13 de maio de 2016

Tá Na Estante :: 'Nove regras a ignorar antes de se apaixonar' #528

POSTADO POR EM 13 de maio de 2016

Heeey, gente. Tudo bem??


Olha a sumida aparecendo, haha. Não foi por falta de criatividade, foi por falta de oportunidade; esses meninos tomaram o blog das minhas mãos esta semana. Batam neles! HAHA ♥ No post de hoje, vim cheia de amor indicar um livro maravilindo. Então vamos logo pra ele, não é?

Livro Nove regras a ignorar antes de se apaixonar
Série: Os Números do Amor (#01)
Autora: Sarah MacLean
Editora: Arqueiro
Páginas: 384
Sinopse: A sonhadora Calpúrnia Hartwell sempre fez tudo exatamente como se espera de uma dama. Ainda assim, dez anos depois de ser apresentada à sociedade, ela continua solteira e assistindo sentada enquanto as jovens se divertem nos bailes. Callie trocaria qualquer coisa por uma vida de prazeres. E por que não se arriscar se, aos 28 anos, ela já passou da idade de procurar o príncipe encantado, nunca foi uma beldade e sua reputação já não lhe fará a menor diferença? Sem nada a perder, a moça resolve listar as nove regras sociais que mais deseja quebrar, como beijar alguém apaixonadamente, fumar charuto, beber uísque, jogar em um clube para cavalheiros e dançar todas as músicas de um baile. E depois começa a quebrá-las de fato. Mas desafiar as convenções pode ser muito mais interessante em boa companhia, principalmente se for uma que saiba tudo sobre quebrar regras. E quem melhor que Gabriel St. John, o marquês de Ralston, para acompanhá-la? Afinal, além de charmoso e devastadoramente lindo, ele é um dos mais notórios libertinos de Londres. Contudo, passar tanto tempo na companhia dele pode ser perigoso. Há anos Callie sonha com Gabriel e, se não tiver cuidado, pode acabar quebrando a regra mais importante de todas – a que diz que aqueles que buscam o prazer não devem se apaixonar perdidamente.


Você está preparado para um romance de tirar o fôlego, com uma mocinha altamente feminista e dona de si, além de cenas quentas que vão te deixar de boca aberta? Então vem comigo!



Em Nove regras a ignorar antes de se apaixonar vamos conhecer a linda Calpúrnia Hartwell. Com nome de Imperatriz, mas preferindo ser chamada de Callie, a moça não é mais tão jovem. Chegou aos 28 anos e é oficialmente declarada como solteirona, mas isso não a magoa tanto. A verdade é que Callie só quis ter um homem em sua vida, o marquês de Rolston, um libertino que, aparentemente, é muita areia para o seu caminhãozinho. 

Quando sua irmã caçula, Mariana, consegue um casamento com um duque logo que debuta, os holofotes se voltam para Callie e para o fato dela ainda não ter um marido, principalmente por conta do seu grande dote. Entretanto, além do casamento de Mariana, esta temporada promete muitas outras coisas, dentre elas, muitas surpresas para Callie.





Juliana é a irmã bastarda do marquês de Rolston, e Gabriel, o marquês, tem o objetivo de apresentá-la à sociedade ainda nesta temporada. Por isso, quando Callie surge em sua casa com uma proposta deveras indecente, ele não pensa em outra coisa que não seja entregar sua irmã nas mãos da respeitada lady. Entretanto, ao que parece, a jovem solteirona não quer mais ser tão imaculada assim.

A verdade é que Callie já está cansada das pessoas sempre esperarem o melhor dela. A jovem está disposta a quebrar algumas regras se isso for fazê-la ter uma vida menos enfadonha do que a que vem tendo desde que nasceu. Com isso em mente, ela escreve uma lista de coisas que queria muito fazer, caso tivesse coragem: As nove regras a ignorar antes de se apaixonar



Porém, sempre que vai cumprir algum item da lista, Callie acaba encontrando com Gabriel e ele torna-se a melhor opção para acompanhá-la no seu arriscado plano. Os dois percebem que nem tudo é como parece, é ainda melhor. No entanto, eles não podem esquecer de uma coisa: quem busca prazer não pode se apaixonar...

Sarah MacLean, com sua narrativa incrível, consegue transformar um livro de 380 páginas em um folheto de banca; as páginas passam tão rápido que o fim chega antes de esperarmos e de querermos. O livro possui uma história altamente envolvente e mesmo que em alguns momentos tenha sido um tanto quanto previsível, não deixou de saltar aos meus olhos e me surpreender em diversos aspectos.



