29 de março de 2015

Tá Na Estante :: 'Destrua-me' #379

POSTADO POR EM 29 de março de 2015

Heey, gente. Tudo bem??


Caramba, toda a correria que não aconteceu pra mim no começo do ano está acontecendo agora. Projeto da faculdade, estágio, eventos... Tá tensa a vida, haha. Mas não posso abandonar vocês - e nunca vou. Estou com vários livros lidos só aguardando resenha e preciso fazer isso o quanto antes. Mas chega de enrolar e vamos descobrir um pouco mais sobre a história que vou falar hoje?

Livro: Destrua-me
Série: Wrecked #01
Autora: J. L. Mac
Editora: Charme
Páginas: 264
Sinopse: Destrua-me - Aos vinte e cinco anos, Josephine Geroux é uma "zé ninguém", segundo sua própria definição e, apesar de não querer ser assim, ela se contenta com isso. Crescer orfã a transformou numa pessoa dura e indiferente aos outros, até que ela conhece um homem estranhamente familiar, com um rosto que a assombra por razões que ela não consegue entender.Mesmo fazendo questão de evitar interações com os outros, a vida de Josephine se entrelaça com a de Damon Cole, o enigmático estranho, e antes que se dê conta, ela se entrega à única pessoa que está perto o suficiente de destruí-la.Envolvente, sensual e extremamente emocional, Destrua-me irá te seduzir, apaixonar e conduzir à uma montanha russa de sentimentos, com a dolorosa vida de Josephine.


A Editora Charme fez um grande marketing em cima desse livro e eu estava morrendo de curiosidade, apesar de ter lido algumas resenhas não tão positivas. Entretanto, o ponto que as pessoas mais tocavam nessas resenhas era um fato que eu acho até legal nos livros eróticos e pelo qual eu já estou esperando, então não me decepcionei a esse ponto.



Destrua-me conta a história de Josephine Geroux, a Jo. Ela ficou órfã após seus pais morreram em um acidente de trânsito quando ela tinha doze anos, do qual foi a única sobrevivente. Daquela noite ela só se lembra de um menino a tirando do veículo, mais nada. Após essa fatídica noite, Jo viveu em abrigos e pulou de casa em casa, mas quando viu que na rua ela estava melhor, não hesitou em fugir e se esconder nas vielas da grande cidade.

Jo foi criada pela rua e apesar de não ter nada, tem a inteligência de poucos. Ela descobriu seu amor pela leitura entrando na biblioteca municipal para passar o frio. Ler tornou-se um hábito e quando ela se deu conta, já tinha devorado quase todos os livros da biblioteca. Depois de roubar e mendigar para sobreviver, Josephine percebeu que poderia ganhar a vida de uma forma mais digna. Conseguiu uma vaga em uma livraria graças a seu extenso dicionário literário e é nela que trabalha há 7 anos.



Nessa mesma livraria Jo conhece Damon Cole. Ele apareceu de supetão quando ela espantava um ladrãozinho das dependências da loja e entrou na vida dela de maneira abrupta. De cara um sentiu atração pelo outro. Jo não tem regras, se ela quer dormir com um cara, ela simplesmente dorme com o cara. E foi assim com Damon, quando ela percebeu que estava dando voltas para convidá-la para sair, Jo tomou a frente.

A partir dessa noite temos o desenrolar do relacionamento de Jo e Damon. Enquanto ela é uma órfã que trabalha em uma loja falida e que está com suas contas mais que atrasadas, ele é um jovem milionário que não tem família e que é absolutamente estranho. Mas os opostos se atraem, não é?



Eu achei o livro legal, porém meio óbvio. Sabe aquele livro que da primeira fala tu já sabe como termina? Esse! Sério, eu apostava e acontecia tudo da forma como eu apostei. Na verdade eu esperei surpresa, esperei estar errada, esperei uma reviravolta na trama que me deixasse louca. Não aconteceu. Entretanto, não foi no total ruim porque eu até gosto desses clichês mega óbvios. 

A Josephine é uma personagem diferente. Ela é muito dada. Ela se sentiu encantada pelo mundo de Damon e não conseguia recusar as ofertas dele. Sabe aquelas mocinhas dos livros eróticos que dizem ao menos um não antes de dizer o sim? A Jo só pensa no não, mas diz logo sim. Isso me incomodou um tiquinho, mas na verdade é o que eu acho que muitas mulheres fariam na posição dela.



