Heey, gente. Tudo bem??

Olha eu com resenha nova pra vocês. o/ Esse mês minhas leituras estão um pouco parada, na verdade tô naquela fase de começar muitos livros e nada me prender, sabe? É um milagre essa resenha está saindo hoje. Cantem aleluia, haha. Mas vamos saber sobre o livro?

Livro: Ser feliz é assim
Autora: Jennifer E. Smith
Editora:  Galera Record
Páginas: 400
Sinopse: A vida — assim como o amor — é cheia de conexões inesperadas e enganos oportunos. Uma ligeira mudança no curso pode gerar consequências surpreendentes. Afinal, às vezes, o desvio, o atalho é o verdadeiro caminho. A estrada que deveríamos ter escolhido desde sempre… Se pelo menos tivéssemos a coragem de fazer do coração nossa bússola.Graham Larkin e Ellie O’Neill não poderiam ser mais diferentes. O rapaz é um ídolo adolescente, um astro das telas de cinema; uma vida calcada na imagem. O cotidiano constantemente sob o escrutínio dos refletores. Agentes, produtores, RPs, assessores… Já Ellie passou a vida escondida nas sombras, fugindo de um escândalo do passado enterrado em sua árvore genealógica.Mas, mesmo sem aparentemente nada em comum, os dois acabam se conhecendo — ainda que virtualmente — quando Graham envia a Ellie, por engano, um e-mail falando sobre o porco de estimação Wilbur. Esse primeiro contato leva a uma correspondência virtual entre os dois, embora não saibam nem o nome um do outro. Os dois trocam detalhes sobre suas vidas, esperanças e medos.Então Graham agarra a chance de passar tempo filmando na pequena cidade onde Ellie mora, e o relacionamento virtual ganha contornos reais. Mas será que duas pessoas de mundos tão diferentes conseguirão ficar juntas? Será que o amor é capaz de vencer — mesmo — qualquer obstáculo? E mais importante… é possível separar ilusão de realidade quando o coração está em jogo?



Com uma capa divertida e que passa o real significada de felicidade, Ser feliz é assim conta a história de dois adolescentes que vivem vidas completamente opostas e em lugares completamente diferentes, mas que se entendem como se fossem amigos de longa data, quando na verdade um nem sabe o nome do outro.

De repente um e-mail apitou na caixa de entrada de Ellie, um rapaz queria lembrá-la de que ela tinha que levar Wilbur para passear. Mas quem seria Wilbur? Preocupada com o não passeio do então cachorrinho, ela respondeu ao e-mail desconhecido. Sem que ela soubesse, estava dando início a uma amizade virtual. Ah, e o Wilbur na verdade é um porco.
Do outro lado da tela estava Graham, um ídolo teen em ascensão. Ele ficou apaixonado pela ideia de se comunicar com uma pessoa que não fazia a mínima ideia de quem ele era. A sensação de ser alguém normal lhe deixou extasiado, extasiado ao ponto que querer mudar a locação de um filme só para poder conhecer a Ellie pessoalmente.
E ele conseguiu. Desembarcou na pequena cidade que Ellie mora pronto para conquistar de vez o coração da garota. Mas ele não sabia as dificuldades que encontraria por ser uma pessoa pública, fato esse que sempre o ajudou em seus relacionamentos. Mas afinal Ellie não é qualquer garota, correto? E ele já esperava por isso. 
Com uma narrativa fluida e intensa, Jennifer consegue nos prender na trama do casal adolescente. Confesso que estava esperando mais do livro, principalmente por ter amado A Probabilidade Estatística do Amor à primeira vista (vide resenha), estava esperando que a autora fosse me arrebatar do início ao fim, mas não aconteceu. Sim, fiquei presa na história, porém isso se deu pela narrativa da autora, não pela minha curiosidade quanto aos fatos.
Depois da leitura e de ter declarado ter odiado o livro, parei para pensar na história como uma adolescente, e até que me convenci como uma adulta. O romance é leve e gostoso. Os diálogos são bem construídos e bem dinâmicos. Adorei a troca de e-mails e mensagens que inicia cada capítulo. É daqueles livros que te conta um dia em uma frase, sabe? E depois sai recapitulando tudo. Acho esse tipo de narrativa interessante, pois desperta a curiosidade no leitor.
Ellie me encheu a paciência. O medo que ela tinha de se render aos encantos de Graham eram bem idiotas, fora que a mãe dela também foi um pé no saco. Okay, eu entendi os problemas que elas tiveram no passado e a necessidade de se afastar da mídia. Contudo, achei que o medo que a mãe sentia da Ellie ser vista pela mídia era mais como uma forma dela proteger a si mesma das consequências que as decisões que sua filha teria. A autora quis retratar que ela estava sempre pensando no bem estar da Ellie, mas para mim ela estava pensando no bem estar dela mesma.
Achei Graham um personagem super bem construído. Apesar de estar no auge da fama, ele não deixou a simplicidade de lado e via a beleza nas coisas boas da vida. Fiquei interessada no drama familiar que ele carregava, relacionado a sua profissão. Também gostei da forma como a autora conduziu a história, mesmo que esperasse um pouco mais dali.
No meu ponto de vista faltou história. Foi muita coisa pra pouco livro e ela acabou não se prendendo em nada. Ellie era madura e imatura ao mesmo tempo. Quinn, melhor amiga da Ellie, estava lá só para fazer figuração, quando poderia desempenhar um papel mais interessante na trama. O único que se salvou foi o Graham, eu me apaixonei pelo personagem e ele valeu toda a leitura.
Não é que seja um livro ruim, é um livro mal desenvolvido. Falhas poderiam ter sido resolvidas se ele tivesse mais umas vinte ou trinta páginas de explicações e resoluções de problemas encontrados na trama. É um romance água com açúcar bem gostosinho até, isso se você for ler sem focar nos problemas externos, mas focando só no casal. Indico a leitura, principalmente para as mais jovens que, com certeza, irão amar o Graham.