Callie é a melhor protagonista do universo. Ela realmente não está muito ligada no que a sociedade pensa ou irá pensar dela, só quer aproveitar a vida da forma que acredita merecer e não vem aproveitando desde que nasceu. Gabriel é um protagonista e tanto, daqueles que fazem a gente suspirar. É intenso e sabe exatamente o que quer. Traumas do passado fazem-no tornar-se o forte marquês que é, mas deixam ferimentos ainda mais profundos no coração do rapaz. Callie talvez seja a sua salvação.

É uma mistura intensa de pontos que transforma a história em algo deslumbrante. Sexy, divertido, feminista e com doses picantes de romantismo, o livro arrebata desde o primeiro momento, graças aos seus personagens entrosados e interessantes. Um livro que foca no casal protagonista, mas que também abre espaço para o desenvolvimento da história dos personagens secundários.



Eu amei! Um ótimo livro de estréia para uma série que promete arrebatar os corações dos fãs de romances de época, como eu. Mal posso esperar pelos próximos livros, confesso que estou com as expectativas nas alturas. Indico demais a leitura!



Beijocas e até a próxima!!!
***
Esta postagem está concorrendo ao TOP COMENTARISTA.
Clique aqui e saiba como participar.

11 comentários:

  1. Olá!

    Que bom que gostou da leitura! Já li muitas resenhas deste livro e todas falam bem.
    Não li nada da Sara ainda, mas quero começar o mais breve possível.
    O enredo desse livro é diferente e parece ser bem engraçado, preciso ler!

    ResponderExcluir
  2. Acho essa capa tão diva, vale ressaltar que suas fotos também são, kkkk
    Eu ainda não me aventurei muito em romances de época, quero abrir um espacinho para eles no meu coração (sei que cabe), mas acho que ainda não está na hora, porque acho que não li nenhum resenha de romance de época que tenha me deixado com muita vontade de ler algum!
    Enfim, ótima a sua resenha!

    ResponderExcluir
  3. Nunca li romance de época, mas já tive interesse de começar. Quem sabe num futuro próximo. KKKKK

    ResponderExcluir
  4. Fiquei BO-LA-DA que não levei esse livro nos sorteios que rolaram no Encontro de fãs de Romance de Época da Arqueiro. Depois de tanta macumba...
    Confesso que apesar do meu amor pelos Bridgertons esse não é meu gênero favorito, mas fiquei muito curiosa com a sinopse e as resenhas que já li, inclusive a sua!
    Espero ter, o quanto antes, a oportunidade de lê-lo!

    ResponderExcluir
  5. Oi Bárbara.
    Eu sou louca de paixão por romances de época, e não vejo a hora de começar essa leitura, a arqueiro como sempre divando com essas capas, as fotos ficaram maravilhosas.
    A personagem principal me parece ser muito forte, além além super determinada (ja sou fã) o que ja me conquistou.
    Em breve voltarei com uma opinião formada sobre o livro.
    Boa Tarde.

    ResponderExcluir
  6. Já li várias resenhas positivas sobre esse livro, estou bem ansiosa para lê-lo. É tão bom quando uma leitura tem a capacidade de nos prender a cada página. Acredito que vou adorar a Callie e o Gabriel. As minhas expectativas para com esse livro estão grandes, espero não me decepcionar.

    ResponderExcluir
  7. Eu estou muito a fim de ler esse livro, eu adorei a capa e fico feliz que a editora arqueiro vá publicar mais essa série de época
    bjs

    ResponderExcluir
  8. Oi, não sei se eu senti esse feeling dela ser feminista pela resenha, mas acredito em vc hahahaa E eu me senti solteirona lendo essa resenha, tendo 24 anos e estando completamente solteira hahahaha

    ResponderExcluir
  9. Oiee!
    Sempre que leio livros de época me sinto uma dondoca, ao não ter casado ainda rsrs
    Por um lado agradeço aos céus por não ter nascido naquela época, por outro lado sinto porque os costumes, maneiras, figurinos eram incríveis, só ia sofrer com as roupas sendo que moro no Nordeste :O
    O livro em si me agradou muito, amo essas mocinhas decididas e donas de si, e já fiquei curiosa para saber que traumas são esses que Gabriel carrega. Não tinha a intenção de lê-lo mas agora não vejo a hora de tê-lo na minha estante.
    Bjokas!

    ResponderExcluir
  10. Oi, Bárbara.
    Que bom saber que o livro de estreia já começou com tudo. Fiquei interessada em ler, mesmo o gênero não sendo um dos meus preferidos. Gosto de personagens decididas e com menos mimimis.

    ResponderExcluir
  11. Oi!
    Tenho que ler esse livro, estou vendo tantos comentários positivos sobre essa historia que estou realmente bem curiosa, a Callie parece uma personagem que cativa e fascina o leitor, gostei muito de como ela passa a não se importa com o que a sociedade da época fala e começa realmente a viver, fiquei bem curiosa sobre a lista e gostei muito do Gabriel !!

    ResponderExcluir