7 de junho de 2015

Tá Na Estante :: 'Um Conto Sombrio dos Grimm' #405

POSTADO POR EM 7 de junho de 2015

Oi, gente. Tudo bem?


Estou tentando a todo custo colocar minhas pendências em dia, mas essa vida de universitário não é mole não, hahaha. O livro escolhido de hoje é um lançamento de abril da Galera Record, pelo selo Galera Júnior. E não podia deixar de escrever essa resenha na parceria de uma das pessoas que mais gosto nesse mundo, Flávia Penido, resenhando pelo blog Prazer, Me Chamo Livro. Vamos conferir?!

Livro: Um Conto Sombrio dos Grimm
Série: Contos Sombrios (#01)
Autor: Adam Gidwitz
Editora: Galera Júnior
Páginas: 272
Sinopse: João e Maria perambulam por oito fábulas e acabam provocando muitas risadas... e um pouquinho de choro também! João e Maria fugindo da própria história? Mas o que pode ter acontecido? Seus pais eram reis!! Os meninos tinham tudo que desejassem... não? Humm. Talvez a história não seja bem assim. Mas, então, qual a verdade? Descubra, acompanhando João e Maria em oito fábulas horripilantes. Em meio a muita aventura, os irmãos se deparam com bruxas, magos, caçadores com uma mira infernal, padeiros com fornos perfeitos para assar crianças... Tudo isso pode ser muito assustador, mas, diferente de outros contos de fada, é TUDO verdade! Ou, pelo menos, o mais próximo do que os próprios Grimm imaginaram.

Como fãs de contos, a resenha de hoje foi feita em dupla com intuito de Leo e eu expormos nossas opiniões sobre a leitura de Um Conto Sombrio dos Grimm.
O livro narra a história de João e Maria, mas não daquela forma da qual estamos acostumados. Sim, em algum momento da história existe uma mulher que deseja devorá-los e uma casa feita de doces, mas não é só isso. Tem muito mais por trás...
Minhas impressões estão apresentadas em itálico para diferenciar das impressões do Leo. 



Na realidade, João e Maria são filhos de um rei poderoso e fugiram de casa após terem sido assassinados pelo pai. Sim, pra salvar um criado de confiança, o rei precisaria decapitar os próprios filhos e o fez sem pestanejar. Claro que depois tudo voltou ao normal, inclusive a cabeça das crianças, mas não sem provocar um ressentimento nos pequenos. Os gêmeos então vão passando de fábula em fábula, enfrentando situações uma mais difícil do que a outra, desde um dragão poderoso querendo matá-los até uma visita ao inferno.

Adam Gidwitz tentou contar a história de forma mais próxima a versão original dos Irmãos Grimm. E, como todos devem saber, os contos dos Grimm são extremamente macabros e passam longe das versões da Disney que nós conhecemos. Porém, o autor pegou alguns contos em que a maioria dos personagens não tinham nomes e inseriu João e Maria em seus lugares de forma que eles passaram por novas "aventuras". 

Foi algo que não me agradou muito e, de certa forma, me deixou frustrada, pois dos oito contos existentes no livro eu conhecia três. Esperava algo inédito, uma versão mais detalhada, ou talvez o ponto de vista do próprio Gidwitz, mas não foi o que aconteceu. E por mais que as histórias sejam fieis as originais, trata-se de uma versão voltada ao público juvenil, por mais que existam trechos macabros.



Já eu adorei o livro, porque apesar de ser um grande curioso com as histórias dos Grimm, nunca tinha me aproximado, mesmo que indiretamente, de algo escrito por eles e achei a experiência gratificante. Fiquei bem animado para ler os contos originais.

Sobre cada conto, não há muito que falar sem soltar spoilers, já que um é sequência do outro, ou ao menos o autor escreveu como se fossem. Há contos apenas com João e contos apenas com Maria e achei que os dois separados renderam melhor. Meu favorito foi “Três Fios de Cabelo Dourado”, que narrou a experiência de João no Inferno, passando por diversos conflitos com o próprio diabo.

Mais uma vez eu discordo. Hahaha. Preferi os contos onde os dois irmãos estavam juntos, principalmente os primeiros, em que eles estão em busca de uma família que os ame e não tente arrancar suas cabeças. Porém, se tivesse que escolher um seria “João e Maria e o Dragão”, que mostrou que os gêmeos conseguem lidar com todo tipo de situação, desde que estejam juntos.



A escrita de Adam Gidwitz é bem leve e fluída. O livro é facilmente lido em uma tarde, mas as interrupções em negrito do autor no meio da história com algum tipo de alerta para não deixarmos as crianças na sala ouvindo, pois o que aconteceria a seguir seria extremamente macabro, não me agradaram muito.

Agora eu preciso concordar. Esses adendos do autor faziam com que eu criasse uma expectativa sobre o que viria a seguir e em quase todas as vezes eu me decepcionei. Analisando como um adulto, o livro é fraco, mas sabendo que é voltado para o público infantil, eu fico um pouco ressabiado. Não é uma história tranquila que eu leria para meu irmão mais novo. Muitas passagens são sangrentas e se alguma criança ler, mesmo com os “alertas”, pode não gostar. Certeza de que eu, como editor, não colocaria o livro no selo juvenil da editora.

Sobre os personagens, não há muito o que comentar. Podemos notar um amadurecimento dos irmãos do primeiro até o último conto e os laços que os conectam. Entretanto, não é possível conectar-se com eles ou saber mais sobre suas personalidades.



Acho que a única coisa que o livro tem de infantil, e Flávia concordou comigo, foi o fato de ter uma lição de moral sutil. O autor introduziu que o amor da família é extremamente importante, mesmo que os pais não demonstrem de um jeito mais aberto. Assim como a amizade, fica a mensagem de que não se chega a lugar nenhum quando se está sozinho. Quanto a versão física, a Galera Júnior deu um show. A capa é linda, realmente chama a atenção e se parece bastante com a original. A diagramação é espetacular, contando até com algumas ilustrações quando os contos mudavam. A revisão está impecável, não lembro de ter encontrado nenhum erro. As folhas são amareladas e a fonte é ótima para leitura.

Pra finalizar, Um Conto Sombrio dos Grimm é um livro que vale a pena ser lido e com certeza recomendamos. Vamos aguardar ansiosamente as continuações e ver o que o autor vai aprontar daqui pra frente. Leiam, vocês não vão se arrepender.

Legenda: 
Texto Normal - Leo
Texto Itálico - Flávia

Beijos e até a próxima!

2 comentários:

  1. Adoreeei a ideia da resenha em conjunto!
    Gostei da ideia do livro, mas confesso que fiquei meio confusa se quero ou não ler, porque por mais que eu goste de contos macabros, não foi algo que me chamou a atenção e com certeza se eu estivesse numa biblioteca ou livraria, eu passaria reto.. :/
    Masssss, quem sabe né? kkk

    Beijos,
    Sara | Livro de Gente
    www.livrodegente.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Adorei a resenha, ficou muito clara e bem desenvolvida. Decidi adiar a leitura deste livro, pois já percebi que não sou muito receptiva com hstórias de contos de fadas mesmo que sejam nas versôes dos Grimm.
    Bjos

    ResponderExcluir