2 de julho de 2015

Tá Na Estante :: 'O Príncipe dos Canalhas' #412

POSTADO POR EM 2 de julho de 2015

Heey, gente. Tudo bem??


Hoje trago resenha nova \õ/ Estou numa ressaca literária impossível. Na verdade é a fase da vida que não é a mais fácil, mas eu tenho certeza que tudo passa. Eu sei que vocês estão percebendo que ando um pouco distante e agradeço o fato de vocês não estarem me questionando nada. Mas relaxem, em breve tudo volta a ser como antes, só que com algumas mudanças.

Livro: O Príncipe dos Canalhas
Autora: Loretta Chase
Editora: Arqueiro
Páginas: 288
Sinopse: Sebastian Ballister é o grande e perigoso marquês de Dain, conhecido como lorde Belzebu: um homem com quem nenhuma dama respeitável deseja qualquer tipo de compromisso. Rejeitado pelo pai e humilhado pelos colegas de escola, ele nunca fez sucesso com as mulheres. E, a bem da verdade, está determinado a continuar desfrutando de sua vida depravada e pecadora, livre dos olhares traiçoeiros da conservadora sociedade parisiense. Até que um dia ele conhece Jessica Trent...Acostumado à repulsa das pessoas, Dain fica confuso ao deparar com aquela mulher tão independente e segura de si. Recém-chegada a Paris, sua única intenção é resgatar o irmão Bertie da má influência do arrogante lorde Belzebu.Liberal para sua época, Jessica não se deixa abater por escândalos e pelos tabus impostos pela sociedade – muito menos pela ameaça do diabo em pessoa. O que nenhum dos dois poderia imaginar é que esse encontro seria capaz de despertar em Dain sentimentos há muito esquecidos. Tampouco que a inteligência e a virilidade dele pudessem desviar Jessica de seu caminho.Agora, com ambas as reputações na boca dos fofoqueiros e nas mãos dos apostadores, os dois começam um jogo de gato e rato recheado de intrigas, equívocos, armadilhas, paixões e desejos ardentes.

Já estava ansiosa por O Príncipe dos Canalhas desde que vi a capa do livro em março ou abril. Infelizmente o livro não chegou no melhor momento da minha vida e eu acabei demorando um pouco mais do que deveria para lê-lo. Porém, consegui enfim concluir a leitura e tenho que dizer que amei muito o Lorde Belzebu.



Sebastian Ballister é o grande Marquês de Dain, ou ainda Lorde Belzebu. O rapaz causa medo em todos com uma sua carranca de demônio. Nenhuma dama respeitável pensava na ideia de ser desposada pelo Marquês, apesar do grande patrimônio dele. 

A verdade é que Sebastian sempre foi destratado pelo pai, criado longe da família e nunca acreditou no amor. Ou até acreditava, mas imaginava que não era pra ele. Porém, quando a tirana Jessica Trant chega a cidade ele vê seu mundo virar de ponta cabeça. Como uma solteirona tão pequena pode lhe causar emoções que ele jamais imaginou sentir?



Jessica não é uma moça como as outras. Ela é uma dama, mas também sabe das obscuridades da vida. Irmã de Bertie Trant, a moça chega a Paris disposta a tirar o irmão do mundo das bebidas e jogatinas no qual ele não tem condições de se sustente, e também, é claro, de afastar o jovem do Lorde Belzebu, maior incentivador das artes promíscuas.

Porém, Jess não estava preparada para o homem que conheceu. Enquanto muitas pessoas colocavam medo em Jess a respeito do Lorde, a moça não conseguiu sentir o mínimo de medo. Até o desafiou. Foi fisgada pela forma estranha de Dain e ele foi fisgado pela forma topetuda de Jess, só resta saber se as fisgadas virarão muquecas. Eu sei, analogia ridícula!



Entretanto, nada segue as mil maravilhas. Jess ama demais a vida de solteira para pensar em algo com Belzebu, mesmo que ela sempre sinta algo inexplicável quando está perto dele. Ele, muito menos, irá negar seu papel de mal para ter qualquer relação com a moça. Mas ele pode ter uma relação com ela e ainda ser mal, não é? Talvez... Quem sabe? Preparem-se para o jogo!

O mais interessante em O Príncipe dos Canalhas é que o livro foge aos clichês dos romances de época, apesar de que não ando vendo muitos clichês em romances de épocas. O mocinho, se é que podemos chamá-lo de mocinho, não é bonito, não é atraente, não é legal, mas é perfeito para a mocinha. Ela é uma moça de garra, respeitável, mas completamente fora dos padrões da época. Ela sabe mais sobre sexo do que muita mulher casada e não liga de ser beijada no meio da rua em meio a uma tempestade.



Estar na boca do povo também não é problema algum para eles, em alguns momentos parece até que eles buscam por isso. Esse não medo do que falam deles é uma das coisas mais interessantes da história, dá uma ênfase maior à relação deles e ao que ambos esperam disso. É como um tapa na cara da sociedade da época.

Tem uma relação de personagens secundários bem interessantes. Alguns, que ao meu ver não tinham sentido algum na história, tem uma necessidade interessante lá pro final da história e causa uma grande surpresa no leitor. Confesso que achei que o Bertie seria um pouco mais explorado, mas nem pra isso ele serviu. 



Eu adorei O Príncipe dos Canalhas. Foi um livro que me trouxe diversas emoções. O final foi altamente surpreendente, me surpreendi com as ações de alguns personagens e isso foi ótimo. Adorei as características da narrativa da autora e amei os personagens, fiquei desejando saber muito mais sobre o depois dessa história. Mais que indico.

Beijocas e até a próxima!

2 comentários:

  1. Oi Bárbara também adorei o livro e fiquei encantada com a forma que a autora escreve. Os personagens e os diálogos me fizeram rir em muitos momentos.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  2. Oi Barb, tudo bem?

    Adorei sua resenha. Também tenho o livro mas infelizmente ainda não tive a oportunidade de lê-lo. Mas confesso que sua resenha me deu um ânimo a mais AHAHAHA

    Beijos,
    Obcecada Pelos Livros

    ResponderExcluir