BEIJOS E ATÉ A PRÓXIMA!
***
Este post está concorrendo ao TOP COMENTARISTA.
Clique AQUI e saiba como participar.

icon-newsletter

Não perca nenhuma novidade!

Veja os posts relacionados


Deixe seu comentário

47 Comentários

  • Sueli Cobbos
    14 novembro, 2014

    Acho que parece ser um livro mais para o público adolescente, mas se o tivesse em mãos com certeza iria lê_lo.

  • Luana Souza
    13 novembro, 2014

    Apesar de não gostar da capa tenho muita vontade de lê-lo pois gosto de romances bem clichês ou água com açúcar rs É uma pena que você não tenha gostando muito. :c

  • Sarah Costa
    13 novembro, 2014

    Não gosto muito desse tipo de gênero literário, mais para esse abro um espaço na minha estante.
    Achei o livro maravilhoso. A capa é um tanto fofa.

  • Ana Venturelli Inocenti
    07 novembro, 2014

    Já li A Probabilidade Estatística do Amor à Primeira Vista e amei, tanto o livro quanto modo em que a Jennifer escreve. Gosto desses romances adolescentes, são tão <3
    Já está nos meus planos ler esse livro, tomara que eu goste haha

    http://bibliotecacolorida.blogspot.com/

  • amanda gaino
    03 novembro, 2014

    adorei o livro sim, não é o melhor livro do mundo mas ele foi tudo que eu tava esperando mesmo… é bem filme da disney, fofinho e engraçadinho!

  • Loly Fonseca
    03 novembro, 2014

    Eu, desde que vi a capa (que inclusive também achei linda), tô apaixonada por esse livro! Já consigo ver que vou ficar com aquele sorriso bobo no rosto por muito tempo… Estou curiosa pra saber qual é esse segredo dela e como eles vão ficar juntos… Uma pena que não tenha sido tão bem construído , mas ainda assim tô louca pra comprar logo o livro e ler!
    Kisses =*

  • Thalía Lopes
    03 novembro, 2014

    simplesmente amei o a probabilidade estatística do amor a primeira vista e a Jennifer passou a ser uma das minhas autoras favoritas! amo a escrita dela. Espero gostar de Ser feliz é assim tanto quanto eu amei o outro livro dela. não vejo a hora de poder ler 🙂

  • Amanda Karoline
    30 outubro, 2014

    Sou apaixonada por histórias assim, tanto em livros como em filmes. Algo me diz que ele entrou pra minha lista de futuros livros, porque no momento tenho 81 não lidos na estante 🙁

  • Jessica Lisboa
    29 outubro, 2014

    Bem nunca tive a oportunidade de poder ler algum livro do autor, e essa e a primeira vez da qual leio uma resenha sobre seu livro. Mas parece ser um tipo de livro que voce ler quando acabou-se todos de sua estante (ou quando esta em uma resaca), enfim se eu tiver oportunidade de ler acho que leria sem problema.

  • Suelen Mendes
    28 outubro, 2014

    Já ouvi falar mesmo que esse livro é bem juvenil e sem mta coisa a acontecer pra prender o leitor,eu até gosto de romances água com açúcar,mas os bem desenvolvidos kkkk
    Mas a capa dele é linda demais né!
    Bjus

  • RUDYNALVA
    27 outubro, 2014

    Bem Bárbara, tenho quase 50 aninhos e adoro os livros românticos água com açúcar, principalmente quando acabo de ler livros intensos e quero relaxar um pouco a mente.
    Darei uma chance para ele.
    Tenha uma semana de sucesso!
    Cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

  • Sil
    25 outubro, 2014

    Que pena que o livro não te cativou tanto. Talvez por causa das expectativas. Eu também amei o outro livro da autora e quero muito ler esse. Mas já vou ler sem esperar muito para não me decepcionar.

