4 de julho de 2016

Tá Na Estante :: Em Algum Lugar Nas Estrelas' #548

POSTADO POR EM 4 de julho de 2016

Olá pessoal, tudo bem?

Hoje eu estou aqui pala falar de mais um livro que recebi de cortesia da editora DarkSide Books. Vamos lá?
Livro: Em Algum Lugar Nas Estrelas
Série: -
Autora: Clare Vanderpool
Editora: DarkSide Books
Páginas: 276
Sinopse: EM ALGUM LUGAR NAS ESTRELAS é um romance intenso sobre a difícil arte de crescer em um mundo que nem sempre parece satisfeito com a nossa presença. Pelo menos é desse jeito que as coisas têm acontecido para Jack Baker. A Segunda Guerra Mundial estava no fim, mas ele não tinha motivos para comemorar. Sua mãe morreu e seu pai... bem, seu pai nunca demonstrou se preocupar muito com o filho. Jack é então levado para um internato no Maine (o mesmo estado onde vivem Stephen King e boa parte de seus personagens). O colégio militar, o oceano que ele nunca tinha visto, a indiferença dos outros alunos: tudo aquilo faz Jack se sentir pequeno. Até ele conhecer o enigmático Early Auden. Early, um nome que poderia ser traduzido como precoce, é uma descrição muito adequada para um prodígio como ele, que decifra casas decimais do número Pi como se lesse uma odisseia. Mas, por trás de sua genialidade, há uma enorme dificuldade de se relacionar com o mundo e de lidar com seus sentimentos e com as pessoas ao seu redor. Obsessivo, Early Auden tem regras específicas sobre que músicas deve ouvir em cada dia da semana: Louis Armstrong às segundas; Sinatra às quartas; Glenn Miller às sextas; Mozart aos domingos e Billie Holiday sempre que estiver chovendo. Seu comportamento é um dos muitos indícios da síndrome de Asperger, uma forma branda de autismo que só seria descoberta muito tempo depois da Segunda Guerra, e que inspirou personagens já clássicos como o Sr. Spock (Star Trek), o Dr. House e Sheldon Cooper (The Big Bang Theory). Quando chegam as festas de fim de ano, a escola fica vazia. Todos os alunos voltam para casa, para celebrar com suas famílias. Todos, menos Jack e Early. Os dois aproveitam a solidão involuntária e partem em uma jornada ao encontro do lendário Urso Apalache. Nessa grande aventura, vão encontrar piratas, seres fantásticos e até, quem sabe, uma maneira de trazer os mortos de volta ainda que talvez do que Jack mais precise seja aprender a deixá-los em paz.
A Segunda Guerra Mundial está finalmente chegando ao fim e o pai de Jack Baker finalmente está voltando para casa. Infeliz, esse retorno é marcado pela morte da mãe de Jack, deixando o garoto de treze anos sozinho com o pai que mal o conhece. Sem esperanças de conseguir levar a vida com o garoto, o Capitão da Marinha decide então mandá-lo para um colégio interno no Maine.

Por ser o único garoto do Kansas na escola, Jack encontra dificuldades em se misturar com o restante dos alunos, até conhecer Early Auden. Early é um rapaz um tanto diferente dos demais, raramente visto na sala de aula mas facilmente encontrado no porão escutando seus discos, coletando recortes de notícias sobre o lendário Urso Apalache ou lendo histórias nas sequências do número Pi.

Durante um pequeno intervalo nas aulas onde todos os alunos foram para as casas de suas famílias ou amigos, Jack e Early saem numa jornada em busca do grande urso nas Trilhas Apalache. Early não admite, mas além do Urso, o garoto também está à procura de seu irmão mais velho, um soldado que foi dado como morto em combate.

Os garotos saem então nessa jornada rumo ao improvável com Early no comando. Sem mapas, bússola ou qualquer outro instrumento de localização, Auden usa a a história de Polaris, a constante matemática, para para prever o que acontece a seguir.

