8 de novembro de 2016

Tá Na Estante :: 'Uma Fada Veio Me Visitar' #598

POSTADO POR EM 8 de novembro de 2016

Oi, gente. Tudo bem?


Hoje vim contar para vocês o que achei de uma leitura rapidinha que fiz nessa última semana. O livro da vez é um nacional que deu origem ao filme É Fada!, estrelado pela YouTuber Kéfera Buchmann. Vamos conferir?!

Livro: Uma Fada Veio me Visitar
Autora: Thalita Rebouças
Editora: Rocco Jovens Leitores
Páginas: 142
Sinopse: Semana de provas e duas notas vermelhas no bimestre. Luna estava preocupada com o seu futuro, ou com o futuro dos seus fins de semana, naquela véspera de prova de matemática. A mãe já havia avisado - mais uma nota ruim e nada de festas, cinema, praia, shopping, televisão ou computador por tempo indeterminado. Os dias não estavam sendo nada fáceis para esta menina de 13-quase-14 anos, cabelos ondulados, inteligente, sensível e descolada. Mas ela não podia imaginar o que a esperava naquela noite. Depois de dar uma ajeitada no quarto e devorar números e fórmulas até o limite da exaustão, Luna caiu no sono, livro de matemática no colo. E um mundo de descobertas incríveis teve início.
A vida de Luna é bem complicada para uma adolescente de 13-quase-14 anos. Ela não tem muitas amigas, devido ao seu estilo um tanto estourado e por pouco se importar com questões de moda e comportamento, como todas as patricinhas da sua escola. O relacionamento com a mãe não anda nada fácil devido à sua rebeldia e após a segunda nota vermelha no bimestre, Luna sabe que não será nada fácil aplacar a raiva da mãe.

Na noite anterior a uma importante prova de matemática, Luna sabe que precisa estudar muito. Se tirar mais uma nota baixa, pode dar adeus à sua liberdade até recuperar tudo no bimestre seguinte. Após uma discussão com a mãe sobre a bagunça do seu quarto, Luna enfia a cara nos livros e nas fórmulas até cair no sono.

E é no mundo dos sonhos que ela recebe a visita de uma garota bem estranha. Ela diz se chamar Tatu e ser uma fada, enviada do Reino das Fadas, para que Luna a ajude em sua missão. Obviamente a menina não acredita em nada. Quer dizer, quem na idade dela acreditaria em fadas? Ela só quer dormir e preocupar-se com a prova na manhã seguinte, mas Tatu é insistente.

Para surpresa de Luna, quando ela acorda, lá está a fada. À princípio a menina não acredita que aquilo possa ser real e crê ainda estar sonhando. Contudo, após algumas provas de Tatu, fica difícil negar que esta, vestida com roupas estranhas e um vocabulário perdido no tempo, é realmente uma fada.

Tatu veio ao mundo dos humanos porque precisa da ajuda de Luna, de uma forma que a garota nunca poderia imaginar. Para auxiliar Tatu, Luna precisa ficar amiga de sua arqui-inimiga, a patricinha Lara Amaral. Uma bomba vai estourar na vida de Lara e, de acordo com Tatu, a única que poderá ajudá-la será Luna.

A jovem, vendo o desespero da fada, acabará aceitando a missão. Todavia, aproximar-se de Lara e de seu jeito arrogante e esnobe não será nada fácil. Só que aos poucos, Luna vai percebendo que existe muito mais por trás da imagem de metida de Lara e que seus julgamentos podiam estar mais errados do que ela imaginava.

Querem saber o que vai acontecer? Então não deixem de ler!

Quando soube do lançamento do filme É Fada!, confesso que não fiquei muito animado com a proposta da película. Todavia, ao descobrir que ele havia sido baseado em um livro infantil da autora Thalita Rebouças, fiquei curioso quanto à obra original e resolvi solicitá-la de parceria este mês para a editora Rocco.

Nunca tinha lido nenhum dos livros mais infantis de Thalita, li apenas seu mais recente lançamento e não tive uma boa experiência com a autora. Contudo, nessa obra, adorei a escrita dela e me vi preso em sua narrativa logo nas primeiras páginas. A autora tem um jeito bem leve de contar a história, algo bem voltado para seu público, e mesmo não sendo o alvo do livro, me senti bastante imerso.

A obra é narrada em terceira pessoa, principalmente sob a perspectiva de Luna. Ela é uma personagem bastante interessante e gostei do seu jeito de enxergar a vida. Ela está mais preocupada em viver do que se importar com o que os outros pensam dela, algo raro para uma menina de 13 anos. Fora seu lado rebelde, ela é bastante certinha e está sempre disposta a ajudar quem precisa dela.

