26 de fevereiro de 2016

Tá Na Estante :: 'Era uma vez no Outono' #505

POSTADO POR EM 26 de fevereiro de 2016

Heeey, gente. Tudo bem??


A resenha de hoje não seria desse livro, mas eu acabei de concluir a leitura e fiquei tão empolgada para contar sobre a história que fiz uma troquinha aqui entre as resenhas. Espero conseguir empolgar vocês com essa resenha tanto quanto eu estou empolgada com essa história.

Livro: Era uma vez no Outono
Série: As quatro estações do amor #02
Autora: Lisa Kleypas
Editora: Arqueiro
Páginas: 288
Compre: Saraiva Sinopse: A jovem e obstinada Lillian Bowman sai dos Estados Unidos em busca de um marido da aristocracia londrina. Contudo nenhum homem parece capaz de fazê-la perder a cabeça. Exceto, talvez, Marcus Marsden, o arrogante lorde Westcliff, que ela despreza mais do que a qualquer outra pessoa.Marcus é o típico britânico reservado e controlado. Mas algo na audaciosa Lillian faz com que ele saia de si. Os dois simplesmente não conseguem parar de brigar.Então, numa tarde de outono, um encontro inesperado faz Lillian perceber que, sob a fachada de austeridade, há o homem apaixonado com que sempre sonhou. Mas será que um conde vai desafiar as convenções sociais a ponto de propor casamento a uma moça tão inapropriada?



Era uma vez no Outono é o segundo livro da série As Quatro Estações do Amor. Livros que contam as histórias de quatro amigas que já são praticamente declaradas solteironas e ainda não tem nenhuma perspectiva de casamento. No primeiro livro, Segredos de uma noite de verão, conhecemos Annabelle e você pode conferir a resenha clicando aqui.



As Flores Secas já casaram uma das meninas e agora chegou a vez de Lilian Bowman, a solteira mais velha do quarteto. A jovem tem um grande contra no que diz respeito ao casamento: é uma americana. Americanas não são valorizadas em Londres, principalmente por todos saberem que elas só estão na terra da rainha em busca de um casamento com algum Aristocrata, a fim de por linhagem às suas famílias que até então só tem dinheiro.


Porém, além do sangue americano correndo nas veias, a forma como Lilian se porta também afugenta os pretendentes. Ela é autoritária, dona de si e, definitivamente, não se comporta como uma dama. Isso deixa todos os cavalheiros loucos, e não é no bom sentido. Entretanto, o Lorde Westcliff consegue detestar ainda mais as atitudes da moça, fica bravo ao ponto de declamar impropérios sobre ela para a irmã e os amigos.



Mais uma temporada na casa de campo chegou e grande parte de Londres está na casa de campo do Conde Westcliff, inclusive os Bowman e as outras Flores Secas. Enquanto ainda estava na cidade, Lilian comprou uma nova fórmula de perfume com um ingrediente secreto que lhe garantiria encontrar um pretendente nesta temporada, e ela já começou a testar no campo mesmo.
  
Porém, aparentemente, a fórmula só fazia efeito em um homem: o Conde. A partir desse momento Lilian começa a ver que existe uma outra fachada por trás da polida e austera forma como Westcliff se porta todos os dias. Ela percebe que, na verdade, ele é um homem apaixonado pela vida, bondoso até, e um amante sem igual.



A partir de então eles vivem em um impasse sobre o que estão sentido. Não podem se ver que já se atraem, como ímãs, mas sabem que são iguais ao ponto de não existir possibilidade de estarem juntos em um casamento. Além disso, Lorde Westcliff tem que pensar na sua linhagem, que até então, é toda composta por sangue azul.

***

Mais uma vez Lisa Kleypas nos presenteia com uma narrativa envolvente. Consegui concluir a leitura em quatro horinhas e durante esse tempo mal larguei o livro. Mesmo utilizando a mesma fórmula do primeiro volume da série, a autora ainda conseguiu surpreender, criando alguns problemas e resolvendo algumas questões diferentes.



Eu amei a Lilian. Ela é uma personagem marcante, daquelas que a gente pode esquecer o nome, mas nunca vamos esquecer a personalidade. Lembro-me que ela já se destacava com ótimos comentários em Segredos de uma noite de verão, e eu já estava bem curiosa para conhecê-la neste livro aqui. 

Westcliff é um personagem ímpar. Daqueles que a gente detesta e depois ama para logo em seguida detestar outra vez. Porém, quando ele começa a demonstrar toda a sua paixão por Lilian, todas as nossas críticas caem por terra e ele se torna o mocinho perfeito. 

É engraçado como, apesar de serem iguais, eles se completam. Lilian e o Lorde detestam exatamente as mesmas coisas um no outro, chega a ser irônico. É delicioso para o leitor acompanhar essa briga de gato e rato, onde eles estão sempre fugindo um do outro, mas sempre se encontrando.



Quando um terceiro personagem chega, disposto a roubar Lilian de Westcliff, o Lorde torna-se ameaçador e é maravilhoso ver essa outra face dele. 

Lisa escreve romances de época com uma aura atual deixando a história ainda mais maravilhosas. Mocinhas que não são subjugadas à homens e que fazem valer suas vontades, dentro de uma história interessante e com uma narrativa envolvente. Este, em especial, é cativante.



Com certeza indico a leitura e vou adorar discutir sobre esta obra com vocês. Então quem já leu comenta  aqui em baixo o que achou e que não leu, corre pra ler e vem me contar o que achou. Falar sobre livros é a melhor coisa do mundo.

Beijocas e até a próxima!!!

1 comentários:

  1. que resenha maravilhosa, fiquei morrendo de vontade de ler. Confesso que nunca tinha ouvido falar, mas com certeza vou procurar! Fora que as fotos que você tirou ficaram lindas, ein?! Enfim, já tô seguindo aqui, blog lindo!! Beijos.
    Sereia Urbana Blog - post novo!

    ResponderExcluir