No caminho, eles conhecem diversas figuras memoráveis, aprendem um pouco sobre a vida nas trilhas e se questionam se o que eles sempre acreditaram sobre suas próprias vidas é realmente uma verdade absoluta.
— Que lugar é este?
— É a minha oficina. Meu pai nunca me deixou ter uma oficina em casa. Dizia que eu ia acabar com a vida dele. Mas não fui eu. Foi o coração. Ele teve um infarto.
Quando a DarkSide anunciou o lançamento dessa obra eu já fui correndo deixar bem claro para a equipe do SEA que eu que iria resenhá-lo aqui no blog. Fui dar uma olhada na sinopse e confesso que toda essa história de constantes matemáticas me deu um pequena desanimada mas mesmo assim solicitei o livro pois sou daqueles que julgam o livro pela capa e a desse livro é maravilhosa. Agora, após a leitura, posso afirmar a capa do livro não faz jus ao conteúdo excepcional dessas quase 300 páginas.

O primeiro ponto a se destacar é a narrativa maravilhosa de Clare Vanderpool. A autora consegue trabalhar um enredo complexo de uma forma que qualquer pessoa, indiferente da idade, conseguirá compreender completamente e se apaixonar. Em pouco mais de 270 páginas, Clare nos conta uma história bem detalhada mas de forma extremamente fluida. O livro é narrado por Jack mas na verdade é todo desenvolvido ao redor de Early. É ele quem está no controle de toda a aventura, os grandes acontecimentos são focados nele, todas as ações ocorrem por causa dele e etc.

Jack é aquele protagonista que se fosse trocado por outra pessoa não faria diferença alguma. A função do garoto na história é fazer o papel dos olhos da sociedade, considerada normal, sobre o "garoto estranho". Sim, a autora não faz uso da palavra autismo durante a narrativa pois durante o período em que se passa a história o termo não era muito familiar e a maioria dos autistas não eram diagnosticados.

Os  dois personagens principais são muito bem construídos e fazem com que você se apegue a algumas características de suas personalidades. Porém, durante a jornada dos garotos somos apresentados a alguns personagens de uma forma um pouco brusca que poderia ter sido mais bem trabalhada.

O final do livro pode ser um pouco previsível, mas não desaponta. A magia dessa obra não está no final surpreendente e sim na forma em que a história é contada e nas reflexões que o livro te proporciona durante e após a leitura.

Se tratando de cuidado com as questões físicas eu poderia simplesmente falar o que todo mundo já sabe: um livro com um acabamento perfeito, marcador de cetim, páginas amareladas, boa margem, fonte em bom tamanho e etc. Porém, esse livro é um dos mais lindos, se não o mais lindo, de todos os que tenho da editora. A capa é predominantemente fosca com minúsculas aplicações de verniz em algumas estrelas e linhas, ilustrações durante todo o livro, constelações diferentes no início de cada capítulo e muito mais.

Em Algum Lugar Nas Estrelas é aquele tipo de livro que você não consegue simplesmente ler e colocá-lo de volta na estante. Você sente uma necessidade de comentar sobre ele e indicá-lo para todas as pessoas que você conhece. Um livro para ser lido por todas as gerações, que leva 4 estrelas, puramente por questões de gostos pessoais, e com certeza a minha indicação!

Beijos e até mais!
***
Esta postagem está concorrendo ao TOP COMENTARISTA.
Clique aqui e saiba como participar.

