4 de outubro de 2015

Tá Na Estante :: 'O Lado Feio do Amor' #454

POSTADO POR EM 4 de outubro de 2015

Oi, gente. Tudo bem?


Mais uma resenha saindo pra vocês. Terminei a leitura ontem e já corri pra falar o que achei, pra não deixar nenhum sentimento de fora. Vamos conferir?!

Livro: O Lado Feio do Amor
Autora: Colleen Hoover
Editora: Galera Record
Páginas: 336
Sinopse: Quando Tate Collins se muda para o apartamento de seu irmão, Corbin, a fim de se dedicar ao mestrado em enfermagem, não imaginava conhecer o lado feio do amor. Um relacionamento onde companheirismo e cumplicidade não são prioridades. E o sexo parece ser o único objetivo. Mas Miles Archer, piloto de avião, vizinho e melhor amigo de Corbin, sabe ser persuasivo... apesar da armadura emocional que usa para esconder um passado de dor.O que Miles e Tate sentem não é amor à primeira vista, mas uma atração incontrolável. Em pouco tempo não conseguem mais resistir e se entregam ao desejo. O rapaz impõe duas regras: sem perguntas sobre o passado e sem esperanças para o futuro. Será um relacionamento casual. Eles têm a sintonia perfeita. Tate prometeu não se apaixonar. Mas vai descobrir que nenhuma regra é capaz de controlar o amor e o desejo.

Quando Tate Collins resolveu mudar-se para São Francisco, afim de focar em sua pós-graduação em enfermagem, precisou pedir hospedagem ao seu irmão até conseguir um emprego e um apartamento para si. Chegando no prédio onde Corbin mora, não só se surpreende com o luxo como encontra um homem bêbado jogado na porta do apartamento.

Corbin estava viajando a trabalho e o desespero toma conta de Tate com o episódio que está vivenciando. Ela liga pedindo ajuda para o irmão e este diz que seu vizinho e melhor amigo irá ajudá-la. A ironia é que o vizinho e o bêbado são a mesma pessoa e Tate precisa ajudá-lo, levando-o para o apartamento de Corbin e deixando-o dormir no sofá.

O homem se chama Miles e parece estar sofrendo demais naquela noite. Tate cuida do belo rapaz até ele pegar no sono e depois vai para seu quarto. Na manhã seguinte, finalmente "conhece" o melhor amigo do irmão e a atração é imediata.

Miles Archer é piloto, assim como Corbin, e é extremamente irresistível. Tate, que é cabeça-dura, a princípio tenta resistir ao charme do rapaz, mas logo se vê caída por ele. Miles não demonstra sentir o mesmo, mas tudo muda no feriado de Ação de Graças.

Como Miles ficaria sozinho no feriado, Corbin o convida para passar com ele e Tate, na casa dos pais. Durante a noite, Tate e Miles se encontram na cozinha e a tensão é palpável. Ele assume que a deseja, mas não quer que ela se apaixone por ele, porque não pode retribuir. Assim, os dois fazem um acordo: vão apenas transar e cada um viver a sua vida. 

Miles tem apenas duas regras: sem perguntas sobre o passado e sem expectativas para o futuro. Como está louca pelo rapaz, Tate concorda, achando que será fácil ser a "colega de sexo" do piloto, mas nunca esteve tão enganada em sua vida. Conforme mais tempo ela e Miles passam juntos, mais Tate se envolve e se apaixonar pode ser um erro fatal para essa relação.

Algo aconteceu no passado de Miles, seis anos antes, e isso o fechou para qualquer tipo de sentimento positivo, fazendo com que ele criasse muralhas ao redor de si mesmo, totalmente impenetráveis. Só que Tate está disposta a derruba-las e Miles sabe quão vulnerável fica perto da garota. 

Dessa forma, cabe aos dois enfrentarem suas escolhas e medos e vivenciar essa paixão arrebatadora. Entretanto, a missão de Tate não será nada fácil e ela não só conhecerá o lado feio do amor, como precisará deixá-lo belo para ser feliz novamente.

