17 de maio de 2015

Tá Na Estante :: 'A Vida Misteriosa de Jack' #399

POSTADO POR EM 17 de maio de 2015

Heeey, gente, Tudo bem??


Olha eu aqui digitando uma resenha com uma mão só, haha. Mas sério, eu estava morrendo de saudades de vocês e precisava trazer essa resenha o quanto antes \o/ Bora descobrir qual o livro?

Livro: A vida misteriosa de Jack
Autora: Kelly Barnhill
Editora: Bertrand Brasil
Páginas: 294
Sinopse: Às vezes, a invisibilidade tem o seu lado positivo. Quando sua mãe o leva a Hazelwood, Iowa, para passar um tempo na casa dos seus estranhos tios, Jack não espera nada além de um verão entediante. Nem passa pela sua cabeça que os habitantes de Hazelwood o aguardam há muito, muito tempo. Logo que chega à cidade, três coisas inacreditáveis acontecem. Primeiro, ele faz amigos – amigos de verdade, não imaginários. Segundo, ele apanha do maior valentão da área – os valentões da sua rua sempre o ignoraram completamente. Terceiro, o homem mais rico da cidade começa a tramar o seu fim – um fim doloroso, aliás. Dependerá somente de Jack descobrir por que, de uma hora para a outra, todos passaram a dar tanta atenção a ele. Logo a ele, que sempre foi tão invisível.



A Vida Misteriosa de Jack é uma encantadora história sobre magia e amizade. 


Jack é um garoto que sempre se sentiu invisível, até para os seus próprios pais. Seus únicos amigos eram imaginários, e ele já havia se acostumado com isso. Quando os moradores do Hazelwood, uma cidadezinha de Iowa, começam a sentir algo estranho no ar, Jack é logo colocado em um carro e embarca com a mãe de São Francisco para a pequena cidade.

Chegando lá, Jack vê sua vida mudar completamente. Ele sempre foi invisível para todos, mas lá não. Os tios dele prestam atenção no pequeno garoto, na escola ele encontra amigos, amigos de verdade, e até chama atenção de um valentão ao ponto de levar uma surra. Jack fica assustado com tanta atenção, mas como não ficar? Entretanto, ele não deixa de achar legal.

Porém, parece que essa atenção tem um motivo específico. Jack percebe que existe algo diferente na cidade, ele sente que as pessoas guardam segredos e sente que o observam de uma forma diferente. Parece que cabe a Jack descobrir qual o mistério que essa pequena cidade esconde. Será que ele vai conseguir?

Mas a curiosidade para desvendar o mistério deixa Jack em perigo. Qual será esse mistério? Jack irá desvendar tudo sozinho ou contará com a ajuda dos amigos?

A vida misteriosa de Jack me foi apresentado como um livro de mistério, magia e amizade; todo o prometido foi cumprido. O livro é narrado em terceira pessoa, mas sempre sob a perspectiva do Jack, então estamos sempre seguindo ele para todos os cantos. Vocês sabem que eu gosto desse tipo de narrativa, mas eu acho que em um livro repleto de elementos a autora poderia usar da narrativa pelo ângulo geral, na terceira pessoa. O Jack não é um personagem chato, mas ele demorou muito para entender alguns pontos da história, e acaba que o leitor fica confuso junto com ele.

Os elementos mágicos da história ficam escondidos em um mistério. Você sabe que existe algo mágico, mas não sabe o que é. Esse ponto me lembrou muito Once Upon a Time. Fiquei tão cega quanto a protagonista da série.

Acho interessante esses elementos misteriosos, mas não sei se usaria em um livro infanto-juvenil. Crianças tendem a não ter paciência e se elas ficarem confusas a probabilidade de abandonarem a história é bastante alta. Os personagens secundários são interessantes, mas não foram explorados ao ponto de você se ligar a algum deles no decorrer da história. 

A partir da metade do livro a história começa a te prender, e te prende muito. É nesse momento que o livro faz valer todos os pontos que nos convida na apresentação. Passa uma bonita mensagem sobre a amizade e sobre a escolha do certo e do errado, e como isso pode afetar as nossas vidas.

É um livro lindo e interessante. Após toda a reviravolta da história você perceberá que vale muito a pena a leitura. Ótima dica de livro para dar para o irmão mais novo ou pro priminho. 

Beijocas e até a próxima!

0 comentários:

Postar um comentário