Não pensem que ela é oportunista, porque não é. Ela só está deslumbrada demais para pensar em negar. Achei até isso mais verdadeiro do que os nãos imbecis que as mocinhas costumam dar. Além disso, Jo é uma mulher de fibra. Ela lutou para sobreviver e mostra isso em todas as suas ações. A cada nova descoberta sobre a vida dela a gente se sente um pouco mesquinho de reclamar do que tem. 

Damon é o típico boymagia lindo, rico, sensual e com problemas familiares. Entretanto, o buraco dele é um pouco mais embaixo. Ficamos o tempo todo tentando descobrir o mistério da vida dele. É intrigante e deixa a leitura bem prazerosa. 

O livro é narrado em primeira pessoa pela Josephine, então estamos sempre na cabeça dela e vivendo as dúvidas dela, morrendo de curiosidade para saber o que o Damon está pensando. A narrativa é bem fluida, li o livro rapidamente e soltei até um UAU no final.



Ah, o final... Autora filha de uma cobra, me lascou toda, haha. Sério gente. Acabou daquela forma que pensamos: vou te matar. Nada fechado, tudo para se resolver no próximo livro - ou nos próximos.

Foi uma leitura mediana, ótima para distrair, sem nenhum estresse ou tensão aparente. Gostei, mas espero que a autora melhore no próximo livro e que este não demore a chegar, porque eu realmente estou curiosa. 

Beijocas e até a próxima!

19 comentários:

  1. Oi, Barbara! Não gosto muito desse gênero, mas de tanto marketing que a editora fez em cima desse livro, como você mesma apontou, eu fiquei curiosa a respeito da história haha Acho que vou ler em um dia que precisar de uma história mais leve, tranquila. Só não gostei do fato de que a história fica sem um final, que ela deixa pra uma continuação. Odeio ter que esperar D: haha Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Eu, particularmente, gosto de livros new adult, mas não curto livros eróticos em si.
    Tenho até enjoado um pouco desse tipo de livro, mas acho que é porque tenho lido muitos livros do gênero NA em que os autores estão confundindo com erótico com cenas de sexo desenfreado hahahhaa
    Tenho uma certa curiosidade com esse livro, a própria capa me chama a atenção. Talvez eu vá dar uma chance a leitura =)
    Ótima resenha!
    Beijos!

    www.livrosdajess.com

    ResponderExcluir
  3. Oie, Bárbara!
    Adorei a premissa do livro e o enredo em si, mas não leria porque não gosto do gênero.
    Lembrou um pouquinho 50 Tons ou eu que estou meio piradinha? Hahaha
    Com carinho,
    Celly.

    http://melivrandoblog.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Ps. Não leria o livro, mas que capa linda! ❤️

    ResponderExcluir
  5. Oiii,

    Eu não li ainda, aliás vi uma resenha mega negativa para ele :(
    EU adoro clichês, mas também curto me surpreender.
    Desde que li 50 tons eu meio que broxei para esses livros, sempre acho tudo muito igual sabe?
    Então, esse seria um livro que não leria. A não ser que eu ganhe.
    Espero que no proximo seja melhor e mais coisas sejam respondidas :D


    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
  6. Oiii,

    Eu não li ainda, aliás vi uma resenha mega negativa para ele :(
    EU adoro clichês, mas também curto me surpreender.
    Desde que li 50 tons eu meio que broxei para esses livros, sempre acho tudo muito igual sabe?
    Então, esse seria um livro que não leria. A não ser que eu ganhe.
    Espero que no proximo seja melhor e mais coisas sejam respondidas :D


    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
  7. Eu já tinha lido algumas coisas bem legais sobre esse livro e apesar de não ser o meu tipo de leitura, eu gostaria muito ler.

    http://laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
  8. barb o livro é bem óbvio mesmo e pelo que me contaram de spoiler eu já sabia basicamente tudo que ia acontecer, parece que eu tava prevendo sem nem sequer ter lido o livro.
    o lance do pessoal se sentir atraído logo de cara e ir se envolvendo me incomoda, não gosto muito de relacionamentos assim nos livros.
    tipo eu gostei da capa e tudo mais.
    no mais é um livro legalzinho, mas não algo que me empolgue profundamente.
    Seguindo o Coelho Branco

    ResponderExcluir
  9. Menina a divulgação desse livro foi profunda..kkk A Charme botou pressão no marketing..kkkkk
    Eu amo romances clichês (sou apaixonada pelos livrinhos da Harlequin) então esse daí super me conquistou.kkkk Quero muito ler!!!!
    obs: Odeio de coração autora que faz finais como esse que você descreveu... dá odin triste.kkkkk

    ResponderExcluir
  10. Olá, tudo bem?

