6 de outubro de 2015

Tá Na Estante :: 'A Casa das Marés' #456

POSTADO POR EM 6 de outubro de 2015

Heeey, gente. Tudo bem??


Preparem-se para a enxurrada de resenhas que estão vindo por aí. Andamos largando muitos livros pela metade e decidimos que esse mês vamos colocar tudo nos eixos, então vocês irão surtar com tantas dicas de livros maravilhosos. Hoje vou falar sobre mais um livro da Jojo, afinal Jojo é vida, haha ♥

Livro: A Casa das Marés
Autora: Jojo Moyes
Editora: Bretrand Brasil
Páginas: 476
Sinopse: Na década de 1950, uma cidade litorânea chamada Merham é dominada por uma série de regras sócias austeras. Lottie Swift, acolhida durante a guerra e criada pela respeitável família Holden, ama viver ali naquela cidade, mas Célia, a filha legítima do casal, não vê a hora de ultrapassar os limites de Merham.


Em A Casa das Marés conhecemos a cidade de Merhan. O ano é 1950, mas apesar disso a sociedade parece viver em um século passado. Lottie, a protagonista da história, é adotada por uma família tradicional da cidade e torna-se irmã de Celia, sua melhor amiga.



Merhan não é uma cidade dada a muitas mudanças, então quando um grupo de novos moradores chega a cidade, a rotina da mesma é completamente mudada. Esses moradores vieram para Arcádia, um casarão que chama muita atenção na região.

Por conta desses novos moradores, Celia acada sendo enviada para estudar na capital e pouco tempo depois volta com Guy, seu noivo. Mas nem tudo são flores, fatos se sucedem e Lottie é obrigada a deixar a cidade.



Cinquenta anos depois, Merhan continua levando a mesma vida pacata, mas ainda está abalada com os moradores de outrora. Agora Arcádia é propriedade do Senhor Jones, e ele contrata o casal de designers Daisy e Daniel para que eles reformem a propriedade e transformem-na em um hotel de luxo à beira-mar. 

Pouco tempo antes da viagem, Daisy e Daniel se separam e ela decide enfrentar sozinha a reforma da propriedade. Ela então viaja para Merhan e traz junto Ellie, a bebê do casal que tem pouco tempo de vida. 



Mas Daisy não vai apenas trabalhar na reforma do local. Curiosa, ela começa a descobrir sobre a história da cidade e os segredos que a mesma guarda, revelando assim o que aconteceram nos cinquenta anos em que ficamos no escuro.

Jojo Moyes parece ter um dom para escrever histórias familiares com passagem no tempo. A história é divida em duas etapas, começa em 1950, pula os cinquenta anos no tempo e depois retrocede esses cinquenta anos com a Daisy contando a história.



O livro é escrito em terceira pessoa, o que é ótimo para quem, como eu, adora ver a história sob diversas perspectivas. Acho que dá uma amplitude maior para a história. Vocês concordam?

Confesso que achei que o livro poderia perder a segunda parte. Foi um tanto cansativa e o tempo todo eu sentia vontade de pular as páginas e chegar ao que realmente interessava, os mistérios sendo desvendados.  Mas apesar disso, o livro me prendeu completamente.

Jojo tem a mania de criar diversos personagens, mas ela também sabe trabalhar todos eles no enredo, não deixando que a gente se confunda sobre quem é quem dentro da história. Adorei a construção da narrativa.



A Casa das Marés é um daqueles livros que englobam uma gama de sentimentos, deixando o leitor em polvorosa. A narrativa vai do romance ao drama, passando pelo sentimento familiar. A amizade batendo de frente com a inveja. Uma loucura só.

Indico muito o livro, é certeza que vocês irão amar! 

Beijocas e até a próxima!!!

0 comentários:

Postar um comentário