11 de fevereiro de 2016

Na Telona :: 'Deadpool' #35

POSTADO POR EM 11 de fevereiro de 2016

Oi, gente. Tudo bem?


Ontem participei de mais uma cabine de imprensa aqui em Porto Alegre e hoje vim contar para vocês o que achei do novo filme da Fox, em parceria com a Marvel, que chega aos cinemas nacionais hoje! Vamos conferir?!

Filme: Deadpool
Título Original: Deadpool
Diretor: Tim Miller
Distribuidora: Fox Filmes
Duração: 1h49min
Lançamento: 11 de fevereiro de 2016
Classificação: 16 anos
Sinopse: Ex-militar e mercenário, Wade Wilson (Ryan Reynolds) é diagnosticado com câncer em estado terminal, porém encontra uma possibilidade de cura em uma sinistra experiência científica. Recuperado, com poderes e um incomum senso de humor, ele torna-se Deadpool e busca vingança contra o homem que destruiu sua vida.

Wade Wilson é um mercenário sarcástico e tagarela que ganha a vida passando seus dias fazendo serviços de matador de aluguel. Sua vida muda radicalmente quando ele encontra seu grande amor, a ex-prostituta Vanessa. Os dois vivem seus dias com experiências sexuais cada vez mais inusitadas e o amor e afeição entre os dois é palpável.

Isso até que uma triste notícia abala as estruturas do relacionamento deles. Wade é diagnosticado com câncer terminal e tem pouco tempo de vida. Ele não quer que Vanessa estrague sua vida ficando ao lado dele e decide deixá-la para seguir em frente, quando um misterioso homem surge em sua vida e diz poder curá-lo.



A coisa parecia bem simples: Wade alistaria-se em um experimento que modificaria seus genes, assim transformando seu DNA e ocasionando uma mutação. Só que os métodos para ativar essa mutação não são dos mais ortodoxos e Wade sofre muito nas mãos de Dr. Francis, ou Ajax, até que ela se concretize, deixando-o com o poder de regenerar-se rapidamente de ferimentos.

O problema é que, quando acontece, Wade está deformado e sabe que não poderá retornar ao mundo com essa aparência e que com certeza Vanessa irá rejeitá-lo assim. A única pessoa capaz de reconstruir sua beleza é Francis, mas após uma briga homérica, o Dr. tem certeza de que Wade está morto e foge.



Agora, Wade precisa partir em uma missão para encontrar Francis e retomar sua vida, adotando o alter ego Deadpool e matando todos aqueles em seu caminho que tentam impedi-lo de alcançar seus objetivos. É claro que a jornada não será nada fácil, principalmente com um X-Men querendo recrutá-lo a qualquer custo...

Querem saber o que vai acontecer? Então não deixem de assistir!


Não sou o tipo de garoto que é fã de quadrinhos e conhece todos os universos da Marvel. Muito pelo contrário. O máximo que acompanhava eram os desenhos dos heróis na televisão e pouco tempo atrás os filmes que surgiram no mercado. Por esse fato, não tinha a menor ideia de quem era Deadpool, mas quando assisti o trailer, soube que PRECISAVA ver o filme e conhecer mais sobre esse anti-herói.



A jornada de Deadpool é um tanto característica de filmes de herói: ele sofre, perde alguém importante e parte para tentar recuperar sua vida anterior. O diferencial? Seus métodos de ação não são de um herói, o que faz com cabeças rolem - literalmente - e muito sangue seja derramado. Além disso, o humor do personagem é sarcástico e irreverente, de forma que damos risada em mais da metade do filme e não tem uma única piada que não seja engraçada.

Devemos a maior parte do sucesso do filme à interpretação de Ryan Reynolds. O ator nunca esteve entre meus favoritos - principalmente depois de assistir Lanterna Verde -, mas dessa vez ele conseguiu me convencer passando a personalidade de Pool e deu um show de atuação.



A classificação indicativa do filme, na minha opinião, poderia ter sido de 18 anos. O filme é pesado, com cenas de conotação sexual e muita brutalidade nas lutas. Além disso, não fizeram aquele trabalho tosco de legendar palavrões de forma branda. 'Fuck you' é traduzido ao pé da letra, o que deixa a linguagem mais pesada.

O final do filme conta com aquela tão esperada cena pós-créditos, típica dos filmes da Marvel, mas no padrão Deadpool de ser, então esperem até as últimas letrinhas subirem na tela para saírem da sessão, hehe.

Em suma, Deadpool é um filme divertido, instigante e que cumpre com totalidade sua função de entreter e mostrar a história do anti-herói mais querido de todos nas telonas. Recomendo com certeza!

TRAILER



Beijos e até a próxima!

2 comentários:

  1. oi leo. adorei sua análise.
    eu to simplesmente maluca pra ver esse filme, mas só vou poder ir no final de semana =/
    bom, eu to gostando muito do que o povo está falando (aos que foram na cabine de impressa). e fico feliz que esteja bem ao pé da letra, pq odiaria ter que ver a linguagem ser modificada por causa da classificação indicativa que eu achei muito baixa.
    eles tiveram que cortar inclusive umas cenas do final pq estava tão pesado que nem com a classificação +18 ia dar lá nos EUA.
    anyway, gostei muito ;D espero gostar do filme e já to empolgada para o segundo pq o deadpool pode ter um namorado *--* isso mesmo um boy, gente se aparecer ele dando mole pro homem aranha eu infarto. (sim sou a louca dos quadrinhos).

    ResponderExcluir
  2. Vou super ver esse filme, estou louca por ele desde que lançaram o primeiro trailer!! ótimo post!

    http://www.leitorasvorazes.com.br/

    ResponderExcluir