , sempre a garota com uma grande sorte não sabe decidir nada !Me dá raiva viu!
    Mais parece ser legal.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Oi Nath!
    Eu já tinha lido resenhas sobre esse livro e todas falavam que o livro é mediano.
    Por logo de cara ter odiado essa capa, e falarem isso dele decidi não ler, e sua resenha só reforçou essa decisão.
    Bjokas!

    ResponderExcluir
  4. A capa realmente não me agradou, parece capas dos livros no Nicholas Sparks mesmo, odiei. Agora a Sinopse já me agradou, a história parece ser interessante e sem falar que adoro ler sobre triângulos amorosos. Acho que vale a pena ler :)

    ResponderExcluir
  5. Este tipo de livro eu gosto para ler em um domingo quando estou de bobeira
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  6. Não conhecia esta obra pra ser sincera!
    Mas este livro A Aposta de fato parece ser livro
    bom, em alguns poucos me chamou bastante atenção!
    Outro diminui um pouco minha curiosidade em um futura leitura!

    ResponderExcluir
  7. rs interessante a sinopse. agora, realmente, essas capas de livros em geral já estão ficando ridículas, pois uma copia a outra. n aguento mais ir nas livrarias e encontrar varios livros com peitorais, abdômens e brinquedos eróticos rsrs

    ResponderExcluir
  8. Olá, Nathalia.

    Todas as resenhas que li desse livro foram ótimas, mas eu sei lá. Que nem você disse de livros com a mesma capa e estou cansada de triângulos amorosos. Isso de ficar com um e depois com outro e depois Oh My God com quem irei ficar não me agrada muito. Ainda não me decidi se lerei ou não porque eu também curti a sinopse e o Travis parece ser muito divo pra eu não conhecer ele.

    Visite:http://paradisebooksbr.blogspot.com.br/

    Beijos.

    ResponderExcluir
  9. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  10. Nathália!
    Juro que achei que a premissa do livro era o triângulo amoroso e a tal aposta e aí me surpreendi quando falou que é mais uma segunda chance para se perdoarem, se conhecerem, amadurecerem.
    Ficou ainda melhor.
    Tenha uma semana de sucesso!
    Cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir