9 de fevereiro de 2015

Tá Na Estante :: 'Antes de Dormir' #361

POSTADO POR EM 9 de fevereiro de 2015

Oi, gente. Tudo bem?


São quase duas da manhã e estou aqui escrevendo essa resenha pra vocês porque não consigo parar de pensar nesse livro. Concluí a leitura hoje à tarde e ainda estou digerindo os acontecimentos. Curiosos pra saber o que achei? Então bora conferir!

Livro: Antes de Dormir
Autor: S. J. Watson
Editora: Record
Páginas: 400
Sinopse: Christine acorda numa cama estranha, ao lado de um homem com uma aliança no dedo. Sua primeira reação é pensar que se envolveu com um homem casado na noite anterior. Enquanto se esforça para lembrar o que aconteceu, pensando numa provável esposa traída, ela finalmente se olha no espelho. E não reconhece o reflexo. Pelo menos vinte anos mais velho do que esperava encontrar. Então o homem lhe revela algo perturbador: todos os dias, sua memória se apaga sempre que ela dorme. O estranho, seu marido Ben, é obrigado a recontar a vida deles todas as manhãs. Encorajada por seu médico, ela começa a escrever um diário para ajudá-la a recuperar suas lembranças. Certa manhã, ela o abre e se depara com quatro palavras assustadoras: “Não confie em Ben”. E passa a se perguntar... Que acidente a fez ficar assim? Em quem ela pode confiar? Mantendo o ritmo de suspense do início ao fim, Antes de dormir é um inteligente e instigante romance sobre memória e identidade. E sobre o quanto podemos confiar em quem está perto de nós.

Christine Lucas acorda numa certa manhã sem saber onde está. Ao seu lado dorme um homem e ela fica crente de que o conheceu em uma festa e dormiram juntos. Seu lado racional lhe diz que nunca se envolveria com um homem casado e é então que a mulher vai até o banheiro se recompor antes de sair do local. Porém, o espelho lhe traz uma grande surpresa.

Ao que parece, Christine envelheceu vinte e tantos anos da noite para o dia. Pelo menos é isso que ela acredita até que o homem na cama lhe conta a verdade. Seu nome é Ben e ele diz ser seu marido há mais de vinte anos. 

Christine na verdade tem 47 anos, muitos a mais do que imaginava, e sofreu um acidente quando tinha 29, que lhe tirou a capacidade de armazenar lembranças por um grande intervalo de tempo. Ou seja, toda noite quando vai dormir, Christine esquece tudo que aconteceu naquele dia e acorda na manhã seguinte exatamente da mesma forma todos os dias: sem lembrar-se de nada.

Ben explica-lhe tudo que aconteceu em sua vida nos últimos anos e a deixa em casa para ir trabalhar. Sozinha, Christine tenta recordar-se de seu passado, mas as lembranças lhe fogem. É aí que o telefone celular em sua bolsa toca. A mulher pega o pequeno aparelho até então desconhecido e atende. 

A voz do outro lado identifica-se como Doutor Nash e diz que é um médico que está tratando da amnésia de Christine em segredo. Ele lhe conta que os dois tem uma consulta marcada para aquele dia. Apesar de estar desconfiada, Christine aceita encontrar o doutor, que lhe entrega um diário no qual ela vem escrevendo o que acontece nos seu dia-a-dia para poder lembrar-se no dia seguinte.

Ao chegar em casa, Christine vai ler seu diário, para tentar compreender a situação. Ao abrir a primeira página, outra surpresa. Escrito em letras garrafais está: "NÃO CONFIE EM BEN". Confusa e ao mesmo tempo intrigada, Christine imerge naquelas páginas e descobre que sua vida não é nada simples.

Conforme as páginas vão avançando, Christine vai percebendo que algumas memórias estão ali, presas na sua mente e loucas para se soltarem. E o pior, muitas delas são versões diferentes das histórias que Ben lhe contou tão calmamente no café da manhã. Mas que motivo seu tão amoroso marido teria para mentir?

Ao questionar Ben sobre seu passado, as respostas são sempre vagas e a cada dia mais Christine vai percebendo que seu marido tem algo a esconder dela, algo que pode ser a chave para a recuperação total de suas lembranças. 

Querem saber o que vai acontecer? Então não deixem de ler!

Pra quem não sabe, Antes de Dormir foi relançado pela Editora Record devido ao lançamento do filme este ano. Eu nunca havia me interessado pela história, mas após assistir o trailer da adaptação, notei que era o tipo de enredo que eu adoro.

S. J. Watson criou uma trama complexa onde você não sabe o que é real e fica elaborando teorias para descobrir a verdade. O porém é que, conforme o livro vai avançando, todas as teorias caem por terra e você fica mais uma vez ansiando por uma explicação.

A narrativa é em primeira pessoa, sob o ponto de vista de Christine. Esse foi um ponto que achei ótimo na história, pois nossa narradora não é nem um pouco confiável e isso só nos enche de dúvidas e mais teorias sobre o que realmente aconteceu. Devorei o livro em pouco mais de um dia, tamanha a impossibilidade de largar.

Porém, em alguns momentos o leitor pode se sentir incomodado com os dilemas e monólogos da personagem, pois há cenas em que ela se martiriza por coisas que você já sabe e ela também sabe, mas esqueceu. É um tanto frustrante reviver certas ocasiões.

Os personagens foram muito bem construídos. Senti logo de cara uma conexão com Christine, mas não me perguntem o motivo, não sei. Ben despertou minha antipatia assim que disse a primeira palavra e passei o livro inteiro desconfiando dele. Quanto ao doutor Nash, até agora não sei o que pensar sobre o personagem. Posso dizer que sua participação na trama foi a mais controversa, já que ora eu sentia que ele era mocinho, ora sentia que era vilão.

Quanto ao desfecho, não posso dizer que foi surpreendente, tendo em vista que da metade do livro em diante elaborei uma teoria que era mais ou menos o real, mas afirmo com convicção que foi espetacular. O autor conseguiu manter o ritmo no final e desenvolver uma das melhores cenas do livro.

O único defeito - que pra mim não desmereceu em nada a história - é que o livro foi um tanto extenso demais. Acho que o autor poderia ter cortado umas oitenta páginas tranquilamente, pois são um tanto desnecessárias. São partes do dia de Christine que não interferem na história ou descrições exageradas de o que ela estava vestindo ou o que Ben estava comendo.

No quesito trabalho editorial, não tenho nenhuma reclamação. A capa é o pôster do filme e o fato de ter Nicole Kidman e Colin Firth já agrega valor à estante. A tradução e a revisão estão impecáveis, como sempre.

Assim que acabei de ler o livro, resolvi conferir a adaptação. Porém, logo nos primeiros quinze minutos de filme eu desisti, tamanhas as diferenças para com o livro. Nicole, Colin e Mark Strong estão ótimos nos seus respectivos papéis, como era de se esperar destes ótimos atores, mas de restante, prefiro evitar a decepção (é óbvio que vou assistir e criticar horrores, mas tenho que fingir que não, hahaha).

O livro é ótimo, mais um para minha lista de excelentes leituras do ano. Tenho certeza de que vocês vão curtir e se envolver com a trama assim como eu. Super recomendo.

Beijos e até a próxima!

9 comentários:

  1. Oi, Leo! Tá aí um livro que nunca pensei que teria interesse de ler. Não fazia ideia de que a verdadeira história era essa e agora sinto que perdi um tempo precioso kkkk adorei a resenha e estou super ansiosa para ler Antes de Dormir. Vou ler antes de ver o filme, para não ter uma opinião errada da obra e.e
    Gislaine | Paraíso da Leitura

    ResponderExcluir
  2. Olá! Já tinha visto o poster do filme, mas não parei para procurar alguma coisa sobre o livro. Depois desse post, já preciso dele para saber como acaba. E também não quero ver o filme antes de ler (obrigada pelo alerta de que não é uma adaptação fiel).
    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Gostei bastante dessa resenha ....
    Beijos U&B
    Adriana e Cláudia
    www.unhasebocas.blogspot.com.br
    Instagram @blogunhasebocas
    https://www.facebook.com/pages/Unhasbocas/477832645611169?fref=ts

    ResponderExcluir
  4. Oi queridos!
    Tem tag para vocês no blog, ok?
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/2015/02/tagsselinhosmemes-01-tag-blog-fabrica.html
    Depois venho comentar a postagem.
    cheirinhos
    Rudy

    ResponderExcluir
  5. Deve ser muito doido acordar e não reconhecer a si mesma, ver uma pessoa ao seu lado que diz ser seu marido, e em seu diário está bem claro que ele não é confiável. Acho que se eu fosse a Christine, eu ficaria bem confusa e intrigada. Espero ter a oportunidade de ler esse livro, parece ser bem interessante. Não vou assistir a adaptação logo para não desanimar, é horrível quando a adaptação é muito diferente do livro, não entendo porque fazem isso.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Oi, Leo. Eu assisti o filme e fiquei sonhando com um livro dele. Comentei com várias pessoas que um livro dessa história seria maravilhoso. Entro no blog e me deparo com isso. Não fazia ideia da existência do exemplar. E conhecendo a história, junto com sua resenha, fiquei louca pra ler!!!

    www.karolgoncalves.com

    ResponderExcluir
  7. Vc poderia dar uma olhadinha? Obg https://nomundodesol.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  8. Ai Leo do céu, bagunçando minha lista de leitura!
    Fiquei intrigada, comecei a ver o filme, mas parei para poder ler o livro antes de saber mais!
    Fiquei intrigada e ficaria desconfiada de todo mundo se eu acordasse e não lemmbrasse de nada... ai céus!
    Adorei a resenha e acalme seu coração kkkkk

    Beijos
    Chrys Audi
    Blog Todas as coisas do meu mundo

    ResponderExcluir
  9. Achei muito interessante a história desse livro, fiquei curiosa pra saber o mistério que envolve a Christine e fiquei mais animada pra ler pois também tem o filme. Ótima resenha, parabéns.

    ResponderExcluir