15 de outubro de 2015

Na Telona :: 'A Colina Escarlate' #30

POSTADO POR EM 15 de outubro de 2015

Oi, gente. Tudo bem?


Ontem participei de mais uma cabine de imprensa aqui em Porto Alegre e hoje vim falar o que achei do filme assistido. Vamos conferir?!

Filme: A Colina Escarlate
Título Original: Crimson Peak
Diretor: Guillermo Del Toro
Duração: 1h59min
Lançamento: 15 de outubro de 2015
Distribuidora: Universal Pictures
Classificação: 16 anos
Sinopse: Apaixonada pelo misterioso Sir Thomas Sharpe (Tom Hiddleston), a escritora Edith Cushing (Mia Wasikowska) muda-se para sua sombria mansão no alto de uma colina. Habitada também por sua fria cunhada Lucille Sharpe (Jessica Chastain), a casa tem uma história macabra e a forte presença de seres de outro mundo não demora a abalar a sanidade de Edith.

A jovem Edith Cushing perdeu a mãe muito cedo, mas recebeu visitas do fantasma da mesma, avisando-lhe para ficar longe da colina escarlate, mas ela nunca entendeu o que isso queria dizer.

Catorze anos depois, Edith cresceu e tornou-se uma mulher forte e determinada. Seu sonho é ser escritora, mas na Nova Iorque do início do século XX, ela é menos prezada e seu livro, repleto de metáforas com fantasmas, recusado por falta de um romance.

Quando o baronete Thomas Sharpe chega a cidade, em busca de financiamento para seu projeto de argila, ele busca o apoio da empresa do pai de Edith. O misterioso e galanteador homem conquista o coração da moça que nunca se importou com casamento.


Só que o pai de Edith descobre um segredo do passado de Thomas e exige que ele e sua irmã, a bela Lucille, deixem a cidade imediatamente, dando-lhes uma quantia generosa. Porém, quando o pai de Edith morre de uma forma grotesca e misteriosa, a jovem garota rende-se aos encantos de Thomas e casa-se com o baronete, mudando-se para sua propriedade, a isolada Allerdale Hall, a mansão da família Sharpe na Europa.

Longe de tudo e de todos, Edith vê sua vida se transformar no local. A aparição de fantasmas é cada vez mais frequente e Lucille parece não gostar nada dela. Além disso, sua saúde está deteriorando-se cada dia mais, deixando-a frágil e vulnerável.

Edith sabe que há um mistério rondando sua nova casa e está determinada a descobrir o que aconteceu dentre aquelas paredes. Porém, quando descobre que o lugar é popularmente conhecido como "Colina Escarlate", o aviso de sua mãe retorna a sua mente e ela percebe o perigo que corre.

Agora, Edith precisará de toda sua força e esperteza se quiser sair viva de lá, mas sua jornada não será nada fácil.


Querem saber o que vai acontecer? Então não deixem de assistir!

Quando assisti o trailer de A Colina Escarlate, confesso que não fiquei empolgado com o que vi. Entretanto, após a indicação de um amigo, resolvi me arriscar e ir na cabine de imprensa assisti-lo. O que achei? Bem, digamos que ainda estou processando.

O filme foge completamente do meu estilo e seu início lento já me fez ficar com um pé atrás logo de cara. O mistério que ronda a colina só é apresentado depois da metade e a resolução foi um tanto quanto desconcertante. Ainda não sei o que gostei e o que não gostei, tudo tem seus prós e contras na mesma medida.


A atuação do elenco está ótima. Mia Wasikowska me surpreendeu bastante ao interpretar Edith. Não gosto muito da atriz, desde Alice, e esperava que ela fosse ofuscada por seus colegas de elenco. Bem, ela foi, mas não tanto.

Tom Hiddleston parece sempre fazer os mesmos papéis (e brilhar em todos eles) e dessa vez não foi diferente. O ator foi muito bem interpretando o controverso Thomas e conseguiu despertar minha empatia para com o personagem.

Entretanto, toda minha atenção ficou voltada para Jessica Chastain. A personagem Lucille é sombria e atormentativa e Jessica conseguiu passar ao público cada nuance da mesma, que tenta mostrar-se normal mas às vezes comete deslizes.


Os efeitos especiais foram muito bem trabalhados. A comissão técnica soube usá-los para entreter, emocionar e assustar o espectador na medida certa, de forma que a trama ficasse envolvente e conexa.

A Colina Escarlate está longe de ser o melhor filme que já vi, mas não foi a pior experiência da vida. Por isso eu recomendo sim o filme, mas não para aquele cinéfilo mais exigente.

TRAILER



Beijos e até a próxima!

3 comentários:

  1. Ah, adoro histórias assim, misteriosas e cheias de segredos e de fantasmas do passado (e do presente também...)! Gostaria de poder estar assistindo agora, enrolada em minha poltrona, o botão de "desliga o mundo" acionado...

    ResponderExcluir
  2. Que legal, super amei o post.
    Ainda não conhecia o livro, gostei bastante.
    http://blogdajenny2014.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Gosto dos atores, então já veria....me pareceu bem sombrio, o que as vezes pode deixar o filme meio lento, mas pretendo dar um voto de confiança kkkkk
    bjs

    ResponderExcluir