23 de outubro de 2016

Tá Na Estante :: 'The Kiss of Deception' #588

POSTADO POR EM 23 de outubro de 2016

Oi, gente. Tudo bem?


Minhas leituras andam bem lentas devido a uma ressaca literária que não sai de mim. Porém, essa semana li um queridinho da blogosfera e vim correndo contar pra vocês o que achei. Vamos conferir?!

Livro: The Kiss of Deception
Série: Crônicas de Amor e Ódio (#01)
Autora: Mary E. Pearson
Editora: Darkside Books
Páginas: 420
Sinopse: Tudo parecia perfeito, um verdadeiro conto de fadas menos para a protagonista dessa história. Morrighan é um reino imerso em tradições, histórias e deveres, e a Primeira Filha da Casa Real, uma garota de 17 anos chamada Lia, decidiu fugir de um casamento arranjado que supostamente selaria a paz entre dois reinos através de uma aliança política. O jovem príncipe escolhido se vê então obrigado a atravessar o continente para encontrá-la a qualquer custo. Mas essa se torna também a missão de um temido assassino. Quem a encontrará primeiro? Quando se vê refugiada em um pequeno vilarejo distante o lugar perfeito para recomeçar ela procura ser uma pessoa comum, se estabelecendo como garçonete, e escondendo sua vida de realeza. O que Lia não sabe, ao conhecer dois misteriosos rapazes recém-chegados ao vilarejo, é que um deles é o príncipe que fora abandonado e está desesperadamente à sua procura, e o outro, um assassino frio e sedutor enviado para dar um fim à sua breve vida. Lia se encontrará perante traições e segredos que vão desvendar um novo mundo ao seu redor. O romance de Mary E. Pearson evoca culturas do nosso mundo e as transpõe para a história de forma magnífica. Através de uma escrita apaixonante e uma convincente narrativa, o primeiro volume das Crônicas de Amor e Ódio é capaz de mudar a nossa concepção entre o bem e o mal e nos fazer repensar todos os estereótipos aos quais estamos condicionados. É um livro sobre a importância da autodescoberta, do amor, e como ele pode nos enganar. Às vezes, nossas mais belas lembranças são histórias distorcidas pelo tempo.
Arabella Celestine Idris Jezelia, ou simplesmente Lia, é a Primeira Filha da Casa de Morrighan. Supostamente, toda Primeira Filha possui um importante dom, mas este ainda não se manifestou em Lia, o que a deixa ao mesmo tempo satisfeita e preocupada.

Esse cenário aqui ambientado é dividido em três reinos: Morrighan, Dalbreck e Venda, o reino dos bárbaros. Temendo uma invasão, Morrighan e Dalbreck resolvem fortificar suas alianças através do casamento de Lia com o príncipe herdeiro de Dalbreck, o que deixa a jovem extremamente revoltada. Quem gostaria de se casar com um homem que nunca viu na vida, sem saber nada sobre ele, por pura obrigação? Ainda mais tendo a pressão do destino de dois reinos em suas costas?

O problema é que Lia não tem voz e por mais que discuta, a decisão já fora tomada. No dia de seu casamento, que é o ponto de partida do livro, a jovem está armando os detalhes finais de sua fuga. Com a ajuda de sua criada e amiga, Pauline, Lia escapa do reino, em busca de um lugar onde possa viver em paz, livre de suas obrigações como membro da realeza.

Esse lugar é Terravin, uma província ao sul de Morrighan, onde Pauline cresceu. As duas escapam pelas florestas e vão criando trilhas falsas, para impossibilitarem os rastreadores de encontrá-las. Lia sabe que sua fuga vai provocar o pai a ponto de ela ser considerada uma traidora e condenada à morte por isso, mas seu plano é tão forte, que ela sabe que nunca será encontrada.



Quem também não fica muito satisfeito com a fuga de Lia é o príncipe herdeiro. Como assim ela teve a audácia de fugir antes que ele mesmo o fizesse? O príncipe gostaria de ter feito isso antes, mas não foi capaz de afrontar o pai. Lia o deixa extremamente intrigado e, agora que o casamento não aconteceu, ele está determinado a encontrá-la.

A fuga também chama atenção do reino de Venda, que sabe que a aliança entre Morrighan e Dalbreck pode ser um problema. Assim, eles mandam seu melhor assassino no encalço da garota, para matá-la e fazer parecer que fora Dalbreck quem ordenara tal feito.

Lia e Pauline estão se ambientando em Terravin, mas não demorará muito para o príncipe e o assassino a encontrarem. Porém, quem será o primeiro a atingir seu objetivo? E como isso afetará a vida de Lia?

Querem saber o que vai acontecer? Então não deixem de ler!

Quando a Darkside Books anunciou o lançamento de The Kiss of Deception, um hype tremendo se deu sobre o livro. A blogosfera em peso começou a ler e não vi uma única resenha negativa. Sabendo do meu dom de diferentona, aquele que não gosta do que todo mundo ama, resolvi adiar a leitura o máximo possível. E me arrependo mortalmente de ter feito isso.

A escrita de Mary E. Pearson é simplesmente viciante. Como comentei com vocês antes, eu estava no meio de uma ressaca literária, sem conseguir avançar nas leituras. Mas a autora me prendeu de uma forma que devorei a história rapidamente. Pearson trabalhou muito bem a mitologia que propôs e isso fortaleceu a imersão do leitor e o contexto geral da trama.

