22 de julho de 2015

Tá Na Estante :: 'O Segredo do Alquimista' #421

POSTADO POR EM 22 de julho de 2015

Heeey, mates.


Hoje é dia de trazer mais uma resenha pra vocês. O livro da vez é mais uma escolha da Editora Fundamento, que eu estava bem curiosa pra ler.

Livro: O Segredo do Alquimista
Série: Ben Hope
Autor: Scott Mariani
Editora: Fundamento
Páginas: 384
Sinopse: Especialista em resgate de vítimas de sequestros, Ben Hope encontra pessoas de forma rápida, discreta e eficiente. Mas quando um empresário milionário o contrata para uma missão diferente de todas as outras, Hope se vê em uma situação que mudará sua vida - ou que acabará com ela. Não se trata de achar uma pessoa, mas um objeto: um manuscrito antigo escrito por Fulcanelli, um homem que muitos dizem ter sido um gênio da Alquimia. No documento, pode haver uma fórmula capaz de salvar a vida da neta do empresário, uma criança que sofre de uma grave doença. Tocado pela história, que o faz lembrar o próprio passado trágico, Hope vai para a França começar as buscas. Lá, ele percebe que não é o único procurando o tesouro. Que interesse um obscuro grupo religioso pode ter em Fulcanelli e na Alquimia, que sempre foi condenada pela Igreja? Como uma cientista brilhante e desacreditada pode ajudá-lo a encontrar esse objeto? Por que o manuscrito já foi alvo da cobiça até mesmo dos nazistas? Ben Hope tem dezenas de perguntas, cujas respostas, se forem descobertas, podem transformar a vida de milhares de pessoas. Scott Mariani une religião com História para criar uma trama dinâmica e viciante, em que não há lugar para clichês. O segredo do alquimista, livro que apresenta o personagem Ben Hope, prende o leitor da primeira até a última página.


Scott Mariani. Gravem esse nome. Esse autor é incrível! Não estou puxando sardinha não, viu, mas para uma pessoa conseguir sentar e criar um Universo como o de Ben Hope, só sendo 'o' cara. A série Ben Hope tem nove livros publicados, os dois primeiros livros da série foram publicados pela Editora Fundamento em 2014 e 2015.   
No primeiro livro da série mundialmente conhecida, Ben Hope é um ex-militar das forças especiais SAS - ou Serviço Aéreo Especial Britânico - tendo como especialidade localizar pessoas desaparecidas. Ele é conhecido pelo seu ótimo serviço e é requisitado por pessoas ricas. Após um resgate complicado em Cádiz, no sul da Espanha, Ben Hope recebe um convite inesperado de um homem chamado Fairfax, ele lhe propõe a busca de um documento alquímico de um famoso alquimista chamado Fulcanelli. O motivo para tal busca? Ruth, neta de Fairfax que tem uma doença fatal e o documento pode ser a chave para a cura dela. Fairfax acredita que apenas Hope pode encontrar as pistas que o levarão direto ao importante documento e a salvação de sua neta.  
Fulcanelli faleceu na década de 20 e é desconhecido sua última localização e motivo de sua morte e para piorar, ninguém tem conhecimento de onde se encontram as suas pesquisas alquímicas, ou seja, Ben terá de começar do zero e sozinho. E é claro, Hope não é o único buscando os manuscritos de Funcanelli o que transforma essa busca, em uma caçada. Massimiliano Usberti é a outra ponta da caçada, um arcebispo determinado com objetivos singulares, criou uma rede de espiões e criminosos por todo o mundo para tornar possível as suas missões. Seu único interesse: Poder. Não sendo nem um pouco tolo, seu braço direito é um serial killer, Franco Bozza, um torturador e maniaco, conhecido como O Inquisidor. Estripar e mutilar são apenas uma de suas técnicas.   
Entretanto, Ben encontrará uma aliança na Dra. Roberta Ryder, uma pesquisadora descrente da ciencia moderna que acaba encontrando na alquimia uma nova forma de ver a ciência. Infelizmente, as suas pesquisas lhe colocam na mira de Massimiliano e a sua organização. Hope une forças com Ryder e saem a procura do manuscrito para salvar Ruth.   
Quando solicitei esse livro para a Fundamento fiquei muito ansiosa, mas com um pé beeeem atrás. ‘O Segredo do Alquimista’ é um livro de uma série enorme, então de duas ou uma: ou seria um livro muito bom e iria me viciar (o que não é bom) ou seria muito ruim e eu iria ter que continuar a ler, porquê é uma série e esse é o esquema, né? E também existe a formula por trás de livros de ação/aventura/mistério de: NINGUÉM TEM PAZ POR NENHUM SEGUNDO. Eu ia precisar de emocional para me jogar em tal leitura e não estava muito no clima no periodo. ENTRETANTO, o momento chegou nessas últimas semanas e eu fui arrebatada. A leitura flui muito bem. A trama é muito bem desenvolvida, um fato puxa ao outro sem deixar pontas soltas e Scott consegue, mesmo com essa estabilidade, dar abertura ao leitor para criar suas próprias teorias sobre o futuro da história. Para um livro desse gênero, o desgaste e clichê são esperados, entretanto Scott conseguiu renovar esse universo criado uma história que segue por uma estrada conhecida pelos nossos olhos, mas surpreende com novos caminhos e personagens interessantes.
Eu gostei muito do espirito de Ben Hope e ele é um protagonista com potencial para conquistar o meu coração por toda essa série. Massimiliano é um vilão digno do porte dessa história e preciso ressaltar que mesmo que sua história seja conectada com a Igreja (o que pode torcer o nariz de alguns e lembrar muito um certo Dan Brown), mas gostei muito que essa relação é exclusivamente para mostrar o poder que Usberti tem. A religião é apenas um caminho para aprofundar o caráter do personagem, como também Roberta que perdeu suas esperanças naquilo que mais amava e começou a buscar um novo caminho, não apenas para a sua carreira, mas para o futuro. Não temos aqui um final mirabolante, apenas para sustentar uma continuação, muito menos tem um final chocante para deixar o leitor sem chão. O final do livro condiz com toda a história. 
Sobre o trabalho da Editora Fundamento, a capa é atrativa e tem uma relação direta com o universo da história. Não encontrei muitos erros na revisão, mas achei a diagramação beeem simples e esperava um pouquinho mais. A fonte está ótima para leitura (a míope aqui agradece) e posso dizer: a folha é tão gostosa de segurar e o cheirinho... Viciante, viu? #ViciosdeLeitor
Como disse, sou apaixonada por esse tipo de gênero, mas não estava querendo me encher de muitas expectativas, principalmente por ser uma série tão extensa, mas Scott conquistou o meu coração e estou envolvida com o Universo de Ben Hope o suficiente para estar desejando a sequencia. Recomendo esse livro a todos os apaixonados por esse gênero, definitivamente, não irão se arrepender, e não foquem no fato de ser uma série tão grande, e sim que é um livro muito bom, então vale a pena investir. Recomendo e vão ler para comentar comigo, viu?    

Beijos e até a próxima!

0 comentários:

Postar um comentário