  • Layla Fernanda
    23 outubro, 2014

    Eu acho que, mesmo com a sua resenha, eu ainda vou amar ler. A história, na verdade, parece ser bem clichê. Já ouvi histórias super parecidas, mas eu amo um clichê!
    Eu amei o APEDAAPV e acho que vou amar esse também!

  • Tânia Regina
    22 outubro, 2014

    Confesso que as vezes até gosto de ler esses romances água com açúcar, principalmente quando estou meia deprê e precisando de um incentivo. Valeu!

  • Georgia @stupidlambgirl
    22 outubro, 2014

    Não criei muitas expectativas para esta leitura, as vezes isso acaba sendo prejudicial e pode estragar um livro que deve ter muitos pontos fortes!
    Costumo evitar depositar muitas esperanças antes de iniciar a leitura, ou me deixar impressionar por muitos comentários. Sejam positivos ou negativos. Assim, aproveito mais!

  • Nanda Santos
    22 outubro, 2014

    Quero ler para ver se minha opinião é a mesma que a sua… o que eu acho que provavelmente acontecerá, mas ainda assim, não consigo deixar de colocá-lo na minha lista de próximas leituras…Bjinhos

  • Elizangela Fonseca
    21 outubro, 2014

    Gostei da capa, o Probabilidade vende no Avon, espero q esse tb venda.

  • Mariana Alves
    21 outubro, 2014

    Um porco :3 kkk. Achei a capa fofa.
    Eu gosto de livros com esse tipo de história.

    |A Beautiful Lie|

  • Cristiane Dornelas
    21 outubro, 2014

    A ideia da trama meio que me lembrou um livro de John Green….
    Tem mais coisas, só que senti como se já conhecesse a história, sabe. Queria ler por gostar da autora, mas não acho que seja um livro marcante, favorito.

  • beth
    21 outubro, 2014

    Se a história é assim como você diz não vai me agradar. Uma pena! Pois estava ansiosa pra ler este livro. Vou deixar pra próxima, então. Beijos.

  • Ana Carolina Ribeiro
    21 outubro, 2014

    Eu não gostei muito da capa sei la´achei feia :p
    Que pena que a história não se desenvolveu tanto
    Pq pelo visto tinha pano pra manga aí
    Adoro romances adolescentes mesmo sendo uma burra velha kkkkkkkkkkk
    Penso em dar uma chance ao livro 😉

    http://malucaspor-romances.blogspot.com.br/

  • Alice Aguiar
    21 outubro, 2014

    eu acho a capa do livro mt fofa e tipo parece ser uma história legal.
    e é uma pena q o livro não tenha sido tão bom quanto deveria barb.
    as vezes infelizmente o autor não sabe desenvolver direito a história. pretendo ler ele um dia, e quem sabe eu curta um pouco né <3
    Seguindo o Coelho Branco

  • Milena Soares
    21 outubro, 2014

    O livro parece bom, eu curto ler, de vez em quando, um romance água com açúcar, já foi pra lista de leitura.

  • Stheffany
    20 outubro, 2014

    Achei o livro muito interessante, parece ser muito fofo.

  • Neny
    20 outubro, 2014

    Eu adorei o outro livro desta autora, mas é uma pena neste ela ter se perdido um pouco..é o que parece.
    Mas você comenta que o garoto é um fofo e quero le lo, para saber mais dele, vamos torcer para nos proximos livros ser bem melhore que este, pois a escrita da autora é muito bos, beijos.

  • Anônimo
    20 outubro, 2014

    eu fiquei com vontade de ler "ser feliz e assim" p/ descobrir a historia de Graham ♥ Ellie.

  • @ Moda e Eu.
    20 outubro, 2014

    Achei fofinho o livro pela resenha, será que esse problema não foi causado pela tradução? Esses dias li um livro original em espanhol em que a menina era ruiva, e em pt era loira, ficou meio sem explicação umas palavras usadas.
    A capa é fofa.
    Ai tá um livro para apostar para acalmar um pouco, doce e leve.

    Beijoca.

    http://www.modaeeu.blogspot.com

  • Dayse Carla
    20 outubro, 2014

    Deve ser uma "delicinha" de livro, clichê, mas interessante. Vou procurar mais sobre ele, talvez entre na minha listinha (aliás, vc avaliou com 3 estrelinhas rs). Não deve ser aquele livro, mas para aliviar a mente ele estará aí. Parabéns pela sua resenha.