25 comentários:

  1. Gostei da resenha! =3
    Já ouvi falar desse livros em outros blogs e esse livro já está na minha lista de desejos. A capa é muito linda e um tanto enigmática haha! ♥ A história me cativou, ainda mais sendo de aventura e espero ter a chance de ler ^^

    ResponderExcluir
  2. Adorei sua resenha. Não conhecia esse livro e a resenha me despertou interesse em lê-lo. É bem legal histórias com crianças que se aventuram assim.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Ta bom, eu tenho que começar a rever meu conceito sobre a Dark Side, pois por incrível que pareça os livros estão me chamando muito a atenção ultimamente, o porque não sei. As capas sempre foram admiradas por mim, sempre deixei isso bem claro. Amei essa capa mas não parei pra ler a sinopse, porém, lendo agora a sua resenha vejo que pode ser um livro que eu vá gostar. Já que estou tentando sair da minha zona de conforto, quem sabe não e?
    ótima resenha Well, parabéns.

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Também sou desses que julga o livro pela capa, na maioria das vezes nem leio a sinopse, e já coloco como desejado, é reconfortante saber que, alem de uma edição maravilhosa o livro também contem uma história emocionante, tenho certeza que irei me envolver a narrativa desconhecida da autora e com os personagens, isso de constantes matemáticas também me desanima um pouco, mas vou arriscar, a autora parece esclarecer muito bem os fatos, quero mais ainda ler esse livro

    ResponderExcluir
  5. Estou querendo muuuito adquirir esse livro, ele é lindo e a história parece ser apaixonante! Comprei uma edição pela internet para dar de presente, pois acredito que não existe pessoa que ganhe ele e não fique feliz... Mas confesso que a vontade é de ficar com ele pra mim quando chegar :x

    Enfim, parabéns pela bela resenha!

    ResponderExcluir
  6. Meu amor pela Dark Side só cresce cada vez mais. Olha, achei bem interessante a historia mas confesso que assim como você eu dei uma pequena desanimada quando você mencionou essas "constantes matemáticas", mas vou dá um voto de confiança . rsrsrsr

    Parabéns pela resenha! :)

    ResponderExcluir
  7. Gostei muito da resenha, não conhecia esse livro e fiquei com muita vontade de ler ele.

    ResponderExcluir
  8. Como não se apaixonar por esse livro logo de cara? Antes mesmo de ler a sinopse eu j´´a queria na minha estante - puramente pela estética - quando descobri a história me perdi completamente. Quero para já! Ótima resenha (:
    Gislaine | Paraíso da Leitura

    ResponderExcluir
  9. Gente jurei que esse livro era algo tipo, com músicos e tals e não com guerra '-' agora sim ele me soa mais interessante mas ainda sim não sei se leria '-'

    ResponderExcluir
  10. Bom, eu achei a capa linda!
    A Darkside capricha sempre né?
    Mas não sei se a história me prenderia. Espero ter a oportunidade de ler este livro, pra ver se me surpreendo igual a você!

    ResponderExcluir
  11. Oi!
    Já estou com esse lindo livro na minha estante, só ainda não comecei a leitura! Amei sua resenha, muito perfeita e me deixou mais ansiosa para ler a obra. Que lindo deve ser o desenvolvimento dessa historia tão encantadora e com personagens tão cativantes. DarkSide é amor! Linda dica. Beijos.

    ResponderExcluir
  12. Parece ser uma "aventura poética" como costumo dizer. Gosto de livros assim e confesso que esta capa é realmente maravilhosa. <3

    ResponderExcluir
  13. Oi Wellyson!
    Tbm sou daquelas que julgam o livro pela capa e realmente o trabalho da editora é magnifico, em todos os seus livros, um padrão que deveria ser seguido pelo restante das editoras.
    Confesso que estava na duvida antes de ler a resenha, mas fiquei super curiosa!
    Estou louca para ter o meu na minha estante tbm!
    Bjs