Porém, quem roubou a cena pra mim foi a fada Tatu. Que personagem maravilhosa! Ela se veste com umas combinações duvidosas e usa gírias dos anos 60, o que torna tudo muito engraçado. Além disso, Tatu é bastante atrapalhada e coloca Luna em cada confusão que vocês nem imaginam. Adorei.

O ponto mais alto do livro foi o modo como Thalita Rebouças abordou o bullying. Quer dizer. O livro não tem nada de original, é até bem previsível, mas a forma como a autora inseriu esse contexto na trama me agradou bastante. Ela retratou uma forma de redenção, além do quanto a amizade é importante nos momentos mais difíceis.

O desfecho foi bastante divertido e até consigo imaginar uma continuação para essa história. Uma Fada Veio Me Visitar foi publicado originalmente em 2007, então ano que vem, 10 anos depois, seria interessante a autora revisitar essa história e esses personagens, que tenho certeza que agradaria bastante o público.

Quanto à edição física, não há muito a dizer. A capa é bonitinha e tem bastante a ver com a história. A diagramação é simples, o espaçamento é bom e a fonte é grande. Só tenho ressalvas quanto às páginas brancas e alguns errinhos de revisão, principalmente em questão às separações silábicas, que me incomodaram bastante durante a leitura.

Uma Fada Veio Me Visitar é um livro leve e divertido, que apesar de não muito original, tenho certeza que vai agradar muitos leitores. Ainda quero ver o filme para descobrir como ficou a adaptação, mas já pude perceber que ficou bem diferente, o que é uma pena. Sendo assim, recomendo muito a leitura!

Beijos e até a próxima!
***
Esta postagem está concorrendo ao TOP COMENTARISTA.
CLIQUE AQUI e saiba como participar!

9 comentários:

  1. O que dizer de uma personagem (Luna) na qual me identifiquei em certos aspectos?? Hahaha Uma amiga minha ja leu esse livro, mas nunca procurei saber da história (que por sinal parece ser bem gostosa de ler). Ainda bem que não assisti o filme nos cinemas, assim ainda da tempo de ler o livro antes hahah beijos

    ResponderExcluir
  2. Leo!
    Nunca li nada da Thalita Rebouças, mas como gosto demais de histórias infantos, fiquei encantada com a fada Tatu e tudo que apronta no livro, principalmente por falar gírias dos anos 60, porque foi a década que nasci.
    Deve ser um livro hilário.
    “Capacidade de saber cada vez mais sobre cada vez menos, até saber tudo sobre nada.” (Millôr Fernandes)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de NOVEMBRO com 3 livros + BRINDES e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  3. Oi Leonardo!
    Eu gostei bastante da sua resenha e da premissa do livro. Vi uma crítica ao filme da Kéfera na qual dizia que o filme só tinhas palavrões e ue foi muito ruim. Quero conferir os dois para formar a minha opinião.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Quando fiquei sabendo do lançamento do filme também não fiquei muito animada, principalmente porque não sou muito fã da kefera. Mas que legal que o livro é infantil e ainda assim aborda assuntos importantes como o bullying.. Além disso, a capa é super fofa.
    Um abraço!

    http://paragrafosetravessoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi Léo, não conhecia este livro e nem sabia que o filme se baseava nele (ou em qualquer livro). Não me sinto atraída em conhecer está história, pois sinto que já passei da fase de ler livros infanto-juvenil. Mas não tenho dúvidas de que a história seja divertida e que vá agradar mtos leitores, até pq só ouço falar coisas boas sobre a escrita da autora!!

    ResponderExcluir
  6. Ainda não conheço a escrita da autora. Não sabia que o filme foi baseado no livro. A historia parece ser bem divertida e gostei de saber que nos passa algo de positivo, pois temos essa mania de julgar as pessoas sem conhece-las direito, pensamos algo e na verdade não é nada daquilo que pensávamos.

    ResponderExcluir
  7. Olá.
    Nunca li nada da autora, mas gostei desse livro e espero poder fazer a leitura. Parece um livro com uma mensagem leve e divertida. O filme, não pretendo assistir. Obrigada pela dica.
    Ótima resenha, muito bem elaborada. Obrigada.

    ResponderExcluir
  8. Oi Leo,
    Não conhecia esse livro e ainda não tive a oportunidade de conhecer a escrita da Thalita Rebouças. Gosto de ler de vez em quando um livro infanto-juvenil, e esse parece ser encantador. Gostei do enredo proposto, abordar o bullying e o valor da amizade, assuntos tão importantes hoje em dia, com certeza será uma leitura agradável e leve. Quanto ao filme, não faz meu tipo e não pretendo assistir.
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Oi Leo, também nunca li nenhum dos livros infantis da Thalita mas esse me pareceu ser muito boom, fiquei surpreso ao saber que foi esse livro que inspirou o filme É FADA!
    Apesar de parecer ser muito legal, não fiquei tão interessado para o ler, prefiro ver só o filme mesmo! =X

    ResponderExcluir