Querem saber o que vai acontecer? Então não deixem de ler!

Colleen Hoover é aquela autora que eu leio até a lista de compras da farmácia, então assim que O Lado Feio do Amor chegou aqui em casa, tratei de le-lo. Ainda assim, a surpresa foi tremenda pelo que encontrei durante a leitura, que me apaixonei ainda mais pela autora, se é que isso é possível.

Esse livro não tem nada de inovador, em questões de enredo. É mais um romance da garota que se apaixona pelo garoto que não quer se apaixonar. Só que o modo como Colleen desenvolveu a trama e os personagens, fez com que parecesse o enredo mais original de todos.

A narrativa é alternada entre Tate e Miles a cada capítulo, em primeira pessoa. Porém, enquanto Tate narra o presente, Miles narra sua história de seis anos antes e aos poucos, conforme a relação dele com Tate vai avançando, vamos descobrindo mais sobre seu passado e os motivos de ele ser como é. Achei isso incrível!

Os personagens foram muito bem desenvolvidos. Tate é bem o tipo de protagonista que eu gosto. Forte, decidida e intensa. Foi amor à primeira vista, mas em alguns momentos tive vontade de dar uns tapas nela. Em certas situações achei que ela foi complacente demais, passiva demais, e isso me incomodou um pouco.

Miles creio que seja o personagem mais profundo de Colleen. Ele é um homem jovem que levou muitas rasteiras da vida e isso o destruiu por dentro, mas a imagem que reflete por fora é como se nada o tivesse abalado. E, ao contrário de Daniel, Holder e até mesmo Will, Miles me conquistou logo de cara e eu torci muito por sua redenção.

Colleen usou bastante de cenas mais picantes nesse livro. Como vocês já devem saber, não sou muito fã disso, mas a autora foi tão sutil e implícita que deixou tudo mais sensual e provocante do que propriamente erótico. É um nível acima dos outros new adults de Colleen e confesso que gostei bastante. A química entre Miles e Tate é inegável.

Sobre o final, achei que Colleen pecou um pouco. Achei tudo rápido demais, simples demais. O modo como sabemos finalmente o que aconteceu no passado de Miles soou um tanto desesperado pra mim, mas nem por isso deixou de me emocionar. Aliás, o livro todo é emocionante.

A edição física está muito bem trabalhada, mas com algumas ressalvas. A capa é maravilhosa. O nome da autora e as bolhas são em alto relevo. A diagramação é simples e a fonte é grande. Meu problema foi com as folhas brancas e a revisão. Encontrei muitos erros durante a leitura e isso me incomodou um pouco, além de que o reflexo nas páginas não facilitava em nada para ler. 

Pra finalizar, O Lado Feio do Amor leva cinco estrelas e entra para os meus favoritos. Eu com certeza recomendo essa leitura a todos. Os fãs de Colleen Hoover vão amar e aqueles que ainda não são fãs, leiam, vão se apaixonar assim como eu. 

Beijos e até a próxima!

5 comentários:

  1. Amo a Colleen, amo o livro e amei a resenha!
    Se não tivesse lido, leria com certeza!
    Parabéns!
    Abraços!

    ResponderExcluir
  2. Ótima resenha! O livro deve ser muito bom.
    http://resenhandoslivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Leo! Eu preciso ler este livro, é tanta resenha maravilhosa (como a sua) falando bem dele. Só li Um Caso Perdido e me apaixonei! Sei do potencial da Colleen e estou ansiosa! Mas tbm quero conhecer Métrica, ou seja, preciso devorar tudo que esta mulher escreve! Hahha

    Beijos Joi Cardoso
    estantediagonal.com.br

    ResponderExcluir
  4. Já estava bastante interessada em ler esse livro só pela sinopse, e agora depois de ler essa resenha fiquei ainda mais ansiosa em conferi essa história que parece mesmo ser excelente.

    ResponderExcluir
  5. Sou apaixonada pela Colin, mas Métrica ainda é meu livro favorito dela, Uggly love é muito lindo e me incomodou muito as páginas serem brancas.

    ResponderExcluir