15 de outubro de 2015

Tá Na Estante :: 'Bangalô 2 - Hotel Beverly Hills' #464

POSTADO POR EM 15 de outubro de 2015

Heeey, gente. Tudo bem??


Li meu primeiro livro da autora Danielle Steel e hoje vim contar para vocês como foi essa experiência. Bora conferir?!

Livro: Bangalô 2 - Hotel Beverly Hills
Autora: Danielle Steel
Editora: Record
Páginas: 352
Sinopse: O agente literário de Tanya Harris liga com uma notícia bombástica: um famoso produtor de cinema quer que ela escreva o roteiro de seu próximo filme. E mais: a proposta inclui trabalhar hospedada no exuberante Bangalô 2 do Hotel Beverly Hills. De uma hora para outra Tanya precisa escolher se vai continuar com a rotina perfeita de escritora freelancer, dona de casa, esposa dedicada e mãe de família em São Francisco, ou se vai aceitar o convite e passar vários meses em Los Angeles, longe do marido e dos filhos, desestruturando a vida familiar para realizar um antigo sonho. Relutante e dividida, Tanya acaba aceitando o desafio. Mas será que tomou a decisão certa? Ao chegar a Hollywood, Tanya é envolvida por um mundo novo e intoxicante, e mergulha em um trabalho que exige mais dela do que poderia imaginar. Inevitavelmente, vai se afastando da família, que começa, aos poucos, a se desintegrar, e seu sonho se transforma em seu pior pesadelo. Será que Tanya conseguirá conciliar a vida pessoal e a profissional em meio a tantas demandas opostas? Ou uma reviravolta do destino vai garantir para sua vida uma cena final inesperada e digna de um filme vencedor do Oscar? Uma trama emocionante com um desfecho surpreendente!

Tanya é a legítima Amelia, mulher das antigas, que sempre ouvimos falar. Boa esposa e mãe de família, cuida de todos com esmero e satisfação dentro do lar. Entretanto, consegue conciliar milagrosamente suas tarefas domésticas com a carreira freelance de roteirista de novelas e escritora de contos.

Seu sonho sempre foi escrever um roteiro para o cinema, mas nunca julgou que isso fosse possível, até receber uma ligação do seu agente, lhe fazendo uma oferta. Tanya entrou em pânico. Se aceitasse a proposta, teria que morar provisoriamente em Hollywood por alguns meses, mas não precisaria mais se preocupar com dinheiro por um bom tempo.

Incentivada pelo marido a seguir o seu desejo, Tanya mudou-se para o Bangalô 2, em Beverly Hills, e um novo mundo de luxo e estrelato se abriu aos seus pés. Mas nem tudo eram flores. Tanya trabalhava exaustivamente com profissionais descompromissados e acostumados a terem as suas vontades sempre satisfeitas. Não conseguia voltar para casa quando queria e, nas ocasiões em que o fazia, reparava que as coisas não eram mais as mesmas.

Sua família estava ressentida por ter sido negligenciada, mesmo a tendo apoiado no início e, com a matriarca ausente de casa, um perigoso espaço se abriu para a entrada de uma nova mulher.

Até o filme ser concluído, Tanya terá que lidar com o traiçoeiro universo do cinema, correndo o risco de perder aqueles que mais ama.

Querem saber o que vai acontecer? Então leiam!

Nunca tinha lido nada da Danielle Steel, e quando Bangalô 2 chegou em minha casa, vi nele uma ótima oportunidade de conhecer a escrita da autora, principalmente por ter curtido a premissa, na medida em que adoro tramas familiares, principalmente quando provam que é possível sim manter relacionamentos, mesmo que à distância, e seguir os nossos sonhos com o apoio da família. Todavia, quando percebi que a proposta do enredo era justamente o contrário, enfrentei a minha primeira decepção.

Afora isso, me irritei tremendamente ao ler mais de 100 páginas com os chororôs de Tanya sobre ter aceitado o trabalho e, por isso, ter sido obrigada a ficar longe do marido e dos filhos. Deu vontade de gritar com a personagem e mandá-la de volta para casa!

Se isso não fosse o suficiente para me frustrar, me deparei com uma narrativa pobre, repetitiva e entediante que, por diversas vezes, me deu vontade de cortar os pulsos. Vocês devem estar se perguntando por que eu cheguei ao final. Por puro masoquismo? Talvez. Mas também por ter um pouco de esperança de que a protagonista fosse cair na real e dar um sacode em sua vida.

Ok, testemunhamos mudanças e certo amadurecimento por parte da Tanya, mas sua história vai de um extremo ao outro tão rápido que não só me revoltou, por esperar por outro desfecho, mas também por ter beirado o fantasioso, digno de livros de romance clichê, lidos por donas de casa que, insatisfeitas com a vida que levam, se projetam na heroína da obra, almejando um futuro brilhante e diferente.

Sei que muitos leitores são fãs de Danielle, mas eu tive uma primeira experiência péssima e não recomendo o livro aos leitores mais exigentes.

Beijocas e até a próxima!

0 comentários:

Postar um comentário