A obra é narrada em primeira pessoa, a maior parte sob a perspectiva de Lia. Todavia, temos alguns momentos narrados pelo príncipe e pelo assassino e preciso salientar o quanto isso foi brilhante. Sim, existem vários livros onde outros personagens também narram a história, isso não é inovador. Mas aqui a autora contextualizou isso de uma forma única.

Quando o caminho de Lia cruza-se com o do príncipe e o do assassino, não sabemos quem é quem e não há identificação nenhuma nem nos capítulos narrados por estes personagens. Ou seja, você não consegue distinguir quem é quem e essa dúvida permanece por grande parte do livro. Com este mistério, Pearson desconstruiu todo um esteriótipo de aparências e tirei o chapéu para ela por isso.



Falando em quebra de esteriótipos, precisamos falar sobre Lia. Que personagem maravilhosa! Guerreira, dona de si e extremamente determinada, Lia foge totalmente do perfil das protagonistas que essas histórias costumam ter e entrou para o meu ranking de favoritas sem sombra de dúvidas. Cada atitude sua era um close certo e eu só esperava o melhor dela.

Entretanto, li em um blog uma resenha que criticava as atitudes de Lia, por ter fugido do casamento que poderia salvar dois reinos, apenas por não querer se casar com alguém que não conhecia. Como assim "apenas"? Ninguém é obrigado a nada nesse mundo e numa sociedade atual como a nossa, onde o feminismo está tão em pauta, ver alguém criticar uma mulher por  querer sua independência é um tanto vil.

O final do livro foi surpreendente e só fechou esse primeiro volume com chave de ouro. Já estou roendo as unhas de ansiedade pela continuação, que se chama The Heart of Betrayal e deve chegar às livrarias no fim deste mês,

Sobre a edição física, não há muito o que dizer. Caramba, é Darkside. Sabemos que o nível está elevado. A edição é capa dura, com páginas amareladas, marcador de cetim embutido e fonte grande. Além disso, o livro vem com um mapa, que você consegue usar para localizar a organização dos reinos. A revisão está impecável, como sempre e a capa é uma adaptação da original, lindíssima.

The Kiss of Deception é um livro que merece o hype que recebeu e que vai te viciar. Se jogue nessa incrível leitura e garanto que será extremamente privilegiado. Vale com certeza a experiência e eu super recomendo. <3

Beijos e até a próxima!
***
Esta postagem está concorrendo ao TOP COMENTARISTA.
Clique aqui e saiba como participar.

9 comentários:

  1. Creio que tua resenha foi feita com toda a clareza sobre a " fofoca" deste livro...Li muitas resenhas positivas sobre ele assim como a sua, e apesar de estar adiando começar outras séries, esta é uma que tenho muito interesse em iniciar, é um gênero que sempre me chama a atenção. Espero ter a oportunidade de adquirir ele em breve e matar minha curiosidade e depois desta opinião sobre ele irei fazer isso logo!

    ResponderExcluir
  2. Eu li esse livro mês passado e adorei. A Lia é maravilhosa e eu estou ansiosa pelo próximo livro!

    ResponderExcluir
  3. Esse livro desde o começo não me chamou muito a atenção pela historia mas acho o livro lindo,já escutei tanta gente falando dele e vi tantas resenha que tenho curiosidade de ler apesar de a historia não me atrair muito.

    ResponderExcluir
  4. É, essa escrita dela parece ser muito boa e viciante mesmo. Só vejo falando que é um desses livros que você não consegue parar de ler. E a personagem também ajuda, é forte e guerreira, então deve ser bem fácil de ficar ali torcendo por ela e doido pra saber como a história vai se desenrolar. Já tem uma trama do tipo que gosto, então espero que seja boa mesmo. Ah como quero ler logo!

    ResponderExcluir
  5. Oi, Leo!!
    Já li esse livro e adorei estou ansiosa para ler a continuação que será lançado agora no dia 31 outubro.
    Beijoss

    ResponderExcluir
  6. Oi, Leonardo!
    Também fiquei com um pé atrás devido a esse bafafá todo em torno do livro, mas acabei me rendendo e já estou desejando muito! O que mais me chamou a atenção sobre o livro foi mesmo o fato de a autora esconder quem é quem, príncipe e assassino, e acho que isso vá ser mesmo o que eu mais vou gostar na leitura.

    ResponderExcluir
  7. Quando soube do lançamento deste livro, me desesperei para comprar. Comprei em julho e até agora não li, dá pra acreditar? Estou esperando passar um pouco a "vibe" para dar inicio a leitura, mas sei, só de ver as resenhas e comentários, que irei gostar. E, mesmo, que a leitura não alcance minhas espectativas valeu a pena a compra só por cusa desta edição maravilhosa!!

    ResponderExcluir
  8. Esse livro esta na minha lista de compras, quero muito ler esta sendo super elogiado e a protagonista esta ganhando muitos leitores por ser determinada e tudo mais. Fiquei super intrigada com o fato de não se saber quem é o príncipe e quem é o assassino achei isso super demais rs.

    ResponderExcluir
  9. Sabe que eu costumo gostar muito de livros do genero,mas no lançamento eu não me animei muito e acho q foi por terem mantido o titulo em ingles...Bem, com as resenhas que eu li eu mudei de ideia e agora o desejo tanto quanto outros livros da editora hahahaha A Dark veio para nos falir hahahah

    ResponderExcluir