22 de agosto de 2015

Tá Na Estante :: 'Ouro, Fogo & Megabytes' #440

POSTADO POR EM 22 de agosto de 2015

Heeey, galera!!!

Sempre acho difícil resenhar livros de amigos, conhecidos ou de ídolos nacionais. Quando a pessoa é os três, se torna um pouco mais complicado. Mas, finalmente, tomei vergonha na cara e vim resenhar aquela que foi a melhor leitura de 2015 para mim: “Ouro, Fogo & Megabytes”, do caríssimo Felipe Castilho. E o melhor de tudo: Em pleno dia do Folclore!!!

Livro: Ouro, Fogo e Megabytes
Série: O Legado Folclórico (#01)
Autor: Felipe Castilho
Editora: Gutenberg
Páginas: 288
Sinopse: Como esconder uma suspensão escolar dos pais, resgatar uma criatura mágica das garras de uma poderosa e mal-intencionada corporação e ainda por cima salvar o país de um desastre sem precedentes? Anderson Coelho, um garoto nada extraordinário de 12 anos, divide sua vida entre a pacata realidade escolar e uma gloriosa rotina virtual repleta de aventuras em Battle of Asgorath, jogo de RPG online em que jogadores do mundo todo vivem num universo medieval, cheio de fantasia. Lá, Anderson – ou Shadow, nome de seu avatar – tem vida de estrela: é o segundo colocado do ranking mundial. E são justamente suas habilidades que chamam a atenção de uma misteriosa organização, que o escolhe para comandar uma missão surpreendente junto com um grupo de ecoativistas nada convencionais. Ao embarcar para São Paulo, Anderson mergulhará de cabeça em uma aventura muito mais fantástica que as vividas em seu computador. Os encontros com hackers ambientalistas, ativistas com estranhos modos de agir e muitas criaturas folclóricas oferecerão a Anderson Coelho respostas não só sobre sua missão, mas também sobre sua própria vida, enquanto um novo mundo se descortina diante de seus olhos.
Anderson Coelho é um garoto comum de 13 anos, viciado em games de computador e tecnologia, ele mora no interior de Minas, com seus pais, vai a escola normalmente, odeia educação física (EU TAMBÉM! SOU UM GORDO DE ALMA!). Até ai está tudo bem. Nada de anormal, na verdade, com essa descrição eu podia jurar que era meu irmão mais novo com um pseudônimo. A vida de Anderson começa a mudar, drasticamente diga-se de passagem, quando durante uma partida de “Battle of Asgorath”, um user noob, lhe faz uma proposta de emprego um tanto suspeita: hackear o sistema de segurança de uma empresa multinacional.


Desse ponto em diante tudo muda. Depois de um encontro com uma criatura bizarra nunca antes vista pelo homem, Anderson chega em casa e encontra seus pais hipnotizados e um anãozinho na sua cozinha pronto para leva-lo a São Paulo com a desculpa de uma olimpíada de matemática. Como ele não podia fazer muita coisa, é levado até um lugar chamado de Organização, onde ele descobre algo que iria virar sua vida de cabeça para baixo: As lendas e os mitos do folclore brasileiro realmente existem.

“Iiiiiih... É o Percy Jackson brasileiro? “. NÃO! A obra criada pelo Castilho é muito diferente da criada pelo Riordan (Na MINHA opinião, é até infinitamente melhor). Felipe Castilho conseguiu de um forma lúdica e divertida resgatar um pouco do nosso folclore através da série “O Legado Folclórico”, e tudo isso usando de uma linguagem muito conhecida e difundida através dos jovens. Ele usa das gírias e dialeto típico dos jogos de MMORPG.


Esse é um daqueles livros, que eu sempre indico para as tiazinhas que me perguntam que livro seria bom para incentivar aos filhos começarem a ler. O livro nos prende do começo ao fim, e nos deixa ansiosos pelos próximos. Graças a Deus o segundo volume já está disponível e o terceiro sai em setembro, na Bienal do Rio, pela editora Gutenberg.

