22 de abril de 2015

Na Telona :: 'Vingadores - Era de Ultron' #23

POSTADO POR EM 22 de abril de 2015

Oi, gente. Tudo bem?


Na última sexta-feira eu participei da cabine de imprensa de Os Vingadores 2, possivelmente o filme mais aguardado do ano. Saí da sessão já querendo contar pra vocês, mas tinha embargo até ontem. Por isso, hoje, no primeiro minuto do dia, estou aqui escrevendo essa crítica. Vamos conferir?!

Filme: Vingadores - Era de Ultron
Título Original: Avengers - Age of Ultron
Diretor: Joss Whedon
Lançamento: 23 de abril de 2015
Duração: 2h22min
Distribuidora: Disney
Classificação: 12 anos
Sinopse: Os Vingadores 2: A Era de Ultron, a épica sequência do maior filme de super-heróis de todos os tempos. Quando Tony Stark tenta alavancar um programa de paz virtual, as coisas dão errado e os maiores heróis da Terra, incluindo Homem de Ferro, Capitão América, Thor, o Incrível Hulk, Viúva Negra e Gavião Arqueiro enfrentam o teste definitivo enquanto o destino do planeta está em jogo. Quando o vilanesco Ultron surge, cabe aos Vingadores impedi-lo de concluir os seus planos terríveis. Para tanto, logo surgem alianças inesperadas que abrem caminho para uma aventura global épica e única.

O filme já inicia com uma cena de ação. Os Vingadores estão invadindo a base da HIDRA, liderada por Barão Strucker. Os maiores heróis da Terra querem resgatar a posse do cajado de Loki, um artefato extremamente poderoso que Thor deseja levar de volta para Asgard. Após uma batalha contra os soldados inimigos, finalmente a missão é concluída.



Tony Stark e Bruce Banner estavam trabalhando em um projeto para criar um soldado que pudesse fazer a defesa da Terra dos alienígenas e dar uma folga aos Vingadores. O projeto Ultron era um grande sonho dos dois cientistas e as propriedades mágicas do cajado de Loki podem torná-lo realidade. Com isso, eles passam a trabalhar na criação do novo herói.

Porém, as coisas não dão muito certo. Ultron tem uma consciência própria e acredita que a Terra só terá paz de verdade quando os Vingadores forem exterminados. Ultron pode estar em qualquer lugar a qualquer hora e quando finalmente conseguir sua forma física plena, será imbatível, pois tem todas as informações a respeito dos heróis que deseja destruir.



Logo a máquina que foi criada para ser um aliado torna-se um poderoso inimigo. Com a ajuda dos gêmeos Pietro e Wanda Maximoff, o Mercúrio e a Feiticeira Escarlate, Ultron iniciará uma guerra que poderá tomar proporções épicas para os heróis e para a humanidade se não for detido a tempo.

Querem saber o que vai acontecer? Então não deixem de assistir!




Sempre fui fascinado pelos filmes da Marvel e Os Vingadores é um dos meus favoritos disparado. Com isso, não pude perder a oportunidade de assistir a sequência em primeira mão (obrigado Espaço/Z). Cheguei para a sessão com as expectativas lá no alto, mas infelizmente preciso dizer que nem todas foram atendidas.

O filme tem bastante ação e não deixa o espectador entediado em momento algum. Entretanto, achei algumas cenas um tanto exageradas, uma pancadaria atrás da outra que tornou alguns momentos monótonos e "mais do mesmo".

Por outro lado, esse segundo filme abordou a parte mais humana dos Vingadores, com um grande enfoque no Gavião Arqueiro e na Viúva Negra. Podemos conhecer um pouco mais sobre suas vidas antes dos Vingadores, o que foi muito legal, já que são os únicos que não possuem filme solo. Além disso, ambos os personagens tiveram um destaque maior e provaram que serem apenas "humanos", sem superpoderes ou armaduras de metal, não os tornavam o elo mais fraco.



O humor do filme está bem acentuado, devido ao sarcasmo e o humor ácido do Homem de Ferro. Consegui dar umas boas risadas durante a exibição, o que deu um toque mais leve à película. Além disso, os produtores inseriram uma dose de romance que foi muito bem aproveitada e conseguiu me conquistar conforme as cenas iam avançando.

Quanto ao elenco, não tenho muito a comentar. Todos os atores deram um show de interpretação e comecei a gostar de Jeremy Renner e do Gavião Arqueiro. Entretanto, não posso deixar de falar sobre Elizabeth Olsen e Aaron Taylor-Johnson como os irmãos Maximoff. Quando eles foram anunciados, não gostei nada da ideia, já que os dois heróis tem um lugar no meu coração e ambos os atores me decepcionaram em Godzilla. Porém, achei que os dois cumpriram muito bem seu papel, principalmente Olsen, que deu à Feiticeira Escarlate toda sua personalidade inocente e ao mesmo tempo sombria. Além disso, os dois atores funcionaram muito bem juntos e realmente demonstraram o carinho de irmãos que os gêmeos nutrem nos quadrinhos.



Os efeitos especiais estão de tirar o fôlego. Sempre reclamo do uso excessivo das cenas de slow motion e que não vejo sentido no uso da tecnologia 3D, mas dessa vez preciso tirar o chapéu para a produção. Tudo foi feito com grande minúcia dos detalhes e nada ficou fora do lugar de forma que agredisse os olhos. Palmas para a Marvel.

Os Vingadores 2 está longe de superar seu predecessor, mas ainda assim é um filme sensacional e de tirar o fôlego de qualquer espectador. Com certeza vale o dinheiro do ingresso (de preferência em 3D) e eu super recomendo a todos. Mas é claro, não façam como minha mãe e assistam o primeiro filme antes de ver o segundo.

Beijos e até a próxima!

2 comentários:

  1. Cara, sua mãe foi ver esse filme? kkkkkkkkkkkkk Que máximo!!!

    ResponderExcluir
  2. Não aguentei ler tudo pq fiquei com medo dos spoilers, mas caaaaara, que vontade. Comprei os ingressos junto com os meus amigos para o dia 25 assim que começaram as vendas, e já estão esgotados no shopping que nós vamos. To super ansiosa pra ver o filme, ainda mais sendo fã da Marvel como eu sou. Fiquei bem feliz em saber que vale a pena ver em 3D, já que só conseguimos assim. Não esperava muito da Olsen também não, mas pelas criticas ela teve uma participação bem boa. Só uma duvida, supera dias de um futuro esquecido e primeira classe?

    Bomba de Morango

    ResponderExcluir