14 de julho de 2015

Tá Na Estante :: 'Uma curva no Tempo' #414 + Vídeo

POSTADO POR EM 14 de julho de 2015

Heey, gente. Tudo bem??


Hoje venho com a resenha de um livro que eu absolutamente amei. Quando concluí a leitura precisei, urgentemente, correr atrás de outro livro, ou a ressaca literária me pegaria de jeito. Enfim, vamos logo à resenha que eu sei que é o que vocês querem ;)

Livro: Uma curva no tempo
Autora: Dani Atinks
Editora: Arqueiro
Páginas: 256
Sinopse: A noite do acidente mudou tudo... Agora, cinco anos depois, a vida de Rachel está desmoronando. Ela mora sozinha em Londres, num apartamento minúsculo, tem um emprego sem nenhuma perspectiva e vive culpada pela morte de seu melhor amigo. Ela daria tudo para voltar no tempo. Mas a vida não funciona assim... Ou funciona?A noite do acidente foi uma grande sorte... Agora, cinco anos depois, a vida de Rachel é perfeita. Ela tem um noivo maravilhoso, pai e amigos adoráveis e a carreira com que sempre sonhou. Mas por que será que ela não consegue afastar as lembranças de uma vida muito diferente?



Sabe aqueles livros que te deixam sem rumo e depois te fazem repensar todas as decisões que você já tomou na vida? Esse é Uma curva no tempo. Enquanto eu lia só pensava nas vezes que não arrisquei por medo ou preguiça, só pensava como alguns problemas são tão ínfimos diante da grandeza da vida. E caramba, eu estou certa sobre isso.

Sete amigos estão jantando pela última vez juntos, pelo menos por um tempo. A partir daquele dia cada um seguirá seu caminho em faculdades de cidades diferentes. Matt, Rachel, Jimmy, Sarah, Cathy, Phil e Trevor não estavam preparados para a real grande mudança que ocorreria naquele dia.



Um carro desenfreado desceu a colina e acabou atingindo a janela do restaurantes. Todos estavam a salvo, exceto Rachel. Mas Jimmy, seu melhor amigo, saiu do ponto seguro para salvar a moça, e acabou morrendo. Agora, cinco anos depois, ela ainda luta contra a culpa pela morte do amigo e se adapta ao curso completamente diferente que sua vida tomou.

Naquela época ela era namorada do Matt e estava entrando para a faculdade de jornalismo. Completamente preparada para um futuro brilhante com uma carreira de sucesso e um marido perfeito. Bom, pelo menos era o que ela achava que teria. Agora ela é solteira, não cursou a faculdade e leva para o resto da sua vida uma cicatriz no rosto e o peso da morte de Jimmy.



Pela primeira vez em cinco anos ela terá que voltar para casa. Sarah, sua melhor amiga, irá se casar e ela tem que estar presente nesse momento. Muitas coisas passam pela cabeça de Rachel e pela primeira vez ela visita o túmulo do melhor amigo. Lá ela tem uma crise forte da dor de cabeça que vem sentindo há alguns meses e lá sua vida muda para sempre.

Quando acorda no hospital os cinco fracassados anos da sua vida não existiu. Jimmy não morreu no acidente, ela agora é noiva de Matt e tem o futuro brilhante que imaginaria ter. Está tudo perfeito. Mas essa não é a vida dela. Rachel tem duas alternativas: Permanecer nesse mundo perfeito ou provar à todos que sua vida não é tão perfeita assim e que, definitivamente, ela não está louca.

Qual opção será que ela escolhe? E qual o preço que essa opção cobra a ela? Leia e descubra.



Enquanto escrevo essa resenha fico morrendo de vontade de reler o livro. Mas não vou fazer isso. Esse é um daqueles livros que eu irei guardar o primeiro sentimento para sempre, por que foi perfeito. Vocês são bem contra spoilers, mas eu amo ler a última frase antes de começar a ler o livro. Muitas vezes o final é exatamente o que eu espero, outras vezes sou ainda mais surpreendida, por estar esperando outra coisa. Essa foi uma dessas vez.

Dani é uma autora excepcional. Ela conseguiu, em um livro curto, envolver o leitor e provar diversas emoções. A história é repleta de drama e mistérios. Queremos, todo o tempo, descobrir o que realmente aconteceu com a Rachel. Será que é uma viagem no tempo, será que é um espaço paralelo, será que é loucura? Diversas coisas passam pela nossa cabeça e é absurdamente complicado compreender qualquer ponto.

Além da trama surpreendente e empolgante, os personagens também são cativantes. Rachel é uma garota normal mesmo com toda a sua loucura. Ela é cativante e estamos o tempo todo tentando buscar a solução para o problema junto com ela. Além disso, é uma excelente pessoa e amiga; daquele tipo que coloca o outro na frente de si e está sempre pronta para ajudar. Sarah é incrível, e apesar de não aparecer muito no livro, chama bastante atenção nas cenas em que está presente.

O Jimmy é um daqueles personagens que nos deixam de cabelo em pé. Queremos descobrir quem é ele e o que ele quer a todo o momento. Claro que, desde a primeira cena, entendemos toda a parte do romance, mas a autora ainda conseguiu com que fiquemos criando hipóteses sobre diversos pontos dele.



O pai da Rachel, o Matt e a Cathy foram outros personagens bem necessários para dar rumo a história. Gostei muito da forma como a autora os apresentou, em especial o pai da Rachel, esperava coisas absurdamente diferentes dele.

Eu amei Uma Curva no Tempo. Aprendi diversas coisas e tirei lições que levarei para a minha vida. Após a leitura desse livro, pare e repense suas atitudes, como eu fiz. Você verá que por vezes a gente vive num mundinho pequeno por medo de explorar o mundão lá fora. Muitas vezes esse mundinho pequeno é definitivamente o nosso, mas na maior parte das vezes o mundão lá fora está nos chamando.

Confiram a resenha em vídeo, acho que nela eu consigo explanar meus sentimentos um pouco melhor e de forma mais íntima que na resenha escrita ;)

Beijocas e até a próxima!

0 comentários:

Postar um comentário