Heeey, everybody

“Oh, DJ! Aumenta o som!”. Voltei. E dessa vez com um dos meus livros favoritos de 2015, que também foi a base de uma das minhas primeiras matérias aqui no #SEA: A Playlist de Hayden.

Livro: A Playlist de Hayden
Autora: Michele Falkoff
Editora: Novo Conceito
Páginas: 288
Sinopse: Depois da morte de seu amigo, Sam parece um fantasma vagando pelos corredores da escola, o que não é muito diferente de antes. Ele sabe que tem que aceitar o que Hayden fez, mas se culpa pelo que aconteceu e não consegue mudar o que sente. Enquanto ouve música por música da lista deixada por Hayden, Sam tenta descobrir o que exatamente aconteceu naquela noite. E, quanto mais ele ouve e reflete sobre o passado, mais segredos descobre sobre seu amigo e sobre a vida que ele levava. A PLAYLIST DE HAYDEN é uma história inquietante sobre perda, raiva, superação e bullying. Acima de tudo, sobre encontrar esperança quando essa parte parece ser a mais difícil.

Em A Playlist de Hayden somos apresentados ao Sam, um garoto de 16 anos, viciado em músicas, quadrinhos, filmes, um pouco antissocial. Sam tem apenas um melhor amigo durante toda sua vida: Hayden. Hayden é um daqueles garotos baixinhos, gordinhos, com dislexia, viciado em Star Wars, jogos de computador e música indie. Juntos eles são a dupla perfeita, fazem absolutamente tudo juntos: estudam juntos, sofrem bullying juntos, dividem os quadrinhos, livros, jogos… Enfim. Tudo.

A vida ia muito bem até que Hayden resolve de uma hora para outra, ir a uma festa da galera descolada da escola; ele e Sam são humilhados, discutem e cada um segue seu rumo. Até aí tudo bem. Normal amigos brigarem, brigo sempre com os meus, 5 vezes na semana no mínimo. No dia seguinte, como em todas as outras brigas, Sam vai até a casa de Hayden, para eles fazerem as pazes e irem juntos enfrentar mais um dia insuportável no colégio. [O QUE VEM A SEGUIR NÃO É UM SPOILER. ESTA NA SINOPSE DO LIVRO, POR TANTO NÃO ME ODEIEM. NÃO SOU EU QUEM CRIA AS REGRAS]. Quando Sam entra no quarto de Hayden, ele percebe que tem algo errado. Hayden havia se matado e deixado o mais estranho de todos os bilhetes suicidas que eu já vi: um pen drive com um post it dizendo “Para Sam. Ouça. Você vai entender.”.

A partir daí a história começa a se desenvolver, coisas estranhas começam a acontecer na vida das pessoas que faziam bullying ao Hayden e ao Sam, uma linda e misteriosa garota entra na vida do Sam de uma hora para outra, e quanto mais ele tenta compreender o significado da playlist deixada para ele pelo seu melhor amigo, segredos vêm surgindo de onde ele menos esperava que pudessem sair.
Eu tenho uma infeliz mania de olhar os nomes dos capítulos antes de ler o livro e quando eu vi várias das minhas músicas e bandas favoritas nessa playlist, larguei tudo que eu estava fazendo para ler esse livro. Não sem antes montar uma playlist no celular com todas as músicas na ordem dos capítulos, é claro.

O livro conseguiu me conquistar logo no prólogo e a ansiedade para ver onde aquelas músicas se encaixavam na história do Sam ajudou bastante a ler esse livro em 24h. A construção e desenvolvimento dos fatos, combinados a escrita leve da Michelle, prendem o leitor do começo ao fim do livro e ainda te deixam com aquele sabor de quero mais ao final.
A Editora Novo Conceito está de parabéns quanto a edição desse livro, eu tenho um xodó muito especial por essa capa, as letras estão no tamanho ideal e eles terem disponibilizado o link com a playlist completa é um carinho a mais dessa editora que é na maioria das vezes muito cuidadosa com esses mimos e caprichos dos seus livros.

Então meus amores, esse é um daqueles livros para se ler com o melhor amigo (a), ou até mesmo dar de presente. E se você está procurando uma história, que faça você rever alguns conceitos de amizade, acharam o que queriam.
Um cheiro e até logo!

***
Essa postagem está concorrendo ao TOP COMENTARISTA.
CLIQUE AQUI e saiba como participar. 

icon-newsletter

Não perca nenhuma novidade!

Veja os posts relacionados


Deixe seu comentário

15 Comentários

  • Ana I. J. Mercury
    29 agosto, 2015

    Outro que não curti. Sei lá, estava indo muito bem até a metade, depois acho que a autora perdeu um pouco o foco. Ficou um tanto sem graça e aquele final me decepcionou.
    Mas é um ótimo livros para rever nossos conceitos sobre o bullying, como ajudar e superar…
    bjos

  • Ycaro Brito
    22 agosto, 2015

    Pra começar, os sentimentos citados: 'perda, raiva, superação e bullying' devem formar uma história emocionante. O título do livro me instigou por envolver músicas juntamente com a capa de cor azul e os fones de ouvido. Gostei!