    ResponderExcluir
  14. Olá!
    Adorei a resenha! Realmente, eu leria esse livro somente pela capa também, é simplesmente maravilhosa! Achei interessante que, apesar de bem construídos os personagens, você achou o protagonista descartável.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  15. Olá Wellyson,
    Esse livro está entre os que mais desejo ter na minha estante no momento! Cada vez que entrava no skoob Em Algum Lugar Nas Estrelas estava lá em destaque, confesso que no inicio isso me incomodava, mas a curiosidade falou mais alto e não resisti, li a sinopse e fui cativada na mesma hora hahaha. Amo livros com cenário de guerra, então esse já tem um grande ponto positivo que me atrai, e essa história promete ser tão envolvente e bela, estou ansiosa para acompanhar as aventuras desses dois personagens tão cativantes. Fiquei animada em saber que por trás dessa capa maravilhosa tem uma história que vale a pena ser lida.
    Beijos

    ResponderExcluir
  16. Se tem o selo Darkside não precisa dizer mais nada. Que capa maravilhosa. A resenha foi perfeita. Me deu mais vontade de ler

    ResponderExcluir
  17. Ei Wellyson, eu ameeeei essa capa!
    Bom, amo todas da Darkside!! Acredita que ainda não li nenhum livro deles?? Pois é, também, o preço... kkk
    Amei sua resenha, que fofa! Deu pra perceber que a história é bem traçada, gostosa de ler, daquelas simples, mas que têm um significado altamente profundo e maravilhoso!
    Já quero!!!
    bjão

    ResponderExcluir
  18. Amei a resenha, desde quando vi que a editora ia lançar este livro eu me apaixonei não só pela capa mais pela sinopse.

    Co certeza esta na minha listinha de futuras compras.

    ResponderExcluir
  19. Oie *-*
    Eu também julgo um livro pela capa kk, e esse livro desde que foi lançado eu estou babando. A capa é sim, maravilhosa;
    Gostei do trema tratado no livro, e imaginava outra coisa, porém sua resenha me passou os pontos interessantes, fazendo com que minha curiosidade aumentasse.
    Gosto de me identificar com os personagens, e estou louca para acompanhar o decorrer desta história;
    Darkside sempre arrasando, tenho só um livro da editora, Circo Mecânico, e sou apaixonada pela edição.
    Enfim, parabéns pela resenha.
    Beijos!
    Lost Words

    ResponderExcluir
  20. A capa é muito bonita mesmo, a Dark Side capricha nas edições. Também julgo um livro pela capa quem não julga kkk. Me interessei por essa aventura dos garotos, o personagem é decidido vai atras do que acredita no caso o urso e do irmão. Parece ser daqueles livros que nos desperta vários sentimentos ao mesmo tempo e nos leva a pensar e repensar em nossas atitudes com as outras pessoas.

    ResponderExcluir
  21. Amo as capas dos livros da Dark são sempre muito bonitas, já havia lido uma resenha sobre esse livro e tinha me apaixonada tanto. Não mudei minha opinião, achei linda a resenha e o jeito como foi falado do livro, sobre reflexões e a narrativa da historia.

    ResponderExcluir
  22. Quando li a sinopse desse livro, já fiquei muito curiosa pela leitura, mas após ler a sua resenha, acabei ficando mais curiosa ainda! Parece ser uma história muito bonita e instigante, e o trabalho da Dark Side com relação a edição dispensa comentários. Está muito linda! ;)

    ResponderExcluir
  23. Kkkkk o que desanimou nesse livro é justamente uma das coisas que me fez querer lê-lo <3 (gosto dessas constantes matemáticas rsrs), amo histórias que se ambientam na 2ª Guerra, mesmo que seja apenas no final. Como a DarkSide capricha nas edições, é claro que tenho esse livro lindo <3. Essa resenha me fez querer lê-lo AGORA, mas como é praticamente impossível deixá-lo enquanto não termina a leitura, vou esperar mais um pouquinho para me encantar com essa história.

    ResponderExcluir
  24. Gostei muito da resenha. Deu vontade de ler..

    ResponderExcluir
  25. Muito boa a resenha!

    A Darkside é VIP em livros de capas maravilhosas, não acha?

    ResponderExcluir