17 de setembro de 2015

Tá Na Estante :: 'Onde o amor se esconde' #446

POSTADO POR EM 17 de setembro de 2015

Heeey, gente. Tudo bem??


Esse mês está sendo bem conturbado com relação às leituras. Eu pretendia ter lido muito no Rio, mas chegava dos eventos tão cansada que não conseguia sequer me concentrar em uma página. Mas quando eu cheguei em casa me dediquei totalmente ao meu vicio prazeroso. Então se segurem que estamos colocando nossas vidas nos eixos e vem muitas novidades por aí. ;)

Livro: Onde o amor se esconde
Autora: Veridiana Maenaka
Editora: Verus
Páginas: 350
Sinopse: Na São Paulo do início do século XX, a jovem Glória sonha com o amor, ao contrário de sua amiga Marisa, cujo desejo é viver tão livremente quanto os homens. Glória, de família tradicional, se casa com o homem escolhido por seu pai. Rico e ambicioso, porém emocionalmente distante, esse homem vê na esposa apenas uma prova de sua ascensão social. Incapaz de dar um herdeiro ao marido, Glória vive uma rotina de violência crescente, enquanto Marisa se casa com o pretendente que escolheu, um notório libertino. A infelicidade de Glória a torna suscetível à sedução de outro homem, e eles têm um encontro avassalador, marcado pela descoberta sexual da jovem. Envolvida em uma trama de luxúria, Glória pode conhecer um prazer jamais imaginado, mas será essa a sua chance de viver um grande amor? 

Em Onde o amor se esconde conhecemos Maria da Glória, uma jovem que, como boa parte das moças do século XX, sonha com um bom casamento, mas também espera que nele haja amor. Porém, como também acontece com a maioria, ela não tem seu sonho realizado. Casa-se bem, mas Erasmo não é o marido dos sonhos.



Pouco tempo após o matrimônio, Glória descobre que o marido é bem mais intolerante do que se mostrava durante o noivado e a vida confortável que ela imaginava levar dissipa-se no primeiro tapa na cara. Agressivo, Erasmo faz de Glória sua escrava, importando-se apenas em manter as aparências. E a menina que não ouviu os conselhos da mãe e da melhor amiga vê-se preferindo morrer a viver ao lado do marido.

Marisa, a melhor amiga, é uma mulher à frente do seu tempo. Luta pelos direitos das mulheres e não imagina-se casando por amor. Procura por um homem que lute por seus interesses e que não a proíba de ser a mulher que ela quer ser. Encontra isso em César e faz um casamento invejado por Glória, pois ao menos esses noivos parecem felizes.



A raiva de Glória é tamanha que ela abandona todos os ensinamentos que recebeu na família tradicional e procura diversão nos braços de um amante. Porém, Erasmo é um homem esperto e pode descobrir a qualquer momento sobre essa traição. Só que o risco torna tudo ainda mais excitante...

Com uma narrativa fluída e interessante, Veridiana consegue prender o leitor algumas poucas páginas após o princípio. O livro é dividido em três partes e, mesmo que tendo os mesmos protagonistas, eu senti que cada parte era uma história diferente, mas todas completam a vida de Glória.

Confesso que o começo do livro me aborreceu um pouco. Fiquei tentando engatar a leitura e parecia que eu nadava, nadava e morria na praia. Senti como se aquela parte da história fosse desnecessária. e queria pular logo para os finalmentes. Entretanto, ao completar a leitura, senti a importância do começo para a narrativa.



Ao completar a leitura fiquei em dúvida sobre o que realmente achei da história. Onde o amor se esconde é uma trama única e por nunca ter lido nada do tipo, fiquei meio perdida. O livro é cheio de fases e essas fases trazem diversos problemas que são resolvidos na mesma rapidez com que aparecem.

Além disso, é grande a quantidade de personagens que aparece na história, porém é difícil confundi-los graças as suas personalidades únicas. Glória é a única protagonista dessa história e eu achei interessante um romance de época narrar a vida de uma mocinha tão independente e desinibida em meio a uma sociedade altamente machista.



Indico muito a história, principalmente para quem gosta de romances de época com uma grande pitada erótica. Vocês irão se surpreender e se encantar, assim como eu. Indico a leitura com certeza.

Beijocas e até a próxima!!

1 comentários:

  1. Oi Barb, só você mesmo para acreditar que ia ler muitosss livros na Bienal, né? kkk Mas enfim. Ótima resenha, mas por eu não ser grande fã de romance de época, não me interessei muito na obra, não. Beijos, Mi

    www.recantodami.com

    ResponderExcluir