Em Maio desse ano eu tive o prazer de contar com a presença do Castilho num evento que realizei em parceria com a Livraria Saraiva, a “Semana do Orgulho Nerd”. E não vejo a hora de encontrar com ele de novo na Bienal, onde eu PROMETO que teremos um vídeo falando sobre toda a série e com um foco especial no 3 livro “Ferro, água & escuridão”.

Então meus queridos, feliz dia do folclore. 

Beijo, queijo, e até qualquer dia aí!


***
Essa postagem está concorrendo ao TOP COMENTARISTA.
CLIQUE AQUI e saiba como participar. 

10 comentários:

  1. Lembro da empolgação só Alexandre, no clube do livro da Gutenberg do mês passado, pra que esse livro fosse escolhido como o tema deste mês. Não foi o mais votado, e falaram dele um pouco por alto, mas agora depois que eu li o ponto de vista do livro, e sobre a história magnífica da nossa mitologia, pois infelizmente a gente acaba valorizando mais os livros gringos, e esquecemos que aqui no Brasil há muita riqueza pra se valorizar. Com toda certeza, essa é uma leitura que vale a pena, e eu lerei em breve, principalmente quando tiver os três, pra ler juntos. Não gosto muito de esperar pra finalizar séries.

    ResponderExcluir
  2. Gosto bastante de livros que tratam de mitologia ou resgatam temas "perdidos". Fiquei bem interessada por essa série, por estar valorizando e resgatando algo que conhecemos e está mais próximos para nós. Definitivamente, os livros nacionais estão ficando cada vez mais ricos e interessantes, e assim como nossa cultura devem ser mais valorizados. Muito sucesso para ele :)

    ResponderExcluir
  3. Oi,
    Que capa linda ! E ainda de um autor nacional <3 ! A resenha já me prendeu e prevejo amar o livro. Adorei o livro se passar em Minas - moro em Minas-, também não gosto de Educação Física. Sou apaixonada com Percy Jackson, e se esse é melhor, então deve ser perfeito. Vou procurar mais sobre esse livro que parece ser realmente bom.
    Bjjs

    ResponderExcluir
  4. Nunca tinha ouvido falar nesse livro, mas a resenha me interessou bastante.
    Achei muito interessante que o autor abordou nossa cultura no livro. Também achei linda a capa.

    ResponderExcluir
  5. achei essa capa mt bonita!
    nunca tinha ouvido falar do livro, mas pelo o que li da sua resenha eu acho que irei gostar da leitura!

    ResponderExcluir
  6. Oii, tudo bem?

    Nossa, eu sou doida por esses livros, mas sempre acho tão caro :/ teve uma época que eles estavam em promoção na Black Friday, mas não consegui comprar. Amo literatura nacional, mas é difícil vermos um livro abordando tão bem a nossa cultura, e com personagens folclórico deve ser incrível. Já ouvi vários comentários falando que a narrativa do autor é deliciosa e essas capas são incríveis.

    Beijinhos,

    Rafaella Lima // Vamos Falar de Livros?

    ResponderExcluir
  7. Gostei! Nunca tinha lido nada sobre ele, mas por ser com temática folclórica já me cativou! Eu amo livros fantásticos e ainda mais os folclóricos, apesar de não acreditar que existam realmente essas coisas kkkk
    as capas são lindas!!!
    Assim que der, lerei com certeza!
    bjs
    Ana
    elvisgatao.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. O livro já me interessou pelo seu título, Ouro, Fogo & Megabytes. Mas, quando vi sua capa me decepcionei, um pouco. Partindo para a resenha, me surpreendi. Tinha gostado do título, mas não imaginava que a estória proposta pelo autor sobre o folclore brasileiro seria tão envolvente. Acabei apaixonado pelo livro.

    ResponderExcluir
  9. Estou no finalzinho do 2º livro e acho incrível o modo como o autor descreve de uma forma totalmente nova a coexistência entre seres humanos e seres mitológicos. Ganhei os 3 livros numa palestra do André (irmão do Felipe) e preciso encontra-lo logo para poder agradecer novamente. Essa história é incrivelmente envolvente, tanto pelo enredo que se segue, quanto pelos personagens cativantes (Personagens preferidos - Elis & Chris). Recomendo a qualquer um que se amarra nos livros do Tio Rick e Cia.

    ResponderExcluir