28 de outubro de 2014

Tá na Estante:: 'The Walking Dead - A Ascensão do Governador #326

POSTADO POR EM 28 de outubro de 2014

Olá pessoal.


Hoje venho com uma nova resenha para a nossa semana especial. Vamos falar de Zumbis?

Livro: A Ascensão do Governador
Série: The Walking Dead
Autores: Robert Kirkman e Jay Bonansinga
Editora: Record
Páginas: 361
Sinopse: No universo de The Walking Dead não existe vilão maior do que o Governador, o déspota que comanda a cidade de Woodbury. Eleito pela revista americana Wizard como “Vilão do ano”, ele é o personagem mais controvertido em um mundo dominado por mortos-vivos. Neste romance os fãs irão descobrir como ele se tornou esse homem e qual a origem de suas atitudes extremas. Para isso, é preciso conhecer a história de Phillip Blake, sua filha Penny e seu irmão Brian que, com outros dois amigos, irão cruzar cidades desoladas pelo apocalipse zumbi em busca da salvação.



Não é de hoje que eu acompanho a série The Walking Dead e sou fascinada pelo enredo que eles conseguem criar a cada episódio e a cada temporada. Também é de conhecimento geral que ele tem como base os quadrinhos. Cheguei a folhear alguns, mas não tenho dinheiro todo mês/ semana para compra-los.

Meu primo comprou The Walking Dead – A Ascensão do Governador logo em sua estreia, e me emprestou em seguida também. Mas, com a lista de livros para parceria crescendo, me vi deixando-o de lado. Recebi o convite de lê-lo para o Segredos Entre Amigas (convite não, quase uma ordem – né Léo?) e consegui em tempo recorde.

Em A Ascensão do Governador, conhecemos os irmãos Phillip Blake e Brian Blake, a filha de Phill, Penny, e dois amigos, Nick e Bobby. Já faz um tempo que o apocalipse zumbi começou e eles não sabem nem como isso tudo aconteceu. Só sabem que devem ficar protegidos. Mas não é o que acontece. Aparentemente o lugar onde se encontram já não é bom o suficiente e eles partem para Atlanta, mas não sem antes deixar Bobby com um tiro na testa, enterrado em uma vala aberta por eles mesmos.

Atlanta está tão devastada quanto o resto do mundo. Os sinais de rádio e telefone não são mais transmitidos e o caos e o fogo está instalado. Os abrigos não existem ou já foram exterminados. Os mordedores (forma “carinhosa” com a qual os personagens se referem aos zumbis) estão crescendo a cada dia mais. Logo será quase impossível sobreviver.

É quando eles encontram outros que estão na mesma situação, só que não do mesmo lado. E é só a partir de então que começamos a entender mais sobre quem é o verdadeiro Governador. É óbvio que a todo momento entramos numa espécie de “ah, é esse aqui, por motivos declarados”, mas o que vemos a seguir é algo totalmente inacreditável. Se você pensou que as reviravoltas tinham acabado, está enganado.

O livro termina com um baque e eu só quero ver como que isso tudo vai se desenrolar no segundo volume da série. É visível que o livro se difere muito da série, mas conhecemos a fundo a vida do Governador, algo que é bem falho lá. Estou contente em ver um livro bem acabado, com capa bonita, diagramação simples e letra num tamanho ótimo para leitura.

Que venha The Walking Dead – O Caminho para Woodbury. Assim que o ler, conto pra vocês ;) .

A morte não tem nada de glorioso. Qualquer um pode morrer. [Johnny Rotten]
CUIDADO COM OS MONSTROS.
***
Este post está concorrendo ao TOP COMENTARISTA.
Clique AQUI e saiba como participar

9 comentários:

  1. Oii Pamela
    primeira vez que te vejo postando huahsush :)
    Bem não gosto muito de zumbis :p , mas o livro parece bem interessante ,nunca tive a oportunidade de lê-lo ....
    Prefiro vampiros ;-; hsuahsuhaush.
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Olá, Pamela.

    Eu sempre vejo esses livros da serie, mas ainda não tive coragem de comprar. Como tu disse o livro é diferente da serie e com isso eu tenho medo de começar e abandonar a leitura. Vou procurar saber mais sobre os livros e depois me decidir se leio ou não.

    Visite: http://paradisebooksbr.blogspot.com.br/

    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Oiee.
    Eu já não assisto a série, imagine ler o livro. Não.
    Essa série/livro não me interessa então nem vou tentar. Deixo pra vocês que gostam rsrs
    Bjokas!

    ResponderExcluir
  4. Nunca li nenhum livro sobre TWD e nem quadrinhos, mas morro de vontade de ler, pois eu amo a série e imagino que o livro serrá tão bom quanto.

    ResponderExcluir
  5. Tentei, juro que tentei, assistir alguns episódios de TWD. Adoro essas criaturas "mordedoras" (aliás, gosto de tudo que é meio macabro, sou estranha), mas infelizmente a série não me cativou. Não sei explicar porquê, eu simplesmente não gostei. Aí acabei desanimando para os livros, por pensar que a série fosse fiel a eles. Agora que tu falou que não é bem assim quem sabe eu não tente ler algum da série. Realmente acho a trama boa, só não consegui me empolgar com a série televisiva.

    ResponderExcluir
  6. Pamela!
    Oba! Primeira resenha que leio desse livro, aguardava ansiosa pela opinião de alguém sobre ele, já que os zumbis são seres fantásticos 'queridinhos'.
    E por um lado fiquei até feliz em saber que a série televisiva que acompanho é um pouco diferente do livro, assim terei mais emoções.
    Cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi, Pamela.

    Eu tenho uma relação de amor e ódio com TWD. O livro eu achei bem razoável, a leitura fluiu bem... Mas nos dois livros que li ficou a sensação de que faltava alguma coisa. Tanto que ainda nem parti pro terceiro. Mas recomendaria a leitura pra quem é fã;

    ResponderExcluir
  8. Eu assisto a Serie mais ainda não li os livros!
    Estou muito querendo o Box , mas estou com
    certa duvida ser realmente compro ja que ja assisto a serie!

    ResponderExcluir
  9. Eu quero muito ler esses livros! Acompanho a HQ e a série (vão lançar um spin off, já tá sabendo Pamela?), e a trama do livro foi adaptada para 2 episódios da 4ª temporada da série. Não vemos tanta coisa lá, mas vi vários comentários positivos, ninguém imaginou que fariam isso. Até porque os livros se passam antes do ponto em que a série estava.

    Autor de A Página Certa
    www.laplacecavalcanti.com

    ResponderExcluir