Oi, pessoal. Tudo bem com vocês?

Eu sou a Denise, lá do blog Sacudindo as Palavras, e hoje estou invadindo o Segredos Entre Amigas a pedido do Leo, pra resenhar um livro queridinho nosso. Vamos ver?!

Livro: Outro Dia
Série: Every Day (#02)
Autor: David Levithan
Editora: Galera Record
Páginas: 322
Sinopse: A marcante história de Todo dia, agora sob a perspectiva de Rhiannon. Um dos mais inovadores autores de livros jovem adulto e o primeiro a emplacar uma trama gay na lista do New York Times, David Levithan retoma a sua mais emblemática trama em Outro dia. Aqui, a já celebrada — com várias resenhas elogiosas — história de Todo dia, que vendeu mais de 40 mil exemplares só no Brasil, é mostrada sob o ponto de vista de Rhiannon. A jovem, presa em um relacionamento abusivo, conhece A, por quem se apaixona. Só que A, acorda todo dia em um corpo diferente. Não importa o lugar, o gênero ou a personalidade, A precisa se adaptar ao novo corpo, mesmo que só por um dia. Mas embarcar nessa paixão também traz desafios para Rhiannon. Todos eles mostrados aqui.

Em Outro Dia, conhecemos a história de Rhiannon, uma garota de 16 anos que namora Justin, um completo idiota, preconceituoso e que trata a namorada como se fosse lixo. Até que um dia Justin se torna o namorado perfeito. Ele fica completamente amoroso, tudo o que Rhiannon sempre quis que ele fosse, levando-a para passar um dia maravilhoso na praia.

Mas o problema é que no dia seguinte Justin volta a ser o que era antes e é muito vago sobre o dia que eles passaram juntos na praia. Rhiannon tenta fazê-lo lembrar do dia incrível que eles compartilharam, mas Justin não dá muita bola, então Rhiannon tenta seguir com a sua vida, sempre cuidando para não brigar ou aborrecer Justin.

“Me dói o fato de eu poder estar tão cheia dele enquanto ele está tão vazio de mim.”

Em um dia, Rhiannon vai a uma festa e acaba conhecendo Nathan, que se diz ser o primo gay de Steve, amigo de Rhiannon. Durante a festa eles conversam muito, dançam e sentem ter uma conexão, o que faz eles trocarem e-mails e se corresponderem por um tempo até Rhiannon descobrir que Steve não tem nenhum primo chamado Nathan. E é onde a garota pede explicações e acaba sabendo da existência de A.

A é um ser que habita o corpo das pessoas durante um dia. E era A quem estava habitando o corpo de Justin quando eles passaram o dia na praia. Rhiannon acabou despertando algo em A que ele tenta sempre ir até ela independente do corpo que esteja.
Mas isso é algo difícil de Rhiannon entender e aceitar, mas de alguma forma, ela sabe que tudo é verdade. Mas como começar ou se manter em um relacionamento em que uma pessoa muda de corpo todo dia e pode ou não estar presente? Só lendo para descobrir!

Outro Dia é a história de Todo Dia pelo ponto de vista de Rhiannon. Um pouco antes de estar com o Outro Dia nas mãos, eu decidi reler o Todo Dia para poder ter uma experiência mais completa. Confesso que estava um pouco apreensiva, pois não tinha certeza se o livro ia atender as minhas expectativas assim como aconteceu com Todo Dia. Mas acabei tendo uma grande surpresa.
O livro é simplesmente maravilhoso! No começo, achei a Rhiannon extremamente chata, mas isso é compreensível, já que ela estava presa a um relacionamento abusivo e não conseguia enxergar isso. Mas com o passar das páginas ela melhorou muito e começou a enxergar certas coisas com ajuda de A. Sobre o A eu nem sei o que dizer, ele é um personagem incrível!
E David Levithan também é incrível! Ele consegue abordar assuntos tão sérios e polêmicos sem deixar o livro pesado e de quebra faz com que o leitor reflita sobre esses assuntos. Outro Dia aborda temas como o preconceito, relacionamento abusivo e aquela dificuldade que as pessoas tem em aceitar como as outras pessoas são.

O final me surpreendeu e espero e torço para que o David aproveite a ponta que ele deixou meio que solta para dar uma continuidade a essa história. Só tenho a dizer que os dois livros são maravilhosos e que vocês devem lê-los.
A capa está linda e mantém o padrão da capa de Todo Dia. A diagramação está muito boa, com letras grandes e páginas amareladas, mas o livro contém alguns erros e uma repetições de frases que me incomodaram um pouquinho, mas de resto o livro está perfeito! 
E novamente só tenho a dizer para vocês lerem, pois não vão se arrepender!
Beijinhos e até a próxima!

icon-newsletter

Não perca nenhuma novidade!

Veja os posts relacionados


Deixe seu comentário

4 Comentários

  • Ana Paula Lelis
    01 maio, 2016

    Eu nao tenho muita vontade em ler os livros do David, mas esses 2 eu tenho interesse. Mas acho as capas bem feias, a primeira parece que ta sujo e o segundo as bolas laterais cortadas… nãm! Achei outras capas gringas mais lindas pra comprar, sei que vou adorar!

  • Mariana Ogawa
    30 abril, 2016

    eu ainda não li nada do levithan, mas acho impressionante o quanto ele gosta de trabalhar a questão de relacionamentos e temas polêmicos. esse eu não sei se eu leria pois eu já tive algumas experiências (minhas e de outros) com relacionamentos abusivos o meu acabou da primeira vez q ele me tratou mal, mas vi amigas que não conseguiam fazer isso.
    por isso eu passo

  • Cladisson Mélo
    25 abril, 2016

    Eu adoro as capas desses livros, porém, ainda não li, mas sempre fico querendo comprar e acabo comprando outros. hahaha Mas adoro o David Levithan.

  • Maria Fernanda Pinheiro
    23 abril, 2016

    Fiquei muito feliz por ''Todo dia'' ter uma ''continuação'', ou melhor, a mesma história em outro ponto de vista, a história dos livros é curiosa e não é nada clichê, o autor inventou um fato e colocou no meio do livro várias explicações para conseguirmos entender o que esta se passando, o livro é lindo e com vários quotes perfeitos, foi bem legal saber o que esta personagem acha de A