  • Paloma Menezes
    18 agosto, 2015

    PRECISOOOO desse livro, me encantei loucamente pela história, amo livros desse estilo.

  • Rafaella Lima
    15 agosto, 2015

    Oii, tudo bem?

    Adorei a resenha. Tenho bastante vontade de ler esse livro, mas apesar de ver várias resenhas super positivas, vou ler ele com menos expectativa. Parece ser uma história interessante, e sempre fico curiosa para entender a relação da playlist com a morte de Hayden. Os personagens parecem ser bem construídos, e mesmo com o Hayden estando morto, a presença dele é grande na história.

    Não consigo ler ouvindo música, mas parece ser uma ótima combinação. Adoro o trabalho da Editora Novo Conceito com os detalhes, e adorei as fotos.

    Beijinhos,

    Rafaella Lima // Vamos Falar de Livros?

  • Paulo Sergio
    15 agosto, 2015

    Já tinha lido uma resenha que não falava tão bem do livro, mas lendo tudo isso chega a dar dúvida. Já quero dar uma chance. Lindas fotos!
    http://www.oclubedameianoite.com/

  • Evelyn Barcelos
    11 agosto, 2015

    Gente! Eu amei essa capa e a resenha me deu muita vontade de ler!
    Se eu não estivesse totalmente pobre e com trocentos livros pra ler, compraria esse hoje! Mas vou anotar pra não esquecer. 😉
    Beijos

  • evellin
    11 agosto, 2015

    Adorei a resenha e acredito que iria gostar muito de ler esse livro. Li os 13 Porquês, que já sabemos da morte da personagem, mas precisamos ler cada capítulo para entender o que aconteceu. Acho que esse livro tem a mesma fórmula, em cada capítulo vamos nos envolvendo para entender o que aconteceu com Hayden e gosto bastante de livros assim.

    Beijos.

  • Hevelyn Chaves
    11 agosto, 2015

    Nunca tinha ouvido falar desse livro, mas adorei a resenha! Parece ser uma leitura muito fácil e rápida mesmo. Beijos

    http://www.detudoumtanto.com

  • Letícia
    10 agosto, 2015

    Oi,
    Quando o livor foi lançado vi muitas fotos dele, mas não parei para ler a sinopse. Agora lendo sua resenha vi que estava perdendo tempo. Adorei saber mais sobre ele.Gosto muito de livros com essas temáticas de amizade. Quem sabe não o compro em breve.
    Bjs

  • ludmila cabral
    10 agosto, 2015

    eu quero ler ele livro para ontem! serio, a historia esta me chamando tem um tempao kkkk mas o dinheiro nao tem ne, vida dificil sauhaush

  • Betânia Duarte
    10 agosto, 2015

    Eu quero muuito ler esse livro, parece ser demais e cada resenha que leio dele só me motiva ainda mais. Adorei saber que foi um dos melhores livros de 2015 pra você ^^
    Beijão!

    Sorriso Espontâneo

  • Becca Martins
    10 agosto, 2015

    Oie!!
    Eu estou mega curiosa em relação a leitura. Gosto bastante desta coisa de suspense que parece ter.
    Provavelmente vou ler em breve.
    E eu amo livros que tenham músicas na entrada dos capítulos, vou seguir sua dica e baixar também.
    Ps: Amei a capinha do Iphone!
    Beijos!!
    umlugarparaleresonhar.blogspot.com

  • Nessa
    10 agosto, 2015

    Oie
    Estou bem curiosa para ler este livro, consegui ele numa troca e logo receberei.
    Sua resenha só aumentou minha vontade de ler, e louca para ver a playlist de Hayden.

    Adorei sua resenha.
    beijos
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

  • Italo S
    10 agosto, 2015

    Oii, como vai?
    Eu nunca li este livro, já o tinha visto muito no instagram e pages literárias. Não sou muito fã deste estilo, talvez por isso tenha lido pouco a respeito deste livro.
    Parece ser uma estória bem bacana.
    Parabéns pelo post 🙂
    p.s.: as fotos que usou neste post estão/são lindas *-*

    http://incriativos.blogspot.com.br/2015/08/impressoes-sobre-o-doador-de-memorias.html

  • Curtindo os Livros Adoidada
    10 agosto, 2015

    Aiiiiiiii, eu não sei o que há comigo, mas eu só tenho lido livros desse gênero esse ano, rsrs É acho que é o meu gênero favorito, tive a oportunidade de pegar esse livro em e-book, não o fiz, agora estou extremamente arrependida. Não vejo a hora de ler esse livro. Necessito! Alguém me dá? Kkkkkk