  • Girlene Viey
    19 outubro, 2014

    Estava com expectativa enorme em relação a este livro!
    Mas vi que vc deu somente 3 diminui bastante agora!
    Ate pq a opiniao de vcs são muuuito importante

  • Leticia Pereira Barasino
    15 outubro, 2014

    A capa podia ser melhor, a história parece interesante ,quem sabe eu compro hehehheeh 🙂
    Beijos

  • Fabrica dos Convites
    14 outubro, 2014

    Não me interessei, nem pelo enredo e nem a capa me conquistaram.
    Bjs, Rose.

  • Paulinha Laia
    14 outubro, 2014

    Olá, Bárbara.

    Estava até interessada nesse livro, mas não perdi o interesse por causa da sua resenha, mas sim por ser mais direcionado para o público adolescente. As vezes até eu curto esse tipo de leitura, gosto de quebrar um pouco o gênero de livro que estou lendo e leio no meio o YA.
    A sua resenha até me fez querer conhecer o Graham. As vezes os famosos nem são tão esnobes assim. kkkk'
    Quem sabe um dia não dou uma chance pra esse livro.

    Visite: http://paradisebooksbr.blogspot.com.br/

    Beijos.

    • Barbara
      Barbara
      16 outubro, 2014

      Oi, Paulinha. Realmente esse YA é bom pra sair da mesmice.

  • Natty Santos
    14 outubro, 2014

    Hum, nem sei se ainda quero ler 🙁 acho que não compraria, mas se eu ganhasse com certeza eu ia ler, rs!

    http://nattypoupee.blogspot.com
    http://nattwonderland.blogspot.com

  • Edmere Cintra
    14 outubro, 2014

    Nada nesse livro me atraiu. Eu achei a capa muito horrorosa, uma das capas mais feias que eu já vi, sério. A sinopse também não me atraiu, não é o tipo de livro que eu gosto de ler. Bom, posso estar exagerando, mas não tenho nenhuma vontade de lê-lo

    • Barbara
      Barbara
      16 outubro, 2014

      Já eu curti a capa, mas infelizmente estava esperando outra coisa.

  • Patrini Viero
    13 outubro, 2014

    Eu super curti a capa, achei que, como tu mesma disse, ela passa essa ideia de felicidade, toda colorida e cheia de frufrus. Gostei da sinopse também, meu namoro começou virtualmente, então sou bem propícia a me interessar por esse tema hahaha quanto às falhas, acho que é um erro bem comum dos autores ter muita história para poucas páginas. Já li vários livros que mereceriam umas explicações e detalhes a mais, as vezes eles pecam querendo deixar o livro de um tamanho mais apreciado e convidativo.

    • Barbara
      Barbara
      13 outubro, 2014

      Oi, Pa. É, talvez eu que estava chata mesmo, hehe.

  • Iêda Cavalcante
    13 outubro, 2014

    Oiee Barbara!
    Confesso que esse livro pra mim é uma montanha russa. Explico.
    Não gostei da capa, achei infantil, ai pensei: não quero ler!
    Depois quando comecei a ler sua resenha amei o fato deles se comunicarem por e-mail e um não conhecer o outro (adoro essas coisas virtuais rsrs), ai pensei: tá, eu supero a capa e resolvi ler.
    Mas com o passar da resenha vi que tem tantas "falhas" eu resolvi que não quero ler.
    Pessoa confusa né? hehe
    Bjokas!

    • Barbara
      Barbara
      13 outubro, 2014

      Oi, Iêda. Eu gostei da capa, mas não li a sinopse (para variar e estava esperando um chick-lit ou algo mais relacionado A Probabilidade. Acho que minha decepção maior foi essa. De qualquer forma, valeu a leitura 😉

  • Anônimo
    13 outubro, 2014

    Acho que estou na faixa dos "mais jovens" a qual você se referiu, mas não curto muito romances água com açúcar, então não sei se gostaria do livro, haha. Mas como vejo as pessoas falarem muito bem de Probabilidade Estatística do Amor à Primeira Vista acho que vou dar uma chance para o livro (já que é a mesma autora), afinal opinião é algo bem pessoal. Talvez eu goste, hehe

    Beijos,
    http://www.a-book-devourer.blogspot.com

    • Barbara
      Barbara
      13 outubro, 2014

      Oi, Letícia. Espero que você goste, o livro é legal, eu é quem não estava na fase dele, hehe.

  • Mirelle Candeloro
    13 outubro, 2014

    Ih Bah, se você precisou parar para pensar sobre o livro, não sei se quero ler ele não.. já odiei o Probabilidade.. e não terei paciência para mais uma história clichê e rasa como essa.. sei lá.. vou levar em consideração a tua opinião, mas vou rebaixar ele na fila de leituras.. kkk Beijos, Mi

    http://www.recantodami.com

    • Barbara
      Barbara
      13 outubro, 2014

      Oi, Mi. Sei lá, eu achei muuuuito adolescente, mais do que estava esperando. Acho que não vai fazer seu estilo mesmo.