17 de outubro de 2015

Tá Na Estante :: 'Supernova - O Encantador de Flechas' #465

POSTADO POR EM 17 de outubro de 2015

Oi, gente. Tudo bem?


Estou meio viciado nisso de resenha dupla e hoje trouxe mais uma pra vocês. Pra me acompanhar dessa vez, trouxe minha querida amiga, Dreeh Leal, do blog Mais que Livros, pra falarmos sobre uma fantasia nacional que tem dado o que falar. Vamos conferir?!

Livro: O Encantador de Flechas
Série: Supernova (#01)
Autor: Renan Carvalho
Editora: Novo Conceito
Páginas: 440
Sinopse: Imersa em uma ditadura implacável, a isolada cidade de Acigam sofre com a ameaça da guerra civil. De um lado, a Guilda, um grupo que utiliza os ensinamentos da Ciência das Energias para exigir direitos para a população. Do outro, um governo tirano, resguardado por soldados especialistas em aniquilar magos — nome vulgar dado aos praticantes da tal ciência. No meio desse conflito vive Leran, que, após ser tragado para a rebelião, tenta aprender mais sobre sua misteriosa habilidade de encantar objetos com a energia dos elementos. Com uma narrativa envolvente e reviravoltas incríveis, Supernova: O Encantador de Flechas é um livro que vai arrebatar os fãs de fantasia.

Essa resenha foi escrita em parceria com a Andressa do blog Mais que Livros.

***

O Encantador de Flechas narra a história de Leran Yandel, um jovem prestes a completar 18 anos. Ele vive na cidade de Acigam, que possui um governo extremamente controlador e autoritário liderado pelo Rei Evandro Cardocia. Isolada pro muros, o ensinamento dos jovens foi manipulado de forma que eles não tomassem conhecimento da Ciência das Energias.  Nessa ciência,  o homem tem a habilidade de manipular os elementos. É o que conhecemos como magia. Seus praticantes são denominados magos e, se descobertos pelo governo, serão punidos com a morte.

Leran a conhece através de Bretor, seu avô. Um senhor que se passa por simples artesão, mas que não hesita em ensinar e treinar seu neto, que descobre ter uma grande afinidade com a magia. Os encontros acontecem na calada da noite e certa vez, os dois se veem em meio a um conflito entre magos da Guilda e os soldados de Cardocia. Leran presencia quando um Silenciador, espécie de soldado capaz de anular a magia e responsável de eliminá-la do reino, mata um mago a sangue frio.

A partir daí, Leran percebe que sua jornada a cerca de seus dons não será nada fácil. Segredos sobre sua família são descobertos e ao lado de sua irmã Luana e da jovem órfã Judra, Leran enfrentará essa guerra que está apenas começando. Se quiser proteger aqueles que ama, Leran terá que ser mais forte do que nunca.
Querem saber o que vai acontecer? Então não deixem de ler!

Eu conheci o livro quando foi lançado pelo selo Novos Talentos da Editora Novo Século, lá em 2013, mas nunca teve a oportunidade de ler. A Dreeh só teve o prazer de conhecê-lo quando a Novo Conceito relançou, agora em 2015, e já o desejou logo de cara. Mas essa diferença não afetou em nada a nossa leitura. Ambos mergulhamos de cabeça nessa aventura fantástica.

A escrita de Renan Carvalho é ótima. O autor conseguiu me envolver e me convencer com o universo que criou. O problema foi que demorei muito a engatar na leitura. As primeiras páginas são uma apresentação de toda a trama e o livro só foi realmente engrenar lá pela página 100.

O livro é narrado em primeira pessoa e dividido em quatro partes. Três delas são narradas por Leran, e no meio disso surge, uma parte narrada pela misteriosa Judra. Temos a oportunidade de conhecer um pouco mais a personagem, mas não é algo imperdível. Essa parte podia ter sido melhor aproveitada.

Os personagens principais foram muito bem desenvolvidos. Logo de cara gostei de Leran e conforme o livro foi avançando, mais eu torcia por ele. Luana também me cativou, mas no começo ela foi um tanto subestimada, esquecida.

Renan inseriu um romance entre Leran e Judra e achei isso um pouco desnecessário. Acredito que se fosse algo a ser desenvolvido no decorrer da série teria sido mais atraente, mas logo no primeiro livro ficou parecendo um tanto forçado. Como um subterfúgio para fugir do clima de fantasia e dar aos fãs de romance um pouco do que eles tanto gostam.

O final foi bem convincente, terminando com um cliffhanger daqueles! Deixando o leitor bem ansioso por sua continuação: A Estrela dos Mortos. Acho que se o autor seguir nesse ritmo, a série terá o merecido destaque e fará um enorme sucesso.

Sobre a edição física, a Novo Conceito fez um trabalho maravilhoso. A capa é uma adaptação da original e ficou muito melhor visualmente. A diagramação é simples, mas ao longo do livro encontramos ilustrações lindas, no mesmo estilo da capa. A revisão está ótima, apesar de ter encontrado alguns erros, mas nada muito absurdo. As folhas são amareladas e a fonte é grande.

Pra finalizar, O Encantador de Flechas foi um ótimo livro introdutório para a série. Eu com certeza recomendo a todos essa leitura, principalmente aos bons fãs de fantasia. Se joguem e conheçam esse universo tão único!

Beijos e até a próxima!

1 comentários:

  1. Estou encantada com sua resenha e quero muito ler a série, principalmente esse livro que me chamou tanto a atenção. Gosto de histórias de magia e essa está do jeito que gosto. parabéns pela resenha.

    ResponderExcluir