    Porra, das duas uma, ou a biblioteca era minúscula, ou essa menina não ia pra casa nem pra tomar banho, viva que nem traça só comendo livro HAHAHHAA Há quem discorde que os opostos se atraem, mas enfim.

    Quado vi que citou que o livro tinha cenas de eróticas e que a personagem era bem dada, já imaginei a maior biscate, mas aí que fui entender o sentido do seu "dada" HAHAHA

    Os livros atuais estão me dando medo quando não tem final, pois os autores muitas vezes abandonam ou a editora não quer publicar o resto, aí quem toma na retina do olho do %* somos nós. Não seria um livro que eu leria, apesar da capa ser bem bonita.

    Abraços,
    Matheus Braga
    Vida de Leitor - http://vidadeleitor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Tu já sabe que eu dei 1 estrela, né? Além disso que vc apontou, achei o Damon muito inconstante, as cenas eróticas bem fraquinhas e a revisão péssima. Mas o pior foi a previsibilidade, era tudo muito normal. O clichê é legal desde que bem trabalhado, o que não foi o caso. Li em ebook e não faço questão do físico.
    Beijinhos!
    Giulia - www.prazermechamolivro.com

    ResponderExcluir
  12. Oi Bárbara!
    É, não adianta, alguns livros parecem não conseguir se livrar dos clichês!
    Mas adorei a capa desse livro e gostei do fato de que a personagem trabalha em uma biblioteca :)

    Beijos,
    Fernanda
    http://www.oprazerdaliteratura.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Hey, Barbara, tudo bem?

    Esse livro tem cara mesmo de ser daqueles bem previsíveis e cheios de clichês e apesar de gostar de uma leitura assim de vez em quando deve ser por isso que ele não me anima muito. Gostei que a personagem seja um tanto mais honesta quanto à suas vontades, acho que assim há a diferenciação entre outras personagens desse tipo de livro. Posso até lê-lo algum dia, mas é com despretensão, como uma leitura leve, só para distrair como você mesma disse.
    Beijos,
    Dois Dedos de Prosa

    ResponderExcluir
  14. Oiie
    Essa capa de inicio me chamou muita atenção e realmente vejo muita divulgação dele por ai..
    Não sou fã de hots... esse tipo de história nao me convence, mas mesmo vc falando q o livro nao é la essas coisas, eu achei interessante o fato de ela ser da rua... e ele ser milionário é supeeeeeeeer clichê, mas Ok,, eu tbmmm gosto de cliche! hahaha

    Talvez eu leia esse livro algum dia...

    Bjinhos
    Pam
    Meus Livros Preciosos

    ResponderExcluir
  15. É um tipo de livro que eu gosto, porém você disse que o livro é óbvio, quanto ao seu final, e isso mata tudo. :(

    http://palavrasdelucidez.com.br

    ResponderExcluir
  16. Oi oi!
    Se tem uma coisa que não consigo gostar em livros é essa obviedade sabe, não consigo, gosto daquele mistério, de quando você acha que é uma coisa e é outra.
    Então, mesmo amando essa capa e a querendo na minha estante, não leria, então...
    Beijos!

    ResponderExcluir
  17. Oi sua linda!
    Eu não curto esse gênero, então provavelmente não lerei. E eu tenho um sério problema com mocinhas que nunca dizem não hahaha.
    A capa é linda!

    Beijos ♥
    Livros e blablablá

    ResponderExcluir
  18. Oi, Bah!
    Então, já ouvi dizer que esse livro é bem fraquinho.
    Mas eu, assim como você, também curto um clichê ás vezes.
    Mas mesmo depois da sua resenha, fiquei pensando se vale mesmo a pena dar uma chance a essa leitura. Vou pensar mais sobre isso. rsrs
    Adorei a resenha, e esse boymagia parece ser tudo de bom mesmo. *-*

    Beijinhos
    Jaque - Meus Livros, Meu Mundo.

    ResponderExcluir